maio
13
2013

O crescimento de longo prazo da economia brasileira tem sido satisfatório?

A economia brasileira teve um mau desempenho em termos de crescimento econômico nos últimos 25 anos. O Gráfico 1 mostra a taxa anual de crescimento da renda per capita, cuja média foi de apenas 1,4% ao ano. O Gráfico também mostra quão volátil tem sido o crescimento: em 10 dos 26 anos ali mostrados o crescimento foi negativo ou nulo.

Para anos mais recentes o gráfico mostra uma taxa média de crescimento um pouco mais alta: 2,8% ao ano para o período 2004-2012. Essa pode ser considerada uma época de ouro para o comércio internacional brasileiro (2004-2008), pois os preços das commodities exportadas pelo país subiram bastante, o que abriu maior possibilidade de crescimento para o país, financiado por ganhos nos termos de troca internacionais. Em 2009 a crise econômica mundial teve impacto sobre o ritmo da economia nacional. Mas como o governo afrouxou as políticas monetária e fiscal, e o mercado internacional de commodities se recuperou rapidamente, houve forte recuperação em 2010. Porém, em 2011 e 2012, apesar da continuidade dos estímulos governamentais, houve um retorno para o padrão de baixo crescimento, apesar de o país ainda  poder contar com um cenário externo bastante favorável em termos de preços de commodities e disponibilidade de crédito.

Quão ruim é o desempenho brasileiro quando comparado com outros países? O Gráfico 2 apresenta a taxa média de crescimento da renda per capita brasileira no período 1985-2010, comparando-a com outros 27 países. Por abarcar um período de 26 anos, pode-se considerar essa taxa como sendo o crescimento de longo-prazo das economias consideradas.

O conjunto de países escolhidos para essa comparação é bastante representativo, pois inclui: vizinhos latino-americanos; alguns países asiáticos que são conhecidos casos de sucesso em termos de crescimento econômico; um país asiático que não tem sido tão bem sucedido

quanto seus vizinhos (Filipinas); membros do grupo conhecido como BRICs1; um país desenvolvido que, assim como o Brasil, é altamente dependente da exportação de commodities (Austrália); economias emergentes da Europa que foram afetadas pela crise iniciada em 2008 (Portugal, Espanha e Irlanda) e outros países de renda média relevantes (Turquia, Polônia e Egito).

É fácil verificar que o desempenho do Brasil não é satisfatório. Sua taxa de crescimento é bem inferior à média do grupo (representada pela linha horizontal). Se, por exemplo, o Brasil tivesse crescido no mesmo ritmo da Costa Rica (1,9% ao ano), durante os 26 anos considerados no gráfico, o PIB nacional seria hoje 17% maior.

Ainda que consideremos apenas o melhor período de crescimento do Brasil (2004-2010), o país não fica em uma posição de destaque. Esse exercício é feito no Gráfico 3.  Para o período 2004-2010, Espanha, Portugal e Irlanda, fortemente afetados pela crise do Euro, puxam para baixo o crescimento médio do grupo de países. Mas isso não é suficiente para que o Brasil fique acima da média. É importante frisar esse ponto: tomamos o período mais favorável para a economia brasileira, que é um período em que alguns países estavam sob forte crise; apesar dessa comparação enviesada, a taxa de crescimento do Brasil ainda continua abaixo da média.

Para criar um viés ainda mais forte a favor do Brasil, podemos tirar a China e a Índia do grupo de comparação, pois esses são os dois países de maior crescimento, e que puxam a média do grupo para cima. Mesmo nesse caso a média do grupo (3.0%) ainda é um pouco superior à média brasileira (2.9%).

Fica claro, portanto, que a taxa de crescimento de longo prazo da economia brasileira, desde meados dos anos 80, tem sido decepcionante. Não se pode responsabilizar a crise econômica internacional, iniciada em 2008, por esse desempenho medíocre. Como visto acima, desde muito antes da crise, o crescimento já deixava a desejar. As causas do baixo crescimento não são externas, mas sim inerentes à nossa própria economia. Entre elas podem-se citar: carga tributária excessiva, baixa poupança do setor público, infraestrutura precária, baixo nível educacional da população, alta proteção à indústria nacional, fragilidade de instituições capazes de garantir o cumprimento dos contratos comerciais e proteger a justa concorrência (judiciário, agências reguladoras) e legislação trabalhista ultrapassada.

__________________

1 A sigla BRIC refere-se a Brasil, Rússia, Índia e China. Mais recentemente a África do Sul tem sido incluída no grupo. O termo foi criado por Jim O’Neil, um executivo do grupo Goldman Sachs, para denominar um grupo de países considerado emergente nos cenários político e econômico.

Download:

  • veja este artigo também em versão pdf (clique aqui).

Sobre o Autor:

Marcos Mendes

Doutor em economia. Consultor Legislativo do Senado. Editor de Brasil, Economia e Governo. Autor de “Por que o Brasil cresce pouco? Desigualdade, democracia e baixo crescimento no país do futuro”. Ed. Elsevier.

Recomendações de artigos:

17 Comentários Comentar

  • Mas para o PT o que importa é comprar voto e fazer o mensalão continuar. Até porque o povão não sabe o mal que é a variação do PIB ser cada vez pior, nem sabem o que é PIB. O PT está quebrando esse país, se é que já não quebrou, pois a dívida que o PT fez não tem mais volta, quero ver quando chegar o dia do pagamento. Eu já estou decidido a sair desse país!

    • Vá com Deus, senhor. Se puder, só se puder, leve junto o Lobão. O sr é muito inteligente para estar aqui nesse país Tupiniquim. Mas gostaria de deixar registrado que a concordância ” o povão não sabem ” é terrível ! Argh !

      • Prezado George,

        Não se trata de um erro grotesco de concordância, como sugeriu para diminuir os argumentos do Sr. “Herança Maldita do PT”, uma vez que o coletivo muitas vezes admite a concordância no plural. E isso é muito desrespeitoso, diga-se de passagem! Afinal a ideia foi passada perfeitamente.

  • São comentário como o do sujeito acima que travam o debate em um debate de ódios.

  • Concordo TSM. Análises como a do sujeito acima, sem fundamentação teórica alguma, não levam à nada mesmo. São como livros vazios…
    Até porque parece que aquele que escreveu não leu realmente a matéria acima, que demosntra claramente que o pior crescimento se deu nos anos 90, eras de Collor e FHC, quando tivemos crescimento inclusive negativo por anos seguidos. Estagnação total.
    Mas é óbvio que esses dados não são alvo de campanhas massivas de Revistas VEJA, como acontece hoje.

    Ainda assim, creio precisamos analisar criticamente também a postura governamental nos dias de hoje que, apesar de ser mais distributiva, peca pelo baixo investimento, especialmente, no quesito “logística” (estradas, portos, aeroportos, centros de distribuição e armazenamento) cujas ações positivas poderiam impulsionar ainda mais o crescimento econômico brasileiro.

  • Meu caro HERANÇA MALDITA (DE SUA EXISTENCIA) , por favor , meu amigo , vá logo. É gente como vc e essa mentalidade negativista , carente de idéias ,mas cheia de má vontade que trava o país. Quem não gosta do PT diz que o PT é responsável por tudo , mas nega-se a debater como se resolve isso . É o discurso mais fácil e vazio que se pode fazer .
    VÁ LOGO.

  • E mais uma coisa , só para lembrar : vc fala do Mensalão , tão decantado na boca de todo mundo . Mas agorinha a pouco saiu o Trensalão do PSDB , muito pior que o Mensalão que vc cita , porque ali trata-se apropriação indébita mesmo . Se a imprensa e o STF forem sérios Alckmim , Serra vão sumir politicamente do cenário deste país.
    Isso sem contar o mais famoso dos casos de corrupção , que foi a compra de votos posta em prática pelo governo FHC (PSDB , é bom sempre lembrar) para a emenda da reeleição em 97.

  • Eu gostaria de saber se o crescimento do PIB no governo Lula tem relação direta com o aumento dos impostos. Alguém pode me informar ?

  • como tem gente que nao se toca que foi o PT que tirou o nosso pais da miseria, se nao fosse,me diz quem que implantou a bolsa familia, minha casa, minha vida, etc…
    o Brasil melhorou muito!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Ah,parem com esse blá blá blá de que o PT é o salvador da pátria.Encarem a realidade ,o Brasil desceu para a 8º economia do mundo no governo Dilma,só decadência com essa senhora atrapalhada,ex-esposa de dois bandidos.E a maior compra de votos ( disfarçada ) que já ocorreu através desses programas pseudo socias como o bolsa família.Vergonha!!!

    • Está certíssimo Joel, são um bando de ignorantes…
      Você falou pouco mas falou tudo. A senhora está levando o merito, ela não fez exatamente nada, somente compra de votos,” bolsa familia e minha casa minha vida”. Isso é para quem não gosta de trabalhar, é por isso que não tem profissional e pessoas qualificadas no mercado. Alguem esta pagando por isso, nos trabalhadores atravez desses tributos altíssimos…

  • O PT não é melhor e nem pior do que os outros partidos nesse país, no entanto, considerando a renda média da população ascendente nos últimos anos e outros fatores relacionados com melhorias para o tecido social, é fato que os anos do PT foram melhores que os anos 80 e 90.
    Quem fica criticando o PT por toda essa situação de baixo crescimento é quem já ficou alienado de que o PT é o partido mais corrupto, e pior, levando em conta somente um fator: o mensalão. São pessoas que não sabem o que falam e que não conhecem mesmo o passado do Brasil.
    O PSDB e o PDT, no governo federal e no passado, devem ter feito a mesma coisa que o PT, um mensalão ou pior, só que nunca foi noticiado mas sim ocultado, disso eu tenho certeza, mas o povo ingênuo e ignorante não se toca.

  • O que o gráfico mostra é o que a população já percebeu: os dois governos, PSDB e PT, foram muito ruins. Falar que o país cresceu mais no governo petista é uma verdade que os gráficos presentes na matéria demonstram com absoluta clareza, mas as questões que poucos param para observar são: qual o motivo desce crescimento ? quais políticas são responsáveis por esse crescimento ?
    Ao fazer essa análise é fácil observar o que já foi dito, os dois governos, de um modo geral, foram muito ruins. O motivo central do crescimento brasileiro é a alta substancial no preço de commodities. Houveram sim políticas que impactaram na economia, mas foi um trabalho muito ruim, parte do crescimento que o brasil apresentou no governo petista é obviamente fruto do período de austeridade do governo do PSDB. O governo do PT foi melhor que o governo do PSDB, a maioria considera que sim, mas uma coisa é certa os dois foram ruins.

  • Sem falar que além de inoportuno, o cometário que em nada ajuda, ainda distorce a realidade. Pois justamente depois do Collor, foi no Governo PT que PIB esteme melhor pelo grafico apresentado.

  • 500 anos de atraso por surrupiadores de nossas riquezas concordo!! Desde a Coroa Portuguesa que abasteceram suas riquezas com a escravidão de nosso povo e levou em todo o século XVIII, em que o Brasil mandou para Portugal cerca de 800 toneladas de ouro. Sem contar o que circulou de forma ilegal e o que ficou na Colônia, ornando suntuosas igrejas. Ainda hoje as jazidas são exploradas e “legalizadas” pelas minas e energias por empresas e garimpos clandestinos que vem deixando muita gente rica aqui mesmo em Mato Grosso a garimpeiros que nunca pegaram em uma pá, afirma e deve ser investigado essas ações que empresas de Eike Batista, do Ex governador Silval Barbosa e até do atual prefeito Mauro Mendes além de outros grupos internacionais que agem livremente sem contar a “serra pelada” de Pontes e Lacerda. O Brasil cresceu ao longo desses 20 anos, tudo isso se deu pela mudança do modelo econômico, criando uma moeda (REAL) forte e uma estrategia econômica inteligente que deu certo, com tudo isso os trabalhadores (leia se trabalhadores que colocam a mão na massa), empresários e produtores em geral aproveitaram para gerir o crescimento do pais, todo imposto pago proporcionou as ações sociais de integração do nosso povo escravizado, e partido ou politico nenhum fizeram por caridade. E sim!! como servidores de todos, que bem ou mal cumpriram suas agendas e protocolos de gestão pública como principio de responsabilidade que lhes cabe, para isso foram legitimamente eleitos, o que pelo poder que exercem jamais deveriam usar as decisões por interesses pessoais e de grupos, criando oligarquias de enriquecimento ilícito, pela pratica da corrupção como aconteceu e acontece a muito tempo. Estamos em uma nova época de oportunidades igual para todos e amadurecendo a nossa consciência moral, despertando aos poucos os valores morais que vem surgindo em jovens delegados e juízes, bem como na população estarrecidas por tantos erros. Jamais considerarmos isso como normal e acostumarmos, vamos aproveitar a nova era da comunicação e traçarmos uma linha de conduta em que possamos acreditar em nossas forças dadas por Deus que tudo fez e tirarmos de toda semente boa o fruto de esperança que esta terra nos dá, e todo elemento mineral, vegetal e animal seja a nossa fonte de capital pelo trabalho em auxilio aos outros e a beneficio de cada um pelo salário justo. Vamos buscar conhecimento para que a ignorância deixe de existir, e que mentes mensos esclarecidas sejam a força do discernimento entre o bem e o mal e assim cumprirmos uma nova era valores para a vida toda. José Carlos de Araújo

  • estes caras que ficam adorando o pt ,lambendo traseiro da dilma e do lula,sao porque esta ganhando alguma coisa do pt idiotas ,mude a leis para reeleição,e deixe eles no poder 20 anos ,pra ver o que vira o brasil !!! idiotas puxa sacos ,comunistas,
    filho de lulas era taxista tratador de zoologico,onde ganhou dinheiro honestamente? idiotas o cara é um dos mais ricos do brasil,familias deles tem obras e grana a rodo fora do brasil,sera que foi ganhando 30,000,00 por mes ,e veem aqui fazer discurso que aquele foi melhor e pior,caralho.as taxas mais altas de imposto o mundo,e veem falar de ouro,e a educacao ta boa ne antigamente 3º e 5º ja sabia tabuada hoje tem aluna na escola que ta na 7º serie nao sabe nada ou nem tem escola e as que tem esta caindo,deve ser porque nao cobra mais imposto seus indiotas,saude nem se fala vai la saber onde politicos se tratam?
    Hospital Israelita Albert Einstein,um do mais caro do mundo e quem paga?
    falar que pt ta melhor !!!! quer escrever porcaria peguem papel higiênico escrevem e e usa no banheiro de vcs .

  • É inevitável falar que realmente o Lula pôde fazer um governo melhor que o do Fernando Henrique pois o Fernando teve que buscar na economia um verdadeiro controle de uma inflação incontrolável a décadas criada pelo governo desastroso do Sr. José Sarnei, seguido pelas lambanças do Sr. Collor de Mello vindo ser controlado no finalzinho do governo Itamar Franco com o dolarização e criação da Moeda do Real na paridade US$1,00 = R$1,00 isso era equipara o valor do CR$2.720,00 = US$1,00 Gente isso era os governos anteriores a desvalorização de nossa moeda era imensa, com o Plano Real tão criticado na época pelo então metalúrgico Lula, o plano deu certo a vida começou a melhorar pois já não tínhamos uma inflação galopante, ai o governo percebeu as empresas que realmente não davam lucro e serviam apenas como postos de emprego para os membros dos aliados vieram as privatizações que o PT foi totalmente contra, mas o então Presidente FHC conseguiu vender as estatais e outras empresas que eram custeadas pelo povo quando deixou o governo tudo estava sob controle dentro das expectativas de crescimento, no entanto tínhamos que trocar o Presidente ai o Sr. Lula fez um excelente governo com muito dinheiro em caixa e uma credibilidade imensa internacionalmente ele agiu como qualquer pessoa pobre que ganha uma fortuna na Mega sena paga tudo o que deve e começa a gastar incontrolavelmente fazendo uma série de planos que visavam acabar com a miséria, isso foi bom mais fez com que as pessoas passassem a viver as custas do governo sem se interessar a correr atrás de uma vida melhor assim como uma Águia domesticada perde o seu extinto de caça ela fica no cativeiro esperando as migalhas que lhe é oferecida o povo foi adaptando a sua vida a miséria imposta pelo PT e se contentando com as bolças do governo, assim sendo o País foi piorando a sua renda per capta, fazendo a população viver atrás de ganhos fácil golpes para receber o seguro desemprego (acordos) e por ai vai. sou contra a tudo isso gostaria de uma nova forma de governo.

Inscreva-se

Publicações por data