jun
13
2011

Será a divisão do Estado do Pará uma boa idéia?

O Congresso Nacional promulgou em 26 de maio o Decreto Legislativo nº 136, que dispõe sobre a realização de plebiscito para criação do Estado do Carajás. Corre simultaneamente no Legislativo o projeto para criação do estado do Tapajós, que foi aprovado com modificações na Câmara dos Deputados e, por isso, deverá retornar ao Senado para reapreciação.

Apesar da aprovação iminente destes dois Decretos Legislativos, ainda pairam várias dúvidas legais sobre o processo, das quais a mais importante é aquela sobre a abrangência do plebiscito. Não se sabe ainda se todos os paraenses serão consultados, ou se só os habitantes dos futuros estados decidirão sobre a cisão.

Essa questão, assim como muitas outras serão deixadas para decisão judicial, evitando assim um possível desgaste político da proposição. Outra decisão estratégica que parece ter sido tomada pelos apoiadores da divisão é a de se votar conjuntamente as duas divisões, o que aparentemente aumentaria as chances de sucesso de ambas.

É importante ressaltar que estes projetos são os primeiros de uma lista de 14 proposições de criação de novos estados ou territórios e, portanto, possuem um caráter, se não de jurisprudência, pelo menos de formação de precedentes. Em suma, o trâmite e procedimentos eleitorais das outras proposições serão balizados pelas decisões estabelecidas nesses dois casos.

Se levados a cabo, tais projetos reduziriam o Estado do Pará a 22% da sua área atual (Figura 1). No entanto, o território que restaria do Estado do Pará conservaria 71% de sua população atual de cerca de 7,5 milhões de habitantes. Carajás somaria uma população de cerca de 1,5 milhão de pessoas e Tapajós, de pouco mais de 800 mil[1].

Figura 1

Como Ficaria o Atual Estado do Pará

Um ponto notável dessa reordenação territorial seria a discrepância de densidades demográficas dela resultante: o Pará ficaria com 18,1 habitantes por km2, o que representa cerca de quatro vezes a densidade de Carajás e dezesseis vezes aquela que seria observada no Tapajós.

Sob o ponto de vista econômico, os dois estados nascentes seriam bastante díspares. Carajás teria um PIB estadual de cerca de 20 bilhões de reais, enquanto Tapajós contaria com um PIB de pouco mais de 4 bilhões[2]. A divisão setorial dos PIBs também se revela bastante distinta: em Carajás ocorre uma predominância industrial, setor que responderia por 54% do futuro estado, enquanto que o setor de serviços, com 42% da produção, seria o mais importante no caso de Tapajós.

Mas talvez a maior diferença entre os dois estados esteja nos PIBs per capita. Quando esses valores são apreciados, parece que o Pará está sendo dividido em regiões por ordem de pobreza. A região que formaria o Estado do Tapajós apresentou em 2008 um PIB per capita de R$ 5.628, o que corresponde a 70% do PIB per capita paraense naquele ano. Já para Carajás, tal valor chega a R$ 14.000, sendo 76% maior que o PIB do Pará. A diferença entre os PIBs per capita de Carajás e Tapajós seria de 150%, o que grosseiramente quer dizer que cada habitante de Carajás seria 2,5 vezes mais rico em média que os moradores do Tapajós.

Um forte argumento, a meu ver, contra a criação desses estados é a insustentabilidade financeira de ambos. Utilizando uma metodologia desenvolvida para estimar os custos de manutenção das unidades federativas brasileiras[3] é possível ter uma ideia de qual seria o montante de gastos anuais necessários para a condução das máquinas estaduais dos governos a serem criados.

Essa metodologia calcula o custo do governo estadual baseada no PIB estadual, na população do estado, na sua área geográfica e no número de municípios que o estado contém. A lógica aqui é a de que quanto mais população e PIB o estado tiver, maiores deverão ser os gastos estaduais, uma vez que a produção de serviços públicos, tanto sociais quanto de infraestrutura, também terá que ser majorada.

Os valores estimados por este método apontam para um total de gastos estaduais de R$ 1,9 bilhão no Estado de Tapajós e de R$ 3,7 bilhões no caso de Carajás[4].

Quando esses valores são confrontados com a produção local, pode-se ter uma ideia preliminar sobre a viabilidade econômica dos novos estados. Os PIBs dos potenciais estados podem ser calculados pela agregação dos PIBs dos municípios que o formariam.

Por exemplo, o Estado do Tapajós gastaria com o seu governo estadual a proporção de 44% do seu PIB. Naturalmente, isso não quer dizer que essa proporção do PIB do estado seria alocada para financiar as despesas estaduais, mas sim que a máquina estadual consumiria um valor equivalente a 44% da produção local.

No caso do Estado de Carajás a situação, embora melhor, ainda estaria longe de ser confortável. Esse Estado gastaria o equivalente a 19% do seu PIB com o governo estadual, o que é bem menos que a proporção do Tapajós, mas ainda assim é maior que a média nacional (12,5%) e maior que a média do Pará (16%).

Um ponto que merece ser frisado é que esses gastos acima citados dizem respeito apenas ao funcionamento regular dos governos estaduais e não computam os gastos necessários à construção da infraestrutura para seu funcionamento (sedes dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário; sede do Ministério Público; equipamentos para as secretarias de governo; etc.).

Também é possível se ter uma ideia, ainda que aproximada, do montante de receitas disponíveis a cada um destes novos estados. Para se realizar este exercício, tomam-se como base as receitas totais do estado do Pará em 2009, cujos valores são os últimos disponíveis[5]. Calcula-se então quanto desta receita iria para os novos estados baseado na proporção da arrecadação municipal das novas unidades. Assim se a receita municipal do conjunto dos municípios do novo estado corresponde a 20% da receita do total dos municípios paraenses, supõe-se que a receita total do novo estado será igual a 20% da receita estadual do Pará. Baseado nessas proporções, os valores encontrados para os Estados de Tapajós e Carajás são, respectivamente, 1,057 e 2,666 bilhões de reais.

Tais receitas e despesas dos novos estados implicam um déficit conjunto de R$ 1,873 bilhões, distribuídos entre Tapajós (R$ 864 milhões) e Carajás (R$ 1,009 bilhões). A Tabela 1 consolida essas estimativas:

Tabela 1

Estimativas Fiscais para os Estados de Carajás e Tapajós

Carjás Tapajós Total
Gasto Estimado do Estado em R$ bilhões 3,676 1,922 5,597
PIB* em R$ bilhões 19,232 4,343 23,574
Gasto em %PIB 19,1 44,2 23,74
Receita Orçamentária Estimada em R$ bilhões 2,666 1,057 3,724
Déficit Anual Estimado em R$ bilhões 1,009 0,864 1,874
Gasto por Habitante em R$ 2.681 2.490 2.613

Os números apontam para um déficit conjunto de 1,8 bilhão de reais anuais. Esse valor teria que ser coberto de alguma forma, provavelmente, para não dizer inevitavelmente, pela União.

As informações apresentadas não pretendem menosprezar os anseios das populações locais por melhores serviços públicos e qualidade de vida. Muitos dos habitantes dessas regiões se sentem negligenciados pelo governo estadual, em muitos casos com razão. O fato de o Pará ter amplo território faz com que a distância entre Belém e os rincões mais longínquos muitas vezes seja um obstáculo para a boa governança necessária ao desenvolvimento local. É inegável que governos mais próximos da população seriam mais responsabilizáveis[6] e que as regiões seriam beneficiadas pela criação dos respectivos estados.

No entanto, podem existir razões menos nobres, de maior ou menor legitimidade por trás das proposições de criação destes estados. Dentre elas a criação de inúmeros novos cargos eletivos e de confiança que permitiriam uma diluição da concorrência política por posições públicas.

O domínio político de áreas potencialmente geradoras de tributos também pode ser uma das razões motivadoras dessas proposições. A região que formaria o Estado do Carajás é rica em minerais e já conta com uma grande operação da Vale. A usina de Belo Monte, a ser construída nos próximos anos, será localizada em Vitória do Xingu, município que integraria o estado do Tapajós. Dificilmente o orçamento monumental dessa operação terá passado despercebido.

Contudo, a principal motivação para as proposições parece ser a inevitabilidade de aplicação de recursos federais nas regiões após o surgimento dos novos estados. Seja para construir a infraestrutura física, seja para saldar o déficit que, como foi visto acima, será criado a partir da criação das novas unidades federativas. Parece impossível que não haja aplicação adicional de fundos da União na hipótese de concretização da divisão.

Tal ideia é facilmente vendida para a população local, geralmente carente de serviços públicos. A perspectiva de atração de novos recursos, inclusive federais, traz uma esperança de que setores como saúde e educação possam ter melhorias significativas. O problema é que mais recursos para a região significam ou menos recursos para outras regiões, ou maior tributação em nível nacional, ou crescimento da dívida federal. Em uma sociedade democrática, pode-se escolher gastar mais em uma determinada região, arcando-se com uma dessas conseqüências. O problema aqui é que esta forma de atrair recursos federais é cara e antieconômica. As estimativas sugerem que a criação de um estado novo na federação brasileira adiciona ao gasto público total R$ 995 milhões[7] anualmente, somente para manter as estruturas criadas. Assim, o desmembramento do Pará em três estados acrescentará cerca de 2 bilhões de reais às despesas de governo no Brasil, dos quais, como vimos, cerca de 1,8 bilhão não poderão ser cobertos por receitas próprias dos novos estados.

Existem circulando hoje no Congresso Nacional propostas para a criação de 13 novos estados e territórios. Caso todas se concretizem, teremos uma federação com 37 estados, 3 territórios e cerca de 13 bilhões mais cara. Isso sem contar novas proposições que poderão surgir na esteira do sucesso dos projetos que ora tramitam. Por tudo isso, a divisão do Estado do Pará não parece ser uma boa idéia.

Downloads:

  • veja este artigo também em versã o pdf (clique aqui).

Para ler mais sobre o tema:

Boueri, R. “Custos de Funcionamento das Unidades Federativas Brasileiras e suas Implicações sobre a Criação de Novos Estados”. Texto para Discussão 1367. IPEA. Brasília. 2008. Disponível em http://www.ipea.gov.br/sites/000/2/tds/TD_1367.pdf


[1] Fonte IBGE.

[2] Fonte: PIBs Municipais IBGE. Valores de 2008.

[3] Boueri, R. “Custos de Funcionamento das Unidades Federativas Brasileiras e suas Implicações sobre a Criação de Novos Estados”. Texto para Discussão 1367. IPEA. Brasília. 2008.

[4] Estimativas referentes a 2009.

[5] Site da STN: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/estatistica/est_estados.asp.

[6] OATES, W. Fiscal federalism. 2ª ed. Gregg Revivals, 1993.

[7] Boueri (2008), Op. Cit.

475 Comentários Comentar

  • Texto importante, porque nos traz informações relevantes para o debate. Faço reparo em dois pontos:
    1) O fato de se dividir o Pará em Tapajós e Carajás muda o fato de que Tapajos é pobre e Carajás é menos pobre? Creio que não e de fato não me parece ser um ponto relevante para o seu argumento.
    2) Você ao afirmar que “O problema é que mais recursos para a região significam ou menos recursos para outras regiões, ou maior tributação em nível nacional, ou crescimento da dívida federal.” deixa de considerar um ponto importante e me parece ser a razão desse imbróglio : a (im?) possibilidade de redução dos recursos federais.

    O fato, salve melhor juízo, é que não vivemos uma federação no seu sentido básico: os recursos públicos ainda estão fortemente centralizados e não é à-toa que você observa muito bem o seguinte: “As informações apresentadas não pretendem menosprezar os anseios das populações locais por melhores serviços públicos e qualidade de vida. Muitos dos habitantes dessas regiões se sentem negligenciados pelo governo estadual, em muitos casos com razão. “

    Por fim, seria interessante você nos informar em quanto ficaria o déficit do Estado do Pará, com essa mudança, já que a receita perdida não seria acompanhada por uma redução de gastos equivalentes.

    • A divisao do Para seria prejudicial para o que seria Para ficariamos mais pobres e logico q seria muito melhor para o estado dos Carajas eles tem a bauxita entre outros

      • então vc acha correto o dinheiro do estado ficar todo em Belem enquanto os outros estados que se lasquem:
        o para é muito grande com isso alguns estados ficam esquecidos,é so andar pelo interior do pará,que vc verá o descazo.

        • Voc soh pode tah brinkandoO neah?! o Pará fikaria com 17% do territorio atual, 78 municipios e perderia toda sua receita… Seria prejudicial a todos nos, e eu moroO no interior do Pará e minha cidade naoO eh eskecida’… naoO viaja’

          • O Wlkson o Pará jamais perderia com a divisão do estado.
            • O governo do Pará ficará desonerado do custeio e dos
            investimentos na área emancipada – concentrará recursos e
            esforços na área remanescente;
            • O novo Pará vai ficar com mais de 56% do ICMS e mais de
            55% do produto interno bruto, e apenas 17% da área do
            Estado para administrar;
            • Os 17% de área fazem do novo Pará um estado ainda maior
            do que o Paraná que representa a 5a maior economia dos
            estados brasileiros;
            • O novo Pará fica com a estrutura administrativa do governo
            estadual inteiramente montada;
            • Com a maior parte da malha viária pavimentada e da
            infraestrutura aeroportuária;
            • Com toda a orla marítima. Todas as exportações do atual
            território paraenses passarão pelos seus portos e recolherão
            ICMS;
            • Com o Porto de Barcarena e o Porto de Espadarte, um dos
            maiores da América Latina, projetado para o município de
            Curuçá;
            Com a bauxita de Paragominas, o Caulim de Ipixuna e a
            produção de alumina e alumínio em Barcarena;
            • Com a província petrolífera descoberta em sua costa marítima
            (Bragança-PA) como apontam as prospecções em curso pela
            Petrobrás e a OGX;
            • Com as imensas áreas de plantio de dendê, em Tailândia, Moju,
            Concórdia em Tomé Açu, tesouro do biocombustível;
            • Por aderência, o novo Pará será beneficiado com as novas
            fronteiras que serão abertas pelos estados de Carajás e Tapajós.

          • aqui no Tocantins deu certo ,o estado vai crescendo cada dia mais ,Palmas, a capital vai ficando entre as 100 melhores cidades do país para morar.entre 2002 e 2009 cresceu 52%.
            Todas as cidades do estado são organizadas ,não tem tantos buracos nas ruas e tanta violencia como as cidades do Para.DIVIDIR É A MELHOR OPÇÃO.

        • Você deve achar correto que o restante do Brasil pague para uma cambada de novos políticos corruptos que vão ocupar as novas vagas, já não aguento mais ……………..

          • A decisão de mutilar o Pará não é deve ser únicamente de interesse regionão e sim nacional pois todos nós pagamos impostos e como o nome diz IMPOSTO não temos opção de pagar ou não, logo todo o Brasil vai ter de pagar por essa despesa que os 2 estados Carajás e Tapajós não terão condiçoes de pagar.
            Como a divisão cada estado receberá um repasse menor do Governo Federal e o “Estado de Carjás e Tapajós” continuará pobre pois as despesas são maiores que a receita.
            Todos nós sabemos onde é o problema é POLÍTICO e GESTÃO, dinheiro o Brasil tem e se não tiver nós teremos de pagar mas caro para poder sustentar as despesas e os cofres públicos.
            “Não estou preocupado com o gasto público” pois através de IMPOSTOS o Governo vai obrigar todos os brasileiros a pagar o prejuizo, só que mutilando um estado pobre e transformando em 3 estados miseraveis só quem ganha são políticos e empresas multinacionais.
            ISSO É INTERESSE POLÍTICO ISSO É ROUBO ISSO É BRASIL

          • Você pode baixar o artigo em pdf no próprio site. Obrigado.

        • divisão não é solução para os problemas do pará e outra não é só o nosso estado q tem problemas é td o Brasil q ta um caos.Os politicos q querem a divisão do pará não são nem do nosso estado td isso é interisi politico total engano do povo do interior e ate mesmo da região metropolitana de belém q isso é melhor para tds .Quem é estudante e pessoas com um certo conhecimento sabe q divisão do pará não vai melhorar nada pq é o nosso pais q esta com problemas. Pense bem ates de votar para não fazer pesteira e tenha orgulho da nossa bandeira.

          • O povo do Pará ta cansado de saber que o maior problema do estado é geopolítico. Temos um estado muito grande e o braço do poder publico não consegue dar assistências a todas as regiões do estado. E estado do Pará hoje é o terceiro estado que mais deve pra união, opera com limite de verbas como manda a lei de responsabilidade fiscal, por isso não tem dinheiro pra dar aumento aos professores, contratar mais médicos, mais policiais e melhorar estradas para integrar as regiões. Então, esse problema o estado não resolve do jeito que tá, nem que o estado tenha boa vontade.
            hoje temos no estado regiões isoladas( Carajás e tapajós) escassas de governo. Não podemos ignorar a realidade de quem vive nessas regiões e simplesmente dizer “não e não”. O que a campanha contra a divisão tenta colocar como pesadelo na cabeça dos paraenses, é um sonho de mais de trinta anos de quem vive em carajás e mais de cem anos de quem vive em tapajós. Políticos, temos dos dois lados (pró e contra). Não é preciso nascer no estado para entender a realidade daqui, mas sim viver aqui. Vamos parar para ver esse plebiscito de uma forma mais racional e parar de ficar comparando a realidade do estado com uma cuia de tacacá, com um estádio de futebol, ou com um pedaço de pão.

          • É minha querida quem quer dividir o Pará são pessoas pobres que vivem na miséria no seu estado lindo maravilhoso e rico e que pessam em um dia colocar seus filhos pra estudar igual a vc e com certeza vão torcer pra que eles estudem e alcance um grau de conhecimentos pra que não venham falar bobagem e besteiras. A sua cabeça foi focada por politicos indecentes que levaram vc a pensar que quem quer dividir são pessoas de outros estados. Eu pergunto a vc. – Quantas urnas foram para o Estado de Goias ou para o Estado da Bahia. Não minha amiga os que votaram pela separação são paraenses mesmos cançados, tristes, revoltados e pobres. Cuidado com a televisão que ela é do Jader Barbalho. Não vá se atenar por Sr. Priantes… Continue estudando quem sabe um dia.

        • Concordo plenamente. Temos que pensar no povo do interior onde a saúde, educação, saneamento, e tudo é mais precário do que na capital. O egoísta dis NÃO e no fundo não sabe nem porque está dizendo não. Por um Pará grande, de que adianta se a miséria também é grande. Nosso Estado é rico? cade nossas riquezas se a maioria do povo do interior passa fome? Pense muito bem e vote com o coração : VOTE SIM E SIM E QUANTOS SIM VIEREM.

        • Sabe, não li todos os comentários, mas em alguns observei muito devaneio por parte das pessoas, que acreditam ser a divisão a solução para todos os problemas vividos pelos municípios de todo Pará. Mas, então eu pergunto: 1)Onde estão os recursos das empresas sulistas que atuam ai na maioria dos separatistas? 2)O que os prefeitos e políticos eleitos por vocês nas suas respectivas regiões estão fazendo para melhorar a a vida da população que o elegeu? 3)Cada município não recebe os recursos de acordo com as informações de sua população? Cadê os órgãos (in)competentes do município que deveria estar olhando para este lado? 4)Os recursos que vêm para Belém são de Belém e não de vocês, ou vocês acham que são? Bom vou parar por aqui, mas gostaria que vocês, que aprenderam muito com nós os professores paraenses, belenenses, ananindeuenses, entre outros, e que saem de sua casa para ajuda-los a superar a ingenuidade, que reflitam e deixem de se levar por políticos que aqui na grande metrópole não levam mais nada, a querer ampliar suas robalheiras, e cheguem até os mesmos exigindo que eles façam alguma coisa por vocês e não somente colocar a culpa no governo do estado (que tem os seus defeitos, pois é político também), ou em nós que vivemos na grande metrópole, peloas suas mazelas. Abram seus olhos, porque senão vocês vão perder seus municípios para os imigrantes sulistas. Basta dar uma volta rápida por essas regiões que é notório os sotaques e discriminações contra nós paraenses verdadeiros. Não se deixem levar pelas falsas impressões e lutem por um Pará unido e coeso, onde o que vale é a nossa cultura, nossa gente, nosso jeito de falar, nossa marca conhecida lá fora. Somos pai d’égua, somos maninhos, somos sumanos, não somos caras e nem caretas, somos gente boa e amiga. Trabalho no interior e conheço nossa gente pura, com certeza não tem esse sentimento odioso que eu vi nesse plebiscito. Em Belém está cheio de gente pobre e humilde, mas que luta pela mudança interior e exterior sem pensar em se separar. Separa pra quê? Para quem? A troco de quê? Pensem nisso minha gente e quem não estiver satisfeito em morar no Pará, volte para sua terra natal, valorize sua cultura e tente melhorar e progredir lá mesmo. Não seja essa pessoa que foge da sua terra para querer transformar a terra dos outros ao seu modo, isso é aculturação. Seja autêntico e menos ambicioso, pois a ambição é boa, desde que não seja tripudiando sobre o cadaver dos outros, pense nisso!

      • Eu moro em santarém no oeste do pará e, sou a favor da divisão desse estado, pois só assim, vai melhorar a vida de todos os paraenses. Quando for dividido, os estados vão receber mais recursos, sendo assim vai trazer mais desenvolvimento para essa região. As pessoas que são contra não conhece os verdadeiros problemas dessa região.
        Eu, por exemplo, faço engenharia civil e quando estiver preste a me forma vou ter que sair da minha terra natal e estagiar, trabalhar em terra alheia, simplismente, porque aqui nao esta desenvolvendo como belém, por exemplo, as pessoas pegam nossas materias primas, ouro e levam pra capital sem deixar nada para região.
        Os PARÁ é um estado muito grande, sendo assim fica dificio pro governo administrar todo esse estado, quando for divido vai ter mais visão para regiões distantes da capital. Os belenenses acham que vão perde com essa divisão, pelo contrario, vão receber mais recursos e vai desenvolver ainda mais. Espero que todos os paraenses vote SIM 77 para a melhoria de todos.
        Só para voces terem uma ideia, auqi tem um hospital regional e mesmo assim temos que ir para cidades como manaus e belém para melhorar nossa saude, mesmo assim, sem garantia nenhuma.
        O estado de tocantis que foi separado de goias, hoje é mais desenvolvido, sendo que tem apenas menos de 30 anos e mais desenvolvido do que aqui que tem mais de 300 anos.
        VOTEM

        • Se tamanho é entrave para crescimento o estado de Sergipe seria “bilionário”, mas todos sabemos que isso não procede.
          Vc acha mesmo que na divisão seu “futuro Estado” terá mais recursos? Quem vc pensa em votar para ser seu governador? Maria do Carmo????? Será que ela administra bem seu município? Não vai ser uma divisão que trará benefícios para uma região se nós continuarmos a colocar no poder políticos curruptos e nepotistas que só visão seus próprios bolsos. Um conselho, depois de graduado, não deixe sua cidade natal, não seja covarde, seja vc um agente de transformação… ajude a derrubam esses bando de políticos safados. Vc disse que Belém é desenvolvida, mas essa parte eu nem vou discutir pq entendo que vc não conhece mesmo a realidade da capital e seus arredores. Eu voto Não e Não, ninguém divide o Pará. Eu tenho orgulho de ser PARAENSE!!!!!!

      • Eu moro em tucuruí q si ocorrer a divisão vira a ser carajas moramos todos no pará ja existe a muito tempo ja existe a bauxita e nunca mudou porq ira mudar com a divisão, Não vai efluenciar em nada… Sou contra a divisão.. e como o nosso amigo diz o povo do para não é burro… DIGA NÂO A DIVISÂO…..

    • Parabenizo o autor por abrir espaço para manifestações sobre a divisão do Estado do Pará.
      Todavia as informações contidas neste texto são tendenciosas uma vez que só se refere a possíveis perdas ou futuros gastos com a implantação dos novos estados:
      Amigo você esqueceu de mencionar a realidade dos fatos concretos, parece que você não conhece a nossa realidade ou então você está de ma fé.
      Mostre nos seus escritos a realidade dos fatos os dois lados, não só o que se pode perder mas também o que podemos ganhar.
      Me responda essa pergunta:
      01- Sendo o Estado do Pará um território continental, qual o projeto de desenvolvimento hoje para resolver o problema da pobreza e o abandono da região Oeste do Pará?

      • Luiz, não existe projeto para RESOLVER o problema da pobreza no oeste do Pará, nem no sudeste, nem no norte e nordeste, sendo estas duas últimas simplificadas pelas demais apenas como Belém.

        E não se iluda. Com os governos que estão se preparando para se instalar nestes pretensos estados, a polarização social nas regiões tenderá a aumentar. Aí, o que você acha ruim hoje, vai piorar!

        Votando pela divisão, você está comprando uma ideia que estão tentando vender a mais de 15 anos (pelo que eu saiba), e vai acabar pagando caro!

        Se você quer realmente ver a coisa mudar em sua região, aí vão os 4 passos:

        1) VOTE CERTO, e eleja representantes com competência para levar os recursos que sua região precisa.

        2) FISCALIZE/COBRE/DENUNCIE, mesmo que o governante não tenha sido aquele em quem você votou.

        3) AVALIE E CORRIJA OS ERROS (e não se envergonhe disto). A cada 4 anos você pode fazer isso, e se o caso for grave, recolha assinaturas e providencie a cassação dos mandatos dos corruptos e corruptores.

        4) MULTIPLIQUE. Compartilhe esta receita com todos, mesmo aqueles que você não conhece. Quanto mais rápido você multiplicar, mais rápido você verá os resultados surgirem.

        São só 4 passos, mas não são simples, você acaba se afastando de pessoas que você gosta, alguns que se dizem amigos acabam de afastando, você tem que estar sempre pesquisando, estudando, avaliando os projetos propostos, quem vota à favor disso, quem vota contra aquilo, etc.

        A grande maioria da população não liga para isso, acha chato, coisa de político. Porém, seus comentários neste blog são uma pequena expressão do seu “ser político”, que precisa ir além e vencer a fronteira virtual da internet.

        Não espero que todos que acessarem este blog leiam este texto, mas se minha mensagem chegar até você, já ficarei feliz. Acho que estarei conseguindo mais um paraense multiplicador.

        Até!

        • Caro Jander, excelente texto, parabéns!
          Comentei um pouco acima a respeito desses políticos corruptos e nepotistas que estão hoje se armando para pegar essa “fatia” do Pará e com isso se beneficiarem… isso é degradante.

    • Realmente seria um bom texto se não fosse tendencioso e direcionado para não dizer manipulado. O autor teria meu respeito se seu texto fosse imparcial vejamos.
      Todavia as informações contidas neste texto são tendenciosas uma vez que só se refere a possíveis perdas ou futuros gastos com a implantação dos novos estados:
      Amigo você esqueceu de mencionar a realidade dos fatos concretos, parece que você não conhece a nossa realidade ou então você está de ma fé.
      Mostre nos seus escritos a realidade dos fatos os dois lados, não só o que se pode perder mas também o que podemos ganhar.
      Me responda essa pergunta:
      01- Sendo o Estado do Pará um território continental, qual o projeto de desenvolvimento hoje para resolver o problema da pobreza e o abandono da região Oeste do Pará?

      Esta e uma afirmação concreta: A divisão do Estado do Pará para criação dos novos e o maior plano de desenvolvimento para a região Norte!

      Obs: E´só observar as noticiais que circulam sobre o Estado do Pará na imprensa. Ai se tem a resposta para nossa realidade.

    • sou amazonense, sou a favor da divisão não só do estado do pará, mas também do estado do amazonas em pelo menos mais uns seis estados ou territórios federais, as pessoas nas regiões mais desenvolvidas no brasil que acham que vão pagar a conta destas divisões não conhecem um terço dos problemas enfrentados pelos povos destas brenhas tão longínquas desse nosso brasil, do brasil esquecido, relegado a própria sorte, só para os que não sabem da situação do povo paraense, só aqui em manaus são 221 mil paraenses que fugirão do pará em busca de dias melhores, de dignidade, pois lá naqueles cafundós esquecidos, pelo povo belenense com sua impavia, seu egoismo, como nas antigas senzalas, não quer que o povo se liberte do julgo sofrido a séculos de esquecimento, ao caro harry kolinger, ele bem poderia ir morar na alemanha, pois de lá deve ser sua procedencia, e deixar nós brasileiros sofridos nortistas, buscarmos um lugar ao sol, ao povo do pará, eu digo a vocês enfrentem o plebiscito com a cabeça erguida, pois se vai onerar os cofres da união o problema não é de vocês, pois a união recolhe este dinheiro é justamente para que se divida em prol dos habitantes deste país, se a violencia impera no interior do para, o problema não foi criado pelo povo do para e sim pelo descaso de políticos municipais, estaduais e federais, vocês não podem pagar uma conta eterna que não foi criada por vocês, aos que acham a divisão um absurdo, peguem um barco em belém e desembarquem somente em manaus, ai depois deem sua opinião, sobre desmembrar ou não, não só o pará, mas toda essa imensa região. um abraça a todo o povo paraense, sei que com a divisão as classes mais necessitadas não vai perder e sim ganhar, já os que somente usufruem do descaso com os mais pobres sentiram o impacto bem maior.

      • Isso mesmo Jonas…. Eles tem que respeitar ou pelo menos pensar melhor. Porque foram mais de 1 milhão de pessoas paraenses que sofrem pela miséria que votaram pela separação. Não entendo esse Governo. A gente fica cada vez mais revoltado. Aqui em Belém eles riam quando o ” Grupo do SIM” mostravam a miséria da população. Ainda uns diziam que o sim estava apelando. Amigo vc acha “apelar” mostrar a realidade? É cruel isso sim.

  • Ótimo texto!

  • Ótimo texto! Em particular, gostei da seguinte passagem: “O problema é que mais recursos para a região significam ou menos recursos para outras regiões, ou maior tributação em nível nacional, ou crescimento da dívida federal. Em uma sociedade democrática, pode-se escolher gastar mais em uma determinada região, arcando-se com uma dessas conseqüências. O problema aqui é que esta forma de atrair recursos federais é cara e antieconômica.” Em outras palavras, ao que me consta, o autor não deixa de reconhecer que há ausência de equidade na distribuição das despesas federais, mas sugere que ESSA OPÇÃO é antieconômica. Contundente.Concordo! Enfim, se houvesse maior equidade no acesso aos serviços públicos, talvez essa demanda por divisões nas unidades federativas fosse bem menor.
    Parabéns!
    .

  • Parabéns pela análise. Tenho uma pergunta sobre o trecho:

    “Não se sabe ainda se todos os paraenses serão consultados, ou se só os habitantes dos futuros estados decidirão sobre a cisão.”

    Se o custo de se criar esses novos estados seria também arcado por brasileiros de todos os outros estados, não seria mais correto um plebiscito nacional?

    • Sou Gaúcho e acho que todos os brasileiros que pagam impostos devem participar, afinal quem vai pagar a conta ?????????? Quer que eu responda ? Como sempre, os estados do sul.

      • De um modo geral dizendo estados do Sul, concordo com vc amigo !, Sudeste, Sul e Centro Oeste, os grande geradores de riqueza do brasil, que na minha opinião deveria ser consultado, porque será mais 2 estados que tremulará a bandeira da federação, concordo com o prebiscito popular no estado do Pará, atender o anseio da população é um principio democratico e livre, mais a decisão tem que ser em modo nacional, se é pra expressar a opiniao do pagadores de contas, estamos aqui, na minhao opiniao crua e nua, tem que dividido em 2 estados apenas.

      • E verdade como sempre o povo se lasca para pagar emposto e isso e a vida e brasil onde a populacao ja se conformou cm tantas injustiça e por falta de educaçao .

  • Achei seu texto informativo e intessante, sou paraense e resido no Nordeste do Pará e o vi como uma oportunidade de saber mais sobre esse debate pouco estabelecido dentro do próprio Estado em questão, o que me parece ser mais uma “vontade política” de alguns que certamente se beneficiarão com o feito. Mas é preciso ponderar, pois como bem mencionou é mais uma máquina administrativa que o povo terá de carregar e nosso jugo já bastante pesado. É preciso ir além desses interesses, buscar o que realmente é necessário para se administrar com competência esse Estado tão grande e com realidades tão diferentes e, por vezes desiguais, mas não será a meu ver, a divisão que trará benefícios às populações locais e sim, governabilidade, no sentido lato da palavra em se fazer as coisas acontecerem em benefício do que é público.

  • Caros,

    Agradeço a todos pelos comentários, sugestões e elogios. Quanto à questão do plebiscito, também concordo que a “área interessada” é o país todo, mas essa definição nem está sendo cogitada na justiça.

    Abraços a todos,

    Rogério Boueri

    • Se este PLEBISCITO for feito em nível nacional é certo que não passa, o povo está deixando de ser bobo e sabe quem vai pagar a conta

  • TODOS nos sabemos q isso e coisa de politicos interesseiros em terras nos paranese de sangue e cultura somos contra todos q vem aprocura de melhorias de vida no nosso estado recebemos de braços aberto não aceitamos q venham pra cá querendo se torna donos de tudos ainda querer manda no nosso maior tesouro orgulho das riquesa e floresta e nosso estado isso ja ta um abuso desses sulista e nordestinos porque esses outros estado não tem nada de bom vem pra avagalhar com nosso estado mas nos iremos a luta se for preciso derrama sangue sangue será derramado por nós tera uma segunda cabanagem no estado do pará.

    • O estado do Pará está se dividindo para dar oportunidade de três políticos terem seu próprio estado assim com acontece com o Maranhão que é da família Sarnei e Alagoas da família Collor de Melo.
      O resultado o povo brasileiro conhece.

  • Parabéns,
    Informações relevantes a população, nós sabemos que os problemas que ocorrem nessas regiões são eminentes de governos centralizados e que não fazem um gestão participativa ou descentralizada, isso se resolveria apenas com modificações da forma de administrar o Estado.
    Mais comprovadamente essa divisão é apenas o interesse de uns 2 ou 3 politicos dessa região que sonham em administrar essa riqueza, mais esse gostinho vocês não irão ter, pois o povo do Pará vai mostrar nas urnas dizendo NÃO a divisão, e nas eleições seguintes vamos colocar para fora esses politicos que só se preocupam com o próprio bolso, isso se não os tiramos antes de findarem seus mandatos, pois a legislação brasileira é clara sobre a soberania de seu povo e de seu Estado, poderiamos logo criar uma petição pública recolhendo assinaturas na internet para solicitar a cassação desses politicos por não defederem os interesses do Estado do Pará, já que eles foram votas e eleitos com essa missão, se não o fazem, vamos tira-los.

  • O texto é relevante com muitas informações macro e microeconômicas. Porém todos as dispesas com a criação dos dois estados as suas populações já pagaram por elas. As maiores riquesas do Pará está nessas regiões e o retorno para elas são insignificantes. Somos excluídos de todos os serviços e pagamos nossos impostos como qualquer cidadão do Pará.

  • ESSA IDEIA NÃO É LEGAL.
    DIVIDIR O ESTADO DO PARÁ.

    • moro no sul do Pará, e para todos que não conhece nossa região, venha conhecer, isso e se der para passar em uma ponte de mão unica que foi alagada, sem contar que a rodovia e quase intrasitavel, por isso eu voto SIM para divisão do estado, e tambem nossa região não precisa de dinheiro de outros estados, nossa região a muito mais rica que muitos outras regiões do Brasil, o problema que esse dinheiro todo e investido na capital em Belem e nas cidades proximas, e so em ultimo caso eles mandam para ca.

    • me chamo mariza silva tenho apenas 20 anos e estou muito triste cm toda essa palhaçada tantas coisas a serem decididas pela populaçao para melhorar a qualidade de vida . eles vem cm essa .ainda se dizem representantes do povo mas eu sei de qem eles sao representantes

  • O fato de fragmentar um territorio não e a solução , pois há estados que tem uma extenssão pequena e não possui um grande desenvolvimento

  • Gostei muito da explanação do texto do Rogério Boueri,mas gostaria de fazer um pequeno questionamento,quanto custa dar diginidade?Quanto custa a qualidade de vida melhor para os habitantes dessas regiões?quando vejo a cifra de 20 bilhões ou de 13 bilhões,eu me pergunto,quanto é nosso PIB?respondo 2.3 trilhões de reais;nossa arrecadação de impostos?mais de 900 bilhões,então é certo dizer que 2 ou 13 bilhões vai deixar a União mais pobre ou endividada em troca de levar a esse povo (em tese),qualidade de vida e diginidade nos mesmos padrões de vida que temos no sul ou sudeste?Por favor pessoal que é contra e so vê números me respondam,menos de 0,2 % ou menos de 1% do PIB para se tirar do isolamento 20 milhões de brasileiros é muito para nosso país? Por favor reflitão!Obrigado pela atenção dos que vão ler esse questionamento.

    • Eu digo sim!
      As pessoas falam de milhões trilhões… que são roubados todos os dias, que ninguem ve pra onde vai em obras superfaturadas ou dinheiro simplesmente roubado mesmo pelo menos esse gasto tbm ira gerar empregos e tentar pelo menos diminuir nossas diferenças e TENTAR fazer um brasil de todos JÁ QUE O PARÁ de hoje é so o para de alguns INFELIZMENTE

  • Essa idéia de dividir o estado do Pará,é esses politicos que ñ conseguem se eleger por belém e estão apelando pro novo estado.
    POVO PARAENSE VAMOS MOSTRA NAS URNAS,NÃO A DIVISÃO DO ESTADO DO PARÁ.
    DIGA NÃO A DIVISÃO.

    • é verdade !!

      nao devemos deixar esses politicos dividirem o nosso imenso estado
      só pra eles serem eleitos nao vejo necesidade nenhuma pra isso .
      O nosso estado se tornará um dos menores do BRASIL , ja pensou ?
      isso é inadimicivel !!! DEVEMOS DIZER NAO !!!! NAO A DIVISAO DO PARÁ .

      • diga não a divisão,mostrem para esses políticos corruptos o que somos capazes,demons trando nas urnas o seu voto de paraense cidadã

    • Vamos votar sim 77 para a divisão e deixar de ser menos favorecido porque o governo só olha pra Belém e as cidades ao seu redor e esquecem do sul do Pará sendo que é da nossa região que vai todo o dinheiro que eles investem nas grandes cidades. Vamos crescer, evoluir sair do rabo de saia.

  • [b] Caro Rogério, parabéns pelo artigo e por suas opniões. Em se tratando da sustentabilidade e os custos com as novas federações, o senhor esqueceu de mencionar dados do tesouro nacional que diz que 800 BILHÕES foi gasto nos últimos anos em desperdício e corrupção por nossos representantes políticos, outro fato que se deve observar é que a imensidão do Pará impede uma melhor administração e fiscalização em uma melhor distribuição de renda e direitos básicos dos moradores dos Estados maiores. O Estado do Pará é rico e com certeza recupera os investimentos em 2 anos, pois assim aconteceu com o Tocantins, o Brasil deve copiar as boas idéias de países da europa que com 2.000 habitantes se estabelece uma cidade, outro ex. é o Estado do Maranhão que tem apenas 217 cidades em 346.000 Km de extensão, quase do tamanho da Alemanha que possui mais de 9.000 cidades. Mantenhamos a boa idéia da redivisão ou nos manteremos na mesmice de um país rico e maioria de sua população pobre.
    Hildenguedson Dias

  • A divisão do Pará, no meu ponto de vista isso tudo vai ser apenas mais um gasto não necessário, o dinheiro que vai ser investido em novos projetos… temos que para pra pensar e fazer o uso certo desse dinheiro! precisamos de outras coisas e não de uma divisão que não vai vale nada apenas perda de nossos pontos turisticos… pra mim só pode ser inveja das nossas riquezas!! por que não vão procurar fazer novas escolas, hospitais, saneamentos básicos, asfaltar as estradas que isso siim é preciso! alías não só isso mais a vergonha que falta pra pessoas que querem e concordão com esse absurdo que é a divisão! nossa estrela não terá mais valor se realmentee acontecer essa divisão, nossa querida estrela que está na bandeira do brasil tão querida e amadaaaa! TE AMO MEU PARÁ, E SOU CONTRA TUDO ISSO!

    • Concordo plenamente com voce, essa estoria da divisão, na realidade so interessa mesmo aos montes de vampiros corruptos dessa politicagem repugnante, “os pretensos novos estados” servirão na realidade de cabide de empregos para apadrinhado. A ansia pelo dinheiro é tão desmedida, que a propagando para os novos possíveis estado,diz que o Pará tera 6 bilhões ,carajas 2 bilhões e Tapajós 3 bilhões, de fundo de participação dos estados, querem tapiar a quem, se assim realmente fosse, quantos estado ja teriamos no Brasil ?
      Se possível um para cada ordinário que propoe a criação. Vão contar abobrinha pra outros.

  • DIGA NÃO A DIVISÃO!

  • Não será uma boa idéia essa divisão, no meu ponto de vista isso tudo é inveja de nossas riquezas, por q esses politicos não vão gastar esse dinheiro em outra coisa? que no momento está sendo necessário em nossas vidas: PRECISAMOS MUITO DE ESCOLAS, HOSPITAIS, SANEAMENTOS BÁSICOS, ASFALTO NA ESTRADAS, E MUITO MAIS… falta também muita vergonha pra todos que concordam com essa divisão! como vamos ficar em relação a nossos pontos turisticos, e o círio que é tão conhecidoo no pará, esse Pará que muitas vezes e ainda continua nos trazendo felicidade!
    DIGO NÃO A DIVISA E CONTINUOOO DIZENDO, ATÉ QUE ESSA HISTORIA SE ACABE!!
    EU AMO MEU PARÁ, E QUERO ELE GRANDE COMO ELE É!!

    • Primeiro, quero parabenizar o autor desse artigo por manisfestar a sua opinião contra a criação do estado do Pará. Segundo, informar a comentarista desse artigo Sra. Luciana Barros, que a opinião das pessoas em quererem a divisão do Estado, não é questão de “falta de vergonha”, e sim, um desejo de mudança, pois os atuais governantes, inventam como desculpa para não administrarem bem o estado, o fato dessa unidade federativa ser muito grande. Minha querida Luciana Barros, leia mais uma vez o comentário do Hildenguedson Dias, aí você vai deixar de pensar no seu eu “EU AMO MEU PARÁ” e pensará como uma verdadeira cidadã. Eu também amo o Pará, mas se for para a melhoria da população desses novos estados, eu abro mão desse amor, para ver pessoas com qualidade de vida digna.

      • Bom, sou paraense e n concordo com esta palhacada d divisao. Meu caro sei q todos tem sua opiniao propria mas pelo fato de uma pessoa em declara q AMA o seu estado ou nao em, concorda com a divisa, n significa q esta pessoa esteja pensando somente no seu “EU”. Porque 1: é muita grana q vai rola, d cara notasse q vamos ser enganados, 2 ja vamos comecar com dividas e juros autissimos, 3 essa divisao n sera do dia pra noite,essas pesoas vao ter q espera muito. E outra, iso ta me parecendo a politica de “pao e circo” , porque a maioria desses municipios sao pobres e ribeirinhos, e o que gorverno oferecer pra eles q n tem “quase nada” tá d bom tamanho. E iso n é individualismo,mas a realidade do nosso estado. E d “pobre pra miseravel”, melhor n mexer!

      • Paulo, esta é a postura do verdadeiro cidadão…o cidadão que se dispõe a analisar a realidade dos outros co-habitantes do estado… um discurso nacionalista apaixonado não é um argumento que justifique a não divisão do estado. Sou paraense do nordeste do estado e acredito que estamos diante de uma grande oportunidade de analisar, discutir e propor alternativas para que “TODOS” os paraenses experimentem o desenvolvimento na mesma proporção… se é uma realidade impossível, então é mais justo dividir.
        Continuemos o debate de forma equitativa, democrática e racional e só teremos a ganhar. Parabéns!!!

        • corcordo com vc, sou paraense moro no oeste do Para e nao aceito a divisao esses politicos da minha regiao sao uns bandos de aproveitadores k estao iludindo o povo com falsas promessas ,vamos votar NAO E DUAS VEZES,e tirar eles do poder o mais rapido possivel,PORQUE TENHO ORGULHO DE SER PARAENSE.

      • Parabéns, Paulo Santos.
        Precisamos sim da divisão do estado. Basta ao descaso

      • BOA TARDE A TODOS!
        SOU BRASILEIRA, DEPOIS DISTO SOU PARAENSE, NASCI NA CAPITAL DESTE IMENSO E LINDO ESTADO CHAMADO PARÁ, HOJE TENHO 26 ANOS E TRABALHO NA AREA DE VENDAS EXTERNAS E SOU OBRIGADA A VER A REALIDADDE DO POVO QUE VIVE NO INTERIOR…. posso dizer com toda certeza somos privilegiados em tudo….. ate mesmo no local onde deus nos permitio nascer na cidade familia classe social etc…. entao seria facil pra mim mesma diazer NAO nao a divisao do estado do pará, como muitos colocaria um adesivo no meu belo carro o meu marido colocaria outro no carro dele. pois temos o privilegio de nao andar de onibus QUE exite em nossa capital belem e se adoecer vamos para nosso plano de saude UNIMED JÁ QUE MUITOS vao para hospital metropolitano que tbm existe em noss capital belem… nossos filhos estudam em escolas particulares mais muitos outros vizinhos usam a rede publica pois nossa cidade tbm possui …… OQUE QUERO DIZER COM TD ISSO? ???? COM DINHEIRO OU SEM DINHEIRO AINDA DA PRA SE TENTAR EM BELEM PROCURAR UM EMPREGO IR A UM HOSPITAL ETC…. E QUEM VIVE NAS REGIOES QUE ESTAO EM QUESTAO ????
        SE VC ESTIVER GRAVIDA TERÁ DE SER TRANSFERIDA ATE A STA CASA E PEDIR PRA SEU BB NAO MORRER NA VIAGEM SE QUER FAZER UMA FACULDADE SE QUIZER IR DA ZONA RURAL ATE COMERCIO + PROXIMO USAR O CHAMADO PAU DE ARARA ESSA É A REALIDADE DO NOSSO ESTADO
        E VC ACHA OQUE NOSSA POPULAÇAO ESTA BEM AMAR NOSSO ESTADO É AMAR NOSSA NAÇAO

  • Para a criação de novos estados, os já existentes deverão perder cadeiras na câmara e no senado federal em uma redivisão de vagas. Alguém acha que políticos são capazes de gestos altruístas?

  • O deputado estadual eleito pelo Pará Giovanne Queiroz ,que é mineiro, e o marketeiro Duda Mendonça,que é baiano; são os principais defensores do separatismo paraense.Sendo que o marketeiro é proprietário de terras e criador de gado no sudeste do estado!
    Duda Mendonça, nos anos 80, montou uma campanha contra o separatismo baiano com o slogan ” querem separar a corda do pau, querem calar para sempre o berimbau!. E hoje, cheio de interesses escusos que tirar do nosso tacaca o jambu e o camarão, digam a ele que NÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • NÃO E NÃO NINGUEM DIVIDE O NOSSO PARÁ!!!

  • O Canadá, país do 1° mundo com extenção maior que o Brasil, não precisou fatiar A nação para alcançar o seu patamar de desenvolvimento. Agora note a eq.uação abaixo.

    POLÍTICO CORRUPTO+FORASTEIRO+DUDA MENDONÇA+DESMATADORES=DIVISÃO DO PARÁ.

    aliás político corrupto e uma redundancia.

    • Sua colocação é bastante lógica.

  • Morei no sudeste do PARÁ, e o povo que menos vi foi Paraense. Quem está querendo a divisão do Estado do PÁ são pessoas de outros Estados.

  • SEGUNDO O IPEA OS ESTADOS DE CARAJÁS E TAPAJÓS SÃO ESTADOS INVIAVES, COM O ROMBO DE MAIS DE 1,2 BILHÃO DE REAIS POR ANO. AGORA IMAGINA O TANTO DE ESCOLAS E HOSPITAIS PODERIAM SER FEITOS COM ESSE DINHEIRO TODO???????

  • DIGAM NÃO A DIVISÃO DO “MEU” ESTADO DO PARÁ…….

    • TAMBÉM CONCORDO.
      OBRIGADA PELO APOIO.

  • Gostaria de deixar alguns questionamentos antes de fazer um comentario;1- O que estão levando em consideração na questão da divisão? 2- Será que isso pode ser considerado uma divisão, ou tão somente a criação de dois estados para conseguir a maior fatia das riquezas existentes neste estado carente de administradores competentes e comprometidos com o interesse da população como um todo? 3- Será que os paraenses estão preparados o suficiente para participar de um plebiscito, que apenas divulga a separação do estado, e não explica os detalhes de uma decisão tão importante para a nação como um todo? 4- O que dizem nossos juristas a respeito dos direitos do cidadão que ficará com o que sobra do grande “PARÁ”, e que talvés não tenha direito de voto neste ridículo plebiscito?

  • Muita gente comenta contra ou a favor da divisão do Para, mais se esquecem que essas gente que esta distante também que melhoria de vida, são esquecidos pelo poder público alias o governo atual deu uma entrevista que difato o pará é muito grande por isso eles tenhão dificuldade de trabalhar e dar uma condiçao melhor para eles, é discupa desfarrapada mais conseguem recolher impostos muito mais rapidos e como não se satisfazer-se e comrrompem os cofres públicos, sou favor sim da divisão. Estive ano passado em Maraba e regiões locais e vi como meus irmãos paraence são esquesidos não tem uma boa faculdade, escolas públicas abandonadas saude então nem se fala,( problema manda p/ Belém, até chega aqui ja Morreo) pelo menos os que estão reclamando de descaso terão sua chance de lutar pelo seu proprio estado.
    Segurança nem se fala também, se tem um assalto,tem que espera reforço de belém.
    E meus irmãos, lembro-me que a governadora Ana Julia disse pro atual governo,que ja foi também, tinha colocado mais de 1000 policias em todo o para, se fossemos soma os mil dos dois durante os seus mandatos daria ums 10,000,00 policia, papo furado, cheguei em Abel figueredo nem policia tinha pra dar combate a uns pistoleiro que estavão no local, pence ainda que divida o Pará, não vamos deixar de ter as nossas tradições com o Cirio de Nazaré as quadras juninas ,carimbo as praias e igarpés e muitas coisa boas que temos como cultura nossa criada por nós, esse papo que não devemos dividir o estado porque vamos gastar mais em projetos e que em vez de gastar em projetos deveriamos construir mais isso, mais aquilo, e mais isto, isso que e papo furado porque não fizerão isso antes, proque não quizerão fazer mesmo é só corrumpindo os cofres públicos.
    E ainda me parece pessoas que se dizem paraence de orgulho mais e só egoismo; vejam só, temos irmãos paraence que só conhece belém porque o projeto luz paratodos chegou e tiveram o prazer de ver pela TV .
    De um voto de liberdade pra esse povo tão sofrido que é do nosso pará, e digo mais da qui de belém ninguem que ta lá no lugar deles, que dira a MIDIA de belém.
    Esse povo esquecido que um tratamento justo do poder público querem trabalho,escola, saude e segurança que por fala em segurança quando vai daqui de belém todos eles recebem gratificação e não sai barato fora o combustivel que se gasta pra se locomover de belém ao sul do pará em fim todos assistem os jornais

    • na tua cidade não tem prefeito o poder publico do estado repassa as verbas e emendas parlamentares para cada região agora se seus gestores saõ ladroes e ou despreparados para adminstrar, veja parauapebas que desde 1988 quando foi criado não tem saneamento basico e nem saude e veja o quanto recebe da vale a sol~ção é dividir pense nisso e para o ano vote em um bom prefeito ok e diga não a divisão amigo vc é paraense ou não….

  • A questão em pauta que é um estado grande e sem funcionalidade, sou pararaense, e o setor público aqui é inócuo. Nada aqui funciona como deveria dentro desse estado da federação, não temos estradas, hospitais, ou seja, os orgãos públicos são ineficazes, o funcionamento aqui é lento e contubente. Nós almejamos está separação com muita esperança de um estado melhor, pois o estado é grande e sem conserto para qualquer governador ou presidente. Belém viverá sem esses munícipios atrelados a ele, o que ocorrerá uma melhor distribuição de renda melhor a a cada estado, dou como exemplo os estados que se dividiram o góias e o mato grosso, não são os melhores, mas funcionam melhores quando eram totalmente grandes antes da divisão. Espero que os outros estados apoiem nossos desejos e ajudem-nos a concretizar esse feito para os novos estados que irão surgir no futuro. ESTADO DE CARAJÁS, JÁ!!!!!!

    • Concordo com os argumentos sérios apresentados, mas é impossível deixar de observar que todas as questões levantadas pelos argumentos de divisão do estado do Pará, não passassem pela falta de compromisso com o dinheiro público que existe em todo o pais. A total falta de caráter de gestores locais das esferas municipais, estaduais e federais. Uma vez que são gestores indicados pela politiquinha local, em muitas vezes coronelismos praticado por todo o estado do Pará. Essas permanentes práticas é que fazem as dificuldades do povo bem maiores que deveriam ser. É muito fácil apostar no sonho do homem simples e sofrido, muitas vezes escravizado, maltratado e iludido pelo coronel político local… Dividi resolverá o problema? Então dividiremos!!! É, onde ficarão os ladrões do dinheiro público local das esferas dos governos municipal, estadual e federal, porque quem indica esses gestores (ladrões) são os deputados, prefeitos, vereadores e penduricalhos da região. Quem ocupou essa região com apoio da Ditadura de 1964/1992, não tem legitimidade de democracia, pois ocupou para perseguir, matar e destruir, mulheres, crianças e velhos camponeses. Ora, hoje é muito diferente de 1964, não morre mais ninguém perseguido por coronéis, fazendeiro, grileiro. Não tem mais trabalho escravo!!! Viva aqueles que levaram a verdade ao Carajás. Pobre Carajás!!!!!!!

    • O pensamento do separatista é sem nenhuma base no goi´s era uma soluçao aqui é um problema,pois veja onde estaos toda riqueza do nosso estado vc conhece bem a area viaje e veja in-loco.querem apenas ficar com o filé.minas agua e eletricidade,fica na tua e diga não a separação nós somos uma só tribo…………………

      • Justo, para você, é o povo do sul do Pará, onde há as maiores riquezas do estado, mandarem todo o dinheiro para Belém, e nem sequer ver um vintém disso? Acho que seu senso de justiça está fora de foco. E essa histórinha de nacionalismo é fachada, nacionalismo ao extremo tem outro nome, nazismo, pois eram assim que os nazistas se consideravam, nacionalistas. Pois veja bem, caro Hermano, seu discurso parece coisa de gente que mora em Belém e nunca visitou outras regiões do Pará. Aí para o centro tudo parece estar as mil maravilhas, é a sede do governo, o governo não quer viver na lama. Agora aqui, no sul, principalmente, o governo apenas extrai as nossas riquezas e nos deixam a ver navios, aliás, nem isso. Belém não sairá perdendo com isso, pelo contrário, a divisão fará com que o povo possa ficar de olho nos governantes do estado. Atualmente, quando qualquer dinheiro “some” dos cofres públicos, os políticos dizem que foi para o interior, para o sul do Pará e coisas do tipo. Não caia nessa enganação meu caro amigo, o Pará já está divido há muito tempo. De um lado(Belém), a metrópole, o grande centro urbano, berço de artistas e milionários, do outro lado( interior), uma região vilipediada, sacrificada, e, ironicamente, com mais riquezas minerais. Pensem nas milhares de famílias que não tem o mínimo de qualidade de vida, aqui no sul, isso pode ser mudado, Sim ao Carajás, Sim ao Tapajós. Sim ao Brasil. E sim, principalmente, aos brasileiros.

  • Tem estados brasileiros de todos os tamanhos. Os políticos, como tem o poder de legislar em causa própria, podem fazer o que querem. Povo que não tem consciência, continuam votando nestes ladrões, corruptos. É uma barbaridade.
    Agora querem dividir o Pará. É uma vergonha. É claro que é só para conseguirem mais regalias políticas. Mais cargos, mais tetas do governo.
    Vamos parar com esta palhaçada. Que vão trabalhar para justificar o tamanho dos salários e verbas recebidas (indevidamente) retiradas dos impostos do povo (trabalhador)brasileiro.

    Ilmar

  • A DIVISÃO DO ESTADO DO TAPAJÓS É SIM UM BOA OPÇÃO PARA A MELHORIA DE QUALIDADE DE VIDA DO POVO ESQUECIDO NO SUL E OESTE PARAENSE.

    QUEM VIVE NESSAS REGIÕES SABEM O QUANTO É IMPORTANTE DAR ESSE PRIMEIRO PASSO, É CLARO QUE NÃO VAI SER FÁCIL O INICIO DESSA NOVA FASE, MAS OS FRUTOS SERÃO COLHIDOS PELO POVO DO SUL E DO OESTE DESSE ESTADO TAMBÉM.

  • Bem amigos,
    não sei falar tão bem quanto os senhores, o que posso dizer é que conheço a realidade do sul Pará, e sei que essa dvisão beneficiará e muito as pessoas do sul, pois teremos uma capital mais perto e recursos mais próximos. Não concordo quando dizem que o plebicito deve ocorrer em ambito nacional, ora, é obvio que os brasileiros que escutam que a divisão vai gerar mais gastos ao erario publico vão votar não, sem nem conhecer a anscia de um povo que sofre, outra coisa o Pará é mal administrado, o dinheiro não chega no sul. Vamos administrar melhor esse pedaço enorme de terra. Quem vota não, tem medo de perder a riqueza, o sustento que o carajás tem.

    • Olá Amanda.
      Neste pais democrático temos eleições diretas de 4 em 4 anos, se o povo do sul do Pará não soube votar nas ultimas eleições, o que te faz pensar que a separação vai resolver, o que está faltando é vergonha política e um povo que saiba votar.
      Eu lamento muito que este plebiscito vai acabar passando e eu aqui do sul vou ter mais uma conta para pagar.

  • Excelente artigo Rogério.

    Entendo a preocupação de algumas pessoas de que as instituições do estado(estadual ou federal) não se fazem presente em alguns lugares afastados do Pará. Mas esse problema deve ser resolvido por gestões competentes, e não com mais senadores, governadores, deputados, prédios públicos. Há uma cidade aqui perto de Brasília (Águas Lindas de Goiás), situada em Goiás, que é um lugar praticamente “sem lei”, sem serviço público de qualidade, segurança, etc…e nem por isso a ausência de Estado se deve à “distância” do poder. Outro exemplo é o norte de Minas de Gerais, que é extremamente pobre, talvez mais pobre do que seria essa região do estado de Carajás. Ou seja, não é por que uma região é pobre ou distante (kms) que vamos criar um governo estadual específico para a região.
    Afora essas questões, a criação de mais Estados pode tornar o federalismo no Brasil, já bastante desigual, uma fonte enorme de conflitos políticos. É surpreendente que o Senado tenha aprovado esse Decreto Legislativo, pois era de se esperar que os estados não iriam querer diminuir sua representativade ainda mais no Senado Federal. (São Paulo e Minas Gerais terá mesma representativa no Senado que Tapajós!!!)

  • Dividir o que ?
    Sou pela unificação da Amazônia !!!!

    • NUBIA SANTOS,CONCORDO COM A UNIÃO E NÃO COM A SEPARAÇÃO.

  • Com a devida vênia dos leitores deste saite, retorno ao assunto suscitado pela entrevista que o Sr. Rogério Boueri, economista do IPEA, concedeu ao Jornal Nacional do último dia 06/06/2011.

    Se me permitem, em poucas palavras poderia resumir o caso assim:

    O Sr. Rogério Boueri afirmou que o Estado do Tapajós não tem viabilidade financeira porquê incapaz de gerar ou dispor de Receitas suficientes para fazer frente às despesas por ele geradas.

    Disse que as receitas do novo Estado seriam de R$ 1,1 bilhão e que as despesas somariam R$ 1,9 bilhão, produzindo um déficit da ordem de R$ 800,00 milhões.

    Na quinta-feira última escrevi um artigo veiculado no Jornal O Impacto e neste Blog afirmando que o Economista equivocara-se, principalmente no que diz respeito às receitas que, segundo meus cálculos poderiam suplantar os R$ 3,3 bilhões.

    Instado pelo signatário do Blog a se manifestar sobre o meu artigo, o Sr. Rogério Boueri assim se posicionou:

    “Para começar, os R$ 2,5 bilhões de reais calculados pelo Sr. Evaldo Viana são uma estimativa completamente irrealista, visto que o Estado do Pará como um todo recebeu a título de FPE em 2010 R$ 2,385 bilhões (ver planilha oficial da STN em anexo). Como poderia o futuro Estado do Tapajós sozinho, contando com pouco mais do que 10% da população do Pará inteiro receber mais FPE? Impossível.”

    E logo em seguida arremata:

    “As receitas que calculei foram baseadas na arrecadação atual do Pará, onde as rateio segundo a população e o PIB dos municípios que formariam o Estado do Tapajós.”

    Vejam que o Sr. Boueri encontra o montante das receitas apenas rateando, segundo a população e o PIB dos municípios que integrarão o futuro estado, sem ao menos mencionar o Fundo de Participação dos Estados – FPE, que é a maior fonte de receita dos Estados menos desenvolvidos.

    E sobre o FPE, o Sr. Boueri afirma que os R$ 2,5 bilhões a que aludo é um estimativa irrealista, segundo ele porque se o Pará recebeu em 2010 R$ 2,385 bilhões, como um Estado com pouco mais de 10% (na realidade são 13%) poderia receber montante equivalente?

    E para provar sua assertiva o economista anexa ao texto uma planilha com o montante do FPE repassado a todos os Estados.

    E é essa planilha que gostaria que o economista estudasse com mais atenção para que ele pudesse me responder as seguintes perguntas?

    1) Como é que Minas Gerais, com 19,59 milhões de habitantes, recebe de FPE apenas R$ 1,73 bilhão, enquanto o Pará, com um terço da população, recebe R$ 3,2 bilhões (20% FUNDEB incluso)?
    2) Como é que o Rio Grande do Sul, com 10,69 milhões de habitantes, recebe de FPE apenas R$ 918,93 milhões, enquanto Alagoas, com uma população de 3,2 milhões, recebe desse fundo R$ 1,63 bilhão?
    3) Como é que o Rio de Janeiro, com 16 milhões de habitantes, recebe de FPE 596,17 milhões e o Maranhão, com 6,57 milhões de habitantes, recebe de FPE 2,81 bilhões?
    4) Como é que São Paulo, com 41,25 milhões de habitantes, recebe de FPE APENAS R$ 390,24 milhões e o Estado do Tocantins, com 1,36 milhão de habitantes recebe do Fundo de Participação dos Estados –FPE, R$ 1,70 bilhão?

    Evidente, que pela lógica do Sr. Boueri, os números acima estão fora do lugar porque Estados com população maior têm de necessariamente receber um FPE equivalente ou correspondente.

    É nesse ponto que o Sr. Boueri se equivoca, porque não tomou o cuidado de se informar que a cota do Fundo de Participação dos Estados –FPE não se define unicamente pelo critério populacional, mas também pelo territorial (área) e principalmente pelo inverso da renda per capita de cada estado.

    E como podemos calcular, por exemplo, a cota do FPE que cabe ao futuro Estado do Tapajós?

    Vamos primeiro ao que diz sobre o assunto o Código tributário Nacional:

    Critério de Distribuição do Fundo de Participação dos Estados
    Art. 88. O Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal, a que se refere o artigo 86, será distribuído da seguinte forma:
    I – 5% (cinco por cento), proporcionalmente à superfície de cada entidade participante;
    II – 95% (noventa e cinco por cento), proporcionalmente ao coeficiente individual de participação, resultante do produto do fator representativo da população pelo fator representativo do inverso da renda per capita, de cada entidade participante, como definidos nos artigos seguintes.
    Primeiramente vamos encontrar (em homenagem à inteligência do PLIMA, por-tadora de necessidades especiais, vou procurar ser o mais didático possível) o fator correspondente à área do futuro Estado do Tapajós, dividindo-se a super-fície territorial deste pela área do Brasil e multiplicar por 100.
    Vamos encontrar 8,6028 que deve ser, em obediência ao inciso I do art. 88 do CTN, multiplicado por 0,05 (5%), o que resultará no índice 0,4301(1).
    Em seguida, verifiquemos qual o percentual que a população do Estado do Ta-pajós representa em relação à população do Brasil, o que nos levará a 0,6122%. Aqui precisamos ir ao artigo 89 do CTN e verificar qual o fator que corresponde ao percentual que encontramos:
    Art. 89. O fator representativo da população a que se refere o inciso II do artigo anterior será estabelecido da seguinte forma:
    Percentagem que a população da entidade participante representa da população total do País: Fator
    I – Até 2% ………………………………………………………………… 2,0
    II – Acima de 2% até 5%:
    a) pelos primeiros 2% ………………. ………………………………. 2,0
    b) para cada 0,3% ou fração excedente, mais ………………… 0,3
    III – acima de 5% até 10%:
    a) pelos primeiros 5% ……………………………………. …………. 5,0
    b) para cada 0,5% ou fração excedente, mais ………………… 0,5
    IV – acima de 10% ………………………………….. ………………… 10,0
    Pela tabela acima, ao estado cuja população representem até 2% da população nacional será atribuído o Fator 2(2).
    Agora vamos encontrar o Fator correspondente ao inverso da renda per capita do futuro Estado do tapajós, que pode ser encontrado assim:
    Divida-se a renda per capita nacional (R$ 15.231,00) pela renda per capita do Tapajós (R$ 5.531,00) e multiplique-se por 100. Vamos encontrar 0,0289 e voltemos ao CTN (artigo 90)
    Art. 90. O fator representativo do inverso da renda per capita, a que se refere o inciso II do artigo 88, será estabelecido da seguinte forma:
    Inverso do índice relativo à renda per capita da entidade participante: Fator
    Até 0,0045 ……………………………………………………… 0,4
    Acima de 0,0045 até 0,0055 ………………………………. 0,5
    Acima de 0,0055 até 0,0065 ………………………………. 0,6
    Acima de 0,0065 até 0,0075 ………………………………. 0,7
    Acima de 0,0075 até 0,0085 ………………………………. 0,8
    Acima de 0,0085 até 0,0095 ………………………………. 0,9
    Acima de 0,0095 até 0,0110 ………………………………. 1,0
    Acima de 0,0110 até 0,0130 ………………………………. 1,2
    Acima de 0,0130 até 0,0150 ………………………………. 1,4
    Acima de 0,0150 até 0,0170 ………………………………. 1,6
    Acima de 0,0170 até 0,0190 ………………………………. 1,8
    Acima de 0,0190 até 0,0220 ………………………………. 2,0
    Acima de 0,220 ……………………………………….. ……… 2,5
    Parágrafo único. Para os efeitos deste artigo, determina-se o índice relativo à renda per capita de cada entidade participante, tomando-se como 100 (cem) a renda per capita média do País.

    Como o coeficiente que encontramos é superior a 0,220, vamos usar o fator correspondente que é 2,5 (3)
    Agora, multipliquemos o Fator (2) com o (3), que dá (2,00 X 2,5) igual a 5,0000(4).
    O próximo passo é somar o coeficiente obtido até aqui de todos estados. Va-mos encontrar, já incluídos os estados do Tapajós, Carajás e o Novo Pará, o índice 146.
    Em seguida, calculamos quanto o fator 5,0000(4) corresponde em percentual do total 146,00. O que nos leva a 3,4074.
    Esse resultado deve ser multiplicado por 0,95, o que resulta em 3,2370, que deve ser adicionado ao coeficiente ajustado relativo à área territorial ( 0,4301).
    Feito a operação anterior, chegamos ao coeficiente 3,6672.
    ATENÇÃO!!! Se levarmos em conta apenas os critérios do CTN, 3,6672 seria o coeficiente atribuído ao Estado do Tapajós. Mas vejam o que diz o artigo 2º da Lei Complementar 62/89:
    Art. 2° Os recursos do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal – FPE serão distribuídos da seguinte forma:

    I – 85% (oitenta e cinco por cento) às Unidades da Federação integrantes das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste;

    II – 15% (quinze por cento) às Unidades da Federação integrantes das regiões Sul e Sudeste.
    Assim, combinando os critérios do CTN com o critério regional da LC 62/89 (que destina 85% do FPE para os estados da região norte, nordeste e centro-oeste) há que se ajustar o coeficiente 3,6672 multiplicando-se por 15,78%, o que resulta no coeficiente 4,2452.
    Esse, portanto, o percentual do FPE que cabe, segundo os critério do CTN e da Lei 62/89, ao futuro Estado do Tapajós.
    Mas, em cifras, quanto é que isso corresponde por ano?
    Em 2010, o Montante da arrecadação de Imposto de renda e IPI destinado ao FPE (21,5%, conforme CF/88) totalizou R$ 48,78 bilhões.
    Com a previsão de crescimento nominal da arrecadação desses tributos da or-dem de 22% para 2011, em relação a 2010, o montante do FPE a ser rateado pelos estados será em torno de R$ 59,51 bilhões (não deduzido o FUNDEB).
    Como o Estado do Tapajós teria direito a 4,24% (critério regional e do CTN), pode-se asseverar que sua cota seria algo em torno de R$ 2,52 bilhões.
    Somando esse montante ao que se prevê que o Estado do Tapajós arrecadará a título de receitas próprias (R$ 780,00 milhões), estima-se que o novo estado terá uma receita corrente de pelo menos R$ 3,3 bilhões, sem contar com os repasses do FUNDEB e SUS.
    Do exposto, conclui-se que o economista do IPEA, Sr. Rogério Boueri, cometeu um grave erro na sua análise ao não levar em conta a cota do Fundo de Parti-cipação dos Estados a que o futuro Estado do Tapajós terá direito.
    Cabe agora ao economista pedir desculpas á população do futuro Estado tapa-jós e procurar cercar-se de cuidados nas próximas análises e entrevistas que conceder, principalmente se o assunto tratar-se da divisão do Estado do Pará.

    • Caro Sr. Evaldo Viana,

      O Senhor deveria atentar para o fato de que o CTB não é mais efetivo na distribuição do FPE desde 1991, pelo menos. Ou seja, as estaduais do FPE NÃO TEM SIDO DISTRIBUÍDAS conforme estes preceitos. Se quiser calcular o FPE segundo estes critérios terá que calcular de todos os estados conjuntamente e não só o do Tapajós.

      No entanto, parece evidente a qualquer um que não esteja apegado às paixões eleitorais, que o potencial estado do Tapajós, que fica na mesma região do Novo Pará não poderia absolutamente receber mais FPE que este último que teria quase 10 VEZES MAIS POPULAÇÃO. Suas comparações com SP, RJ. etc. são descabidas pois estes estados repartem um bolo bem menor de FPE (15% contra 85%).

      Quanto ao cuidado na análise que o Senhor me recomenda, eu lhe dou o mesmo conselho, em dobro.

      Rogério Boueri

      • Caro Rogério Boueri,

        Certamente você conhece o estudo técnico da Consultoria legislativa do Senado denominado “Fundo de Participação dos estados – Perspectivas de mudanças, do consultor legislativo Marcos tadeu Napoleão de Souza. de todas as análises e estudos que pesquisei sobre o FPE me parece ser, de longe, o que bem fundamentado e embasado.

        Pois nele o autor considera um bom número de situações que poderão ser adotadas pelo Congresso Nacional a respeito do FPE a partir de janeiro de 2013.

        E a conclusão do autor é que dificlmente os parlamentares se afastarão, na definição dos critérios norteadores do rateamento do FPE, dos já previstos no CTN, ou seja, área (5%), população e inverso da renda per capita, isso porque o contrário seria desacumprir o mandamento constitucional de promover o equiulíbrio socio econômico entre as unidades da federação.

        E assim sendo, volto a afirmar e reafirma que o futuro Estado do Tapajós terá direito a uma cota parte ao derredor dos 4% (para ser mais exato, 4,24%), o que, levando em conta o expressivo aumento da arrecadação do IPI e IR nos últimos anos, nos daria algo em torno de R$ 2,52 bilhões só a título de FPE.

        Somando esse valor com uma arrecadação própria estimada em R$ 780,0 milhões mais R$ 200,0 milhões de FUNDEB o Estado do Tapajós terá uma receita mínima de R$ 3,5 bilhões, à semelhança do que occore com o Estado do Acre, que tem uma população bem menor do que a nossa e uma renda per capita superior à nossa.

        Agora, creio que você está numa tremenda dificuldade em demonstrar que nossa receitas somarão R$ 1,1 bilhão. E o FPE, na sua conta, como é que fica?

        Outra coisa, você precisa conhecer a nossa realidade e ao conhecê-la, creio mesmo que serias um entusiasmado defensor da criação do Estado e não seria sensível aos argumentos vazios do sr. zenaldo coutinho, cujo principal argumento é o de não haver estudos que tratem da divisão do estado e um outro que corremos o risco de mepobrecer com a tripartição.

        Agradeço pela sua atenção e educação, mas lamento pelas suas equivocadas conclusões.

        Evaldo Viana

  • A DIVISÃO DO ESTADO DO PARÁ É SÓ INTERESSE POLÍTICOS,EU SENDO ALUNO DA REDE PUBLICA DE ENSINO NÃO POSSO DE FORMA ALGUMA SER A FAVOR DA DIVISÃO DO ESTADO,POIS ESTARIA COLOCANDO EM RISCO O MEU FUTURO E DE MUITOS OUTROS JOVENS.

    • EU TAMBEM CONCORDO COM VC DANIEL, ELES SÃO TÃO PENSANDO NELES, SO NA POLITICA E ESQUECER DO RESTO DO POVO QUE VAI SOFRER COM ESSA SITUAÇÃO,QUEM VAI SAIR GANHANDO COM A DIVISÃO DO ESTADO SÃO OS POLITICOS,SOU ESTUDANTE DO ESTADO E SOU CONTRA A DIVISÃO DO ESTADO, POIS MORO NO NORTE DO PARÁ.

      • Tropa de Elite(1) “Você é o estudante? Sabe voar?”.
        Ora, ora, cara Patrícia, caro Daniel, estudantes hã? Eu bem vos digo que, nem um, nem outro conhecem o “estado do Pará”, conhecem apenas um trecho de terra, conhecem Belém certamente. Me pergunto, se algum de vocês, por acaso, teve a oportunidade de visitar o sul, de conhecer a miséria que vive o nosso povo. Para quem mora em Belém é bom ter uma terrinha para garimpar, não é mesmo? Mas vocês se esquecem que nessa “terrinha” também moram pessoas, pessoas com seus próprios problemas, pessoas que precisam de um governo mais ativo e presente nas suas lástimas. Vocês estudantes, o futuro do Pará também estará nas mãos de vocês, pesquisem, discutam, vejam os dois lados da moeda, antes de tomarem partido. Tenho certeza que nenhum de vocês conhece a região sul e nem o porquê da criação dos novos estados. Conheçam a fundo a questão, se ainda assim continuarem com a mesma opinião, lavo minhas mãos, e espero que vocês ainda não tenham idade suficiente para votar.

  • Muito boa e esclarecedora discussão, ficará melhor se deixarmos um pouco de lado as questões emocionais (barristas) e discutirmos as questões das melhorias que a redivisão poderá favorecer. Gosto do argumento que menciona que não é questão de ser grande ou pequeno; aos que “acham” que território pequeno será melhor administrável (é uma hipótese plausível), verifiquemos os Estados menores da Federação. Alagoas, Sergipe (desculpem-me os alagoanos e sergipanos) quantos problemas enfrentam? Parece-me que a questão está mesmo na gestão pública. Falta-nos gestores que nos respeitem, que utilizem os recursos públicos honestamente… Parece-me que a criação do Estado do Tapajós mais aceitável (ressalvadas as questões estruturais), não concordo com a criação do estado de Carajás. O Pará precisa sim ser mais Pará nesta região (presença de governo, efetivamente). É notária a falta de apoio nas áreas de educação, saúde, segurança pública e outras (mesmo não sendo exclusidade desta região), além das questões políticas, estas sim, estão sendo determinantes nas propagandas que aqui veiculam.

  • Boa tarde a todos,tenho certeza que pessoas que são contra o estado do Carajás,não vive o caos que vivemos com falta de estrada,saúde,educação e segurança…..e quando precisamos temos que nos deslocar por uma distãncia do interior á Capital de uns 900km,com certeza tudo tem seus gastos…..e diga sim a divisão do Estado do Carajás!!

  • Saudações a todos, meus queridos não só sou a favor desta divisão do estado, como também sonho com ela e creio que vai sair. Podemos dizer que não seria uma divisão mais sim a soma de uma integração econômica somada por mais dois estados para o nosso país, só não tem uma visão de tamanha melhoria para os estados e também para o país, aqueles que não entendem de economia e sustentabilidade para ambos sendo estado e país. Imagine só pessoas que vivem num estado onde seu município fica a 1.300 KM da capital, o tamanho do estado impossibilita e dificulta seu gestores governamentais de governar e dar conta da educação, infraestrutura, saúde e dentre muitas outras obrigações do governo. Acaba que os municípios distantes necessitam muito de melhorias, porém o governo não abrange suas obrigações por se tratar de um estado muito extenso. A integração de mais 2 estados ao país se faz necessária por vários motivos, sim a essa divisão.

    • Quem e contra o revisão geografica do Pará não percebe que está servindo de marionete ou fantoche de quem mora no Sul e Sudeste do País, a verdade é que os politicos de tais regiões podem perder um pouco do poder que tem, existem muitos interesses por trás da redivisão do Pará é verdade, mas no final o povo trabalhador da região sudeste do Pará ou como queiram do futuro estado do Carajás vai continuar sendo explorado e humilhado pelos poderosos que contratam os seus colaboradores pra não falar escravos por baixos salarios,enquanto os bons empregos ficam para os Mineiros,Paulistas,Gaúchos,Cariocas que vez por outra desembarcam aqui em Marabá,este ano fui vitima de um disparate de ter que trabalhar 5 meses sem ter a carteira de trabalho assinada,e tudo isso ocorreu dentro da futura Capital Marabá. A verdade é que o povo que trabalha irá viver de migalhas tanto no Carajás ou Pará como queiram. Resumindo só uma meia dúzia de paraenses do sul e sudeste vai se dar bem o restante ta lascado!!!!!

  • o Pará não pode se dividido isso é uma vergonha;é a nossa cultura, costumes etc.issso só interesssa os políticos

  • A divisão do estado do pará , é simplesmente para aumentar a quadrilha do pt que só sabem criar ministérios, viajar e criarem impostos. O lula que a maioria tem como um Deus o que foi que ele fez em favor do trabalhador? a não ser criar o fator previdenciario.durante o tempo que esteve no governo ficou mais tempo no ar do que em terra , vcs teriam que combater era a mordomia desses corrupitos la em brasilia que já querem aumentar o tempo de aposentadoria pra nós trabalhadores.e tem uma preocupação muito grande quando é pra aumentar um real nessa esmola nacional , que isso não sálario.no primeiro semestre o país arrecador 800 BILHÕES de impostos divide por 180 diase veja quanto que arrecada por dia quase 3 bilhões de reais.esse tbm será o governo dessa quadrilha que rouba depois renucia e depois volta novamente.umpaís que não consegue impedir a entrada de aparelhos celular nos presidios. vc espera o que?

  • é isso Paulo , estamos cheio de frases bonita , ja estão assaltando de mão armada de terno tem coisa mais.chic, o pará não pode ser dividido por vai aumentar a renda dos políticos, vcs são cegos, ou são políticos? o brasil já está vsendo vendido, aqui em fortaleza niguen pode mais tomar um banho de mar já é todo dos estrangeiros, dominam a praia estão comprando a preço de banana , sem contar a prostituição infantil.pra eles cuidarem melhor da população não precisa fragmentar o país não , o precisa é mudar a atitude desses corrupitos isso sim. por que no lugar de criar tantas loterias não se coloca escolas tecnicas? pergunta ai pra eles se eles tem interesse que os brasileiros saibam alguma coisa de matemática? o lula criou uma loteria pra ajudar os clubes brasileiros , o nos trabalhadores ganhamos com isso? pra nós ele criou o fator previdenciario. cachasseiro. querem dividir o estado pra aumentar mais o numero de ladrão, ou melhor o roubo pra eles .

  • O Estado do Pará é”rico com povo pobre”, pois é o mair exportador de minério de ferro do mundo! E para onde vai os lucros desse minério todo? O problema está na consepção que outros países têm do Brasil, que é um país exporador de matéria-prima, assim o minério paraense é vendido por preços baixíssimos para ser industrializado lá fora, o resultado disso é: o produto industrializado retorna para cá com preços altíssimos…O que quero dizer com isso é: enquato o Brasil não atender às necessidades de sua população, não se tornará um país desenvolvido como ressaltam nossos políticos que não estão nem aí para o povo. A divisão será mesmo o melhor caminho? Não seria mais viável a união do Estado? No entanto é necessário que o governo faça sua parte o Pará não é só Belém e região metropolitana é também sul e oeste. A maneira de governar não só no PA, mas no Brasil, PRECISA DE NOVOS CONCEITOS URGENTE, para melhorar a situação sócio-econômica de todos e não de uma minoria enteressada apenas em riquezas para si. Sou do nordeste paraense e acho que a divisão tem mais enteresses politicos de uma minoria envolvido nesta questão, quem serão os maiores beneficiados com a divisão:a população que depende das obras de infraestrutura,saneamento,saúde, educação,etc. ou os novos políticos que ocuparão altos cargos?Fica a quesão, acho que a resposta é óbvia.Obrigada, tchal!

    • Isso sem falar nas hidrelétricas construidas aqui que produzem energia pro sudeste, enquanto isso nós Paraenses produtores da enregia pagamos uma se não for a energia mais cara do País, enquanto isso ficamos com os prejuizos ambientais causados por esses projetos, e está por vir mais um disparate a construção de Belo Monte que com certeza irá produzir energia pro Sul e Sudeste do País, e nós??…………….Bem……..Nós paraenses vamos continuar servindo de piada pro mundo inteiro, ah!!!! Quase que eu esqueço……….Sendo empurrados com a barriga!!!

  • Adorei a matéria – estava com muitas dúvidas,em relação a divisão do nosso estado.Acabei de decidir, sou contra a divisão do nosso estadão pai-d’égua.

    • Marcelo, é isso aí diga não, sempre não. O Pará é nosso e queremos por inteiro!

  • claro que não,será que as pessoas não vejam se o pará for dividido,ele vai perde todas as riquezas.
    Por isso diga não a divisão !

  • SOU PARAENSE NATO POREM CONHEÇO A REALIDADE DE OUTRAS PARTES DO PARA E PERCEBO QUE ESSE ESTADO DE DIMENSOES CONTINENTAIS PRECISA DISTRIBUIR EM PARTES EQUIPARAVEIS SUA GESTAO, CLARO QUE TAMANHO TERRITORIAL NAO É SINONIMO DE BOA GESTAO. ISSO É EMA TENDENCIA, ALEM DE FAVORECER UMA ELITE POLITICA A DIVISAO TAMBEM CRIARA OPORTUNIDADES DE EMPREGOS A POPULAÇAO EM GERAL, OS NOVOS ESTADOS PODERIAM ENTRAR NUM PROCESSO REVOLUCIONARIO, E SABEMOS QUE MUDANÇAS SO OCORREM QUANDO HA REVOLUÇAO.
    PIOR NAO PODE FICAR A TENDENCIA COM A DIVISAO SERIA A TENTATIVA DE MOLHORA, POR QUE NAO TENTAR????
    DIGA SIM A DIVISAO!!!!!!

  • na minha opiniao quem quer a divisão do para e esses politicos sem vergolha na cara querem mais estado pra roubar o nosso sofrido dinheiro. vc virão na tv um partido politico homofobico falando que casais do mesmo sexo nao pode adotar crianças. esse politicos tem que tomar vergolha na cara.e eu sou contra a divisao do para

  • Eu concordo com a divisão pois como foi dito o dinheiro de grande parte dos impostos da mineração não é do povo da região metropolitana de Belém e sim do povo do sudeste do Pará, sendo que o dinheiro de boa parte desses impostos é investido na região metropolitana(RM). A RM é muito grande pra depender desses impostos, sendo que o povo do sudeste já tem que dividir o dinheiro dos impostos com o gigantesco território do Pará. . As elites locais só vão tomar conta do governo se a população de lá deixar (essa população não é burra), e se eles escolherem essas tal elites não podemos falar nada, pq já erramos muitas vezes e continuamos errando na escolha de nossos representantes municipais, isso faz parte do amadurecimento político de cada população. Além do mais as sedes de governo do estado ficam todas aqui (RM), ou seja, não sentimos falta do estado, pois quando queremos reinvidicar algo não precisamos nos deslocar a grandes distâncias. Com a divisão do estado vão ser mais representantes para a região amazônica, na qual vai poder trazer mais recursos para a região. É injusto que estados bem menores como Rio de Janeiro, Espírito Santo, Sergipe… que são bem menores que o Pará possuam o mesmo número de representantes, sendo que muitas vezes conseguem muito mais dinheiro pro seu estado. Além do mais é muito mais fácil para um governador governar um estado menor. Dizem que vai ter mais corrupção, mas se formos pensar nisso não vamos mais fazer nada, pq em todas as escalas da sociedade existe corrupção. Neste gigantesco Pará onde o estado não está presente em boa parte do território, concentrando-se na região metropolitana, não acham que a corrupção é muito mais fácil de ocorrer? Não acham que cargos publicos como assistentes sociais, médicos, professores universitérios, policiais; são muito interessantes para uma região?
    VAMOS PENSAR UM POUCO NA POPULAÇÃO DE LÁ E MENOS NOS IMPOSTOS QUE A GENTE VAI DEIXAR DE RECEBER!

  • Concordo com o referido autor deste artigo. A divisão do Estado do Pará não trará benefícios para todos. E acredito que a solução para os problemas evidenciáveis nessas localidades não seja essa. Moro em Palmas – Tocantins, e vejo o quanto há disparidades entre a realidade de Goiás – Tocantins e a do Pará – Carajás – Tapajós. Tocantins não concentrava tanta riqueza como concentra Carajás. (querem o filé, e só vão deixar o osso para os paraenses roerem). Se os cabanos bem soubessem, não haviam se atrevido em incluir o estado do Pará ao Brasil; sempre fomos esquecidos, mal falados. Agora todo mundo cresce o olho para abocanhar suas riquezas. Que vergonha! será que a mãe deles nunca ensinou que é errado cobiçar o que é dos outros. E esse discurso de que o Pará é imenso e mal aproveitado…é só vê que o estado do Tapajós concentra quase 50% da sua área , se não mais, em reservas indígenas.Acredito que todos os paraenses tem direito ao voto, pois serão afetados diretamente. E quanto aos outros estados, pela primeira vez vão ter que ficar caladinho, esperando o que será decidido. POVO PARAENSE NÃO SE DEIXE LEVAR PELO DISCURSO FURADO DE MELHORIAS PARA O POVO, NUNCA SE IMPORTARAM COM O POVO, O QUE ESTÁ EM JOGO SÃO AS RIQUEZAS. SOMOS MEROS COADJUVANTES DESSAS DECISÕES. AMO MEU PARÁ!!!!!!!!!!!

  • porque só agora querem dividir o Estado do Pará.
    essa sera uma boa ideia para os politicos, e não para os paraenses

  • Essa palhaçada q o governo esta fazemdo e pura idiotice o governo que ganhar dinheiro em cima da população então nos temos q lutar por nossos direitos nos temos q continuar lutando pq se queremos uma vida melhor para todos então temos q lutar.

  • eu sou paraense , e as nossas riquezas que o paraense tem se dividir o estado nós não seremos paraense porque oque o paraense tem fica em todo estado nossas riquezas
    o que sera do pará se dividirem eu sou contra e eu não apoio isso

  • Apesar de tudo o q falaram é a mais pura verdade
    essas pessoas estão interessadas apenas em seus bens,
    em ficar só numa boa ,curtindo a vida, enquanto os mais sacrificados somos nós
    as pessoas q mais tabalham , q levam a vida com tanto sacrificio.
    TEMOS Q SER CONTRA ESSA DIVISÃO
    se nós nos juntassemos e fizessemos a nossa parte nada pode acontecer
    vamos ficar contra essa divisão.

  • NÃO DIVISÃO DO PARÁ
    Enquanto os paraenses que amam seu estado não se unirem e colocarem essa corja de corruptos para fora do nosso estado, paraenses pouco esclarecidos continuarão pensando que dividir o estado será melhor. Se tamanho fosse sinonimo de prosperidade Sergipe e Acre não seriam os estados mais prosperos do Brasil? A hitória recente nos mostra o pobre estado do Amapá,que foi desmembrado do Pará após a descoberta da Serra do Navio , que desenvolvimento o Amapá teve? Saquearam tudo e só ficou o buraco.
    O grande problema é que o norte sempre foi relegado a 2º, 3º, 10º plano e os nossos políticos (senadores), representantes do estado do Pará não fazem nada. Agora vem esses espertalhões corruptos, que só querem mamar nas tetas deste estado,que falam mal de nós lá fora, equerem desmembrar o estado em beneficio próprio .
    PARAENSES VAMOS NOS UNIR E LUTAR PELO NOSSO ESTADO . Tudo que eles querem é que lutemos entre nós ,assim nos tornamos fracos e eles fortes.
    PARAENSES UNIDOS JAMAIS SERÃO VENCIDOS!!!!

  • Eu sou de Goiás, quando foi para dividir o Estado de Goiás com Estado do Tocantins, as pessoas ficaram com medo de não dar certo, mas foi pura bobagem, pois foi feita a divisão e não teve coisa melhor, pois foi bom tanto para Goiás como foi bom para o Tocantins, todos ganharam com isso, e eu acho que todos vão ganhar com a divisão do Estado do Pará, fica menor mais fácil de dirigir, melhor para o povo que moram nos Estados, vai ser uma boa mesmo.

    • Esse Nilson é muito pobre de idéias. Não se pode comprar Estados da Região Norte com Estados da Região Centro-Oeste, os quais rodeiam a Capital Federal, onde corre muito dinheiro. Por isso, pode ter sido boa a escolha. No entanto, entenda seu Nilson, estamos na Região Norte. Se nêm recursos para um Estados como pderão vir recursos para três? É ser muito cabeça de bagre.

      • Quando vamos as urnas é com a esperança de eleger um homem ou uma mulher que nos representaria e cuidasse do seu povo como um pai ou uma mãe cuidam de seus filhos. Mais não é isto estamos vendo nos últimos anos pois estamos sendo saqueados e abandonados apropria sorte. Nós não queremos simplesmente dividir o nosso Pará mais o nosso principal objetivos é amparado pela as leis Brasileira que nos garante educação, saúde, culturas, lazer transporte boas vicinais e rodovias etc: Pois os filhos estão nascendo em berços de ouro e vivendo na miséria temos que dar um basta.

    • Fazendo unma pequena errata: … Não se pode comparar … No texto meu saiu comprar.

  • DIVIDIR O PARÁ É INTERECE DE POLITICOS PARAENSES COM SEGUNDAS INTENÇOES DE CONTURBAR AS NOSSAO RIQUEZAS E DE PESSOAS QUE NUNCA FIZERAM PELO PARÁ

    • Por favor pense no estado de Goias e Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do sul, no Paraná que se desmembrou do estado São Paulo,todos foram benéficos, agora me responda essa população toda está errada enquanto vocês, apenas vocês de Belém é que estão certos??

  • oi! Olha eu sou a favor da divisão até porque eu não vejo problema em dividi-lo. As informações dadas acima é uma coisa que provavelmente iria acontecer com a divisão. Mas porque ter tanta dó dos cofres públicos sendo que um deputado ganha não sei mil quantos , só para assinar ideias?. É bem fácil pega uma caneta somar os gatos e dizer que será um “rombo” nos cofres públicos em dividir o Pará. Mas é difícil conversar com moradores que nem sequer conhece os rostos de seus governadores ou até mesmo sofre em querer conseguir um minusculo pedaço de terras , travando uma luta todo mês pelo um “bolsa escola” ou até mesmo lutando para sobreviver a cada dia com situações que é cada vez pior. É muito bom pensar, quando você tem internet na sua casa, você tem escola, quando tem direito de expressão e quando se tem todos benefícios de uma cidade grande. Então se dividir não é o melhor, então nos conformaremos com um Pará que nunca irá crescer. obrigado a atenção!

    • Naissa, os recursos dos cofres públicos utilizados para criar cargos privarão você de investimentos em educação, saúde, segurança – grandes atribuições de Estado, transportes, trabalho, e mais – sua própria dignidade! Suba de patamar, deixe a ingenuidade de lado!

      • Voce acha que se tivéssemos tudo isso que você afirmou acima estaria alguém aqui discutindo esse assunto ou ate mesmo querendo a divisao do estado, acho que você é quem tem que ser um pouco menos ingênuo, por que a política nao é uma ciência exata e quase nada funcionar da forma que esta pre determinada, e se fosse assim nao precisaríamos de políticos e sim de computadores para administrar os nosso pais.

      • Valeu, Elielson. Gostaria que a Naissa entrasse em contato com os “de putados e de putadas”que querem a Divisão, DIVIDIR o salário deles com os pobres. Seria muito mais interessante.

  • SE DIVIDIR VAI MELHORAR, COMO MELHOROU NA DIVISÃO DO ESTADO DO TOCANTINS, DO JEITO QUE TÁ SO QUEM SE PREJUDICA E QUEM MORA LONJE DE BELEM A CAPITAL. POIS COM NOVAS CAPITAIS CHGARA INFRA ESTRUTURA E MUITO MAIS IGUAL TEVE O TOCANTIS, MAIS ISSO DEPENDE DOS GOVERNANTES QUE O POVO ESCOLHER. DOU A FAVOR. PENSE NISSO E ESTUDE A MUDANÇÃ DO TOCANTINS E VC VAI TER UMA IDEIA.

  • Acredito que os municípios que poderão formar o estado Tapajós já sejam deficitários em termos de serviços públicos. Basta visitar a Santa Casa de Belém e conversar com alguns internados acerca de sua origem. Não é segredo pra ninguém que os sobrecarregados pronto-socorros da capital atendem pacientes desesperados de todo os estado, casos que vão desde uma diarréia até um quadro de insuficiência renal aguda. Nem preciso falar da segurança pública e da educação. Aliás, mesmo na região metropolitana de Belém os serviços públicos, na minha opinião, são deficitários. Na ótica da população os serviços públicos não podem ficar pior porque não raro eles nem existem.

  • O artigo do Prof. Boueri é uma imensa pedra nos sapatos dos interesseiros em dividir o Estado do Pará para dele se apossar. Estou certo de que muitos são os aventureiros não-paraenses em busca de sinecuras às custas da pobreza do povo. Nasci em Capanema mas resido em Belo Horizonte há muitos anos, mas nem por isso deixo de acompanhar a situação econômica, política e financeira do meu Estado. Criar e divulgar objetivos e metas de governança para as governos de todos os estados brasileiros serão grandes passos para o enriquecimento do povo brasileiro e não dos políticos. Como exemplo do Pará, o inexcedível Jáder Barbalho.

  • Excelente texto. Focado nas consequencias da divisão, sem paixões, mas de forma extremamente racional. As paixões as vezes encobrem a verdade e não nos deixa ver a realidade. Importante contribuição ao debate em questão! PARABÉNS!!!!!

  • Crescimento e eficiência da economia; e isso que eu quero;!!!!!

  • ñ aceito a divisão do para. por que essa divisão agora? esses politicos são todos safados por que eles vão sair ganhando e nos como vamos ficar?

  • O Meu comentario e como um desabafo, quero falar que esse Juizes que julgaram essa causa da votação foi muito errada pois eles não conhecem a região do futuro estado de carajas, uma coisa que eu queria dizer pra eles e que, quem sabe o que tem que muda em uma casa e quem esta morando e não uma pessoa que mora em uma outra casa, moral da historia nos que sofremos e moramos aqui so nos deveriamos votar.
    Como uma pessoa que nunca veio aqui e nem conhece a região pode votar nesse preblicito, pois isso e uma injustiçã.
    Esse Juiz deveria refletir e mudar esse conceito.
    Abraço e ate a vitoria do estado de Carajas
    Victor veigas

  • Para as pessoas que moram na capital Belém e nas outras cidades do Brasil, que dizem ser contra a divisão do estado do Pará. Percebo que nunca chegaram nem perto das cidades no Sul do Pará ou no Oeste, onde os benficios são praticamente zero. À vocês quero relembrar como era antigamente o estado do Tocantis, que fazia parte do estado de Goiás. Hoje o Tocantis é um estado que melhorou praticamente 90% em vista do que era antes. Com isso quero dizer a todos que são contra, que pensem melhor no próximo que será beneficiado, e não fiquem fazendo loby contra, só porque ouviu um ou outro falar sobre o assunto.
    DIVISÃO DO PARÁ, PARA MELHORAR.

    • Hugo, acontece que o Goiás e Tocantins rodeiam a Capital Federal onde corre muito e muito dinheiro. No nosso Estado não há essa leva de Reais, não. Agora, imagine que se um Estado não recebe recursos federais (e quando recebe algum, os políticos o anunciam em ALTDOORs, o que é uma humilha’vão), como 03 Estados vão receber recursos federais. É muito ser cabeça de bagre (dura).

  • O TERRITÓRIO PARAENSE É PATRIMONIO INALIENÁVEL DO POVO DO PARÁ.

    Grande parte dos que defendem o suposto retalhamento do Estado do Pará, muitos dos quais imigrantes, e que se destacam particularmente por suas participações ativas na Frente de Criação do Estado de Carajás, assim como pelo efetivo exercício do poder que este grupo detém nesta porção do território paraense, não tem conseguido argumentos palpáveis à sua respectiva tese, que é de dividir para reinar. Esta frente que tem suas lideranças e maior montante de suas fileiras formadas por não paraenses, Congrega muitos interesse, poucas ideias e muito menos ainda virtudes, parte dos separatistas, poderiam ser responsabilizados pelos problemas que individualizam a história e a realidade dessa região do Pará, por parte estarem direta ou indiretamente envolvidos em atividades criminosas e imorais como a grilagem, o desmatamento irregular, a escravidão e as mortes de trabalhadores rurais, a extração mineral sem critérios, a violência no campo em geral, eventos que vem sendo tônica das projeções negativas que destacam o Estado do Pará perante a opinião pública nacional e internacional, e agora tentam estas pessoas tentam se passar por “heróis da independência”. De quem? E pára quem cara pálida?
    Estas ilustres e influêntes figuras que compõem o grupo dominante no sul e sudeste do Pará, é o mesmo que tomou de assalto nesta porção do Estado a maior parte das terras, da renda e das propriedades, ou seja, das riquezas existentes, relegou o povo paraense à situação de penúria e de miséria, marcada pela violência, desemprego, segregação e discriminação nesta região, basta observarmos que os filhos da terra, quando conseguem trabalho, pois, para o agricultor expulso da terra é quase impossível isso acontecer, sempre ocupam os mais baixos cargos, com os menores salários, como no caso da Vale do Rio Doce e outros empreendimentos econômicos que importam grande parte de sua mão de obra, estes empreendimentos se instalaram na região à revelia das necessidades e interesses do povo paraense, e se apropriaram das nossas riquezas como se fossem suas, sempre deixando como herança para o povo do Pará apenas um rastro de miséria e destruição por onde passam ou se instalam.
    Os nativos que ali ainda vivem são quase sempre as vítimas preferenciais da violência pela expulsão de suas terras, por algum destes ditos “investimentos econômicos” que tem invariavelmente imposto sua vontade acima de qualquer interesse coletivo em prol da melhoria da qualidade de vida para a população.
    Não bastasse, agora esta “elite” aspira poder político com intuito de concretizar a apropriação indébita de um patrimônio que nunca foi, é ou será dos mesmos, as nossas riquezas, riquezas do povo do Pará.
    O interesse deste grupo não é apenas dividir, pois pouco importa o território se este não apresentar as condições necessárias à produção e acumulação de riquezas, a viabilidade econômica para tal, e, por conseguinte, a projeção e efetivação de seu poder hegemônico sobre o espaço e as pessoas, ou seja, ação e controle sobre o território, daí não somente os cargos políticos, mas sim, toda a estrutura política, jurídica e ideológica que se constituiria iria servir para concretizar de forma quase inquestionável e incontestável a estratégia de dominação deste segmento e a construção de um novo “feudo”, desta forma, não existe altruísmo nas intenções de retalhamento do estado do Pará.
    Com intuíto de combater seus argumentos que nos parecem frágeis, apresentamos outros, quais sejam:

    1- Grande parte dos paraenses não é contra a criação de outros estados na estrutura da federação, contanto que os gaúchos, paranaenses, mineiros, paulistas, goianos, maranhenses e outros que se julgam os donos desta parte do Pará, dividam os seus respectivos Estados e deixem a integridade territorial do Pará com os paraenses.

    2- Foi o Estado do Pará e os paraenses que receberam este contingente de imigrantes e os forneceu a possibilidade de uma vida melhor do que tinham em seus respectivos Estados e não ao contrário como querem fazer crer;

    3- A totalidade das riquezas, que sempre existiram (independente de suas presenças) neste rico território, tanto na superfície quanto no subsolo, é patrimônio inalienável do povo do Pará;

    4- As elites regionais que “clamam” pela emancipação deveriam se propor também a divisão das riquezas e do poder concentrado em uma dúzia de imigrantes que impõem suas vontades com a truculência coronelista de outrora;

    5- Carajás nasceria como um Estado dependente e submetido diretamente aos interesses da companhia Vale do Rio Doce, como esta planeja (um estado fraco e suboredinada a seus interesses), sem qualquer autonomia e soberania, uma vez que esta empresa é a grande interessada e patrocinadora da aprovação deste projeto, tanto com recursos financeiros como pela atração de levas de mão-de-obra, que chegam sem qualquer perspectiva de emprego e se configuram apenas como “eleitores” que vem transferindo seus domicílios eleitorais temporariamente de forma a interferir nesse processo;

    6- Este modelo, estrada – terra-firme – subsolo, que agora vem se mostrar, colocando-se como novo, moderno, autêntico e diferenciado, buscando se desagregar político, econômico, social, cultural e territorialmente do restante do Pará, está calcado nas mais primitivas formas de exploração, foi transplantado para esta região do Estado e é um marco da intervenção estatal na Amazônia. Esta relação, que tomou fôlego com o regime militar, gerou a concentração de riqueza e poder no varejo e miséria no atacado, o que é muito visível no que seria o Estado de Carajás… Se for para dividir, que tal começar pelo poder e riquezas que aí estão concentrados nas mãos de poucos imigrantes;

    Portanto, Senhor Giovanni Queiroz, se não está gostando… Campina Verde em Minas Gerais, sua terra natal sempre o estará esperando de portas abertas. Ajude a construir o futuro Estado do Triângulo, seus conterrâneos clamam seu retorno para assumir esta causa.
    …em outras palavras não está satisfeito a porta de saída é serventia da casa, voltem que o seu povo e suas respectivas terras (Estados) os esperam de braços abertos!
    Por outro lado, os defensores daquilo que hipoteticamente seria o Tapajós, Estado que já nasceria como um dos mais pobres do País, se não o mais pobre, e com um nome que não agrada a maior parte dos municípios que podem vir a compô-lo, pois, a maioria deles não está na área drenada pelo Rio Tapajós.
    A proposta frankstainiana de criar um Estado que abrangeria uma área que se estende de extremo norte a estremo sul do Pará (até que o Xingú também se emancipe, pois é provável que isso ocorresse em muito pouco tempo) onde as referidas porções, norte e sul, não possuem qualquer relação ou mesmo comunicação entre si. Tal proposição tem grande maioria de seus defensores radicados em Santarém, estes sonham com sua cidade “liderando” um Estado e contando com o “status de capital”.
    Por mais que tenham um histórico de reivindicação de mais de um século por emancipação não possuem argumentos, nem unidade o que compromete a legitimidade em torno deste projeto, pois:

    1- A distância reclamada como causa do abandono da região oeste do Pará continuaria, basta olhar a região do Xingu que fica localizada no outro extremo do estado a uma distância estratosférica do que seria a capital, Santarém;

    2- A centralização, segundo os separatistas, exercida por Belém, apenas mudaria para Santarém a capital de um território muito mais pobre que deixaria à míngua a maioria dos municípios do novo estado e concentraria a maioria dos parcos recursos, já que não investiria nos demais municípios por não ter como, talvez a maior parte destes recurso seria composto por repasses;

    3- A maior parte dos municípios da calha do Rio Amazonas que sequer participaram da discussão e da elaboração da proposta de divisão, já que o projeto é santareno, não coadunam em de repente, serem parte do Estado de Tapajós, por isso não vem se mobilizando para tal intento;

    4- Óbidos possui uma grande rivalidade com Santarém, já que se julga a capital histórica desta parte do Pará e, portanto, reivindica o direito de ser capital do novo Estado, mesmo à revelia de Santarém;

    5- Na região do Xingu não existe nem mobilização, muito menos aceitação da proposta santarena que levaria como espólio também esta porção do Pará;

    6- Se aprovado, nos moldes como está proposto, o futuro estado de Tapajós teria quase 90% de seu território em áreas de conservação o que inviabilizaria a economia e quase a totalidade do parco desenvolvimento econômico da região. Então, como se produziria riqueza na região?

    7 – Com a pretensa criação do Estado de Tapajós, e este nascendo, pelos motivos já citados, com poucas possibilidades de desenvolvimento econômico e capacidade de gerar emprego e por conseguinte renda para seu povo, o destino das massas da população do oeste do Pará em busca de uma melhor condição de vida seria Manaus, onde continuariam sendo discriminados e hostilizados publicamente por figuras como Amazonino Mendes, além de sofrerem preconceito e discriminação velados de grande parte dos habitantes desta cidade.

    Os argumentos acima, podem explicar por que não existe tanto apoio à esta proposta nem mesmo entre a população da região em que se constituiria o futuro “Estado de Tapajós” sobre a criação deste, possivelmente isto seja melhor para políticos como Lira Maia, Antônio Rocha, Alexandre Von, Airton Faleiro, para os sojeiros e outros que fazem parte do folclore da história política e policial da região, o que pelas bandas daqui também temos, mas e para o povo da região seria melhor? Se Santarém quer se emancipar que vá, siga sozinha como sempre esteve e sinta a satisfação de ser uma “Cidade Estado”. Para o restante do Pará, Santarém até que é uma perda assimilável, mas o restante daquilo que reivindicam como parte do estado do Tapajós, o Xingú, e calha do rio Amazonas, sempre foi, é, e sempre será Pará, independente do que pensam, acham ou façam…
    Então, senhor Asdrubal Bentes, o processo de divisão do Estado do Amazonas está em curso, mas talvez precise de seu envolvimento para ser concretizada, lá sua participação é legitima, pois sendo o senhor natural do munícipio de Humaitá-Am, pode assumir a trincheira para a criação dos três novos Estados que poderão surgir no Amazonas e entrar para a história e para o executivo, no Amazonas… Aqui NÃO!

    O TERRITÓRIO DO ESTADO DO PARÁ É IVIOLÁVEL E O SEU POVO PARAENSE INDIVISIVEL!

    • Wellington Teles, você precisa urgentemente divulgar via INTERNET jornais, televisão e outros meios de comunicação esse seu escrito, aliás um verdadeiro EDITORIAL, o qual deve ser lido por todos, separatistas e não separatistas. A partir dessa leitura muitas mentes serão abertas (oulibertas), muitas cabeças mudarão de rumo. Realmente, lê uma mensagem dessa nunca foi cansativa, como muitos que não sabem escrever. Por favor, envie-me para o meu e-mail: portallya@globo.com ou portallya@yahoo.com.br, que me incumbirei de divulgar o máximo, tanto para a gente local como para do o Brasil. POR FAVOR.
      DANIEL PORTAl CANTANHEDE
      portallya@globo.com

  • Caro colega o debate não e a divisão e se união de três povos lutando por direitos de melhoria e qualidade de vida, se vc para e imaginar um pouco os PIB de todos os estados são melhores aonde existe qualidade de vida e investimento na população (rodovias,saude,educação etc) um exemplo e que o Pará embora seja umas das maiores pecuária do Brasil aqui no Pará só tem uma escola técnica nesse ramo esses e um dos ex de milhares que aqui no Pará existe.
    O que eu quero frisar aqui é que Gastos sempre serão feitos se o povo não gastar com o povo os politicos gastarão do mesmo jeito, criação de mais estados siguinifica mais jente do povo como deputado,senador,juizes,promotores,empreendedores,vereadores prefeitos etc. E todo esses gasto voltaria como mais emprego de motorista,caseiro,guardas professore etc. além de mais dinheiro no comercio local alem disso todo o territorio paraense,carajaese e tapajoese todos tem suas riquezas e todos os outros estados um dia tambem não poderam explorar suas proprias riquezas.Porriso a nescesidade apoiamos essa criação se não conseguimos essa aprovação o dinheiro que seria para novos cargos politicos novas universidades UFC,UFT novas rodovias,hospitais,escolas. Todo Esse dinheiro vai continuar parando em paraisos fiscais,fazendas,empresas de faixada para emitir documentos fiscais em laranjas sem capacidade d gerir seu proprio negocio. Vamos Dar oportunidades para nossas futuras gerações cresci ouvindo a criaça eo futuro do Brasil cabe a nós damos e acreditamos em mais gente pra governar.

    Avança Pará vamos ter 3 vezes o Poder e envestimento em um só povo. sempre unidos para o progresso do NORTE. VOTE SIM pela União
    Pará pai e Carajás e Tapajos, filho.

  • O Estado do Pará com dimensões continentais não precisa de divisão alguma para solucionar problemas estruturais como saúde, educação, segurança…, mas, sim de uma política voltada realmente a sociedade que paga mensalmente seus impostos ( e não são poucos )e que precisa ver seu dinheiro empregado corretamente no bojo social.
    Se tivessemos politicas públicas voltadas realmente para o público, não precisaríamos de uma divisão com fins lucrativos a serviço da politicagem a nós imposta, para resolver tais problemas. Para o Estado do Pará, falta boa vontade de nossos governantes em fomentar o bem estar das pessoas em detrimento do bem estar de poucos.

    • Essa mudança política já esta acontecendo com tentativa de criação dos novos estados, agente aqui da região do Tapajós também que vê nosso dinheiro sendo aplicado de forma correta também nas nossas cidade, porque tive informações através do jornal nacional numa serie de matérias sobre belomonte que a empresa norte energia iria repassar cerca de 150 milhões de reais para atender a área de segurança publica na cidade de Altamira e agora você acha que quantos por centos desse dinheiro ira voltar realmente em investimento na segurança para Altamira e isso se voltar alguma coisa, é por isso que queremos a divisao, por que estamos cansado de ver o nosso dinheiro indo pra Belém na arrecadação de imposto e nao tendo o retorno devido,por que nao existe uma forma de obrigar o governo a investir esse dinheiro todo na cidade por isso que é difícil brigar com a força política da capital, o exemplo disso é que governador em período de campanha prometeu a construção do hospital regional para itaituba, que inclusive esta no plano plurianual do estado, só que no plano plurianual esta que serão construído dois hospitais regionais ele só nao diz onde serão construídos, inclusive alguns deputados da região metropolitana ja estão articulando para tirarem dos municípios por terem poucas representatividade na assembléia do estado, este grande anseio da população daquela região, por que o próprio governador anda em cidades próximas a capital do estado dizendo que ira construir os hospitais por la, agora ninguém sabe quem esta mentindo se e o governador ou plano plurianual que ele elaborou é só esperarmos pra ver quem esta falando a verdade.

  • O estado dom pára não tem que se dividido com outros estados com Amazonas o estado de Amazonas esta muito grande

  • sou um garoto de apenas 12 anos e sei que a criação do estado de caraças e melhor por que ele e mais populoso que o estado do tapojos e tem mais renda sim ele sera menor mais quer saber eu preferiria se ficasse só o estado do pará mesmo.

    • Caro Guilherme,

      Obrigado pelo seu comentário. Acho muito importante que a próxima geração comece desde cedo a debater questões que terão influência no seu futuro.

      Abraço,

      Rogério Boueri
      Autor do Artigo

    • ñ gostei estou estudando sobre o mesmo e acho que o estado do pará ñ pode ser dividido,por que e do povo ,e pequeno ,e o amazonas e muito grande basta olhar como vai ficar ,o pará esta do tamanho de um…. vc olhando no mapa do brasil é pequeno o pará vao deixhar menor?????? ÑÑÑÑ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!….E Ñ :(

  • visite e participe da comunidade no orkut (UNIÃO DE 3 POVOS) estou te esperando

  • Meu povo do Para vamos dizer nao a divisão do nosso PAara.

    • Diga SIM (77) a divisao e nao a centralização
      Diga SIM(77) ao desenvolvimento e Nao ao isolamento

  • E ainda tem paraense para dizer não. Com a divisão teremos prós e contras . É precisao pensar. Eu penso que com a divisão o povo do interior terá maior benefício uma vez que nos novos Estados será preciso construir novos hospitais, universidades, colégios, melhorando assim no sentido de saúde, segurança, emprego, melhoria de vida e muito mais. Pense nisso: vamos ajudar nossos irmãos do interior. VOTE SIM À DIVISÃO DO PARÁ

  • Sim, a informação, não a divisão!

    Achei interessante ver muitas pessoas comentando e o Sr. R. Boueri respondendo, pois isso significa que além da questão em tela, a divisão do Pará, seja assunto de relevância para muitos, também está ocorrendo a socialização de idéias, discussões acerca disso e, principalmente, muitos pontos de vista sendo mostrados, para que assim, quando ocorrer o plebiscito muitos votem conscientes de sua escolha e o que ela pode acarretar para si e para quem reside no Pará. Não a divisão! Reitero que mais importante do que dividir é começar a cobrar mais dos nossos governantes e suas infindáveis secretarias. Que criem mais políticas públicas para beneficiar “os esquecidos” e cumpram seus papéis.

    • SIM, PRECISAMOS DE INFORMAÇÃO, MAIS ACIMA DE TUDO PRECISAMOS TAMBÉM DA DIVISÃO, AFINAL TODO MUNDO SONHA UM DIA EM SER INDEPENDENTE.E É SÓ ISSO QUE O POVO DA REGIÃO SUL QUER, NÓS QUEREMOS SER INDEPENDENTES PRA QUE POSSAMOS FAZER QUILO QUE BEM QUISERMOS COM O NOSSO DINHEIRO E FUTURO, ISSO É SEMELHANTE AQUELE ADOLESCENTE QUE VIVEU A SUA VIDA AO LADO DO SEU PAI MAIS NUM BELO DIA CHEGOU, AQUELE MOMENTO ESPERADO, ELE COMPLETOU DEZOITO ANOS E AGORA PRECISA TER SUAS PRÓPRIAS EXPERIÊNCIAS DE VIDA, TUDO UM DIA HÁ DE SE SEPARAR. NOSSOS FILHOS UM DIA VÃO NOS DEIXAR, SIM FARÃO ISSO PORQUE PRECISAM TER SUA PRÓPRIA FAMÍLIA,MAIS PODEM CONTINUAR COM A AMIZADE, O FILHO PODERÁ VIM SEMPRE VISITAR SEU PAI, MAIS PRECISARÁ CUIDAR DE SUA FAMÍLIA, POIS A FAMÍLIA É DELE E NÃO DO SEU PAI.E É ISSO QUE O POVO SUL PARAENSE QUER, SÓ QUEREM CONSTITUIR SUA PRÓPRIA FAMÍLIA. VALEU GALERA. DIGAM SIM PRAS COISAS BOAS, DIGA SIM PRA CARAJÁS, SIMMMMMMMMMMMMMM

  • TENHO 12 anos e ja dechei o meu comentario ,e a opinião é NÃO……

    NAO VAMOS DEIXAR DIMINUIR O NOSSO PARÁ JA E PEQUENO !!!

    diga (NÃO).:( :( :( AMO MEU PARÁ!!! ASS:LAYNA ROBERTA S2.

  • Há 40 anos,conheço o meu estado do qual eu me orgulho muito,como ele e riquíssimo os políticos estão tentando se dar bem mais uma vez como já pude observar, as pessoas que são de outros estados e que querem essa divisão. Que os vereadores e Deputados do estado do pará não caia nessa armadilha, que não sejam judas com o povo Paraense.
    Eu digo não a divisão do Pará.

  • Quem precisa de mais senadores, deputados, vereadores, prefeitos, governadores e funcionários publicos para saquear os cofres publicos. Porque trabalhar que é bom, não trabalham, só gastam o dinheiro publico (viagens, notas frias, ociosidade, esquemas de desvios) em vão.
    Só trabalham mesmo para criar esquemas de desvio de dinheiro publico.

    Com certeza a população local será convencida a aprovar a divisão, pois serão iludidos pelos supostos beneficios disso.
    Mas eu acho tambem que o plebiscito deveria ser nacional e não local, pois a população dessas regiões são facilmente manipuladas pelos coroneis locais.
    Para esses coronéis, apesar da divisão do território o poder e o dinheiro sujeito a desvios aumentará.
    E é só isso que importa para esse tipo de gente.

  • SE AQUI EM BELÉM ACONTECEM COISAS BIZARRAS, OS NOSSOS IRMÃO BELENENSES ESTÃO MORRENDO NA PORTA DOS HOSPITAIS SEM ACOMPANHAMENTO MÉDICO, IMAGINEM NO INTERIOR DESTE ESTADO TÃO GRANDE QUE É O PARÁ. EU VOU PENSAR UM POUCO MAIS ANTES DE DECIDIR MEU VOTO, SEI LÁ, NOSSO ESTADO É MUITO GRANDE. O QUE SE TEM VISTO AQUI NA CAPITAL NOS ÚLTIMOS DIAS É INACEITÁVEL, PESSOAS MORRENDO NAS FILAS DOS HOSPITAIS, MULHERES DANDO LUZ A SEUS FILHOS EM MACAS, OUTRAS INFELIZMENTE VÊEM SEUS FILHOS MORREREM POR QUE O MÉDICO SE NEGOU A ATENDER ESSA MÃO QUE JÁ ESTÁ VINDO DO INTERIOR POR QUE LÁ NÃO TEM NADA, A GENTE QUE VIVE AQUI EM BELÉM SABE DISSO.QUE COM TODO APARATO QUE TEM AQUI NA CAPITAL AINDA ASSIM O NOSSO POVO SOFRE, IMAGINE QUE O QUE DEVE ESTÁ ACONTECENDO NESTE EXATO MOMENTO EM UMA DAS CIDADE DO INTERIOR DESTE ESTADO GIGANTE. A GENTE SABE QUE A MÍDIA NÃO MOSTRA O QUE ACONTECE NO INTERIOR, MOSTRA SOMENTE O BÁSICO MAIS NUNCA MOSTRA A REALIDADE EM QUE VIVEM AS PESSOAS DO INTERIOR MOSTRA SOMENTE AQUI PERTO DE BELÉM, MAIS NOSSO ESTADO É MUITO GRANDE, E ATÉ EM NOSSA CASA TEM LUGAR QUE NÓS PASSAMOS DIAS SEM IR, EU MESMO PASSO DE DOIS ATE TRÊS DIAS SEM IR NO QUINTAL DA MINHA CASA, IMAGINE NOSSOS POLÍTICOS SERÁ QUE ELES VERIFICAM ESSE ESTADO DE PONTA APONTA, SE ESTÁ FALTANDO ALGO, A GENTE SABE QUE ELES NÃO FAZEM ISSO, E EU SEI QUE É POR ISSO QUE A TURMA DO INTERIOR ESTÁ TÃO INSATISFEITA, E A GENTE SABE QUE ELES TEM RAZÃO, QUEM ESTÁ NA PIOR É QUE SABE ONDE ESTÁ DOENDO, EU VOU PENSAR E DEPOIS VOLTO PRA DIZER EM QUEM VOU VOTAR.

  • QUE NADA, EU MORO AQUI NA REGIÃO SUL DO ESTADO E SEI QUE NADA ESTÁ SENDO FEITO POR NÓS, ESTAMOS NA PIOR, NADA PODE PIORAR MAIS POR AQUI, AGORA É SIM MESMO NÃO TEM COMO FUGIR, PIOR DO QUE ESTÁ SÓ SE O HELIO GUEIROS VOLTASSE, PRA MANDAR DERRUBAR MAIS GENTE DE CIMA DA PONTE DE MARABÁ. TÁ NA HORA DE ALGUMA COISA BOA NOS ACONTECER, ASSIM NÃO DÁ PRA AGUENTAR GALERA, TÁ NA HORA DO POVO SUL-PARAENSE VER A COR DA FELICIDADE TAMBÉM NÉ, FUIIIIIIIIIIIIIIIIIII

  • eu moro na região norte do estado e ñ concordo com divisão, porque só agora q esao fazendo isso, é uma falta de respeito com o pará, porque ñ deixar o estado como estar: grande, bonito, com suas riquezas naturas. q o paraense coloque na kbeça q so trarar prejuizo para o nosso estado.

  • Eu moro no sul do Pará precisamente em Parauapebas, a renda da cidade por ano cerca de 1 bilhão de reais, falta, saude, escolas, infra-estrutura.O grande interesse pela divisão do Estado do Pará são os politicos corruptos e os forasteiros de olho no dinheiro, se a redução de territorio fosse excelência de gestão, Parauapebas seria uma maravilha de cidade pois possui verba para isso. Diga não a divisão do Pará e sim politicos honestos que saibam gerênciar cidades,Estados,e o País.

    Administrar um Estado é a mesma coisa que administrar uma cidade basta ter um planejamento e organização!!

  • EU MORO EM XINGUARA, ACHO QUE A DIVISÃO SERÁ BEM VINDA, POIS COM A CAPITAL MAIS PERTO DO POVO, FICA MAIS FÁCIL CASO O GOVERNO PENSE EM SER CORRUPTO, COMO OS QUE JÁ GOVERNARAM. AÍ O POVO TERÁ COMO QUEBRAR O PAU COM ESSA GALERA. POR QUE HOJE POR EXEMPLO SE QUISERMOS FAZER PRESSÃO AO GOVERNO, LÁ EM BELEM NÃO VAI DAR CERTO, POIS SE UM MOVIMENTO COMEÇAR AQUI NO SUL COM DEZ MIL PESSOAS, TALVEZ CHEGUE CINQUENTA LÁ EM BELÉM, E OS MESMOS QUANDO CHEGAREM LÁ IRÃO PASSAR FOME, E AINDA MEDINGARÃO POR ALIMENTO, E PRA VOLTA TERÃO QUE PEDIR AJUDA, E O MOVIMENTO JAMAIS ACONTECERÁ, NÃO IRÁ A DIANTE.. POIS NÃO TERÁ FORÇA, MAIS SE O GOVERNO TIVER SUA SEDE AQUI PERTO AÍ A HISTÓRIA SERÁ BEM DIFERENTE. POR ISSO DIGO SIMA DIVISÃO, DIGO SIMA CARAJÁS.

  • amei este texto,explica tudo direitinho pra quem quer aprender como eu.Tirei 10!!!!

  • É isso aí kere.Aconteceu a mesma coisa comigo!!!hehe…10!!!

  • Somente hoje tive a oportunidade de ler o que Evaldo Viana escreveu. Não precisa mais de nenhum comentário vago, apenas parabenizá-lo. Parabéns EVALDO VIANA.

  • a divisao proporcionaria condições de desenvolver mais as cidades proximas as novas capitais, pois hoje o governo concentra seus investimentos proximos a cidade de belem. A cidades do interior que nunca receberam a visita do governador do estado ou seu representante, com esta divisão, o poder fica mais proximo das cidades, e sera possivel criar mecanismos de desenvolvimento, para tornar estes estados auto suficienes. So favoravel a esta divisão.

  • Essa idéia de criar novos estados é inviável isso é conversa fiada por que quando Dom Pedro primeiro proclamou a independência se existissem esses institutos de pesquisas eles diriam que a criação de um novo pais era inviável, e olha que era um pais e nao um estado, porque no brasil de cada 10 brasileiros 9 eram analfabetos, nao existia nenhuma faculdade e o sistema de saúde era péssimo e nem uma moeda própria existia e hoje o brasil é a oitava economia do mundo, ja pensou se ele tivesse desistido, o quanto nos teríamos perdido, entao so vamos saber se vai ser bom o nao se os novos estados forem criados e caso contrario nunca saberemos se ira melhorar ou nao, nos queremos pelo menos tentar melhorar a nossa região, enquanto isso muitas pessoas que se dizem paraense e que amam esse estado nao dao a mínima porque a única informação que eles tem desses novos estados é a teórica e nos que moramos aqui temos tanto a teórica quanto a pratica, a pratica é o sofrimento de nao ter um sistema educacional de qualidade, a saúde precária, ruas sem saneamento básico, na cidade onde eu moro apenas 10% da população tem água encanada nas sua casas e as estradas em péssimas condições de trafegabilidade. Se aqui fosse bom viver aqui como muitas pessoas dizem nao teríamos tanta gente morando na capital do estado, hoje a população de Belém é maior que a população dos dois novos estado a serem criados, e 50 % dos deputados eleitos sao da capital é por isso que tantos recurso sao alocado para capital e quase nada para o interior o recurso da saude do estado 50% fica em belem e os outros 50% sao divididos entre os 140 municípios restantes do estado e por isso eles nao querem perder todos esses recurso, porque quanto mais dinheiro mais desvios, e depois dizem que a classe política do interior que é a favor da divisao, e todos nos sabemos que existem interesses maiores para nao divisao do que propriamente para divisao, como dizem que sao meia duzia de politicos corruptos que querem a divisao, entao nos vamos perder por que do outro lado existe uma duzia de corruptos que sao contra.

  • Concordo plenamente . E outra, ficará muito mais fácil para o Governador do Pará administrar um estado de extensão territorial menor, e com o maior número de habitantes, onde nesta divisão, o Pará tem uma maioria esmagadora de 65% dos eleitores. Queremos ter pelo menos o direito de escolher nossos governantes, uma vez que todos os governantes sempre foram escolhidos praticamente por Belém e suas cidades próximas, ficando nós submetidos a políticos que foram eleitos por outras regiões sem que fosse a nossa. Por favor, pelo menos, deixem-nos cometer nossos próprios pecados, e não ficar pagando pelos dos outros. A divisão será só uma linha imaginária. E o que me assusta, é político preocupado que dizendo que vai ser um Estado pobre, até parece que já se preocuparam realmente com isso alguma vez em nossa região. Estão preocupados é com as vagas e seus próprios salários. Vamos criar os novos Estados SIM. E continuarei sendo Paraense no Estado do Tapajós.

  • Certa vez uma pessoa da capital do estado falou para uma outra pessoa da região oeste do Para, que esse negocio de distancia nao existia mas, com a criação da internet tudo fica mais próximo, hoje você resolve problema com outra pessoa que mora la no Japão rapidamente e em qualquer canto do Brasil, ai a outra a pessoa respondeu pra ela, se aqui na minha cidade alguém precisar de uma sessão de hemodiálise na capital do estado ela vai fazer essas sessões pela internet, se uma pessoa sofre um acidente grave e precisar de uma cirurgia de emergencia ela vai fazer a cirurgia pela internet, então se for so isso o problema manda pelo menos uma internet de qualidade aqui pra região que o problema ta resolvido

  • Este e o sentimento de quem mora na região do Futuro Estado do Tapajós e Carajás
    Aqui não falta sol
    Aqui não falta chuva
    A terra faz brotar qualquer semente
    Se a mão de Deus
    Protege e molha o nosso chão
    Por que será que tá faltando pão ?
    Se a natureza nunca reclamou da gente
    Do corte do machado, a foice, o fogo ardente

    Se nessa terra tudo que se planta dá
    Que é que há, meu país ?
    O que é que há ?

    Tem alguém levando lucro
    Tem alguém colhendo o fruto
    Sem saber o que é plantar
    Tá faltando consciência
    Tá sobrando paciência
    Tá faltando alguém gritar

    Feito um trem desgovernado
    Quem trabalha tá ferrado
    Nas mãos de quem só engana
    Feito mal que não tem cura
    Estão levando à loucura
    O país que a gente ama

    Feito mal que não tem cura
    Estão levando à loucura
    O Brasil que a gente ama

  • EU ESTOU ACORDADO, E VOCÊ? FAZENDO UMA ANÁLISE RÁPIDA. A REGIÃO SUL DO ESTADO DO PARÁ VIVE NO ESQUECIMENTO. EM NOSSA REGIÃO NÓS NÃO CONSEGUIMOS DEFINIR O QUE PODE SER PIOR PARA NOSSA POPULAÇÃO. SE TER UM GOVERNADO DA OPOSIÇÃO OU DA SITUAÇÃO. SE O PREFEITO FOR DA OPOSIÇÃO SERÁ MASSACRADO. E SE FOR DA SITUAÇÃO A FAVOR DO GOVERNADOR O GOVERNADOR SERÁ COMPRADO TERÁ QUE FICAR DE BICO CALADO. . E O POVO I CONTINUA NA MESMA. MEUS AMIGOS, NÃO TEMOS NINGUÉM, NÓS NOS ACOSTUMAMOS A VIVER SOZINHOS E ENTREGUES A O NADA. OS HOMENS QUE GOVERNARAM A NOSSA TERRA NUNCA DERAM A MÍNIMA PRA NÓS, MAIS A GRANDE HORA SE APROXIMA, VAMOS LUTAR JUNTOS, VAMOS DIZER SIM DE MÃO DADAS, E SEI QUE É POSSÍVEL NÓS NOS UNIRMOS EM UM SÓ PENSAMENTO, PODEMOS DIZER ALTA E EM BOM TOM, SIM DIZER EM UMA SÓ VOZ,, E SEM JÁ MAIS FUGIR DA LUTA…..!!!!! PRECISAMOS DE VOCÊ ESTADO DE CARAJÁS E JAMAIS TE ABANDONAREMOS Ó ESTADO DO TAPAJÓS.

  • isso não será uma boa idéia,o pará vai fica um lado rico e um lado pobre.

  • há um lado vai lado vai ser esquecido.
    Eu espero que no dia da votação nós jovens votamos contra essa BESTERA!

  • isso vai ser mais uma bestera que os governantes do nosso estado vai fazer!!!

  • É, O POVO DA REGIÃO SUL DO ESTADO, ONDE É PRODUZIDO TODA A RIQUEZA DESTE ESTADO, PODO FICAR DE OLHOS FECHADOS VENDO SUAS RIQUEZAS DESAPARECEREM, E TUDO ISSO PODE SER CONSIDERADO NORMAL, MAIS QUANDO SE FALA EM JUSTIÇA.. QUANDO SE FALA EM DIVIDIR O ESTADO PRA QUE O SUL PARAENSE TENHA O DIREITO DE SER LIVRE, TENHA O DIREITO DE FAZER AQUILO QUE BEM QUISER COM O QUE É SEU, AÍ TODO MUNDO DIZ QUE DIVIDIR É BESTEIRA, NESTE CASO SENDO SUL PARAENSE PODE MORRER PODE SE ARREBENTAR,?. TÁ ERRADO, O POVO SUL PARAENSE TEM TODO O DIREITO DE SER LIVRE, AFINAL A LEI ÁUREA JÁ FOI ASSINADA A MUITO TEMPO. VIVA CARAJÁS E TAPAJÓS…. DIGO SIM AOS DOIS.

    • Se vocês acham que o sul do Pará tem tanta riqueza assim, porque deixam-na sair aos borbotões, enriquecendo os politicos de outros Estados como é o caso da Vale do Rio Doce, enganando vocês como crianças que ganham bombons, ao invés de ganhar cultura e educação. Caso seja dividido, será bem mais pior, pois os pol[iticos que querem dividir são de outros Estados, acompanhados de uma minoria do nosso. Olho vivo, gente. Vamospensar melhor.

  • Com tantos outros problemas sociais a serem resolvidos em nosso estado, é triste ver que nossos governantes estão preocupados em dividir nosso estado.

    Estamos vendo o caos na saúde e na educação, toda essa verba destinada para esse plebiscito deveria ser destina a essas áreas.

  • AS PESSOAS ACHAM QUE A SAÚDE EM BELÉM ESTÁ DE MAL A PIOR, MAS NÃO VÊEM A SITUAÇÃO DO INTERIOR DO PARÁ, LÁ A SAÚDE HA MUITOS ANO ESTÁ NA UTI, E AS PESSOAS QUE LÁ RESIDEM, SÃO IGNORADAS, ELAS NÃO TEM A QUEM RECLAMAR, É POR ISSO QUE ELAS SONHAM COM A DIVISÃO PRA VER SE MELHORA PELO MENOS UM POUCO, ELAS ALMEJAM DIAS MELHORES. O POVO DO INTERIOR DESTE ESTADO TAMBÉM TEM DIGNIDADE E COM CERTEZA MERECEM TER .PELO MENOS UM POUQUINHO DE FELICIDADE. QUEM MORA EM BELÉM NÃO SABE O QUE É SOFRER. LÁ TEM AS RÁDIOS AS EMISSORAS DE TV PRA DENUNCIAR, MAIS E NO INTERIOR QUE NEM TV E NEM RÁDIO, E NEM TELEFONE TEM, COMO É FICA, DENUNCIAR PRA QUEM?

  • Não concordo com a Divisão do Pará, se o Pará for dividido vamos perder toda as nossas riquezas!

  • Eu acho que vc so tão vendo um lado li e vi que a maior preocupação de vc’s saõ os deputados, mais deveriamos ver as vantagens que isso trara, edeputado corrupto tem em todos os ESTADOS, não tem como fugir se for pra mehoria de todos ou a favor.

  • Vi nos comentários muitos falarem que o povo de Belém não quer a divisão, o povo de Belém ñ sabe o que sofrer, o povo de Belém precisa conhecer o sul do Pará, me desculpem, mas é mt hipocrisia. Por acaso só existe Belém no Pará? Não sou de Belém, sou do interior do nordeste do Estado, e digo, as calamidades que vocês sofrem no sul, nós sofremos também, talvez não seja na mesma proporção em questão de asfaltamento, mas saúde, educação e segurança são sim! E digo, mts (do norte nordeste) conhecem o sul paraense, eu conheci. Além do mais as pessoas não podem sair julgando a vida dos outros, cada um sabe de seus problemas, seus anseios e suas limitações.
    Muitos falam como se tds no sul e oeste paraense fossem a favor da divisão, ressalto, NEM TODOS SÃO, assim como como há aqueles do norte e nordeste que são a favor, isso é muito relativo.
    Em vez de gastar dinheiro dos cofres públicos em divisão (que não é pouco), a população deve cobrar das autoridades que haja uma redistribuição de renda, para a melhoria das cidades mais afastadas da capital(Como Marabá e Santarém, que são as cidades escolhidas p/ serem capital, se caso houver essa divisão e não somente elas), investindo em saúde, educação, segurança e infraestutura. Isso seria o mais viável, vão tirar tds os meses dinheiro para pagar novos governadores, deputados e senadores (além de suas despesas) e mais para as políticas que precisam ser adotadas para manter os estados, então dá sim pra melhorar sem dividir. Mas o governo não fará nada se não houver manifestação da população Paraense. E não concordo com a justificativa (que mts pregam) que trará muito desenvolvimento, pois se quanto menor for o Estado significasse mais desenvolvimento, então Acre, Amapá, Tocantins, Pernambuco entre outros, eram pra ser os mais desenvolvidos do país. Penso que isso só ocorre pelos separatistas poderosos que qrem se apossar da nossa riqueza, sem contar que a grande maioria das pessoas que tomaram a iniciativa de dividir, nem paraenses são. Além do mais o Ipea mostra que economicamente é inviável. Isso se chama apenas divisão de poderes (que por sinal já estão dividindo) e ganância.
    Prova disso é que dois dos separatistas, Giovanni Corrêa Queiroz e Dudu Mendonça nem do Pará são. G.C.Q (Mineiro) e que na época da ditadura militar foi filiado no Arena, é tbm Agropecuarista e Médico (Pobrezinho) e D.M, (baiano),marqueteiro reconhecido, (fará a campanha publicitária a favor da divisão) olhem só! Ele é proprietário de terras e criador de gado na região.
    Engraçado, na década de 80, propuseram a separação da Bahia, adivinha quem estava contra? Ele mesmo com o slogan que dizia: “querem separar a corda do pau, isso é calar para sempre o berimbau.” (http://www.alemdanoticia.com.br/) E agora vem pra cá querer dividir o Estado do Pará, por que ñ vai dividir seu Estado de origem, ah! Me polpe.
    Acho que muito coisa no Brasil não vai pra frente, pq a maioria dos jovens pós-ditadura, são mt acomodados (assim cm mts adultos) . Ex: Ditadura militar. Mt gente morreu e mts foram torturados, pq buscavam democracia, tá certo, o mundo não é lá dos melhores, mas cm disse meu profº. “Melhor uma democracia imperfeita, do que uma ditadura perfeita.” Agora temos o povo da Líbia reivindicando seus direitos e Londres protestando. Estou tentando mostrar que tds que visam o bem geral, é só unir as forças. Depois que o neoliberalismo foi instaurado no Brasil, o estado não faz nada além do mínimo, se não houver o controle social, referente a isso afirmo: exigir melhores condições de vida sem dividir, é possível sim!

    Gente que é a favor não se deixem alienar, respeito a opinião de vcs, mas meu PARÁ EU QUERO GRANDE!!! VOTE 55..

  • ja pensou este estado sendo comandado por duda mendoça e compania, não a divisão.

  • concordo com Djamilly, corrupto é como gripe, pode aparecer em qualquer luga, é melhor que o não a divisão arranje outro argumento. pois os discursos deles já estão desgastados, corrupção, diminuir o estado. não queremos perder a região sul, não podemos ficar longe dos nossos irmão da região sul, o povo da região sul irá sofrer longe dos belenenses…. háaaaaa conta outra, que amor que nada todo mundo sabe que essa galera não gosta da gente. todo mundo sabe que na hora que um sul paraense pisa em belém ele é descriminado. é sim e pronto, não podemos desistir de nossos por causa de dor de cotovelo dos outros.

  • NÃO É O TAMANHO TERRITORIAL QUE FAZ AS CULTURA OS PONTOS TURISTICOS QUE FAZ A MARAVILHA DO LUGAR E SIM O POVO. AQUELE QUE DIZ ZIM NÃO É TRAIDOR E SIM MUITO CAPAZ DE BUSCAR UMA MELHO SOLUSAO COM ATITUDE, ATITUDE DE ARISCA, ACREDITAR NAO SENDO PESSIMISTA. QUE NÃO SEJAMOS EGOISTA E SAIBAMOS DIVIDIR!!!!!
    DIGA SIM!!!

  • Na realidade, as dimensões do Estado do Pará comportariam até 03 países. A administração dessa vasta área é, talvez, impraticável para um governo só. Não estou, aqui, levantando bandeira para a divisão, contudo quando se anda pelos interiores do Estado do Pará vê-se a mesmice: cidades centenárias que não modificam em nada seu desenvolvimento. Crescem, às vezes, populacionalmente e, com isso, formigam nas ruas pessoas tentando sobreviver às custas de minguados produtos regionais corriqueiros. Alguns, bem mais agraciados com recursos, compram do sul, sudeste e nordeste do país, para revender em nosso Estado. Num raio de 200 km, partindo-se de Belém, o que se vê é o puro comério de venda e troca de produtos importados. Nesse raio, dificilmente se consegue vislumbrar uma grande indústria, seja disso ou daquilo. E desse jeito, não se pode ter divisas para o Estado, consequentemente nunca haverá de crescer. Os próprios empreendedores sulistas descartam a idéia de montar alguma indústria forte por estes lados. Dizem que que a capital situa-se no EXTREMO norte, de onde não se conseguira exportar produtos, devido a falta de boas estradas/rodovias e outros meios de transportes. O melhor seria o Governo Federal olhar, com lentes bem graduadas, para este Estado e por toda a Região, colocando pessoas sem interesses particulares para o seu direcionamento. Faltam, sim, recursos. E quando se quer aplicar na Região 22 bilhóes de reais, levantam-se bandeiras contrárias porque vão afastar índios e muitos pobrezinhos de sua localidade. Esses deveriam saber que desenvolvimento se faz com sangue e suor, rompendos barreiras e tudo o mais, porque depois vem a melhoria.
    Mesmo falando assim, sou contrário à Divisão. Substitutam a Divisão por honestidade, amor pelo Estado, recursos e educação reais para a população com criação de muitos centros tecnológicos para essa gama de jovens sedentos e vontade de crescer igualmente aos do sul e sudeste do país.

  • Não concordo com o valdimar xinguara Pa., pelo conrtrario nóis que viemos de Belém pro sul do Pará que somos descriminados primeiro pelo nossos “xiados” sotaque e fora que somos tachados aqui .. como preguiçosos, pé rachado, bagunceios, falam mal da nossa culinaria , cultura ..do nosso carimbó… haaa que isso estamos no nosso Pará se eles estão incomodados que voltem pros seus Estados…..digo isso por experiencia própria pois vivo aqui a 11 anos e até hoje ainda ouço piadinhas…. imagine se eles ganharem a divisao ai que vamos ser intrusos … agora que a situação é precaria aqui ,sim concordo , mas aqui tem vereador .. deputado estadual.. etc.. cadê esse povo pra cobrar do Governo melhorias pra cá??????.

  • EU ESTUDEI COM PROFESSORES DE BELÉM AINDA MUITO CRIANÇA, VIVI DEZ ANOS EM PARAUAPABAS TRABALHANDO COM EMPRESÁRIOS PARAENSES, NÃO OS VEJO COMO PREGUIÇOSOS, PELO CONTRARIO IRMÃO DÁRIO E IRMÃ REGINA TEM A FORÇA E GARRA NO SANGUE, TRABALHADORES A TÉ DEMAIS, E QUANTO AO SOTAQUE EU TAMBÉM TENHO E NUNCA FUI DESCRIMINADO AQUI EM XINGUARA, ISSO SÃO CASOS ISOLADOS. O POVO SUL DO PARÁ É MUITO SOFRIDO E PRECISA DESTA LIBERDADE. POR ISSO DIGO SIM A CARAJÁS E TAPAJÓS.

  • Prezados Senhores:
    Em primeiro lugar gostaria de parabenizar o Grupo de pessoas que se uniram para formar um site inteligente, imparcial e instrutivo à população, com matérias de relevância econômica colocadas em discussão.

    Em segundo lugar, gostaria de parabenizar o Dr. Boueri e os editores pelo assunto em questão da divisão do Pará.

    Olhando-se os comentários até agora feitos, observa-se que grande parte destes possui um fundo mais emocional do que racional. Será que apenas um estudo sobre o PIB das regiões em questão é o suficiente para se dividir um estado e mandar a conta aos contribuintes do país inteiro, para os políticos poderem afirmar que as vidas das pessoas vão melhorar?

    Se o Bill Gates (com toda sua fortuna) fosse morar em um destes 3 estados, não haveria uma enorme mudança drástica do PIB da região onde ele se fixará? No entanto, a vida dos demais habitantes não sofrerá alteração alguma.

    A OCDE colocou no site umas perguntas muito boas:
    ´´A vida está melhorando? Nossas sociedades estão fazendo progresso? Na verdade, o que ´´progresso“ significa para as pessoas do mundo? Podem haver poucas questões de maior importância na rápida mudança do mundo de hoje. E agora, quantos de nós temos a evidência de responder estas questões?“

    Será que esses políticos que tiveram a idéia de dividir o estado, realmente possuem essa ´´evidência de responder estas questões?“

    Por enquanto, o povo brasileiro tem que conviver com nada menos de quinze (15) diferentes índices econômicos que regem suas vidas diárias e pergunto aos políticos que possuem (mas não divulgam) seus projetos para os diferentes estados novos, como eles calculam a taxa interna de retorno com todos esses índices? E o pior, a 7a Constituição brasileira, de 1988, estipula os juros em 12% ao ano… este dispositivo necessita de uma lei complementar para ser regulamentado, uma vez que a Constituição não esclarece o que significa juro real, nem estabelece as sanções para aqueles que infringirem a norma. Como ´´eles“ calculam os juros da inflação, além dos juros do próprio ´´projeto`´ para o novo estado ´´deles“?

    O povo esqueceu que em 1992, a Lei Econômica foi um grande tema de discussão na AGENDA 21 durante o Fórum Rio-92. (4 Anos após a reunião do Tratado de Cooperação Amazônica, tida em Belém, Pará). Muitos nem sabem o que é a AGENDA 21, que gostaria de relembrar: ´´É um documento assinado entre os governos de 170 países que se reuniram na Conferência Mundial do Meio Ambiente realizada no Rio de Janeiro em 1992 (Fórum Rio-92), com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável no mundo a partir do século 21. Isto significa que cada um dos signatários, dentro dos prazos definidos, adotará um conjunto de atitudes e procedimentos incorporados às suas políticas visando melhorar a qualidade de vida do planeta.
    Para melhorar esta qualidade de vida, há necessidade de muitos países fazerem as reformas, adaptando-os ao mundo moderno e cada vez mais competitivo. Ou ainda, no Brasil: eliminar o chamado ´´CUSTO BRASIL“.

    O que seria o ´´Custo Brasil?“ O Paulo Sandroni em seu ´´DICIONÁRIO DE ECONOMIA DO SÉCULO XXI“ – Editora. RECORD, deu uma excelente definição:

    ´´CUSTO BRASIL é uma denominação genérica dada a uma série de custos de produção, ou despesas incidentes sobre a produção, que tornam difícil ou desvantajoso para o exportador brasileiro colocar seus produtos no mercado internacional, ou então tornam inviável ao produtor nacional competir com os produtos importados.
    Tais custos estariam relacionados com os seguintes aspectos:
    1) Legais (legislação trabalhista, por exemplo, e os encargos sociais);
    2) Institucionais (excesso de burocracia para a instalação de empresas ou para exportação de produtos);
    3) Tributários (excesso de tributos sobre produtos que direta ou indiretamente participam das exportações ou sofrem concorrência de produtos estrangeiros);
    4) Infra-estruturais (falta de estradas bem conservadas, comunicações deficientes e caras, energia, etc);
    5) Corporativas (domínio de sindicatos de trabalhadores sobre certos tipos de atividade, dificultando a incorporação do progresso técnico e o aumento da produtividade).“

    Porque os políticos não começam pelo dever de casa que prometeram ao mundo todo que participou do Forum Rio-92, mas que está engavetado desde 1992?

    Na reunião do G-20, a atual Presidente, juntamente com seu antecessor, assinaram outro compromisso mundial, entre os quais:

    PARTICIPAÇÃO NO COMPROMISSO DE COMBATER A CORRUPÇÃO
    Os líderes de países do G-20 emitiram um plano de ação compreensivo para fortalecer os esforços anti-corrupção no mundo. Com esta iniciativa, os países do G-20 sinalizaram seu compromisso em combater a corrupção nos setores públicos e privados e garantir que servidores corruptos não consigam acessar as instituições financeiras ou encontrar o paraíso em seus países.
    A agenda dos G-20 foi construída sobre 3 pilares:
    Uma aproximação comum para construção de um regime efetivo anti-corrupção global, cujos princípios estão providas na Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção (UNCAC);
    Comprometimentos específicos para mostrar à liderança coletiva em tomar ação em áreas de alta prioridade que afetam as economias; e
    Compromisso de envolver diretamente o setor privado como stakeholders no desenvolvimento e implementação das práticas inovadoras e cooperativas em suporte ao ambiente de negócios limpos. O desafio coletivo será o desejo político de abraçar estes instrumentos e padrões das Nações Unidas, fortalecendo-o onde for apropriado, mas mais importante que isso, tomar as ações para efetivamente implantá-los. Por esse motivo este plano de ação endossado pelo G-20 é tão importante.
    Sob o plano de ação, os líderes do G-20 concordaram em se guiarem por áreas chaves, incluindo: acessar ou ratificar e efetivamente implementar a UNCAC e promover um processo de revisão transparente e inclusiva; adotar e reforçar leis contra o suborno de servidores públicos estrangeiros; prevenir o acesso de servidores públicos nacionais ao sistema financeiro global; considerar uma estrutura cooperativa para a recusa de entrada de servidores corruptos, extradição e recuperação de propriedades; proteger denunciantes e entidades anti-corrupção.

    Estrutura de desenvolvimento:
    Foi emitido uma declaração pelos países do G-20 que inclui os princípios do desenvolvimento e um plano de ação. Estas ações incluem: infraestrutura, comércio, desenvolvimento de recursos humanos, investimento do setor privado e criação de empregos, segurança alimentar, mobilização de recursos domésticos, divisão de conhecimentos e crescimento. O plano de ação focaliza mais as políticas e outros comprometimentos para atrair o capital privado para investimento do que em dar apenas assistência aos países de baixa renda, para mobilizar os recursos domésticos.
    A reunião de Seoul focaliza o desenvolvimento como sendo significante por 3 razões:
    O G-20 reconhece que estreitar o espaço vazio do desenvolvimento é crítico para uma economia global forte, sustentável e equilibrado;
    Enfatiza a fomentação de parceria de países desenvolvidos, mercados emergentes e países em desenvolvimento que compartilham o objetivo de alcançar o crescimento econômico sustentável.
    O G-20 se compromete em complementar esforços no desenvolvimento existente ao focalizar os desafios regionais para desenvolvimento e trabalhar através de instituições multilaterais para melhorar as perspectivas de crescimento nos países em desenvolvimento

    Ou os presidente possuem a regalia de assinar documentos internacionais em nome do seu povo e não cumprir aquilo que assinaram?

    Se cumprissem o que assinaram nas reuniões internacionais, não haveria necessidade de dividir estados, porque melhoria a vida em todo o Brasil.

  • e claro que a rapazeada d belem nao quer que dividem o pará, eles estao na capital, e o governo enveste ua verba ae pelas redondezas, a o povo do sul do estado, se lasca porque a capital e muito longe e so la tem recurso de saúde e etc….,,agora com carajas ,as rodovias da regiao sul vao melhorar , marabá que vai ser a capital vai virar um verdadeiro campo de obra , com isso os empregos vao aumentar, e a demanda materia prima tambem.. tipo lojas de construcao, venda de madeira para obras e tudo mais,alem d que vamos ter uma capital muito mais perto, CARAJÁS SIMMMMMMMMM…………………!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • SIM!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!.

  • EU FICO A PENSAR, NO PODERÁ VIM A SER A REGIÃO SUL DO ESTADO QUANDO PASSAR A SER CARAJÁS EM DEFINITIVO. APÓS A DIVISÃO. EU JÁ POSSO IMAGINAR AS RODOVIAS EM ÓTIMO ESTADO DE CONSERVAÇÃO COM ACOSTAMENTO COISA QUE HOJE NÃO TEMOS, É ISSO HOJE NÃO TEMOS RODOVIA NESTA REGIÃO, QUANTO MAIS ACOSTAMENTO. EM PLENO SÉCULO XXI AS AS PRINCIPAIS RODOVIA DA REGIÃO SUL E SUDESTE AINDA SÃO DE CHÃO, SEM AUTO SOCORRO SEM PATRULHA RODOVIÁRIA, NESTA REGIÃO NÃO TEM NADA FALTA HÁ UMA GRANDE AUSÊNCIA DE TUDO. NOSSO POVO É REFÉM DE BANDIDOS NAS CIDADES E RODOVIAS, NÃO SE PODE VIAJAR A NOITE, NÃO SE PODE ANDAR COM DINHEIRO NEM SE QUER COM UM CELULAR POR AQUI, O GOVERNO NÃO FAZ NADA POR ESTE POVO. ENTÃO É HORA DE DAR UM BASTA E DIVIDIR PRA VER SE MELHORA, SE COM UM ESTADO MENOR O GOVERNO SE FAZ PRESENTE. VAMOS AO SIM DIA 11 DE DEZEMBRO E VER O QUE ACONTECE, POIS DE UMA COISA EU TENHO CERTEZA, NÃO HÁ COMO PIORAR MAIS POIS ISSO É IMPOSSÍVEL , É SIM, É SIM, É SIM, É SIM, SIM……. !!!!!!!!

  • Ó Pará, quanto orgulho ser filho,
    De um colosso, tão belo e tão forte;
    Juncaremos de flores teu trilho,
    Do Brasil, sentinela do Norte.
    E a deixar de manter esse brilho,
    Preferimos, mil vezes, a morte!

    SÓ UM TRECHO DO HINO DO ESTADO Q EU AMO PLEFERIA DESDA DIVISÃO DO ESTADO SE TORNASSE UMA GRANDE NAÇÃO

    • Enquanto voce quer continuar grande e manter esse brilho, para nós não interessa ser grande no tamanho, nos interessa ser grande no desenvolvimento, na educação, na saúde, e não queremos manter o brilho por não temos esse brilho que voce fala, mas com certeza se dividimos teremos nosso proprio brilho.

  • agora é a hora, e a hora é agora, vamos a luta, isso me faz lembra uma frase de muito efeito dita por um grande homem, independência ou morte, Estado de Carajás verás que um filho teu não foge a luta,Nem mesmo que cerque a própria morte, ainda assim teus filhos lutarão, sim lutarão pois enquanto houver fôlego haverá vida, e se houver vida haverá esperança. valdimar lopes, conhecido como val lopes, xinguara-pa

  • Tendo em vista o que foi proposto , a divisão do Pará, visa mais interesses pessoais de alguns politicos, que são donos de imensas áreas, nestes novos estados que são parte desta proposta, quem deu entrada neste projeto foi Mozarildo Cavalcanti que faz parte da bancada do estado de Roraima.

    Estou aqui em Roraima Há quase um ano e meio e esse senhor aqui não ganha mas nem pra vereador, não faz nada pelo estado de RR que tem muitos problemas para ser resolvido, e vai se incomodar pela divisão de um estado que nem conhece, tem muita coisa por traz disto, como disse ele tem que se preocupar com a solução dos problemas daqui de RR, mas como tambem já disse por aqui ele tá queimado e quer sugar em outros lugares.

    Roraima é um estado de de muitas oportunidades com gente Boa, só falta investimento, e é isso que eu acho incrível, da preocupação desse senhor com o Pará, enquanto Roraima espera por soluções que deveriam estar sendo trazidas pos esse senhor que foi eleito pra isso.

    • OLHA É REALMENTE ISSO QUE ACONTECE COM A REGIÃO SUL DESTE ESTADO, A GALERA, SITO OS POLÍTICOS DE BELÉM, APARECEM AQUI NA REGIÃO SUL DE 4 EM 4 ANOS PROMETENDO MUDANÇAS , PROMETENDO MELHORAS PRA GENTE, MAIS O QUE MELHORA É SÓ A SITUAÇÃO FINANCEIRA DELES, POIS O POVO SOFRIDO E ENGANADO ANDA DE MAL A PIOR, E É POR ESTAS E OUTRAS QUE O POVO SE CANSOU DE ACREDITAR EM MENTIRA, EM PAPAI NOEL, EM SUPER-HOMEM, EM THUNDERCATS, CAPITÃO AMÉRICA. EM PINÓQUIO, EM LIGA DA JUSTIÇA. O POVO DECIDIU QUE NÃO PRECISA DE ADVOGADO, O PRÓPRIO POVO FARÁ A SUA DEFESA NO DIA 11 DE DEZEMBRO SUA DEFESA, E ESPERO QUE A RESPOSTA DO POVO SEJA MAIS FORTE QUE OS MILHÕES QUE FORAM TIRADO DE SUAS MÃOS, SIM QUANDO FAZEM ASSIM TIRAM DE NOSSAS MÃOS O SUSTENTO, DEIXAM NOSSOS FILHOS SEM PÃO, DEIXAM-NOS A MÍNGUA, AQUI NA REGIÃO SUL NINGUÉM AGUENTA MAIS BASTA. QUEM SONHA COM A LIBERDADE E DESEJA TER EM MÃOS A SUA CARTA DE ALFORRIA VOTA SIM CARAJÁS E TAPAJÓS, SIMA LIBERDADE, SIM A JUSTIÇA, SIM PRA DIZER NÃO A CORRUPÇÃO, SIM PRA DIZER SIM A LIBERTAÇÃO. SIM É SIMPLESMENTE SIM, SIMPLESMENTE UM NÃO AO CONTINUÍSMO ARROGANTE QUE NOS TEM OPRIMIDO, NOS TIRANDO O DIREITO DE IR E VIR, SIM É NÃO A ESA DITADURA QUE MANDA PRENDER O PROFESSOR, QUE MANDA MATAR NA CURVA DO S, QUE MANDA JOGAR AS PESSOAS DE CIMA DA PONTE DE MARABÁ E AINDA CALA A BOCA DA IMPRESSA. EU SOU VALDIMAR LOPES DA SILVA PARAENSE NO DOCUMENTO MAIS COM PRAZO DE VALIDADE DETERMINADO, POIS DIA 11 DE DEZEMBRO SEREI CARAJAENSE COM MUITO ORGULHO E MUITO AMOR, SIM CARAJÁS

  • ok pode então deletar

  • sei que todos devem lutar por seus direitos….
    porém não acredito que a divisão trará melhoras para os menos abastados desses novos estados, se assim for aprovado a divisão… Ainda acredita sim em papai noel, pois se pensas que com a divisão do estado vai acabar a corrupção na sua região estas muito enganado… Politicos corruptos sempre vão existir e é isso que eles querem vcs pensem “melhores condições de vida”… Quem vai se beneficiar são aqueles que tem poderes econômicos e querem poder politico para acabar aumentando suas riquezas deixando ainda a população a mercer de seus interesses… Pessoas que nem são de nossa região… esse que é o problema…. Quem tem que brigar são os paraenses que tem orgulho de sua terra para que não sejam manipulados por pessoas hipócritas que figem estar do vosso lado, mas só querem ver todos na miséria… e como sempre cidadãos do sul se beneficiando e nós ficam para trás…
    PRA MIM JÁ BASTA…. SOU CONTRA ESSA DIVISÃO E A FAVOR DE MELHORAS PARA TODOS….
    o sul ja foi muito beneficiado…. o Pará todo precisa de melhoras……

  • GOSTARIA DE SABER ONDE ESTÃO ESTES BENEFÍCIOS QUE VOCÊ CITOU, POIS EM MINHA REGIÃO NUNCA OS VI.
    GOSTARIA DE TE DIZER QUE ´HUMANAMENTE PIORAR A SITUAÇÃO DO POVO SUL PARAENSE É IMPOSSÍVEL. A NÃO SER QUE SE FAÇA O O MESMO QUE ADOLF HITLER FEZ, SÓ SE FIZER DESTA FORMA. AI SIM PODE PIORAR A NOSSA SITUAÇÃO. ACHO QUE VOCÊ DEVERIA FAZER O MESMO QUE EU FIZ, GASTA ALGUNS DIAS DA UMA VOLTA NESTE ESTADO, VEJA A NOSSA REGIÃO TÃO RICA E TÃO POBRE AO MESMO TEMPO, PRODUZ TUDO E NÃO FICA COM NADA. NOSSOS IMPOSTOS NUNCA RETORNAM , VIVEMOS OUVINDO PROMESSAS, E MAIS PROMESSAS. SERÁ QUE NO FUNDO VOCÊ CONCORDA EM VER SEUS IRMÃO DESTA REGIÃO MORREREM A MÍNGUA? PENSA BEM?

  • O estado do Pará não necessita de divisão, e sim, políticas públicas sérias. Precisa-se, também, de políticos compromisados e não de politicagem. Posso afirmar, que o real motivo destes políticos, criadores da lei separatista, é aproveitar os cargos políticos que estes estados, depois de criados, iram lhes proporcionar. Giovani Queiroz e Lira Maia, entre outros, com os estados criados, ficaram no poder até suas mortes. E depois de enterrados, deixaram os cargos como herança para seus filhos. E que, por fim, se perpetuará para os netos, bisnetos, tataranetos e muitos outros tatas. Como diz um velho chavão “POVO QUE NÃO CONHECE A SUA HISTÓRIA ESTÁ CONDENADO A REPETILA”. Não vamos deixar que está história se repita como aconteceu em Tocantins, que depois de 10 anos desmembrado, não consegue andar com suas próprias “pernas”, dependendo da UNIÃO. E advinha, quem mantem a união? somos todos nós através de robustos impostos. Não se deixe cair na conversa de pessoas sem escrupulos, não seja marionete, pesquise sobre o assunto e crie sua própria opinião, seja crítico, pois, somente assim que podemos mudar a realidade social em que estamos inseridos

  • Bom msm o texto (y) vllw por me ajudar no meu trabalho…

  • É SE ISSO FOSSE VERDADE, AINDA ASSIM EU VOTARIA NO SIM, NÃO MUDARIA MEU VOTO, POIS AQUI NO PARÁ ISSO JÁ ACONTECEU SEM NEM MESMO A DIVISÃO TER SE CONCRETIZADO, PESSOAS JÁ ESTÃO SE PERPETUANDO NO PODER, E VOCÊ SABE QUE ISSO É VERDADE, AGORA ESTAREI PEDINDO A DEUS QUE NOS DÊ A CHANCE DE NOS LIVRAR DESTES ENCOSTOS, MEU AMIGO DEVEMOS PENSAR EM NÓS MESMOS E TAMBÉM NO POVO, CHEGOU A HORA DO POVO VER SEU SONHO CONCRETIZADO, LIBERDADE,LIBERDADE,LIBERDADE,LIBERDADE,LIBERDADE., O SIM É A LIBERDADE DO POVO DA REGIÃO SUL, EU SEREI LIVRE, EU SEREI A LIBERDADE, E VEREI A VIDA DE BRILHAR CHEIA DE ALEGRIA PRA MIM E PARA OS MEU IRMÃOS, SULISTAS.EU VOTO SIMMMMMMMMMMMMMMMMM…………………!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • A VERDADE SOBRE O SUL DO PARÁ. PORQUE VOCÊ ACHA QUE NÃO QUEREM A DIVISÃO? É PORQUE SÃO BONZINHOS E NÃO QUEREM O NOS VER SOFRENDO? OU SERÁ QUE É PORQUE SOMOS A GALINHA DOS OVOS DE OURO?, VEJA E COMPARE O ARRECADAMENTO FEITO PELO ESTADO SOMENTE EM XINGUARA QUE É UM MUNICÍPIO DE 40 MIL HABITANTES., NÃO ESTAMOS FALANDO DE MARABÁ NEM DE PARAUAPEBAS,.. OU TUCURUÍ, ESTAMOS FALANDO DE UMA CIDADE PEQUENA, ESTOU FALANDO DE XINGUARA-PA. POIS EXISTEM MUITAS CIDADES MAIS RICAS QUE ESTA. AGORA VAMOS AOS NÚMEROS QUE O GOVERNO DO ESTADO FORNECEU. FONTE DESTA NOTICIA BLOG DO EDIMAR BRITO. O crescimento na arrecadação de quase cem por cento em comparação a 2010 coloca a Agência da Secretaria de Estado da Fazenda do Pará, em Xinguara, entre as primeiras em arrecadação de tributos estaduais na região sul do Pará.

    De acordo com o chefe da SEFA de Xinguara, Albert Tortola de Sousa, o crescimento na arrecadação de tributos se deve a principalmente dois fatores: um é o trabalho firme feito pelos fiscais da instituição, e o outro, fica por conta do controle feito pela tecnologia usada pela SEFA no combate a sonegação de impostos em todos os municípios do território paraense.
    Ainda conforme explicação de Tortola, de janeiro a setembro de 2010 foram arrecadados R$ 7.873,406,00. Já no mesmo período de 2011, a soma já é de R$ 13.182.420,00, um crescimento de quase cem por cento, que ele avaliou como positivo. PENSE BEM MEU AMIGO SOMOS A PARTE RICA DESTE ESTADO E SABEMOS DISSO, DEVEMOS VOTAR É SIM E PRONTO…………SIMMMMMMMMMMMM 77 NELES SIMMMMMMMMM

  • Moro na area que vai pertencer a Carajas,acho que devia ter uma votaçao para populaçao decidir.Muitas pessoas nao sabem dessa divisâo.

  • simplesmente os recursos que são disponibilizados para a capital Belem e o mesmo do que vai para as cidades pequenas do estado claro que vai de acordo com numero populacional então a divisão vai criar mais cargos pra incompetentes e isso mostra o grande apoio politico desta divisão que afunda mais e mais a credibilidade deste pais.

  • EU ME ATREVO A DIZER QUE, CONFIRMADA A DIVISÃO, EU NÃO TENHO DÚVIDA DE QUE QUATRO ANOS DEPOIS JÁ SEREMOS, UM DOS 4 ESTADOS MAIS RICOS DESTES PAÍS, SÓ UM CEGO NÃO CONSEGUE VER ISSO. E SENDO INVESTIDO AQUI AQUILO QUE PRODUZIMOS COM CERTEZA NOSSO ESTADO SERÁ O MAIS BEM CUIDADO DA REGIÃO NORTE.

  • CAROS AMIGOS QUE LERAM ESSE INFORMATIVO, VENHO RESALTAR UM PONTO MUITO IMPORTANTE QUANDO SE TRATA DE INFORMAÇÃO; SABEMOS QUE “CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS” DITADO POPULAR E TAMBÉM PROVÉRBIO ÚTILIZADO NO MEIO JUDICIAL, OU SEJA,NÃO PODEMOS SOFRER POR UMA DOR QUE AINDA NÃO EXISTE.MESMO QUE TAIS DADOS APRESENTADOS NO TEXTO ASSIMA SEJAM BASEADOS EM FATOS OCORRIDOS NA NOSSA REALIDADE, MAS SERIA IGNORANCIA DE NOSSA PARTE FECHARMOS OS OLHOS E FINJIRMOS QUE TUDO VAI BEM,AINDA AFIRMAR QUE COM A MUDANÇA TUDO SERÁ MAL.

    INDEPENDENTE DE QUAL POLITICO IRA TIRAR PROVEITO DE “X” OU “Y” BENEFÍCIO SOBRE A SITUAÇÃO,TEMOS QUE ANALIZAR ESSE FATO HÍSTORICO QUE A SOCIEDADE ESQUECIDA DO NORTE DESSE PAÍS, CHAMADO BRASIL, ESTÁ VIVENDO. NÃO PODEMOS SIMPLISMENTE PENSSAR APENAS NO PRESENTE, DE FORMA EGOISTA, MÁS SIM ÚTILIZAR UMA VIZÃO DE ÁGUIA, E VER BEM LONGE NO FUTURO, OS BENEFÍCIOS QUE O DESENVOLVIMENTO IRÁ TRAZER EM PRÓL DA SOCIEDADE COMO UM TODO.

    IREI DAR UM EXEMPLO BEM SIMPLES PARA QUE VOCES AMIGOS LEITORES POSSAM VER O FATO POR OLTRO ÂNGULO:

    IMAGINE UMA FAMÍLIA QUE MORA EM UMA CASA DE TRÊS COMODOS BEM SIMPLES, TÁ? AGORA A FAMÍLIA CRESCEU E TERÁ QUE ALMENTAR O TAMANHO DA CASA. ENTÃO 1º,O LIDER DA CASA TERAR QUE APERTAR O ORÇAMENTO MENSAL PARA PODER COMPRAR O MATERIAL E CONSTRUIR MAIS UM COMODO ( UM QUARTO),MÁS COM TODO O APERTO, CORTE DE GASTOS E ETC… MESMO ASSIM A FAMÍLIA NÃO COSEQUIL TERMINAR A OBRA, EM VISTA QUE LEVANTARAM A PAREDE,FIZERAM O PISO E TODA A ESTALAÇÃO ELÉTRICA E HIDRAULICA DO NOVO COMODO,MÁS FALTOU REBOCAR AS PAREDES, QUE SÓ COM O PASSAR DE ALGUNS MESES A OBRA FOI CONCLUIDA.

    ANALIZANDO ONDE ESTAVA O PROBLEMA CHEGOU-SE A CONCLUSÃO, MESMO TER CIDO FEITO TODO O ORSAMENTO DE QUANTO IRIA SER GASTO NA OBRA, OCORRERAS ALGUNS TROPEÇOS OU GASTOS ESCESSIVOS NO DECORRER DA CONSTRUÇÃO DO COMODO, COMO GASTOS PARALELOS.

    MORAL DA HISTÓRIA, MESMO PLANEJANDO,ORGANIZANDO E FISCALIZANDO A OBRA, NEM SEMPRE A MESMA SAI COMO PLANEJAMOS E NEM NO TEMPO DESEJADO. ESSE É O EXEMPLO DE PERSEVERANÇA QUE TEMOS QUE ÚTILIZAR E ENCARAR QUE NESSE MUNDO CHAMADO NORTE DO BRASIL,TERRA DA POBREZA,DE ÍNDIO COMO É CHAMADO AI FORA, DE ATRAZO,DE TRABALHO ESCRAVO INFANTIL E EXPLORAÇÃO SEXUL COMO É CONHECIDA NOSSA REGIÃO NA MÍDIA,PODE SIM SER MUDADA E PRA MELHOR. BASTA O POVO QUERER A MUDANÇA,E FISCALIZE TODO ESSE PROCESSO , ACOMPANHANDO O CRESCIMENTO PROGRESSIVO TERRITORIAL, ECONÔMICO E POPULACIONAL DESSA NOVA DIVISÃO, E QUE VENHA AS MELHORIAS,POIS,AS DIFICULDADES TEM QUE SEREM ENCARADAS NA ESPERANÇA DE DIAS MELHORES QUE VIRÃO.

    E FÍSICAMENTE FALANDO “NADA SE PERDE TUDO SE TRANSFORMA”.

    SEJA O QUE DEUS QUISER

    • É isso aí valterlan,temos que acreditar na mudança sim,porque pior do que tar não fica.

      EU TAMBÉM DIGO SIM A CRIAÇÃO DOS ESTADOS !

  • É isso aí valterlan

    EU TAMBÉM DIGO SIM A CRIAÇÃO DOS ESTADOS ,TAPAJOS E CARAJAS

  • Valterlan;
    Adorei quando vc disse que o Pará será um dos estados mais ricos do Brasil…bem egoísta essse seu pensamento, uma vez que sequer se preocupa com o que seria Carajás e Tapajós….seria muito fácil, vcs estariam retirando as áreas mais pobres do estado, como se faz com um câncer, jeito simples de resolver o problema do Pará não é mesmo??? Digo isso mais especificamente em relação ao que seria Tapajós…muito fácil separar a parte mais pobre…que pensamento egoísta e nada cidadão!!!

  • VALDIMAR-XINGUARA-PA RESPOSTA PARA TATIANA . você não acha que já está passando da hora do povo do fututo estado de carajás e tapajós também serem felizes? você desconhece que se tratando de tapajós existem políticas públicas exclusiva pra estado que possuem areas especiasi de florestas? e que se tratando de carajás. apesar de não ser uma região mais tão conservada ecológicamente falando, mais por outro lado carajás é uma região auto-suficiente. pois é um estado que já nasce milhonário. assim como o pará que apesar de pequeno, continuará sendo a potência turística da região norte. você não consegue perceber que com a divisão todos só têem a ganhar? não podemos ser egoístas afinal a felicidade é um direito de todos, parabéns amigo valterlan, você foi feliz no seu comentário. é isso aí, é sim mesmo, sempre simmmmmmmmmmmm

  • POIS EU DIGO NAO,E NÃO E NÃO,O POVO SEM NOÇAO,NAO ESTA VENDO QUE O PARÁ FICARA COM A PARTE MAIS POBRE.

  • o Pará nao pode ser dividido por que as maiores riquezas ficara com carajas e tapajos. ai nos que iremos ficar na parte que vai ser o Pará seremos pobres, nos iremos ter que comprar tudo mais caro. e as nossas riquezas vao ficar do outro lado

    • Se o estado for dividido e essa região que será o novo Pará ficará pobre, então você poderia me explicar por que hoje essa é a região mais rica do estado?

  • Quero frisar que a luta pelo Estado do TAPAJÓS não é recente, ela acontece há mais de 30 anos, mas infelizmente apenas agora conseguiram esse plebiscito. As pessoas que moram na Região do Tapajós e Carajás, sabem por que gritam para conquistar seus estados, pois a divisão financeira não é igualitária, pois ficam com sobras. Eles lutam por igualdade… DIGA SIM E SIM… não queremos dividir o Pará, queremos que ele viva com o que é dele, com seu carimbó, tacacá, vatapá, maniçoba, e sua renda financeira, que viveremos com Nosso Sairé, tambaqui, acari, e nossa verdadeira renda, pois estamos cansados de sustendar o PARÁ.

  • Olhem o estado do Tocantins deu certo torcemos para q o povo do Para saia ganhando.

  • Reginaldo, EU tbm DIGO SIM(77) a DIVISÃO e nao a CENTRALIZAÇÃO, ao DESENVOLVIMENTO e Nao ao ISOLAMENTO!!!!!!!!!!
    SIM a Criação dos Estados, TAPAJÓS, CARAJÁS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • O certo é que nossa região é esquecida pelo estado, e que qualquer coisa que tivermos que fazer, reclamar, e resolvido na capital. A criação é um basta ao descaso, tendo em vista que esta região pode caminhar só por ser detentora de grandes recursos naturais e acabar com essa dos impostos irem pro estado e não voltar em melhorias para esta região. Sim ao Tapajós e Carajás.

  • Ah ia esquecendo: Qdo confirmarem a descoberta de petróleo abundante na costa paraense essa conversa de divisão acaba na hora.

  • Quem nasceu na area q sera dividida ñ vai ser mais PARAENSE, e sim TAPAJONENSE e
    CARAJAENSE… muito podre essa idéia…

  • ”eu abro mão desse amor pra ver pessoas com melhor qualidade de vida” , sabe o que tu vai ver nem amor e nem qualidade de vida!, mas cada tem sua opinião. (:

  • NÃO PODEMOS DEIXAR QUE NOS VENHAM INTIMIDAR, TEMOS QUE LUTAR ATÉ O FIM, DEUS JÁ FEZ O SOL E A LUA PARAR UMA VEZ POR CAUSA DO SEU POVO, MAIS FOI PRECISO TER FÉ, E É BASEADO NESTA FÉ QUE DEVEMOS LUTAR E ACREDITAR QUE SEREMOS LIVRE DESTA ESCRAVIDÃO,MEU VOTO É SIM, DIA 11 DE DEZEMBRO É 77, É SIM COM MUITA FÉ COM MUITO AMOR, A DOR DO MEU IRMÃO QUE MORRE POR FALTA DE HOSPITAL E DE MÉDICO EM NOSSA REGIÃO, OU POR ACIDENTES NAS ESTRADAS ESBURACADAS TAMBÉM É A MINHA DOR, A INDIGNAÇÃO DO MEU VIZINHO É A MINHA INDIGNAÇÃO, POR ISSO EU VOTO SIM, DIA 11 DE DEZEMBRO O MEU VOTO É 77

  • QUEM É CONTRA A DIVISÃO ACREDITA EM PAPAI NOEL E TAMBÉM NA EXISTÊNCIA DE SUPER-HERÓI , ACHA QUE ESTA TURMA QUE GOVERNA ESTA ESTADO PODE MUDAR DA ÁGUA PRO VINHO, TEMOS QUE VER QUE ALGUÉM SÓ MUDA SE QUISER, E ESTES QUE ESTÃO AÍ NO PODER SÃO VELHOS CONHECIDOS DE NOSSA REGIÃO, ELES QUEREM TUDO MENOS NOS VER BEM, SUAS OBRA EM NOSSA REGIÃO SÃO SÓ DE FAIXADA, PRA DIZER AO POVO DA CAPITAL QUE NO INTERIOR ANDA TUDO BEM. QUEM MORA AQUI É QUE SABE. É AQUELE VELHO DITADO QUEM CALÇA O SAPATO É QUEM SABE ONDE ELE ESTÁ APERTANDO SEU PÉ. EU ME ATREVO A DIZER QUE NENHUM SUL PARAENSE CONSEGUIRIA MAIS DEPOSITAR A SUA CONFIANÇA EM UM DESTE QUE ESTÃO AÍ LUTANDO CONTRA A SUA LIBERDADE. POIS QUE É CONTRA. SIMPLESMENTE É SEGO OU NÃO TEM SENTIMENTO OU COMPAIXÃO PELO SEU PRÓXIMO, EU VENHO AQUI PEDIR AOS NOSSO IRMÃO DE BELÉM, QUE NÃO É PRECISO ACREDITAR NO QUE EU FALO. AVERIGUEM A SITUAÇÃO EM QUE VIVEM O POVO DA REGIÃO SUL E DEPOIS DECIDAM OS SEUS VOTOS, POIS PELO AMOR QUE HÁ NO CORAÇÃO DAS PESSOAS DESTA CAPITAL TÃO HOSPITALEIRA, COM CERTEZA NOS AJUDARÃO NESTA LUTA. ABRAÇO A TODOS.

  • Se dividir o nosso Estado do Pará for bom para melhorar a qualidade de vida de milhoes de habitantes do Brasil, porquê não dividir o estado de Minas Gerais? da Bahia? ou qualquer outro estado….
    Essas ladainhas de que dividindo o meu estado do Pará vai melhorar a vida do povo de Tapajós e Carajás está mais “pra melhorar o bolso dos que querem essa divisão”.
    DIGO NÃO A DIVISÃO DO ESTADO.
    OS QUE NÃO ESTÃO SATISFEITO DE FICAREM AQUI, QUE SE RETIREM DAQUI

  • O Pará tem que ficar como está, nada de droga de divisão, pra que dividir? pra voces ficarem com nossas riquesas, pra aumentarem os impostos., pra isso que voces querem,

  • eu não sou politico, e nem pretendo ser, se que militante de partido algum eu sou. sou apenas um cidadão que não aguenta mais tanta roubalheira, e sei que é possivel mudar, por eu digo sima divisão, e cada um vá pro seu rumo,77 ok abração galera fuiiiiiiiiiiiiii

  • Vcs querem mas politicos coruptos que nos tiram as verbas publicas que deveria ser construida escola,hospitais,crecher, martenidade vcs querem ver na tv machetes novamente que diz o Pará está em primeiro lugar em marginalizão, prstituição. corupção etc…diga “NÃO” presizamos e de politicos serios que brigues para reverter esse quando e coloquem o Pará em primeiro lugar em desemvolvimento e em crecimento……..por isso eu digo “NÃO” eu quero meu estado “”””””GRANDE”””””””

  • O plebiscito a ser realizado no Pará no final do ano, só diz respeito a população local e não ao Pará como um todo, apenas os paraenses das áreas tapajocas e carajenses é quem de fato, devem decidir se querem ou não se separar do núcleo, já que se trata do bem-estar sócio-econômico deles. Do contrário, de nada irá adiantar a realização do referendo popular. O que tem de gente por aí falando um monte de bobagens, são pessoas egoístas e ignorantes no sentido leigo por desconhecer as razões de descontentamentos dos separatistas (autonomistas) que lutam há anos por autonomia, pois elas já estão mais do que cansadas do abandono do poder público do núcleo (governo estadual). E depois, uma nação com dimensão de área e população continental como é o Brasil, mal dividido geograficamente, principalmente no quesito sócio-econômico, as diferenças regionais são intensas e é exatamente aí que se esconde o lado pobre e abandonado de um Brasil desconhecido, lugar que nem mesmo o censo do IBGE chega por lá! Os separatistas querem sair do anonimato que tem se perpetuado ano após ano e o marasmo continua.

  • SENHORES, O NORTE DO BRASIL TERÁ MAIS 6 SENADORES, TEREMOS MAIS FORÇA EM BRASÍLIA, JUNTOS PODEREMOS MELHORAR A REGIÃO MAIS ABANDONADA DO PAIS. SE FOSSE BOM TER ESTADOS GRANDES ALAGOAS, PERNAMBUCO E SERGIPE JÁ TERIAM SE UNIDO, O MESMO PARA O RIO DE JANEIRO E ESPÍRITO SANTO.

    O CANADA TEM ESTADOS GRANDIOSOS POR QUE A MAIOR PARTE DO TERRITÓRIO ESTA EM BAIXO DE GELO, AGORA POR QUE NÃO COMPARAMOS COM OS EUA, QUE TEM 50 ESTADOS, SERÁ QUE LÁ ELES ERRARAM, PARECE QUE DEU CERTO!!!

  • tem gente que parece que gosta de ver pessoas sofrendo, o pará é grande demais, é impossivel cuidar de um estado tão grande destes, hoje por exemplo, as estradas da região sul estão todas num estado de total abandono, Entra ano e sai ano, mais o pará parece que não tem governador, na verdade se você percebe, sofrimento na capital no interior é pior, e tem uma turma que ainda abre a boca pra dizer, que se alguém está sofrendo no interior é só ir embora, mais esta mesma pessoas vive lá na capital morrendo a míngua na fila de um posto de saúde, e mesmo assim que que o pará continue grande, mesmo que o sofrimento seja maior que o estado, ainda assim ele que que o estado seja grande, …. sabe de uma coisa eu tô pouco me lixando, o estado de Carajás se concretizando, e não der certo e for preciso dividir de novo pra que fique do tamanho de um município do tamanho do município de sapucaia, pois eu voto pra dividir, se for pra dividir dez vezes eu voto, comigo é assim não tem dor de cotovelo,…. agora eu vou mesmo da uma de apaixonado vendo pessoas sofrendo perto de mim… estas pessoas que não querem a divisão são comparadas a um homem que se casa e a mulher chega pra ele e diz que não o ama mais,,,, mais ele continua insistindo pra que ela não o deixe, E SE ELA INSISTIR ME DEIXA-LO ELE FAZ UM ESCÂNDALO , temos que saber ganhar e saber perder, se não há amor porque continuar com o relacionamento, tirar a vida da outra pessoas, simplesmente pra dizer que se não ficar com você também não ficará com ninguém, não podemos exercer este sentimento autoritário sobre as pessoas. o POVO SUL-PARAENSE TEM O DIREITO DE IR E VIR, ELES TÊM O DIREITO DE SER LIVRES, NÃO ADIANTA INSISTIR MAIS CEDO OU MAIS TARDE ELES ACABARÃO SENDO LIVRES, SE VOCÊ FORÇAR ALGUÉM A FICAR COM VOCÊ, SAIBA QUE AMSI TARDE ESTE ALGUÉM VAI ACABAR TE ODIANDO, SENTINDO NOJO AO TI VER, PENSE BEM FIQUE SEMPRE COM ALGUÉM SE HOUVER AMOR, O POVO DA REGIÃO SUL NÃO CONFIA MAIS EM NENHUM GOVERNADOR DESTE ESTADO, POIS NENHUM FEZ ALGO POR ESTA REGIÃO, TUDO O QUE FIZERAM FOI DE FAIXADA, E ASSIM PERDERAM A CONFIANÇA DESTE POVO, EU FALO POR MIM EU NÃO CONFIO EM NENHUM DOS POLÍTICOS QUE DIZER SER CONTRA A NOSSA LIBERDADE. POIS SÃO OS MESMOS QUE NOS TRAÍRAM NO PASSADO. MEU VOTO É 77 O MEU VOTO É SIM

  • tem gente que parece que gosta de ver pessoas sofrendo, o pará é grande demais, é impossivel cuidar de um estado tão grande destes, hoje por exemplo, as estradas da região sul estão todas num estado de total abandono, Entra ano e sai ano, mais o pará parece que não tem governador, na verdade se você percebe, sofrimento na capital no interior é pior, e tem uma turma que ainda abre a boca pra dizer, que se alguém está sofrendo no interior é só ir embora, mais esta mesma pessoas vive lá na capital morrendo a míngua na fila de um posto de saúde, e mesmo assim que que o pará continue grande, mesmo que o sofrimento seja maior que o estado, ainda assim ele que que o estado seja grande, …. sabe de uma coisa eu tô pouco me lixando, o estado de Carajás se concretizando, e não der certo e for preciso dividir de novo pra que fique do tamanho de um município do tamanho do município de sapucaia, pois eu voto pra dividir, se for pra dividir dez vezes eu voto, comigo é assim não tem dor de cotovelo,…. agora eu vou mesmo da uma de apaixonado vendo pessoas sofrendo perto de mim… estas pessoas que não querem a divisão são comparadas a um homem que se casa e a mulher chega pra ele e diz que não o ama mais,,,, mais ele continua insistindo pra que ela não o deixe, E SE ELA INSISTIR ME DEIXA-LO ELE FAZ UM ESCÂNDALO , temos que saber ganhar e saber perder, se não há amor porque continuar com o relacionamento, tirar a vida da outra pessoas, simplesmente pra dizer que se não ficar com você também não ficará com ninguém, não podemos exercer este sentimento autoritário sobre as pessoas. o POVO SUL-PARAENSE TEM O DIREITO DE IR E VIR, ELES TÊM O DIREITO DE SER LIVRES, NÃO ADIANTA INSISTIR MAIS CEDO OU MAIS TARDE ELES ACABARÃO SENDO LIVRES, SE VOCÊ FORÇAR ALGUÉM A FICAR COM VOCÊ, SAIBA QUE AMSI TARDE ESTE ALGUÉM VAI ACABAR TE ODIANDO, SENTINDO NOJO AO TI VER, PENSE BEM FIQUE SEMPRE COM ALGUÉM SE HOUVER AMOR, O POVO DA REGIÃO SUL NÃO CONFIA MAIS EM NENHUM GOVERNADOR DESTE ESTADO, POIS NENHUM FEZ ALGO POR ESTA REGIÃO, TUDO O QUE FIZERAM FOI DE FAIXADA, E ASSIM PERDERAM A CONFIANÇA DESTE POVO, EU FALO POR MIM EU NÃO CONFIO EM NENHUM DOS POLÍTICOS QUE DIZER SER CONTRA A NOSSA LIBERDADE. POIS SÃO OS MESMOS QUE NOS TRAÍRAM NO PASSADO. MEU VOTO É 77 O MEU VOTO É SIM, TEMO QUE ACREDITAR QUE A MUDANÇA É POSSÍVEL SIM

  • — ´ O texto é otimo , pois mostra que os mais prejudicados serão os paraenses ..
    Somos CONTRA . CONTRA .essa divisão injusta .se for preciso faremos manifestações contra a divisão …. se tivver guerra estaremos lá . para defender o nosso estado . desses politicos que só querem as riquezas naturais do nosso estado…..

    somos contra a divisão . e vamos lutar pelo que é nosso por direito .!

  • lutaremos por nossa liberdade até o fim, eu não me orgulho nem um pouco em ser paraense e ver meus amigos sofrendo, essa perseguição que eles tem sofrido, alias nós temos sofrido. EMU VOTO É SIM É 77

  • naaaaooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!

  • DIGA NÃO E NÃO CONTRA DIVISÃO DO PARÁ
    NÃO E POR OLGULHO DE PARAENSE,
    EVITAR ESSA BURRICE, DE UM CERTO IGNORANTE
    NÃO E SÓ SUL PARÁ QUE E SOFRIDO MAS SIM ESTADO TODO
    PELA MAL ADMINITRAÇÃO DO GORVENO
    EU DIGO SIM QUANDO UM DIA FAZEM UMA VOTAÇÃO PARA TIRAR ESSE CORRUPTOR DO SENADOR NA SIM ESTA MOTIVO DE TANTA POBREZA
    DO NOSSO ESTADO

    • E verdade no senador só tem corruptor
      isso e mas coisa de politico q
      querem se beneficias dos recurso
      depois da divisão ainda engana povo do sudeste
      ou tapajos, fazem colegio um hopital fica por isso
      depois dando deculpa por falta de recurso
      SOUUUUUUUUUUU CONTRAAAAAAAAAAA A DIVISÃOOOOOOOOOOO
      POR ISSO DIGO NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

  • VOTAR NÃO SIGNIFICA TER MEDO. TER MEDO DOS POLÍTICOS QUE ESTÃO SE REVESANDO NO PODER DESTE ESTADO A ANOS E NADA FAZENDO PELO POVO QUE VOTA NÃO É PORQUE GOSTA DO CONFORMISMO, GOSTE DE SER MANIPULADO, GOSTA DE RECEBER PAR DE BOTAS NA ÉPOCA D ELEIÇÃO, TAPINHAS NAS COSTAS, CESTAS BÁSICAS,,, É SEMPRE AQUELA QUESTÃO EU VOU VOTAR EM FULANO PORQUE ELE É BONZINHO, NÓS NÃO TÍNHAMOS NADA PRA COMER, E IMAGINA SÓ O QUE ACONTECEU FULANO,,, POIS O POLITICO FULANO DE TAL , NÃO APARECEU LÁ EM MINHA CASA EU EU CONTEI A MINHA SITUAÇÃO PRA ELE É ELE SE COMOVEU COM A MINHA DOR E ME DEU UMA CESTA BÁSICA, ELE É TÃO BONZINHO MINHA FAMÍLIA TODINHA VAI VOTAR NELE,,,BOM EU ESPERO QUE A CESTA BÁSICA DURA QUATRO ANOS É QUE ESTA SEJA A ÚNICA NECESSIDADE QUE SUA FAMÍLIA VENHA PASSAR.,…. É HORA DE ACORDAR O POVO DA REGIÃO SUL NÃO ACREDITA MAIS NESTA PIADAS CESTAS BÁSICAS JÁ NÃO FUNCIONAM POR AQUI…. É BOM QUE SAIBAM QUE NOSSO POVO JÁ ESTÁ BEM INSTRUÍDO.. E POR ISSO VOTA SIM ATÉ UM MILHÃO DE VEZES SE FOR NECESSÁRIO. 77 SIM 77 SIM 77

  • EU ACHO QUE ESSAS PESSOAS TÃO E SEM O QUE FAzER PARA iNVENTAR UMA COISA DESSA [***conteúdo excluído***]……….

  • Meu voto ainda e Não e Não
    não se esqueça NÃO 55

    • DIVISÃO NÃO POIS ESTARÁ EM JOGO OS NOSSOS VALORES, A NOSSA CULTURA,,,, E ISSO,, E AQUILO.
      POIS EU SOU BEM CLARO EM DIZER,, DANE-SE OS VALORES. A DIGNIDADE DO POVO ESTÁ CIMA DE CULTURA DE VALORES E TUDO QUANTOS QUANTO POSSA LHES CAUSAR SOFRIMENTO. AFINAL AQUI NA REGIÃO SUL NINGUÉM NEM SABE DA EXISTÊNCIA DESTAS COISAS. NOSSA REGIÃO É RICA O BASTANTE PRA DESENVOLVER SUA PRÓPRIA CULTURA, E E OLHA QUE COM CERTEZA ELA SERÁ BEM RICA. E COM CERTEZA BEM DIVERSIFICADA. POR QUE AQUI TEM GENTE INTELIGENTE, PESSOAS CRIATIVAS É O QUE NÃO FALTA AQUI… SERÁ MUITO BOM VER O QUE PRODUZIMOS SER INVESTIDO AQUI MESMO.. SIM AFINAL SE NOSSA REGIÃO PRODUZ É BEM JUSTO QUE TAMBÉM POSSO DESFRUTAR DA QUILO QUE PRODUZ… O PARÁ TEM O TURISMO QUE PODERÁ DESFRUTAR. SIM SERÁ BOM PRA TODO MUNDO. TANTO PRO DE CARAJÁS QUANTO PRA ESTE GOVERNO PREGUIÇOSO QUE AÍ ESTÁ, AFINAL ELE DETESTA TRABALHAR MESMO.ELE NUNCA GOSTOU MESMO DESTA REGIÃO,.. ACHO QUE O DIVÓRCIO SERÁ MESMO A MELHOR COISA NESTE CASO. SIM 77

  • Devemos, então, votar não à divisão do estado e deixar as populações carentes como estão, por causa do custo da criação desses estados? A criação dos estados de Carajás e Tapajos pode ser “antieconomica”, mas não podemos dizer que é antidemocrática.

  • A solução é eleger políticos decentes e não corruptos ao invés de criar mais estados. São Paulo se governa com 41 milhões de habitantes, por que o Pará com 7 milhões não? Não é questão de ampliar a participação da região no governo federal, é questão de se escolher um governante ou pelo menos deputados que priorizem as regiões em necessidade ao invés de se instalarem na capital e enriquecer a região de Belém.
    diga não e não meu pará nínguem divide meu voto 55

  • A solução é eleger políticos decentes e não corruptos ao invés de criar mais estados. São Paulo se governa com 41 milhões de habitantes, por que o Pará com 7 milhões não? Não é questão de ampliar a participação da região no governo federal, é questão de se escolher um governante ou pelo menos deputados que priorizem as regiões em necessidade ao invés de se instalarem na capital e enriquecer a região de Belém.
    diga não e não meu pará nínguem divide meu voto 55

  • eu só quero saber se ñ existe prefeito na cidade de vcs?
    sou contra hoje e sempre meu voto e 55 não

  • boa noite pessoal discordo que no sul do Pará haja so cidadões de outros estado, Eu sou Paráense e sou a favor da divisão deste estado não tem nada aver esta região sul com a região norte somos diferentes precisamos crescer ser Idependentes chega de Esploração não aguento mais sempre os melhores recursos o governo do estado Aplica em Belem cansei diso sou a favor da divisão.

    Sou Paráense e sou a favor da divisão e ponto.
    [***comentário editado***]

  • TAPAJOS E CARAJAIS JUNTOS SEREMOS INVECIVEIS DIA 11 DE DEZEMBRO VO VOTAR 77 SIM A FAVOR DA DIVISÃO. ESTAMOS TODOS ESPERANÇOSOS E VAMOS CONSEGUIR SER IDEPENDENTES FORA SANGUE SUGAS DO NORTE.

  • ñ, nao a divisao do para, fora invejosos, nosso estado e bem grande e seremos sempre paraenses…

  • vamos paraenses, vamos a luta de ñ deixar nosso estado fikar tao desvalorizado, o para e bastante grande vamos juntos votar não a divisao do nosso estado. eles kerem deixar nosso estao pekeno. axo ki tao e com inveja, ou num sabem trabalhar, ha, essas pessos ki nem paraense são fikam na sua ñ se metem no ki num examado,,,

  • Vocês que querem a divisão do nosso estado não são PARAENSES, vocês são PARASITAS. Está aí a prova, com suas lideranças recorrendo ao STF para que a consulta seja exclusiva nas regiões do Tapajós e Carajás que fazem parte do NOSSO ESTADO DO PARÁ. Uma atitude suja e totalmente condizente com suas verdadeiras intenções finais.
    vote 55 contra a divisão do Pará

  • EU DESAFIO O MARCELO E O ROGÉRIO A ME MOSTRAR UM POLITICO HONESTO AQUI NO PARÁ, PRA QUE EU VOTE NELE.. CARA TODOS ESTES QUE ESTÃO AÍ NO PODER JÁ SE ENVOLVERAM EM ESCANDA-LOS NÃO TAPEM O SOL COMA A PENEIRA, SE NÃO DIVIDIRMOS ESTE ESTADO URGENTE NÓS JAMAIS IREMOS CAÇAR ESTES POLÍTICOS MALAS QUE AÍ ESTÃO,,, ANALISEM BEM,,, ELES QUANDO NÃO CONSEGUEM VOTOS AQUI NO INTERIOR, AÍ PARTEM PRA CAPITAL, PRA ILUDIR UM BANDO DE PESSOAS QUE ESTEJAM SOFRENDO PRECISANDO DE CESTAS BÁSICAS E ETC.E DA MESMA FORAM QUANDO NÃO CONSEGUEM AI PROCURAM ENCONTRAR NECESSITADOS AQUI EM NOSSA REGIÃO… AGORA A DIVIDINDO. O ESTADO ELES NÃO TERÃO PRA ONDE CORRER.. OS QUE FICAREM AQUI MORRERAM DE FOME, E OS QUE FICAREM EM BELÉM É SÓ BELÉM CAÇAR ELE NO VOTO TAMBÉM. GENTE RUIM TEM QUE DESAPARECER DO MAPA, COMO É QUE NOSSO POVO CONSEGUE VOTAR SEMPRE NAS MESMAS PESSOAS, MESMO SABENDO QUE SÃO MATADORES DE SONHOS. PESSOAS CORRUPTAS? TEM UM MONTE DELES AÍ NO PODER ESSES CARAS PRECISAM SER CASSADOS NO VOTO. DIVIDINDO O ESTADO QUERO VER PRA ONDE ELES CORRERÃO.

  • meus deus do ceu São paulo Rogerio e uma das amiores cidades do mundo não um estado mal administrado igual o nosso se ta falando besteiras comparar São Paulo com belem É o mesmo que comprar uma mercedes benz com gol sinho popular faça mil favor, Eu so a favor da divisão deste estado ferenho e niguem neste face deste mundo vai mudar minha opnião e ponto. NÃO SOMOS ESCRAVOS DE BELÉM E NUCA IREMOS SER REGIÃO DE TAPAJOS E CARAJAS VOTARAM UNIDAS EM UMA SO IDEOLOGIA CHEGA NÃO A ESCRAVIDÃO ECONOMICA.

  • quem diz nao sabe oque fala sobre a divisao e entre outras coisas q acontecem no pará…o belem nao da conta nem msm na segurança publica da regiao deles e a miseria e pobreza q nao para de crescer, parece q esse povo naop assiste tv …vao ler jornais

  • É ISSO AÍ MOURA,, TEMOS QUE DEFENDER OS NOSSOS INTERESSES, SE PRODUZIMOS RIQUEZAS NADA MAIS JUSTO QUE SERMOS RICOS.. TEM GENTE QUE INSISTE EM CONTINUAR COM UM RELACIONAMENTO QUE NÃO VAI DAR CERTO.. EU JA DISSE É IGUAL AQUELE CARA QUE SABE QUE SUA ESPOSA NÃO O AMA MAIS.. E ENTÃO ELE PASSA A AMEAÇA-LA PRA QUE NÃO SE VÁ E NEM O DEIXO POR OUTRO ELE É CAPAZ DE MATA-LA PRA NÃO DEIXA-LA IR.. MESMO QUE ELA NÃO O AME ELE A QUER POR PERTO,., ASSIM É BELÉM HOJE COM O SUL DO PARÁ NUNCA CONQUISTARAM O NOSSO AMOR, POIS NADA FIZERAM PRA QUE ISSO ACONTECESSE, E COM OS PASSAR DOS DIAS FOMOS CONHECENDO PESSOAS DIFERENTES, QUE NOS ATRAÍRAM COM AMOR, POIS FORAM CAPAZES DE NOS MOSTRAR COISAS MAIS INTERESSANTE QUE CARIMBO E CALYPSO. E MESMO AGORA VENDO QUE NÃO A AMAMOS MAIS AINDA ASSIM QUEREM MANTER UM RELACIONAMENTO, MESMO SABENDO QUE ISSO VAI DA CHIFRE. MEU VOTO É SIM, [***comentário editado***]

  • Considero bastante coerente e correta à leitura do articulista em tela, acerca desse esquartejamento pretendido do território paraense. Isso que estão querendo fazer com o nosso Pará é uma tremenda bandalheira, de traidores e inimigos do Pará e do legítimo povo paraense. Esses bandalhos que pregam a divisão territorial do Pará, mas sempre viveram politicamente sob o manto das causas e coisas paraenses, agora dão o tiro de misericórdia e cospem no prato que ainda comem. Covardes e miseráveis traidores. Só não enxerga quem não quer ver, mas está claro como a luz do sol: esse processo de mutilação do meu Pará é um engodo politiqueiro da pior cepa; os interesses escusos que estão por trás e subterrâneos desse engodo são totalmente contrários as aspirações justas e nobres do povo paraense. Por isso eleitor atente bem e não caia mais uma vez nas armadilhas desses politiqueiros de plantão, que só pensam em se dar bem à custa do seu voto. O futuro do nosso Pará e o seu futuro está em jogo. Você decide. As hienas e abutres estão torcendo pelo resultado dessa decisão. – Ricardo Luiz da Silva Costa.

  • Lembrem-se do plebiscito sobre a questão do desarmamento da população. Quem lembra disso? A idéia era jogar nas mãos da sociedade, o aumento ou a redução da violência causada por armas de fogo mantidas dentro do ambiente doméstico. Ou seja, o objetivo principal era desarmar a população civil em termos gerais, excetuando-se os casos específicos derivados do dever de ofício, sob a hipótese de que se tal objetivo fosse alcançado a violência e morte através de arma de fogo tenderia a níveis controláveis. O objetivo era nobre, de extrema relevância e alcance social, mas lamentavelmente o resultado vitorioso desse plebisicito foi SIM ao armamento. E depois, a mesma população que votou mal, que votou SIM, veio amargar o seu erro sofrendo na própria pele, ou então, sabendo que seu compatriota semelhante sofre com tragédias causadas pelo uso indiscriminado de armas de fogo pela sociedade nacional. E aí os prejuízos são socializados e os benefícios concentrados nas mãos de poucos. Isso é que eu não aceito. E é mais ou menos isso que tende a se repetir nesse plebiscito sobre a amputação, mutilação ou esquartejamento territorial do Estado do Pará e do Povo Paraense que “alguns poucos” estão querendo fazer. Por isso eu voto NÃO a amputação territorial do Estado do Pará.

  • moura são paulo pode se maior cidade do mundo , sim ta certo que o pará nao o melhor estado mas e quando estes politico tirarem todas a riqueza que aqui tem , como e que vai fica o pará em , igual são paulo so poluição , favelas esgotos transbordando , não e culpa nossa se os políticos que agente escolhe não são honesto ,pocha as nossas matas em marabá ,samtarem altamira são todas verdes pois e já andei em todo o meu pará e vou fi muito triste com isto

  • Meu amigo Valdimar Xinguara cada um tem eu modo pensa eu respeito por isso. Estou com meu amigo Rogerio, Moura nos estamos falando do Pará não de Belém mas do Povo Paraense
    “Sou contra a divisão do Pará, pois quanto mais me informo, mais acho obscuro o interesse latente de políticos em defenderem tal matéria. Acredito que a divisão, se ocorrer, será muito mais para atender a interesses individuais de políticos da região do que para melhorar a situação da população paraense, pois muito já teria sido feito se esses que estão querendo dividir o estado estivessem realmente trabalhando em seus gabinetes ou fora deles em políticas públicas para todos e não para um mirrado punhado da elite política estadual,”
    Meu voto é 55 Não a divisão do Pará

  • pessoal vou so enfatisar este debate espero que todos votem no SIM 77 principalmente as Regiões que vai ser Tapajos e Carajas iremos ter um progresso economico estadual a nivel jamais visto porque esplicarei depois que nosso estado se definir tapajos e carajais Receberemos ajuda Federal dada pelo governo hoje Roraima recebe esta ajuda exemplo que devemos tomar como economia depois da divisão averão mais concurso publico infro estrutura todas as cidades receberão estruturas para receber industria que neses dois estados se estalarão. Eu Creio que o progresso virar e o futuro, de suas familias estarão compromisados com esta nova geração que irão, se beneficiar deste, dois estados que É Tapajos e Carajais podem confiar. A ajuda virá e seus filhos e netos irão desfrutar desta nova economia que rebera ajuda do governo federal chamada. AJUDA DA UNIÃO. ENTÃO VOTEM SIM 77 PARA O SEU FUTURO E, O FUTURO DE SUAS FAMILIAS. UNIDOS VENCEREMOS SIM 77

  • Olá amigos, boa noite!
    Li o texto e todos os comentários referentes ao assunto que é tão importante para o desenvolvimento de nosso Estado e consequentemente à melhoria de vida da população tanto da capital Belém, como para os que moram nos interiores desta tão rica e abandonada Região.
    Sou paraense com muito orgulho! Mas moro há 10 anos no Estado do Ceará, mais especificamente no sertão, onde num passado recente já houve muita pobreza e miséria e as pessoas tinham que partir para os grandes centros em busca de melhores condições de vida, hoje, aqui eu vejo o desenvolvimento e as pessoas voltando para as suas cidades é claro que ainda falta muito a ser feito, porém já melhorou bastante. O motivo? O interesse do Poder Publico do Estado que tem se esforçado e buscado melhoria para o seu povo. Aqui o Banco do Nordeste incentiva e apoia o pavão através do microcredito (CREDIAMIGO) que é concedido a qualquer pessoa, mesmo que seja um vendedor de bombom, desde que essa pessoa não tenha restrição de crédito . Aí eu pergunto: Qual o incentivo que o BASA oferece ao povão para estimular o pequeno comercio? Na verdade o que o Pará precisa é de uma boa gestão, políticos que realmente tenham interesse na melhoria de vida da população, se isso acontecesse, certamente os nosso irmãos de Carajás e do Tapajós não desejariam tanto tornarem-se independentes. Eu ainda estou dividida: Meu coração diz não, mas a razão me diz que sim. Ainda não decidi.

  • óla não minha opinião ser dividi o estado não vai resolver nada oque adianta divita o Estado do Pará ser o interese e Politico acho aquestão disso esta acontecendo e que não esta a hevendo aquestão das Politicas Sociais e nas mal distribuição de recursos uns dos grandes cabeças da Divisão do Estado e os politicos Deputado federal Geovane Queiroz / Zequinha marinho /wandenlolk gonçalves / Zé geraldo/ Lira maia/ Asdrubal bentes/Dudimar paxiuba
    como diz eles foram eleitos e juraram defender os interesses do Estado do Pará mas e assim mesmo mas hoje…. querem dividir o Estado que os aconheu e os enriqueceu.

    pra mim isso tudo e interesse Politico na final quém vai pagar a Divida da criação do novo Estado somos nós outra divida quase não saimos dumas ja estamos entrando em outra e uma coisa um estado vai fica mas rico que o outro sou contra isso vai favorecer um e outro não como carajas e tapajos para vai fica discupe a palavra ( fudido pobre só por causa do Politicos acho que essa não seria uma boa ideia acho que deveria ter uma boa divisão do recurso dentro do Estado do Pará não dividindo o estado .

  • Para você que e Paraense vote contra a Divisão do Estado do Pará isso e interesse politico e não vai ter melhorias nos novos Estado

    Meu voto é 55 Não a divisão do Pará

  • MARCELO….. MARCELO,ANALISA ESTA SITUAÇÃO EU TENHO EM MINHAS MÃOS UM PEDIDO DE EXAME O QUAL DEVERÁ SER ATENDIDO PELO PELO HOSPITAL REGIONAL DE REDENÇÃO, SABE DESDE QUE DIA ELE FOI SOLICITADO PELOS MÉDICOS DE XINGUARA,DESDE O DIA 10/06/2011, ATÉ AGORA NÃO FUI ATENDIDO, SE VOCÊ CONHECER ALGUM POLITICO HONESTO QUE POSSA ME AJUDAR ENTÃO ME AJUDE ESTE EXAME É MUITO IMPORTANTE PRA MIM,,,, SABE MARCELO, PENSANDO BEM NÃO USE DE SUA INFLUENCIA PRA ME AJUDAR NÃO. ISSO SERIA DESONESTO PARA COM OS OUTROS PACIENTES QUE ASSIM COMO EU ESTÃO NA FILA EM BUSCA DE TRATAMENTO E EXAMES AQUI EM NOSSA REGIÃO. DA CARTEIRADA ALÉM DE CRIME É NOJENTO É ASQUEROSO. EMBORA QUE AQUI MUITAS COISAS SEJAM ASSIM. SABE MARCELO, NÓS NÃO ESTAMOS FALANDO DE INTERESSE DESTA OU DAQUELA PESSOA, EU NÃO ESTOU AQUI PRA DEBATER POLITICO A OU B EU ESTOU NESTE FÓRUM COMO PESSOA, COMO SER HUMANO, COMO ALGUÉM QUE PRECISA DE UM SERVIÇO PÚBLICO DE QUALIDADE, POIS TANTO EU COMO VOCÊ PAGAMOS IMPOSTO, SIM POIS QUANDO VAMOS AO SUPERMERCADO DEIXAMOS LÁ A NOSSA CONTRIBUIÇÃO PÚBLICA, NO AÇÚCAR, FEIJÃO CARNE EM TUDO QUE COMPRAMOS. MARCELO EU SEI QUE EM BELÉM HÁ PROBLEMAS, EU SEI QUE AÍ TAMBÉM HÁ MUITOS VALDIMAR NECESSITANDO DE AJUDA CLINICA. MAIS PENSA BEM,, AÍ VOCÊS TEM MEIOS DE COMUNICAÇÃO QUE DENUNCIA QUE LUTA POR VOCÊS COISA QUE NÃO RESOLVE MUITO MAIS JÁ AJUDA.. AQUI EM NOSSA REGIÃO É DIFERENTE, SE UM MEIO DE COMUNICAÇÃO FALAR MAL DE A OU B, PERDE A TÉ A SUA LICENÇA. SE NÃO TIVERMOS UM GOVERNO QUE ESTEJA PERTO DE NÓS, SÓ DEUS PODERÁ TER MISERICÓRDIA DE NÓS MEU AMIGO. PENSA BEM ENTRE DEFENDER A POPULAÇÃO DA CAPITAL E DO INTERIOR E A CAPITAL VOCÊ ACHA QUE O GOVERNADOR VAI OPTAR POR QUEM? VOCÊ ACHA QUE ELE ALGUM DIA IRÁ AJUDAR NOSSA REGIÃO? MARCELO. A CAPITAL TEM MUITA GENTE QUE OLHA POR ELA. EM QUANTO QUE O INTERIOR MORRE AOS POUCOS, AMIGO PENSA BEM NÃO IMPORTA A COR E A RAÇA, PENSA BEM TODO SER HUMANO TEM SENTIMENTO, E PRECISA SER ASSISTIDO, SABE QUANDO EU PASSEI A VER QUE O FILHO VIZINHO PRECISAVA DE ALIMENTO E SAÚDE. FOI QUANDO EU FUI PAI, AGORA VEJO QUE TODA CRIANÇA É IMPORTANTE NÃO ACEITO QUE NENHUMA CRIANÇA SEJA MALTRATADA E TAMBÉM VEJO QUE NINGUÉM É POBRE POR QUEIRA SER POBRE AMIGO . NINGUÉM DESEJA SER MISERÁVEL, SER RICO OU POBRE NÃO É UMA QUESTÃO DE ESCOLHA.. PENSA NISSO TENTA OLHAR PRAS PESSOAS DE FORMA QUE VOCÊ VEJA QUE ELAS TAMBÉM POSSUEM SENTIMENTO . E QUE O MUNDO NÃO SE RESUME SÓ NA AREIA QUE ESTÁ DEBAIXO DOS TEU PÉS AMIGO, NÃO ACREDITE NO QUE ESTOU TE FALANDO TENTA CONHECER A REGIÃO SUL, DA UMA VOLTA POR AQUI, VEJA COM OS TEU PRÓPRIOS OLHOS, PERGUNTA PRO PESSOAL DO SETRAN QUANTAS PESSOAS MORREM NO TRANSITO AQUI EM MINHA REGIÃO NAS RODOVIAS SEM SINALIZAÇÃO E CHEIAS DE BURACOS. É AMIGO QUEM VIVE AQUI CONHECE BEM NOSSA REALIDADE, MAIS PENSANDO COMO VOCÊ EU DIRIA PRA MIM MESMO MUDA-SE DA AÍ ENTÃO. AÍ TE DIGO JÁ IMAGINOU SE TODA VEZ QUE ALGUÉM TIVESSE UM PROBLEMA TIVESSE QUE MUDAR-SE PRA OUTRO LUGAR? SERÁ QUE EXISTIRIA ALGUMA CIDADE?O PSM DA GUAMÁ NÃO TERIA TANTOS PROBLEMAS NEM AQUELE LINDO HOSPITAL DE BELÉM ONDE MORRERAM VARIAS CRIANÇAS POR FALTA DE LEITO DE UTI, É AMIGO AÍ AINDA TEM QUEM DIVULGUE, E AQUI? AQUI NÃO TEM NÃO AMIGO. MAIS ACHO QUE VOCÊ AGORA DEVE ESTÁ LENDO ESTA MENSAGEM E QUEM SABE RINDO, TUDO BEM ESSE DEVE SER MESMO O SEU TIPO,, TIPO QUE RI COM A DOR ALHEIA, POIS O QUE IMPORTA MESMO É UM ESTADO GRANDE ISSO DAR NOÇÃO DE GRANDEZA DA O ÁS DE PODER, SER PODEROSO É O QUE IMPORTA PRA MUITOS.COM VOCÊ NÃO SERIA DIFERENTE. DAR UMA CARTEIRADA A MAIS OU MANOS NÃO TE IMPORTARIA MESMO, SÓ IMPORTARIA CONSEGUIR AQUILO QUE DESEJASSE, OS OUTROS PODERIAM MORRER VOCÊ NADA FARIA MESMO. BOM MARCELO QUE NESTE DIA MAIS UMA LUTA QUE DEUS TE ABENÇOE, NÃO MUDE POR CAUSA DOS OUTROS MUDE SE VOCÊ ACHAR QUE VALE APENA MUDAR, MAIS UMA VEZ QUE DEUS TE ABENÇOE, SE VOCÊ ACHE QUE TUDO QUE NOSSA REGIÃO MERCE DE VOCÊ É UM NÃO ENTÃO TUDO BEM, MAIS UMA VEZ QUE DEUS TE ABENÇOE.

  • Nós precisamos aceitar o NOVO, e o novo é o desenvolvimento. O Pará e um excelente Estado e precisa se desenvolver e uma das sugestões para se desenvolver é a sua divisão.

  • Para mim só existe 1 ponto:

    mais 2 governadores, 100 deputados e +- 3000 cargos públicos. De resto, para o povo vai continuar a mesma bo¨%¨&!!!!!

    Deveria e haver uma maior cobrança no estado do Pará para uma divisão igual das riquezas que o mesmo produz.

  • Pois é minha gente, como já previsto, a jornada será árdua.
    Sou a favor da criação do Estado do Tapajós e Carajás, não por ser contra o Pará, mas por entender que o desmembramento do Pará proporcionará maiores oportunidades, mecanismos e instrumentos para a promoção do desenvolvimento regional das duas, ou melhor das TRÊS regiões.
    Pensem Nisso com Carinho, e não deixem ser ludibriados por pessoas que não conhecem sequer a nossa realidade, cultura, logística, clima, rios etc, totalmente diferente dos estado do Sul e Sudeste.
    Abraços e 77 SIM!!!!
    Deus abençoe os Amazônicas.

  • O GOVERNADOR SIMÃO JATENE DISSE QUE O ESTADO É MUITO GRANDE É ASSIM FICA DIFÍCIL DE GOVERNAR, POIS NÃO SERIA É FÁCIL ALCANÇAR TODAS AS ÁREAS PELO FATO DE SER DIFÍCIL O ACESSO, MAIS EU PERGUNTO SERÁ QUE EXISTE ALGUMA LOCALIDADE NESTE ESTADO QUE NÃO SE TENHA UM POSTO DE COLETA DE IMPOSTOS DA CEFA? É INTERESSANTE QUE O DIRETOR DA SEFA EM XINGUARA BATE NO PEITO E DIZ QUE XINGUARA BATEU RECORDE EM ARRECADAÇÃO De acordo com o chefe da SEFA de Xinguara, Albert Tortola de Sousa, o crescimento na arrecadação de tributos se deve a principalmente dois fatores: um é o trabalho firme feito pelos fiscais da instituição, e o outro, fica por conta do controle feito pela tecnologia usada pela SEFA no combate a sonegação de impostos em todos os municípios do território paraense.
    Ainda conforme explicação de Tortola, de janeiro a setembro de 2010 foram arrecadados R$ 7.873,406,00. Já no mesmo período de 2011, a soma já é de R$ 13.182.420,00, um crescimento de quase cem por cento, que ele avaliou como positivo.HÁ AMIGOS FÁCIL MIL FAVORES, TODOS NÓS SABEMOS QUE A REGIÃO SUL SEMPRE FOI DISCRIMINADA,

    PENSEM BEM NISSO UM CACHORRO SABE SE ALGUÉM GOSTA DELE OU NÃO, UMA CRIANÇA SABE SE ALGUÉM GOSTA DELA OU NÃO, AGORA UMA PESSOAS DO SUL DO PARÁ NÃO VAI SABER SE ALGUÉM GOSTA DELA OU NÃO? NINGUÉM É IDIOTA NÃO GALERA, 77 SIM E PRONTO

  • LOGICO KE E SIM AO TAPAJOS E AO CARAJAS ESSES QUE QUEREM DIZER NAO E POR QUE NAO CONHECEM A NOSSA REALIDADE PARECE QUE VIVEMOS ISOLADO DO MUNDO O GOVERNO DO ESTADO DO PARA NAO ENCHERGA O OESTE DO PARA.A UNICA COISA QUE FAZEM AQUI E PEDIR VOTO EM EPOCA DE ELEICAO SO ISSO DEPOIS DISSO SOMEM. DIGAM SIM VOTE 77 VAMOS SAIR DO ESQUECIMENTO!!!!!!!

  • NO TAPAJOS NINGUEM DIZ NÃO. SIM AO TAPAJOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!VOTE 77!!!!!!!

  • NO MEU PONTO DE VISTA ISSO NAO INTERFERIA EM NADA, VISTO QUE NO PAIS ACONTECE INUMEROS ROUBOS POR PARTES DE NOSSO RESPRESENTATES POLITICOS, E COM A DIVISAO DO ESTADO IMPOSSIBILITARIA O ROUBO DO NOSSO DINHIERO UMA VEZ QUE NAO IRIA SOBRA TANTOS DINHEIRO PRA LAVAGENS.
    RSRS

  • EU FICO A PENSAR SERÁ QUE ESTAS PESSOAS QUE DIZEM QUE DIRÃO NÃO A CARAJÁS E TAPAJÓS, SERÁ QUE ESTAS PESSOAS PODERIAM NOS APRESENTAR UMA SOLUÇÃO QUE FOSSE VIÁVEL PRA NOSSA REGIÃO? SÓ NÃO VALE APRESENTAR O MESMISMO QUE ESTÁ COMO SOLUÇÃO AFINAL AQUI NA REGIÃO SUL NINGUÉM ACREDITA MAIS NESTA TURMA, JADER, ZENALDO, ALMIR,JATENE, HUMMMMMMMMM. SERÁ QUE A TURMA DO NÃO ACREDITA NESTA TURMA? OU SERÁ QUE SÃO DA MESMA PANELINHA? O PARÁ HOJE ESTÁ SEM OPÇÃO POLITICA, NÃO HÁ NINGUÉM NA TURMA DO NÃO QUE SEJA CONFIÁVEL, NÃO AQUI NA REGIÃO SUL, NO ESTADO DE CARAJÁS NÓS DISPENSAMOS A VINDA DESTES SENHORES ATÉ COMO VISITA,.. NÓS NÃO CONFIAMOS NELES.. E SEI QUE HOJE NEM BELÉM ACREDITA MAIS NELES, OU ACREDITA GALERA? HÁ FALEM UM NOME QUE POSSO SALVAR A NOSSA REGIÃO, SIM APRESENTEM ALGUÉM AÍ DA CAPITAL QUE POSSO SER O SALVADOR DA PÁTRIA, HÁ. ALGUÉM QUE SEJA CONFIÁVEL.. AMIGOS ABRAM OS VOSSOS OLHOS.. DIZER NÃO SIGNIFICA DEIXAR O ESTADO GRANDE SIM, SÓ QUE O PARÁ GRANDE QUE NÓS JÁ CONHECEMOS, É ESTE QUE ESTÁ AÍ, RECÉM NASCIDO MORRENDO DE DEZENAS NA CAPITAL NOS HOSPITAIS, ISSO POR QUE NÃO SE NOTICIA O QUE DE FATO OCORRE NO INTERIOR , AMIGOS VOCÊ NÃO ACESSAM A INTERNET NÃO ? OS RECURSOS DO ESTADO DESAPARECEM SEM EXPLICAÇÃO E VOCÊ NÃO PERCEBEM ISSO. OLHA SE EM UM PEQUENO ESPAÇO DE TEMPO O GOVERNADOR ARRECADA 13.182.420,00 SÓ EM XINGUARA-PA. IMAGINEM O QUE ELE ARRECADA EM TODO O ESTADO, AGORA A PERGUNTA PRA ONDE VAI TANTA GRANA, AQUI EM XINGUARA ELE SÓ PROMETEU, MAIS NÃO FEZ AS OBRAS QUE PROMETEU,, SÓ FICOU MEIA DÚZIA DE GENTE QUE PEDIU VOTO PRA ELE CHUPANDO O DEDO, POIS ELE SUMIU ALGUÉM SABE POR ONDE ANDA ESTE SENHOR, AÍ GALERA DO NÃO ONDE ESTÁ O GOVERNADOR? CASO ELE APAREÇA DIGAM PRA ELE VIM A XINGUARA HONRAR A SUA PALAVRA. PALAVRA É KKKKKKKKKKKK 77 OK

  • Má ideia. Só vai aumentar os gastos com a criação e ampliação com duas capitais: novos poderes executivo, legislativo e judiciário. Quantas árvores da Amazônia serão derrubadas para pagar os salários desnecessários aos cargos destes interesseiros? O pará precisa de honestidade e seriedade, a divisão não resolve nada, só é mais uma artimanha da corrupção brasileira.

  • Ser grande no tamanho não é ser grande no conteúdo. Está mais que claro que mais dois estados no brasil só contribui na inflação de políticos e funcionários. São estados que custarão um alto preço ao erário público e à União para instaurá-los. É logico que a migração vai aumentar ( vai encher de paulistas e cariocas cheios de esperança de dinheiro). sou contra. A população do Pará é minima ( menor que a cidade de São Paulo). Este estado precisa de menos corrupção e mais mais respeito ao povo. estes estados terão de construir novas estradas, policia próprias, médicos próprios, juízes próprios, infinitos assessores, secretários, eternos vices de tudo, motoristas advogados. Tudo isto custa espaço, tudo isto custa dinheiro. O que estes estados terão de cofre? Terras a serem vendidas para desmatadores que plantarão soja e mato para criar bois.
    Estes infelizes que aqui falam são capitalistas de classe média que estão de olho numa boca , num futuro playboy para si e pobre para o Brasil. A região Sudeste seduz: seus shoppings, luzes, boates, requintes etc. A Região Norte tem tudo o que a Sudeste poderia ter tido mas não teve: não devemos trocar um futuro sustentável e vidas por simples papéis esgotáveis, estragáveis (dinheiro). Nenhum papel do mundo compra a beleza da região norte. Pra falar a verdade, o Pará e todos os estados nunca deveriam existir. este lugar deveria ser esquecido. Nenhuma cidade, só aldeias dos verdadeiros donos, os índios. Pouca exploração, e mais inteligência é o que a Região Norte precisa.

  • LUCAS VOCÊ PARECE BEM REVOLTADO, IMAGINE SE O ESTADO CONTINUAR GRANDE. VOCÊ NUNCA CONSEGUIRÁ CAÇAR ESTES QUE TEM ROUBADO O NOSSO ESTADO, CAÇADO EM BELÉM VÃO PRO INTERIOR, E CAÇADO NO INTERIOR VÃO PRA BELÉM, MEU AMIGO DIVIDINDO O ESTADO FICA MAIS FÁCIL POIS SE PODERÁ IDENTIFICA-LOS COM MAIS FACILIDADE.. MAIS EU NÃO CONSIGO ENXERGAR POLITICO HONESTOS ENTRE ESTES QUE TEM GOVERNADOS O NOSSO ESTADO NÃO, VIU LUCAS, MAIS NO CASO DA NOSSA REGIÃO EU VEJO QUE A UNICA SOLUÇÃO MESMO SERÁ A DIVISÃO, EU VOTO 77

  • Pessoal e urgente! Temos que votar nos SIM 77 querendo ou não porque explicarei mais uma vez hoje nossa Região norte do nosso Pais, esta menos desenvolvida; que a região Nordeste porque vou explicarei porque o numero de Senadores do Norte do Pais que esta, em Brasília e bem menor que o numero de senadores do Nordeste se comparar as duas regiões elas são sub-desenvolvidas mais hoje o Nordeste recebe mais recurso do governo federal que o Norte precisamos de mais seis Senadores para igualar o numero de Senadores com o Nordeste para isso precisaríamos criar mais dois estados no Norte que no caso é Tapajós e Carajás então a importância de Criar mais dois estados e Econômica querendo ou não ela é Econômica devemos separar para o bem de nossas Famílias fazemos isto ou o futuro de nossas famílias estarão em jogo me desculpem mais alguém aqui já foi em Cametá se já preste atenção naquela cidade ela esta Sitiada a Mercê de Belém me desculpa pessoal pelo oque vou falar aqui mais a verdade doe então ela tem que ser dita desculpa a expressão mais Camatá e escrava econômica de Belém ela fica a 5 horas da Capital ja tive a oportunidade de presenciar a economia daquela cidade e fico triste em falar que é uma das maiores cidades do estado e também e a mais miserável de todas e a economia daquela cidade. pobre Belém! Suga aquela cidade como se foce um carrapato que não larga sua vitima por nada tenho pena daquela cidade miserável Creio que Cametá seja, mais pobre que a cidade de Breu Branco-PA. chega de centralismo econômico neste estado a capital retém e investe pesadamente em Belém estou falando Belém não periferia de Belém existe periferia em todo lugar no mundo ate nos estados unidos. O melhor a fazer e diminuir a extensão territorial para facilitar a administração publica e a Região norte terá todo o recurso de que precisa para administra o estado do Pará. POR ISSO O MEU VOTO E SIM 77 QUE TODOS VOTEM 77 A FAVOR DA DIVISÃO DO ESTADO SIM 77.

  • Diga Não a Divisão do nosso Estado ok,iso e olho Grande deles dos politicos.

  • Estão criando mais 2 máquinas para desvios dos recursos públicos, recursos estes provenientes das fortes economias das regiões Sul e Sudeste. Por que não aproveitam e dividem o país em, pelo menos 2… Um país compreendendo os estados das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, e, outro país compreendendo os estados das regiões Sul e Sudeste? Nós paulistas agradeceríamos muito e, se em momento de inspiração divina, escolherem separar somente São Paulo e fazer deste um país, para nós seria um verdadeiro sonho!!!

  • Rogério, amei seu texto eu como uma boa mineira fiquei bem desconfiada dessa divisão. O povo brasileiro merece ser tratados como merecem, com consideração e respeito. Até quando teremos que ter os piores serviços como a educação e saúde. O seu texto esclareceu em partes minhas dúvidas, só fiquei em dúvida se realmente a divisão será realmente boa para todos os cidadãos do estado.E se não é uma jogada política para atender interesse da minoria. Paraense não deixe de participar do PLEBISCITO nós vivemos em um país democrático, escolha o melhor não só para você mais todos.

  • Acho um absurdo uma separação dessas;ficamos todos sem palavras ainda mais depois de ler toda essa redação ,exposta acima.Enfim ,isso é o Brasil dos “COME Quietos”.

  • TEM GENTE QUE ALÉM DE OMISSO É COVARDE, POIS MESMO VENDO O POVO SOFRENDO E TENDO COMO FAZER ALGO NÃO FAZ, SIMPLESMENTE POR TER MEDO, JÁ IMAGINOU SE CABRAL TIVESSE FICADO COM MEDO DE EXECUTAR A SUA MISSÃO?JÁ IMAGINOU SE CRISTO TIVESSE FICADO COM MEDO TAMBÉM? E E OLHA QUE A HUMANIDADE NADA FAZ PRA RECOMPENSA-LO. EU TENHO A FORMA MAIS JUSTA DE FAZER ALGO PELO POVO DA REGIÃO SUL DESTE ESTADO, EU TENHO O MEU VOTO E EU NÃO VOU FICAR OMISSO COMO MUITA GENTE FICA EM BELÉM AO VER DEZENAS DE CRIANÇAS INOCENTES MORRENDO NA SANTA CASA. EU NÃO ACEITO VER MEUS AMIGOS E IRMÃOS SUL PARAENSES MORRENDO E NÃO FAZE NADA, EU VOTO SIM MEU VOTO É 77, TÔ NEM AÍ DE QUE ADIANTA TER ESTADO GRANDE COM O POVO MORRENDO? PRA QUE TER UMA CASA GRANDE SE EU NÃO CONSIGO CUIDAR NEM DE UM QUARTINHO QUE EU MORO? ——–HÁ EU NÃO VOU VOTAR NO SIM POR QUE SE VOTAR NO SIM O ESTADO DO PARÁ VAI FICAR PEQUENO, LARGA DE SER TONTO, OU TONTA, TU VAI DEIXAR TUA FAMILIA MORRER TODINHA NA FILA DO SUS, OU DE UM POSTO DE SAÚDE SÓ POR CAUSA DESTA BESTEIRA DE QUERER QUE O ESTADO CONTINUE GRANDE? FOSSE ASSIM TU ESTAVA ATÉ HOJE NA BARRA DA SAIA DA TUA MÃE OU NA BARRA DA CALÇA DO TEU PAI, NUNCA TERIA SE CASADO E NUNCA TERIA SAIDO DE CASA, TAVA NA COLA DELES ATÉ HOJE, E PELO FATO DE TER SAIDO DE CASA NUNCA DEIXOU DE SER FILHO, AGORA FICA COM ESTA DROGA DE ORGULHO ENQUANTO PESSOAS INOCENTES MORREM, EM QUANTO TU QUERES O ESTADO GRANDE, TEU IRMÃO MORREM AS DEZENAS POR CAUSA DA TUA IGNORÂNCIA, EU MORO EM BELÉM AMO BELÉM, MAIS A PARTIR DE HOJE TACHAU PROS CORRUPTOS EU AGORA VOTO É 77, POIS ASSIM COMO NO INTERIOR AQUI EM BELÉM TAMBÉM NÃO TEM NADA, MANO MEU VOTO É 77

  • NÃO CONCORDO COM A SEPARAÇÃO DO PARÁ, COM QUEM FICA A MAIOR PARTE DO DINHEIRO DESTINADO AOS ESTADOS, COMO FICA A DIVISÃO DE CULTURA TUDO O QUE JÁ FOI CONQUISTADO, POLITICOS DIZEM QUE ESTADOS PEQUENOS SERÃO MELHORES PARA ADMINISTRAR, COMO É DIFÍCIL ACREDITAR NESSES CORRUPTOS, O QUE FICA MAIS CLARO É QUE SURGIRÃO MAIS DOIS ESTADOS INDEPENDENTES DE CLASSES SOCIAIS, É QUE AUMENTA O NUMERO DE POLITICOS LADRÕES, AO INVÉS DE TRABALHAREM PARA AGIR NUMA EDUCAÇÃO MELHOR E MELHORES CONDIÇÕES DE VIDA PARA O PARÁ, QUE ESTÁ SENDO ESQUECIDA POR CONTA DESSE ASSUNTO.

    ENFIM, SE FOSSE PARA EXISTIR TRÊS ESTADOS, SRUGIRIAM QUANDO FOI CRIADO O PARÁ DESDE O INICIO.

    SOU DE SÃO LOURENÇO DA MATA – PE E NÃO CONCORDO COM A DIVISÃO DO PARÁ, CONCORDO SIM COM MAIOR INVESTIGAÇÃO PARA TIRAREM ESSES LADRÕES DO PODER.

  • Olha, eu acho o seguinte: lendo os tipos de manifestos do pessoal do 77, que felizmente é a minoria, eu vejo o reflexo do desespero e a índole dos aventureiros, traidores e inimigos do Pará e do seu Povo ordeiro e trabalhador. Eles querem porque querem mutilar e sacrificar o meu Pará, mas não vão conseguir não. Pelo menos desta vez e do jeito que estão querendo, não. Eles criaram um clima de guerra, de intolerância, de ingratidão e injustiça em relação ao Estado Mãe (o Pará), e desse jeito não pode prosperar essa idéia meramente separatista. Se um dia isso vir acontecer, que seja de modo amadurecido, negociado, justo e benéfico para todas as partes interessadas. Fora disso é bandalheira, e eu voto contra.

  • Dividir o Estado do Pará não é a solução. Políticos inescrupulosos estão iludindo e enganando a população, desviando a atenção para o real problema do Estado Brasileiro, a corrupção e má gestão pública. Manter esses problemas crônicos é interessante para muita gente, facilita em muito as “irregularidades”.

  • EU MORO AQUI EM BELÉM, E EU SEI QUE MEIA DÚZIA DE POLÍTICOS AQUI DA CAPITAL VIVE DE DESVIAR RECURSOS, DAS CIDADES DO INTERIOR, EU SEI QUE A GALERA AQUI DA CAPITAL SABE MUITO BEM QUE ISSO É VERDADE, EU VOTO É SIM É 77, E DIGO MAIS GALERA DO BAIRRO DO MARCOS VAMOS VOTAR SIM, POIS A REGIÃO SUL DESTE ESTADO É RICA, E CARAJÁS SERÁ UM SUCESSO, E EMPREGO E BONS SALÁRIOS CARAJÁS TERÁ AOS MONTES, E COM CERTEZA SAÚDE DE QUALIDADE TAMBÉM , NÃO ESTA MENTIRA QUE A GENTE TEM QUE ATURAR AQUI EM BELÉM. NOSSAS CRIANÇAS MORRENDO NA SANTA CASA ISSO É UMA VERGONHA MEU VOTO É 77 SIM A DIVISÃO TÁ NA HORA DE MUDAR É SIM É 77

  • PRA VCS QUE PESAM QUE NOS SOMOS A MINORIA ESTÃO ENGANADOS MUITA GENTE VAI VOTAR A FAVOR DA DIVISÃO PRINCIPALMENTE NOSSA REGIÃO, SUL E SULDESTE E OESTE DESTE ESTADO JA GANHAMOS SOMOS CIDADÕES DE TAPAJOS E CARAJAIS VOTEM SIM 77 SIM AO PROGRESSO SIM 77, JUNTOS SOMOS INVENCIVEIS 77 PARA IDEPENDENCIA DE NOSSAS REGIÕES.

  • Eu ñ acho uma boa idéia, seria preciso mais resursos para um só estado, como universidades, grandes hospitais, e etc… O dinheiro que vai pra lá é de todo o país, e tem que ver se esses novos estados poderiam se ‘auto-sustentar’, pois só ficar embolsando dinheiro do governo federal é sacanagem ! E duas coisas, primeira, esse plebiscito ñ deve ser só pros moradores dos novos estados, pq é claro que eles vão kerer, o problema é que ñ é eles que produz o dinheiro do resto do país, o PLEBISCITO DEVE SER PARA TODO O PAÍS !!

  • É CLARO QUE SIM SOMENTE A POPULAÇÃO PARAENSE DEVE VOTA NESTE PLEBISCITO, AINDA MAIS NO MEU PONTO DE VISTA SOMENTE A REGIÃO QUE PASSARAM A SER CARAJÁS E TAPAJÓS É QUEM REALMENTE DEVERIA VOTAR, POIS SÃO ELES QUE SABEM A S SUAS REALIDADES, ACHO QUE NÓS AQUI DA CAPITAL DEVERÍAMOS FICAR FORA DISSO, POIS JÁ TEMOS PROBLEMAS DEMAIS PRA RESOLVER AQUI, COISA QUE OS POLÍTICOS DA QUI NUNCA CONSEGUIRAM RESOLVER, AGORA QUEREM DAR UMA DE BONZINHOS DIZENDO QUE ESTÃO PREOCUPADOS COM O POVO DA REGIÃO DO ESTADO DE CARAJÁS E TAPAJÓS,, EU SEI QUAL É A PREOCUPAÇÃO DELES, É COM AS RIQUEZAS DAQUELES COITADOS, Á PREOCUPAÇÃO É EM DESVIAR OS RECURSOS DA REGIÃO SUL DO ESTADO COMO FAZEM A ANOS.. AMIGOS E E IRMÃOS AQUI DE BELÉM E DO BAIRRO DO MARCOS VAMOS VOTAR SIM, VAMOS VOTAR PRA AJUDAR A LIBERTAR OS NOSSOS IRMÃO SUL PARAENSES NÃO SEJAMOS OMISSOS A DOR ALHEIA, DIA 11 DE DEZEMBRO EU VOTO SIM EU VOTO 77 TAMBÉM. SIM 77

  • Caros Senhores,
    Sou filho de Marabá, sei da luta dessa região para se desmembrar do restante do Pará, pois essa luta tem mais de 30 anos. Iniciou-se no início da déca de 80(Séc.passado), quase que paralelamente com a chegada dos nordestinos e dos sulistas nesa região. Período em que iníciou um processo de colonização desordenada e com total abandono tanto do ente Federal e Estadual. A única coisa que os Militares fizeram aqui foi abrir a Transamazônica e trazer os nordestinos e sulistas, deixando-os ao Deus dará, culminando nos problemas sociais e ambientais, aliás esses dois problemas até a década de 70 nao existiam.
    Então, se a região de Carajás é dita nos jornais como a mais violenta do país, aí está a razão: invasão de outros povos( os nordestinos vindo sem lenço e sem documento), e os sulistas vindo com recursos para comprar fazendas imensas, concentrando riqueza e terras, culminando obviamente com a invasão de terras e mortes no campo.Ou seja, os governos criaram o problema,mas não inventaram a solução. Tiraram os problemas sociais daquelas regiões, transferindo-os para cá.E os Governos do Estado do Pará sempre souberam que esta região tinha interesse em se emancipar há tempos, mas mesmo assim nunca se sensibilizaram para desestimumlar tal situação, através de melhorias para nós.
    E essa questão da viabilidade econômica é também uma outra balela. Ora, se o Estado de Carajás já iniciará com um PIB de quase 20bi( maior do que dos Estados do Piaui, Sergipe,Roraima, Tocantins, Acre, Alagoas), como pode ser inviável? Será que aqueles Estados também são inviáveis? Além disso há investimento em Marabá, Parauapebas e Canaã na ordem de 6bi, que concenteza irá incrementar significativamente a riqueza e geração de divisas na região.
    E tem mais, tudo que o Governo Federal vai custear, ele tem a obrigação de fazê-lo, pois a Federação existe é para isso mesmo, alocar recursos para todos, destinando-os para a finalidades de desenvolvimento, e até porque a fatia maior dos recursos arrecadados ficam lá. O país nãopode arrecadar só paa pagar juros para banqueiros, tem que investir pesado na sociedade, mesmo qe seja numa aldeia de índios.
    Por isso, não podemos pagar o preço de ficarmos historicamente no atraso, e daqui a 100 anos contarmos a mesma história para os nossos netos. O estado do Pará é um gigantão, um elefante branco, ou seja, um elefante verde, e se continuar assim nem verde será mais,pois terá tudo desmatado(he,he).
    E para corrigir tudo isto, somente com a criação dos dois Estados, o que facititará tranquilamente o desenvolvimento de todos, inclusive do novo Estado do Pará, e isso que é IMPORTANTE. E não substime Carajás, pois não demorará muito será um dos Estados mais ricos,pois aqui é a fronteira agrícola que o país precisa, tem minério que gera superávit na Balança de pagamentos, energia limpa de que necessitamos, e a maior parte dos assentamentos do PAÍS.
    E tem mais, Belém é auto sustentável, é bonita, histórica, rica em cultura, diversidade,e não perderá nada,mas nada mesmo com esse processo.
    George Leyte

  • […] agora em estatísticas apresentadas no artigo de Rogério Boueri no blog Brasil: Economia e Governo, que acho melhor citar: “[…] a maior diferença entre os dois estados esteja nos PIBs per […]

  • Bom eu sou do sul Pará mas precisamente em Ourilândia do Norte-PA,
    eu conheço de perto as nessecidades deste lugar a carência do serviço publico, o desfalque na saúde, a falta de informações,de educação de qualidade,as estradas de difícil acesso, entre outras coisas. É um lugar chamado “TERRA SEM LEI”, ou melhor dizendo A LEI É DO MAIS FORTE, queremos melhoria sim queremos,como todos que sonham com um lugar melhor para se viver nos também sonhamos.
    Atualmente eu estou morando em São Paulo já faz um ano que estou aqui, É MINHA OPINIÃO PARA A DIVISÃO é NÃO E NÃO.Ai vocês me perguntam se eu eu sei qual é a realidade porque voto NÃO? Muito simples eu já trabalhei na prefeitura de lá e só se ouviam falar de milhões e milhões de verbas que estavam entrando, o que faziam para melhorar a cidade simplesmente NADA DE NADA. E porque só agora falam em melhoria que vai ser diferente porque tem que ser diferente só agora se sempre ESTIVEMOS LÁ PAGANDO NOSSOS IMPOSTOS SUPLICANDO POR QUALIDADE DE VIDA DE MELHOR ATENDIMENTO NA SAÚDE PÚBLICA, PORQUE NUNCA INVESTIRAM ANTES ENTÃO SE SABEM DA CARÊNCIA DA REGIÃO, NA MINHA HUMILDE OPINIÃO NÃO SÓ COMO PARAENSE MAS COMO CIDADÃ. É QUE ESTÃO QUERENDO CRIAR UM JEITO DE ENCOBRIR UM PROBLEMA QUE ELES” (RESPONSÁVEIS PELA ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO) NÃO QUEREM RESOLVER …
    O Sr.Prefeito que já foi eleito mais de NÃO SEI QUANTAS VEZES ME DESCULPE A SINCERIDADE MAS DEVERIA ERA TOMAR VERGONHA NA CARA PARAR DE ROUBAR E TRABALHAR MAIS, E NÃO APENAS ESPERAR POR ESTA DIVISÃO PARA
    “EMBOLÇAR ” MAIS DINHEIRO AINDA PARA AUMENTAR SUAS TERRAS E SEUS GADOS “”
    ESSES POLÍTICOS NÃO ESTÃO NEM AÍ PARA O POVO A ÚNICA COISA QUE ELES QUEREM É O NOSSO VOTO” NO DIA DAS ELEIÇÕES AI FAZEM MIL E UMA PROMESSAS COMO ESTÃO FAZENDO AGORA COM ESSE PLEBISCITO SÓ FALAM EM MELHORIAS ´MAS O QUE ELES REALMENTE FIZERAM PARA MELHORAR ALGUMA COISA ALÉM DE ENRICAREM AS CUSTAS DO POVO ?
    EU VOTO NÃO PARA A DIVISÃO VOTO SIM PARA A MELHORIA QUE SÓ DEPENDE DE UMA COISA DE QUERER FAZER, E NÃO APENAS EMPURRAR” COM A BARRIGA”
    GENTE EU POSSO ESTAR ME PRECIPITANDO COM MINHA OPINIÃO. MAS NÃO VOTO AO CONTRÁRIO, E RESPEITO AQUELES QUE SÃO A FAVOR, ALIÁS SOMOS LIVRES PARA DIVIDIR OPINIÕES MAS SOMOS OBRIGADOS A VOTAR”” ESTA É A DEMOCRACIA!!!!!
    ACHO QUE A QUESTÃO AQUI É O QUE REALMENTE SERÁ MELHOR PARA O PARÁ,
    MAS ESTA É UMA RESPOSTA QUE SÓ O FUTURO NOS RESERVA!

    Att. Obrigada pela atenção de todos e VAI AQUI MEU APELO PARA OS POLÍTICOS DESSA REGIÃO CUIDEM DOS INTERESSES DE TODOS EM GERAL E NÃO APENAS DOS SEUS EM PARTICULAR! É DISSO QUE POVO PRECISA.

    • Boa tarde!
      Sinceramente te agradecemos se você ficar ai em São Paulo!

  • OLHA EU ACREDITO QUE SÓ COM A DIVISÃO É QUE O DESENVOLVIMENTO CHEGARÁ ATÉ A REGIÃO SUL E SUL-DESTE DESTE ESTADO, POIS COM ELE GRANDE DO JEITO QUE ESTÁ, UMA VERBA NUNCA CHEGARÁ COMPLETA NO LOCAL PRO QUAL FOI DESTINADA, ALGUÉM SEMPRE IRÁ PEGAR UM POUCO NO MEIO DO CAMINHO, A METADE TALVEZ, OU QUEM SABE DESVIAR TODA PRA NÃO FICAR COM A CONSCIÊNCIA PESADA.. SE É QUE OS SENHORES ME ENTENDEM,,VALEU A PIADA, MEU VOTO É SIM PRA DIVIDIR E PRA NOS LIBERTAR DE VEZ. É SIM É 77

  • Sou Paraense, amo esse estado, o meu pensamento a respeito do MOVIMENTO SEPARATISTA, que dicemina a ideia de divisao do Estado do Para, É A SEGUINTE: EM VEZ DE SE DIVIDIR O ESTADO, PORQUE NÃO SEPARAMOS OS POLITICOS QUE JA EXERCERAM CARGOS PUBLICOS , TIVERAM A OPORTUNIDADE DE FAZER ALGO PRA QUE NÃO HOUVESSE O QUE ELES ALEGAM EXISTIR HOJE, SAUDE PRECARIA, EDUCAÇAO SEM QUALIDADE E ABANDONO DAS REGIOES QUE ELES QUEREM FICAR. AGENTE SEPARA ELES E NAO VOTA NUNCA MAIS NELES.

  • Meu caro Sr.João Sousa faço minhas suas palavras POIS TENHO E DEFENDO O MESMO PONTO DE VISTA. EU NÃO APOIO A DIVISÃO..
    um abraço.

  • OS POLITICOS QUE EXERCERAM CARGOS PÚBLICOS E SÃO ANTIGOS NA POLITICA PARAENSE TIVERAM A OPORTUNIDADE DE FAZER ALGO PRA QUE NÃO HOUVESSE TANTO PROBLEMA, MAIS SE SABE QUE ELES ESTÃO ENRAIZADOS EM BELÉM ELES PRATICAM UM REGIME ANTIGO CHAMADO CORONELISMO, EXERCEM PODER SOBRE MUITAS FAMÍLIAS POBRES EM BELÉM, E É JUSTAMENTE ISSO QUE NÓS QUEREMOS EVITAR, JÁ QUE ALGUMAS PESSOAS DA CAPITAL AMAM ESTES POLÍTICOS NÓS AQUI DA REGIÃO SUL ACHAMOS POR BEM DIVIDIR ESTE ESTADO E DEIXAR A PRAGA PARA QUEM A ALIMENTA, EN FIM DEIXAR A PRAGA PARA QUEM A CRIOU. JÁ TEMOS PROBLEMAS DEMAIS . PARA AINDA TER QUE SUSTENTAR SANGUESSUGA. PARASITA DA CAPITAL. É BOM QUE ESTA TURMINHA SAIBA QUE NOSSO POVO QUE TANTO PRODUZ É ROUBADO TODO DIA POR ESSA MEIA DUZIA DE PESSOAS MÁ. 77 NELESSSSSSSS

  • Por se tratar de um assunto de interesse nacional e não regional, entendo que todos os brasileiros deveriam ter direito a voto no plebiscito e não só os paraenses.
    É o artigo da semana no meu Blog, leia e comente: http://tellesrt.blogspot.com/2011/08/carajas-e-tapajosvale-pena.html

  • AGORA COMPARE COM O SALARIO DOS SOLDADOS DA PM DO ESTADO DO TACANTINS
    SALARIO DE UM SOLDADO DA PM DO TOCANTINS: SOLDADO: 2.850,00
    EM CONSIDERAÇÃO AQUELES QUE SÃO CONTRA A DIVISÃO DO ESTADO VOU COLOCAR TAMBÉM O SALARIO DE UM ALUNO DO CURSO DE SOLDADO DO TOCANTINS LÁ ELES GANHAM PRA SE TORNAREM POLICIAIS: O SALARIO DE UM ALUNO SOLDADO DO ESTADO DO TACANTINS É DE
    R$: 1.416,86. PARECE QUE UM ALUNO DO CURSO DE SOLADADO DO TOCANTINS É QUESE MELHOR QUE O SALARIO DE UM POLICIAL JÁ EM POSTO DE TRABALHO NO PARÁ, É ISSO QUE O PESSOAL DO CONTRA QUER PRA QUEM ARRISCA A VIDA PELO POVO DESTE ESTADO TODO DIA?. SIM POIS É SÓ ISSO QUE O POVO DO CONTRA TEM PRA OFERECER AOS NOSSOS POLICIAIS. É DIFICIO PRA ALGUÉM TRABALHAR SABENDO QUE A SUA FAMILIA ESTÁ TÉ PASSANDO FOME, MAIS ISSO NÃO IMPORTA . NÃO PRA QUELES QUE SÃO CONTRA A DIVISÃO, POIS ELES NÃO QUEREM QUE SEJA CRIADO O ESTADO DE CARAJAS. POIS COM CERTEZA OS NOSSOS POLICIAIS TERAM UM SALÁRIOS DIGNOS. NO ESTADO DE CARAJÁS TEREMOS UMA SEGURANÇA DE VERDADE. E ISSO INCOMODA ALGUNS…………!!!!!!!!!!!!! SIM 77

  • Não quero ser clichê essas divisões federativas óbviamente, é um tapa na cara do cidadão brasileiro, vamos aos fatos?
    Primeiro nao existe lado bom nessa divisao existe sim desculpas para algo que pro pais é totalmente desnecessario na teoria é tudo muito bonito mas na pratica todos sabemos que sera mais uma desculpa pra meterem a mao nos impostos nós brasileiros deveriamos em massa eu digo milhoes invadir o palacio sabe nao sao os politicos que vao sentir isso sao as pessoas, para eles vai ser mais dinheiro para nos mais impostos pra que um pais prestes a sediar uma copa do mundo inventa isso agora sou paulista e com certeza se tentarem dividir nosso estado em 2 nunca aprovariamos politico e esperto sao especialisras em desculpa pra meter a mao se os Paraenses aprovar eu realmente lamento espero que nao sobre pra SP.

  • Eu moro na região que seria correspondente ao Tapajós e sou totalmente contra a divisão, já que aqui só tem reserva e apelar para a exploração ilegal de madeira não é uma coisa boa. O Pará já é pobre, e ainda querem ver mais dois estados no buraco!!
    A única coisa que essa divisão irá fazer é encher as cuecas dos políticos!
    Pouca gente aqui leva os estudos a sério, e deve ser por isso que tem muito otário a favor da divisão!
    O povo é muito ignorante, não sabe votar…

    • O povo sofre por falta de entendimento!
      Quando você afirma ( Pouca gente aqui leva os estudos a sério, e deve ser por isso que tem muito otário a favor da divisão! ) e uma expressão correta a ser aplicada em você!
      Se você tivesse levado a serio seus estudos tenho certeza que você teria adquerido conhecimento para discernir o certo do errado.
      Primeiro:
      Todos nós temos o direito de escolher e optar, e ser a favor ou contra, portanto otário é aquele que não respeita a opinião dos outros.
      Segundo:
      Procure pesquisar mais e você encontrará esclarecimentos e fundamentos concretos sobre a divisão do Estado do Pará.

      • Quer dizer que os políticos não iriam encher as cuecas? Pelo que eu li nos seus posts, você não passa de um analfabeto. Quando eu disse “Pouca gente aqui leva os estudos a sério, e deve ser por isso que tem muito otário a favor da divisão!”, estava me referindo a pessoas como você.
        Outra coisa, você perdeu.

  • Eu chamo de incoerência politica.

  • simmmmmm 77

  • As opniões são interessantes,sou paraense mora em Manaus há 4 anos, sou a favor da divisão do Pará sim, pois nós que já moramos sabemos que as oportunidades são poucas,sou exatamente do oeste do Pará, e o que temos lá é apenas agricultura, ou comercio e nada mais .Todos temos direitos de ter um emprego digno, ou simplismente ficar esperando que um politico que eu vote ganhe pra mim trabalhar quatro anos com ele, não ta errado, só queremos oportunidades de melhores condições de vida, independente de ser aprovado ou não continuo sendo paraense.Meu maior sonho é voutar, mas isso só vai acontecer quando o Pará me oferecer condiçoes de criar meus filhos sem tá puxando saco de ninguem.Amo minha terra,sempre que posso estou lá, matando a saudade.Santarem ta do mesmo jeito de 4 anos atras, pelo amor de Deus, vamos da oportunidades á esse povo que ama sua terra ,mais que por melhor condição de vida tem que ir pra outros estados,somos mais de 200.00paraenses só em Manaus, pense não só em vocês, mas sim em seus filhos futuramente, em relação a bilhões trilhões, isso todo dia alguem tira dos nossos bolsos, e na minha opinião essa eleição é pra quem vive o dia a dia no Para e sabe o que passa,nos ja pagamos impostos demais , então gente vamos pensar melhor e votar sim, vamos ver se a riqueza do Para no geral vai ser bem distribuida, porque tudo é Belem, e mesmo assim o que mais vemos no jornal é noticias ruins da saúde, da educação,da segurança.Por favor pensem bem, afinal estamos tentando melhorar o futuro .

  • O ESTADO ESTANDO POR PERTO AS COISAS PODEM SER PERIGOSAS AGORA IMAGINE ELE CONTINUANDO LONGE, AÍ É QUE NÃO IRÁ SOBRAR NADA DAS FLORESTAS NA REGIÃO NORTE, ELE ESTADO POR PERTO EU ACREDITO QUE SE QUISER NÃO TERÁ A DESCULPA DE DIZER QUE NADA PODE FAZER POR QUE O ESTADO É GRANDE DEMAIS COMO TEM ALEGADO SEMPRE, … É QUE O ESTADO É GRANDE NÃO CONSEGUIMOS CHEGAR A TODOS OS LUGARES, É DALE DESCULPA ESFARRAPADA, DE JATENE, DE ANA JÚLIA, DE JADER, DE ALMIR GABRIEL, E ETC. E O POVO QUE SE DANE,, SE É PRA DIVIDIR ENTÃO VAMOS DIVIDIR, TEMOS QUE TENTAR UMA IDÉIA DIFERENTE, TEMOS QUE TENTAR ALGO NOVO.. POIS DE UMA COISA EU TENHO CERTEZA, NÃO TEM COMO PIORAR MAIS NÃO.. PIORAR EM QUE? NA SAÚDE? NAS INFRA ESTRUTURAS,? TAIS COMO ESGOTO, ESTRADA, OU NOS CONFRONTOS AGRÁRIOS? GENTE NÃO TEM COMO PIORAR MAIS NADA. SÓ NOS RESTA TENTAR MESMO A DIVISÃO. É 77 E PRONTO. É SIM É 77

  • Vamos rumo a vitoria galera, divisão do Pará SIM, hoje atualmente moro no tocantins, porque fui obrigado a vir a morar aqui p/ estudar, porque no sul do Pará não tem faculdade.
    Queremos a mudançca, para dias melhores , agora sim o nosso minerio, os nossos impostos vão ficar com a gente, não precisa ir pra Belém, para dar beneficios somente ao povo de lá.
    o povo de Belém diz que isso só é politicagem, mas me respondam com sinceridade.
    Porque só vcs tem Òtimas faculdades,bons hospitais, o nosso governador não é o mesmo?
    minha cidade fica mais 700km da capital, quando adoece alguém tem que correr para o Tocantins. Se não melhorar pior do que isso é impossivel!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Parabenizo o autor por abrir espaço para manifestações sobre a divisão do Estado do Pará.
    Todavia as informações contidas neste texto são tendenciosas uma vez que só se refere a possíveis perdas ou futuros gastos com a implantação dos novos estados:
    Amigo você esqueceu de mencionar a realidade dos fatos concretos, parece que você não conhece a nossa realidade ou então você está de ma fé.
    Mostre nos seus escritos a realidade dos fatos os dois lados, não só o que se pode perder mas também o que podemos ganhar.
    Me responda essa pergunta:
    01- Sendo o Estado do Pará um território continental, qual o projeto de desenvolvimento hoje para resolver o problema da pobreza e o abandono da região Oeste do Pará?

  • Percebi, lendo esses comentários, que quem deseja a divisão do Estado não escreve muito bem e não expõe a sua opinião de forma clara e coesa, já quem opina pela não divisão aparenta estar bem informado. o que quero dizer com isso? que quem tem informação e educação sabe o que está por traz de todo esse processo, já quem não possui informação (o que no caso, são muitas pessoas) desejam a divisão pq pensam que será algo vantajoso para a população (pura alienação das informações). Vejamos, se fosse bom para nós os políticos e seus comparsas alienados não fariam questão de dividir, é a mesma coisa que educar o povo, não se investe em educação pq não interessa para os políticos o povo inteligente e pensador se não eles perdem o emprego e a boa vida. da mesma forma a divisão, não interessa para os que querem a divisão expor as verdadeiras informações, por isso se fortalecem na fraqueza do povo que se sente menos favorecido, fornecendo informações pela metade e ainda superficiais.

    eu voto não a divisão pq não quero compartilhar do aumento do número de corruptos em nosso país, que se alimentam da nossa força de trabalho enquanto nós afundamos na miséria.

    “Os que no regime burguês trabalham não lucram e os que lucram não trabalham.”
    (Engels e Marx)

    Sejamos mais espertos que eles.

    • Só reclama do calo quem calça o sapato!
      Só quem sofre e que quer mudança!
      Em primeiro lugar não se trata de oportunismo de alguns políticos, trata-se de um movimento histórico. (Porque os primeiros políticos que iniciaram este movimento no passado já não estão mas entre nós).
      Em segundo lugar, tenho certeza que se você morasse na cidade de novo Progresso seu ponto de vista seria diferente sobre a criação do Estado do Tapajós.
      Te pergunto:
      Porque que, os maus políticos governam sobre nós?
      E´ porque as pessoas de bem se omitem e não querem ocupar o espaço, preferem falar, falar e não agem.
      Observa-se que você não conhece a realidade de nossa região e tão pouco quer saber do nosso sofrimento.
      O isolamento geográfico e a falta de investimento em nossa região são dois pontos suficientes e cruciais para justificar a divisão de um imenso território que jamais conhecerá o desenvolvimento se continuar da forma que está.
      Portanto reveja seus conceitos, que pela sua escrita estão desatualizados!
      Saudações.

      • Seu argumento me parece sem ótica alguma, me diga que motivos os mesmos políticos que estão querendo dividir o Estado terão para trabalhar pela sua região? Se vc não sabe eu moro em uma cidade que é tão menos favorecida do que Marabá ou qualquer outra cidade do sudeste, não estou isenta do mesmo sofrimento que vc, porém tento ter um ponto de vista que vá muito além do que vc assiste nas campanhas. Você concorda com aquele ditado que diz “se a montanha não vai até Maomé, Maomé vai até a montanha”? Se o governo estadual não foi até a sua cidade, pq o governo local não foi até o estadual? Veja, vc elegeu um prefeito para lutar pelos seus interesses, vc está vendo ele fazer isso? Não! estão colocando na cabeça de vcs que e descaso por parte do governo estadual para que seja mais fácil manipulá-los e estão se isentando da responsabilidade que vc depositou neles, estão implantando na sua cabeça que é culpa apenas do governo estadual e que o governo local é o santinho da história e que agora resolveu se preocupar e trabalhar mas com uma condição, SÓ SE O ESTADO FOR DIVIDIDO. Meio estranho… Mas só pra vc não dizer que estou desatualizada, veja este link, é deste ano e traz informações que com certeza os políticos que estão preocupados com o seu bem estar, não disseram a vc… um pouco de informação não faz mal a ninguém.

        http://noticias.r7.com/brasil/noticias/novos-estados-de-carajas-e-tapajos-devem-gerar-rombo-anual-de-r-2-bilhoes-a-uniao-20110620.html?question=0

      • Tem gente que é contra corrupção mas é a favor da divisão, meio contraditório né? Deve ser gente que está mal informado diante de todo esse processo, e que está cego pelas propostas de melhorias que não enxerga que quem nos rouba são os mesmos que querem dividir o estado. E depois eu é que sou desatualizada kkkkk…

  • Na minha opniaoo eu acho que o Para nao deveria ser dividido!
    o Para pode nao ser um estado que nao e muito bom em relacao a estudos e em muitas outras coisas.Mas falando a verdade qual o estado que nao tem problemas em relacao a estudos ou outras coisas?
    mas acho que ser tentarem dividir o Para nenhum paraense vai aceitar,e vai ser uma polemica esse estoria de dividir o estado.
    Vamos pagar mais imposto mais coisas,isso e mais umas uma historia para meterem a mao no dinheiro!
    Minha resposta em relacao a isso,e NAO!

    • Ola Jamyly!
      Se você realmente procurar por informações oficiais, verá que a divisão do Pará não implica em cobrança de mais impostos ou coisas como você diz.
      Entenda o seguinte:
      01- Hoje o montante de recursos arrecadado pelo Estado do Pará não e suficiente para resolver os problemas mais gritantes como Saúde, educação e segurança.
      02- Com a criação de dois novos Estados a arrecadação vai triplicar e os problemas serão dividido por três.
      03- Os recursos para os novos estados vem do Governo Federal e não do Estado do Pará.
      04- Essa conversa de que vão meter a mão em nosso dinheiro não tem fundamento, porque os novos Estados vão nascer sobre a lei de responsabilidade fiscal e da lei da ficha limpa, onde não haverá lugar para os corruptos.
      Procure mais informações e você vai ver que com a divisão todos nos vamos ganhar.

  • Eu sou a favor do estado carajás,pois toda a nossa riqueza fica em poder de belém,e nós aqui no sudeste do estado só ficamos com as migalhas deixadas pelo governo.

  • Nós aqui do sudeste do pará mandamos toda a nossa riqueza pra fora do brasil,porém os beneficios só fica estacionados em belém,favorecendo a populaçao local e quanto á nós pobres mortais do interior do estado?pois vamos votar no sim,desculpem as pessoas que se dizem paraenses e só pensam na capital,temos um bom exemplo que é o estado do tocantins que depois da divisâo com estado do goiás se tornou um exemplo de governo.

  • Gente humilde do estado todo,VAMOS VOTAR NO 77 CONTO COM O APOIO DE QUEM REALMENTE PENSA NO PROGRESSO, E NÃO NAQUELES QUE SE DIZEM OS DONOS DA RAZÃO.E´ 77 NELES.

  • Nãoooooooooooooooo nao podem dividir nosso estado

  • excelente estudo econômico sobre a Futura e improvavel divisão do PARÁ sou estudante e conheço bastante o PARÁ, pois ja viajei pelo o mesmo de norte a sul e sei que a pobreza está em todas as regiões, o problema é politico, pois, eles é que administram mal nosso grande estado, se é dificil fiscalizar um governador Ladrão imegine três, junto com uma grande corja de novos deputados e senadores, é isso, que queremos. Diga NÃO A DIVISÃO DO PARÁ

  • POVO PARAENSE ESTA CONSCIENTE CONTRA A DIVISÃO DO PARÁ
    MEU VOTO É NÃO DIA 11 DE DEZEMBRO
    EU NÃO DEPERDO DE BELÉM, EU NASCI E ME CRIE TAPAJÓS
    APENAS NÃO VOU DA BRECHA PARA POLÍTICO CORRUPTO
    POR ISSO EXISTE PERFEITO NA NOSSA CIDADE PARA COBRAR MELHORIA PARA
    NOSSA CIDADE NÃO FOI A TOA QUE ELE ASSUMIR ESSE CARGO PARA LUTA POR NOS

    • Ser contra só para se opor não e sábio, primeiro faça uma analise de como você vivi, onde você vivi e o que você já fez para mudar a vida das pessoas que precisam de uma oportunidade para melhor suas vidas.
      Se você realmente tivesse um espirito que soubesse escolher entre o certo e o errado, certamente você votaria a favor da divisão do Pará.
      Essa conversa de que vão meter a mão em nosso dinheiro não tem fundamento, porque os novos Estados vão nascer sobre a lei de responsabilidade fiscal e da lei da ficha limpa, onde não haverá lugar para os corruptos.
      O fato de termos prefeito não resolve não muda em nada nossa condição, pois os prefeitos são impotentes diante de tantos problemas e de pouco recursos para aplicar na cidade.
      Que DEUS ilumine seu espirito a abra seus olhos.

  • Esclarecimentos são de suma importância para os que ainda não tem uma posição ou estão em duvidas ou mesmo contra a criação dos novos Estado.

    Se você realmente procurar por informações oficiais, verá que a divisão do Pará não implica em cobrança de mais impostos.
    Entendam o seguinte:
    01- Hoje o montante de recursos arrecadado pelo Estado do Pará não e suficiente para resolver os problemas mais gritantes como Saúde, educação e segurança.
    02- Com a criação de dois novos Estados a arrecadação vai triplicar e os problemas serão dividido por três.
    03- Os recursos para os novos estados vem do Governo Federal e não do Estado do Pará.
    04- Essa conversa de que vão meter a mão em nosso dinheiro não tem fundamento, porque os novos Estados vão nascer sobre a lei de responsabilidade fiscal e da lei da ficha limpa, onde não haverá lugar para os corruptos.
    Procure mais informações e você vai ver que com a divisão todos nos vamos ganhar.

    • gostei muito de seu texto

  • sou totalmente contra sou um paraense nascido aqui no sul do pará e amo de coração meu estado e não quero de maneira nenhuma venha se dividido;essa ideia de divisão não é nossa e sim dos forasteiros que aqui chegaram e ainda não se contetaram em mandar em grandes fazendas e querem mandar tambem em todo nosso estdo cortando o em pedaço;isso ja mais vai acontecer vamos todos votar NÃO e sermos um pará de conceição a Afuar de jacaré acanga a viseu.

  • Não tenho muitos argumentos e muitos conhecimentos plenos sobre todas as razões para a divisão do estado do Pará,mais uma coisa os brasileiros e os conterrâneos do Pará deveriam saber,essa divisão só beneficiará os bolsos dos governadores e deputados que assumiram os seus postos. Seria maravilhoso a divisão do estado se eles realmente estivessem pensando em desenvolvimento e beneficios pra população,também seria ótimo se tivessemos politicos sérios com carater e dignidade governando nosso pais, Num pais onde a corrupção é tão esfregada na cara do povo,com uma idéia dessas eu só posso pensar no lado negativo, que é obvil que irá acontecer. Novas escolas, hospitais, mais segurança etc ..todos os itens de utilidade publica terá de aumentar e o dinheiro utilizado pra isso vai pra onde depois de algumas obras começadas, mal acabadas, há e tem as obras fantasmas também??? cueca,meia ???? Por favor !! vamos ser mais realistas !! eu concordo com Marcos
    meu voto é não o povo paraense esta ligado no dia 11 de Dezembro para dizem não na cara dos corruptor

  • EU GOSTARIA DE SABER O QUE DE FATO IRÁ ACONTECER COM A REGIÃO SUL DO ESTADO CASO NÃO OCORRA A DIVISÃO?.. GOSTARIA DE SABER TAMBÉM SE A GALERA DO CONTRA, TA NADANDO EM DINHEIRO, E SE O CÉU VAI CHEGAR NA REGIÃO SUL? TEM ALGO QUE POSSO MUDAR AS NOSSAS REALIDADES E VIDAS DA NOITE PRA MELHOR ASSIM TÃO RÁPIDO?, MAIS TEM UM DETALHE SE TEM ALGO PRA FAZER POR NOSSO REGIÃO QUE SEJA LOGO… POIS EU NASCI AQUI E MORO AQUI A TRINTA E OITO ANOS E NADA DE BOM ACONTECEU….. É BURACO SEM ESTRADA…. SIM… BURACOS….. SEM ESTRADA,,.. POIS O TERMO ESTRADA ESBURACADA SÓ SE USA QUANDO SE TEM ESTRADA…… MAIS EU NUNCA DEIXEI DE ACREDITAR.. MAIS REPITO NUNCA VINGOU,, EM TODOS ESTES ANOS BELÉM ESCOLHEU OS GOVERNADORES, SIM…. BELÉM ESCOLHEU POIS QUEM TEM A MAIORIA É QUEM DECIDE.. MAIS NÓS DA REGIÃO SUL NUNCA FOMOS BENEFICIADOS EM NADA…GOSTARIA DE SABER SE O PARÁ NÃO FOR DIVIDIDO O QUE IRÁ ACONTECER? FICA MINHA PERGUNTA PARA A GALERA DO CONTRA…… NO QUE O PARÁ IRÁ MELHORÁ? QUAL SERÁ O MILAGRE?, VOCÊS ME PROMETEM QUE JESUS IRÁ ENTRAR E REINAR NO CORAÇÃO DOS NOSSOS POLÍTICOS? POIS EU ACHO QUE SE QUE ELES CONHECEM A JESUS……!!!!!

  • eu moro em belem, e sou a favor da divisao

  • Tem que dividir mesmo!! O Estado não é só grande, é totalmente sem desenvolvimento, nem Belém que é capital é desenvolvida, aliás é uma cidade horrível, suja, violenta e cheia de pobreza. Nenhuma cidade no Pará é boa para morar, já morei em Belém e moro atualmente em Marabá. Ficam dizendo que o Pará é rico, que a região do Sudeste paraense é rica, mas não vejo riqueza nenhuma aqui. Não tem infraestrutura nenhuma, a violência e o desrespeito às leis são gritantes. Aqui parece uma guerra, as notícias nos jornais só são sobre assassinatos. Há pouco tempo atrás aqui não tinha uma faculdade particular presencial, agora tem uma e estão construindo outra. Aqui não tem um supermercado decente. As ruas são todas esburacadas e o esgosto corre a céu aberto, inclusive na “bela” capital Belém. Sei que a divisão não vai resolver todos os problemas, mas que vai melhorar isso vai. E vamos deixar de hipocrisia, afirmando que o estado do Pará ficará pobre, pois todo o estado já é pobre, a riqueza´aqui é muito concentrada e os benefícios do minério não beneficiam diretamente o Pará, ou vocês esqueceram da Lei Kandir? Ah e ainda tem a energia, já que as usinas aqui, produzem em sua maior parte energia pro Sudeste do Brasil, pois é, a energiapro povo aqui é caríssima. E a internet, nem se fala, aqui internet banda larga custa em torno de R$ 150,00 300kpbs, e é via rádio, a gente tem que pagar a instalação e comprar uma antena super cara, aqui a mais barata é a porcaria da internet móvel, que é lenta e cai toda hora. E a saúde, nem se fala, é péssimal! Sei que isso não é novidade, já que em todo o Brasil a saúde é precária, mas aqui em Marabá, há somente um hospital particular, isso mesmo UM, e o atendimento nao é bom e nem os médicos, pra vocês terem uma noção, numa época tentei ir em um endocrinologista, a consulta foi marcada pra quase dois meses depois, pois a médica era de Belém e vinha aqui uma vez por mês, tentei procurar outra, mas não tinha, e isso foi em 2009, hoje a situação não é muito diferente. As estradas daqui dão vontade de chorar, as que são próximas a capital até que são boas, mas as do interior, tanto faz estadual ou federal, são todas esburacadas, algumas com pontes de madeiras, HORRÍVEIS! Não é questão de menor território não, é questão de vinda de infraestrutura mesmo, pois aqui não tem nenhuma, aqui tem é cartel, poucos oferecem os serviços e que são de péssima qualidade, não temos opção, quando alguma loja diferente quer vir pra cá, alguma “força” as impedem e continuamos sempre com os mesmos supermercados, lojas de departamento e serviços, a mesma falta de opção de sempre. As pessoas que são contra a divisão, venham por favor, passar pelo menos 01 mês morando aqui e vocês vão entender o que estou dizendo.

  • Eu já li alguns artigos sobre a divisão do Estado do Pará, mas esta
    análise feita pelo professor José R.B. Freire é uma obra-prima
    jornalística, que nos remete aos tempos de Padre Antônio Vieira e seus
    famosos sermões. Vale a pena ler parte do artigo com atenção.
    Num sermão que pregou na sexta-feira santa, já em Lisboa, perante um
    auditório onde estavam membros da corte, juízes, ministros e conselheiros da Coroa, o padre Vieira, recém-chegado do Maranhão, acusou os governadores, nomeados por três anos, de enriquecerem durante o triênio,juntamente com seus amigos e apaniguados, dizendo que eles conjugavam o verbo furtar em todos os tempos, modos e pessoas. Vale a pena transcrever um trecho do seu sermão:

    “Furtam pelo modo infinitivo, porque não tem fim o furtar com o fim do
    governo, e sempre lá deixam raízes em que se vão continuando os furtos.
    Esses mesmos modos conjugam por todas as pessoas: porque a primeira pessoa
    do verbo é a sua, as segundas os seus criados, e as terceiras quantos para
    isso têm indústria e consciência”.
    Segundo Vieira, os governadores ”furtam juntamente por todos os
    tempos”. Roubam no tempo presente, “que é o seu tempo” durante o
    triênio em que governam, e roubam ainda ”no pretérito e no futuro”.
    Roubam no passado perdoando dívidas antigas com o Estado em troca de
    propinas, “vendendo perdões” e roubam no futuro quando “empenham as
    rendas e antecipam os contrato, com que tudo, o caído e não caído, lhe
    vem a cair nas mãos”.

    Os dois novos Estados – Carajás e Tapajós – se criados, significam
    mais governadores, mais deputados, mais juizes, mais tribunais de contas,
    mais mordomias, mais assaltos aos cofres públicos. Por isso, o Conselho
    Indígena dos rios Tapajós e Arapiuns, sediado em Santarém, representando
    13 povos de 52 aldeias, se pronunciou criticamente em relação à
    proposta. Em nota oficial, esclarece:
    “Os indígenas, os quilombolas e os trabalhadores da região nunca
    estiveram na frente do movimento pela criação do Estado do Tapajós,
    porque essa não era sua revindicação e também porque não eram
    convidados. Esse movimento foi iniciado e liderado nos últimos anos por
    políticos. E nós temos aprendido que o que é bom para essa gente
    dificilmente é bom para nós”.
    Análise feita pelo professor José R.B. Freire.
    E eu sou de acordo com o Professor, e o Pe.Vieira.
    Pedro Mardock – Ambientalisa

  • No oeste, os reais paraenses, mas de uma política imunda, a corrupção é tradição, é de berço! panelinha de bandidos que tenta ludibriar o povo com promessa de melhorias, o que se quisessem já teriam realizado. No nordeste, nem paraense tem! É um bando de saqueadores de outros estados que nem sequer conhece nossa cultura, e vieram atraidos pela grana da mineração e terras. Ja tem a grana, agora quererm poder político.
    No fundo isso é bom. O governo do estado abre os olhos e dá um pouco mais de atenção, investimentos para o oeste e cobra mais caro desses exploradores do sul.

  • Sou contra. Isso é desculpa de político inconpetente para gerenciar um Estado. É possível sim, administrar um Estado de qualquer tamanho com excelência. Para isso basta ser: honesto, ter vontade de trabalhar e se despir de vaidades pessoais e preguiça.

  • resposta ao Jose Silva= deicha de sonhar não existe petroleo na costa Paraense em kilometros pos causa da separação tectonica deicha de sonhar acordado petroleo não é a mesma coisa que encontrar minerio burro.

  • CARAJÁS- JAZ
    TAPAJOS-JAZ
    devemos comparecer as urnas e dizer não àqueles que mais uma vez tentam nos ludibriar, acham que porque somos do norte devemos contar com a morte.alegam que são esquecidos, mau administrados, discriminados, papo mais besta porque se assim fosse e não fosse vedado a secessão, poderiamos uasr o mesmo argumento para querer que o norte se separasse do brasil, pois os nortistas são esquecido, discriminados, mau administradosss ss. NÃOOOOOOOOOOOOO OOOO, NÃOOOOOOOOOOOOO OOOOOOOOOO E NÃOOOOOOOOOOO EA DIVISÃO.

  • Caro Rodrigo,

    Morei no interior do estado do Pará, mais precisamente na região sudeste, durante um ano ininterrupto. A pobreza naquele lugar é algo indescritível. É uma daquelas situações em que facilmente se diz: “Só vendo de perto para crer!”. E veja que sou nordestino e vivo no nordeste, região que também não tem lá grande desenvolvimento e nem a assistência devida do poder público.
    Porém, ainda assim, está anos-luz a frente da região norte, sobretudo do interior do Pará. O problema é que os poucos que conhecem o Pará são os que vão a Belém. Só que o Pará é a maior que a França! Aliás, parece incrível, mas só o município de Altamira (maior município do mundo!), sozinho, é maior em extensão territorial do que Portugal! Você sabia disso? Afirmo sem qualquer receio, o Estado Democrático de Direito tão propalado e consagrado na Constituição Federal de 1988 não existe no interior do Pará. O Estado não se faz presente perante a população. E olha que baseando-se nas estimativas apresentadas em sua análise percebe-se que a região do Tapajós é ainda mais pobre do que a do Carajás onde morei. Para mim, o seu estudo depõe de forma incisiva, definitiva, a favor da divisão do estado paraense. O argumento de que inevitavelmente a União teria que cobrir parte das despesas, ao meu ver, trata-se tão somente de obrigação do Estado brasileiro, que tem como um dos objeitvos fundamentais previstos na Carta Magna “erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais E REGIONAIS”. Aquele povo sequer sabe o que é qualidade de vida! O seu argumento de que a divisão do estado seria uma ideia facilmente vendida a população local, carente de serviços públicos, ora Rodrigo, isso parece-me soar natural e óbvio, não acha? QUem está na miséria, é facilmente levado a acreditar em qualquer coisa que dê esperança de melhoria. Distância entre Santarém e Belém: 1384 Km! Você sabia disso? Não existe a menor possibilidade de se governar oferecendo as mesmas oportunidades a uma unidade federativa tão extensa e díspare. Apresentar estudos com números frios, elaborados na em condições favoráveis, em um recinto confortável e em que se respira desenvovimento, não contribuirá, em nada, para reduzir o sofrimento daquele povo.

    Sergio Cavalcanti.
    Servidor público federal, sem pretensões políticas, apenas humanitárias.

  • PARA MARCELO DE ANANINDEUA/PA.. OLHA MIGO TALVEZ VOCÊ SEJA MUITO RICO OU MAIS PARAENSE QUE TODOS NÓS POIS ACHAR QUE A SOLUÇÃO DE UM PROBLEMA CENTENÁRIO É BESTEIRA , TALVEZ VOCÊ SEJA DE FATO O ÚNICO PARAENSE DESTE ESTADO. POR QUE MESMO SABENDO QUE ATÉ AÍ NA SUA REGIÃO MORRE GENTE AS DÚZIAS EM UM ÚNICO DIA E AINDA ASSIM É CONTRA A DIVISÃO.. TALVEZ VOCÊ SEJA REALMENTE MUITO RICO E NUNCA PRECISE DE UM SERVIÇO DE SAÚDE PÚBLICO. PARABÉNS PRA VOCÊ AMIGO… MAIS GOSTARIA DE TE INFORMAR QUE AQUI EM NOSSA REGIÃO A COISA NÃO É TÃO BOA COMO VOCÊ IMAGINA. POIS HOSPITAL REGIONAIS FUNCIONAM SÓ NA BASE DA PEIXADA POLITICA AMIGO. ESTRADA NINGUÉM FALA POIS JÁ NÃO EXISTEM. MAIS SE NÃO TIVER PEIXADA PODE ESQUECER, POIS NÃO CONSEGUE VAGA , NÃO CONSEGUE FAZER TRATAMENTO. E EU SOU PROVA DISSO NÃO ESTOU TE CONTANDO HISTORINHA TRISTE E NEM DRAMÁTICA NÃO,, VIU MARCELO… E É SEU GOVERNADOR E SEU ZENALDO COUTINHO QUEM PERMITEM ESTES ABSURDOS VIU.. PESSOAS CONTRA A DIVISÃO… DIVISÃO ESTA QUE É A UNICA ESPERANÇA DESTE POVO.MAIS SE NO SEU CONCEITO O POVO DO DA REGIÃO SUL ESTÁ APENAS FINGINDO UMA DOR INEXISTENTE.. TUDO BEM CADA UM TEM SEU PONTO DE VISTA… MAIS EU TE DIGO MAIS, EU ACREDITO QUE OS TRÉS BEBES DE MARABÁ, E AS DEZENAS DE BEBES DA SANTA CASA DE FATO MORRERAM,, EMBORA VOCÊ NÃO ACREDITE TÁ AMIGO ABRAÇÃO ATÉ DIA 11 DE DEZEMBRO

  • simmmmmmmmmmmmmmmmmmmm!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! VOTEM 77 SIM PARA IDEPENCIA AJUDE SUAS FAMILIAS SEUS FILHOS E NETOS TEREMOS MAIS 6 SENADORES EM BRASILIA JA IMAGINARAM QUANTOS PESSOAS NA REGIÃO NORTE AJUDAEREMO ALEM DE AJUDARMOS A NOIS MESMO E NOSSOS FAMILIARES SIM AO PROGRESSO SIM AO DESENVOLVIMENTO SIM A NOSSA GERAÇÃO DE TAPAJOS E CARAJAIS SIM 77 NOIS TE AMAMOS TAPAJOS E CARAJAIS SONHAVAMOS TODOS OS DIAS QUE CRESCERIA E SERIAM FILHOS GRANDES E FORTES E ESTE DIA CHEGOU NAS URNAS DIA 11 DE DEZEMBRO VOTAREMOS SIM 77 VAMOS PRA FRENTE IDEPENCIA CARAJAS E TAPAJOS.

  • Olá, pessoal concordo com o texto, mais o texto foi focado totalmente no contras, você teria que ser mais imparcial.

    Moro no sudeste do Pará, exatamente em Marabá. Vejo a dificuldade do povo dessa terra, sem estradas,saúde digna, educação de qualidade, segurança e Internet de qualidade. O que mais me deixa “encabulado” é o pessoal de belém dizer Não, Vocês não sabem o que é realidade!!
    O Pará é enorme, se fosse dividido, teriamos governos mais presentes, uma renda bem mais distribuida.

    Marabá tem quase 250 mil Habitantes, vou mostrar a vocês a realidade que convivemos aqui. Vou começar pela Educação, estudo em uma faculdade daqui da cidade, minha turma começou com 50 alunos, depois de 2 semestres só tem 17 alunos. Sabe pq? os alunos daqui pensam que estudo não leva ninguem a lugar algum, as escolas desenvolvem précariamente seus alunos, que são levados para o mundo do crime bem cedo. A segurança, todo final de semana morre 6 a 12 pessoas, é muita morte para uma população desse magnetude. Internet, hahaha, da vontade de rir, toda essa parte do Pará nem se quer recebe corbetura de serviços como Oi velox, Telefonica, entre outros, pago 90 reais por uma internet via rádio sem qualidade e que me deixa na mão toda hora, temos o serviço das operadoras de telefonia, muito caro para nós 120 reais por 4 GB de tráfego de dados, é um roubo. Saúde, estou cansado de ver pessoas morrem por falta de atendimento de verdade, todos os hospitais estão sobrecarregados, temos outros problemas, mais não vou falar.

    Concluido, o ano de 2011, fica marcado na história como o dia em qua o povo pobre, foi a luta de seus ideáis, tenho esperança de ver essa terra prospérando e com seu povo alegre por tomar uma decisão tão seria e desesperada. Sou afavor do progresso, acredito que com a divisão todos nós ganharemos. E se isso acontecer vamos mostrar o quanto o pessoal de belém estavam enganados. COM A DIVISÃO TODOS OS ESTADOS VÃO GANHAR, PRINCIPALMENTE O ESTADO DO PARÁ, QUE NÃO VAI TER TANTA GENTE PRA SE PREOCUPAR..

    SIM 77

  • Ao comentar, sobre a criação de dóis Estados Tapajós e Carajás, tem que dividir o Pará Sim, porque estamos sofrendo nas mãos deles a vários anos. Eles só pensam neles fala que vai fazer um pará melhor mais é mentira é só no Estado que eles pensam viram as costa para os Municípios por isso temos que mudar já essa situação estamos sofrendo o pão que o diabo amassou basta já Sim para o Tapajós 77.

  • MÚSICA PRÓ ESTADO DE CARAJÁS

    AUTOR: VAL LOPES

    QUANDO SE TEM UM SONHO E A RAZÃO TE FAZ LUTAR.
    QUANDO TE FALTA O AMOR, TE SOBRA ADOR, QUE NÃO DA PRA SUPORTAR.
    E A QUELE SONHO VEM DO CORAÇÃO. O SONHO DE SER LIVRE EM FIM.

    PARÁ ME DEIXE EXISTIR, EU NEM QUERO SER TÃO GRANDE
    ME DEIXE VIVER, ME DEIXE CRESCER,
    EU QUERO PODER SONHAR, EU NEM QUERO SER TAO GRANDE
    EU SÓ QUERO SER O ESTADO DE CARAJÁS.

    O NOSSO POVO TEM UM SONHO. E POR ESTE SONHO IRÁ LUTAR.
    NÓS NÃO QUEREMOS SER TÃO GRANDE
    SÓ QUEREMOS SER O ESTADO DE CARAJÁS.

    É JUSTAMENTE ISSO QUE OCORRE, COM A POPULAÇÃO DA REGIÃO DE CARAJÁS E TAPAJÓS.
    QUALQUER PESSOAS PODE BAIXAR NO YOU TUBE.. OU COPIAR A CIFRA NO MEU BLOG VOCÊ TAMBÉM PODE TOCAR E CANTAR E ESTA MÚSICA. http://estadodecarajasja.blogspot.com/ ACESSE ESTA MÚSICA NO YOU TUBE. MUSICA PRO ESTADO DE CARAJAS

  • Ao contrário do que se vem propalando. A divisão do estado do Goiás foi péssima para o Tocantins. É um estado totalmente sem perspectiva. Mesmo tendo recebido dinheiro federal a rodo por 10 anos, o que aliás já está definido que não acontecerá nos pseudo-pretendentes a estado, visto que a formula de financiamento da infraestrutura não será mais custeada pela união como em outrora. O Amapá é outro triste exemplo, dentre outros… Vejo que estamos na contramão do que é moderno, que é integrar e criar blocos econômicos como a UE e o mercosul. O Pará perderá força política com a divisão, e fatalmente deixará de ser a econômia mais forte da região, perdendo influência relativa para o Amazonas e com isso poder de barganha por investimentos, que aliás já tem acontecido inclusive nas pretensas regiões separatistas como o hspital regional e a UFOPA em Santarém (grande luta do governo do estado) e a ALPA, a alça viária, hospital regional do sudeste, hidrovia, eclusas e tantos outros em Marabá. Antes era bem pior e ninguém falava em dividir nada. Isso não é no mínimo estranho????

    • Concordo com o Bruno! E ainda mais o Pará tá precisando é de Políticos que prestem, e que pense lá na frente. Nossas riquezas minerais estão saindo quase de graça do estado; deveriamos era criar industrias para agregar valor aos nossos recursos naturais, para gerar empregos e desenvolvimento social pra essas Regiões esquecidas. Ainda mais desenvolver a Região com sustentabilidade e não dá o Pará pra esse pessoal de fora que só querem saber de si; acabando com a floresta pra plantar soja e retirar madeira ilegalmente pagando uma miséria pra esse bando de políticos sujos e corruptos. E ninguem faz nada. Tá na hora de acabar com essa demagogia barata, dizendo que se dividir vai melhorar a situação do povo; dá pra melhorar sem dividir.

    • O texto como mencionado anteriormente é tendencioso,.Diante das discussões acerca da divisão do Estado do Pará e dos comentarios acima citados, um deles me chamou a atenção, quando um comentarista vem a falar do Estado Tocantins, como moradora do estado e presente na divisão, posso dizer a todos (as) que para o nosso estado a divisão foi o melhor caminho a ser seguido, antes eramos esquecidos em todos os seguimentos sociais, politicos e economicos, no atual contexto existem inumeros problemas, mas nada comparado a realidade anterior.

  • Eu sou a favor da criação dos estados do Tapajós e do Carajás (***editado***) o minério e livre de imposto quem ganha com isso e so a vale (***editado***) pesquisem as coisas antes de comentas e sai purai falando.

  • VOTE SIMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM 77
    ASIM TODOS VAMOS GANHAR MAIS COM A DIVISÃO DO PARÁ
    VOTE VOTE VOTE VOTE VOTE SIMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMMM
    77, 77, 77, 77

    • Eu voto sim e ninquem muda o meu voto.E VC TAMBEM TA ESPERANDO O QUE VOTE TAMBÉM 77,77,77,77,EU SOU SIMMMMMMMM

  • Além de tudo o que foi muito bem colocado, diga-se de passagem, some-se ainda que os pretensos novos estados que se formariam, e que não contariam com prontas estruturas hospitalares, casas penais e etc…, certamente o que restaria do estado do Pará, além de já prejudicado com a divisão, ainda teria que arcar com todos os atendimentos, principalmente na área da saúde haja vista que o que se estaria dividindo seria o território e não o seu povo, pois se assim o fosse teriamos que repatriar aos novos estados seus doentes e principalmente seus criminosos que cumprem penas em nossas casas penais.

    Tenho a esperança de que tudo se resolva da melhor forma possível, pois o POVO DO PARÁ não pode mais uma vez pagar por caprichos de políticos inescrupulosos e oportunistas.

  • Como será se a divisão acontecer? Será que vai mudar alguma coisa, visto que os novos Estados serão governados pela mesma corja que tinha o poder de fazer e não fazia!

  • BOM SE PRA FALAR DA DIVISÃO FOR NECESSÁRIO O AVAL DE UM ECONOMISTA ENTÃO AGORA ESTÁ TUDO BEM, MEU VOTO AGORA ESTÁ DECIDIDO. AQUI NO BAIRRO DA CREMAÇÃO A GALERA JÁ ESTÁ FICANDO DE OLHO ABERTO COM O PESSOAL DO NÃO, POIS NÃO É POSSÍVEL QUE UMA PESSOAS QUE TEM UM NOME A ZELAR COMO PAULO HENRIQUE AMORIM VIRIA A BELÉM SÓ PRA MENTIR. MEUS ME DISSERAM QUE ESTE JORNALISTA É UMA PESSOAS QUE TEM CARÁTER, ELE ESTÁ NA TV A MAIS DE VINTE ANOS, É UM DOS PRIMEIROS ECONOMISTA NA TV BRASILEIRA, QUE ACOMPANHA A ECONOMIA BRASILEIRA DESDE A ÉPOCA DA INFLAÇÃO NO GOVERNO SARNEY, DESTE ECONOMISTA QUE ESTÃO AÍ O PAULO HENRIQUE AMORIM É O ÚNICO CONFIÁVEL, ERA ISSO QUE FALTAVA NESSE PLEBISCITO, FALTAVA PESSOAS QUE A GENTE PUDESSE CONFIAR NO QUE ELAS VIESSEM A FALAR, AQUI EM NOSSA CASA E NA CASA DE BOA PARTE DOS NOSSOS VIZINHOS,,, O SIM AO 77 JÁ ESTÁ GARANTIDO,…. POIS O NÃO É MUITO VAZIO,…. SÓ SABE DIZER NÃO,,,, E NÃO. ELES NÃO APRESENTAM UMA PROPOSTA ELES FICAM O TEMPO TODO FALANDO MAL DO SIM, NÓS NOS ENCHEMOS DAS FALAS DO NÃO.. ESTAMOS DECIDIDOS O NOSSO VOTO É SIM 77 DIVIDINDO O ESTADO BELÉM PASSA A TER MAIS CHANCE DE MELHORAR ESSE CAOS QUE ELA ESTÁ VIVENDO, TODA PESSOAS SENSATA IRÁ ANALISAR BEM ANTES DE VOTAR, POIS BELÉM SÓ TEM ESTA CHANCE DE MELHORAR, COM O ESTADO IMENSO COMO ELE É FICA DIFÍCIL, EU ACREDITO QUE DIVIDINDO VAI FICAR COM CERTEZA MAIS FÁCIL,… PARA ESTE GOVERNADOR PREGUIÇOSO QUE NÓS TEMOS.. MEU VOTO É SIM É 77

  • Alguém já falou que o que é bom para os políticos naturalmente não é bom para o povo, é pura verdade infelizmente muitas pessoas são desinformadas e ainda acreditam nas lorotas desses caras de pau, que só querem se dar bem às custas do dinheiro público.E o pior que o ônus de todo esse absurdo será pago por todo povo brasileiro. Lamentável.
    Mas o povo de Belém e Ananindeua Já esta vacinada desses político caras de pau que aparece no dia da eleição. Eu estou muito confiante nessa vitoria do povo que se considera legitimo Paraense.”Valdimar ‘”Eu na sou rico sou apena pobre humilde, que não concorda com essa ideia querendo dividi esse estado. Mas não deperde só mim, mas sim do povo.
    só sei que a vitoria e nossa do Povo Pará é NÃO,NÃO,NÃO NINGUÉM DIVIDI O NOSSO PARÁ .
    NO DIA 11 DE DEZEMBRO, VAMOS MOSTRA PARA ESSE POLÍTICO A FORÇA DA UNIÃO DO POVO PARAENSE NAS URNAS, DIZER NÃO NA CARA DESSE CORRUPTO , É NINGUÉM TIRA ESSE MEU VOTO NO DIA DA DECISÃO DA MINHA MÃO

  • O Brasil um dia libertou-se do domínio de Portugal!
    Agora esta chegando a nossa vez de sermos libertos do domínio de Belém!

    Dia onze de dezembro será lembrado como o dia da Independência do Oeste do Pará para a criação do Estado do Tapajós.
    Povo paraense deixe-nós conduzir nosso próprio destino, vote sim 77

  • Desde qundo dividir uma ‘quadrilha” diminui a arte de roubar e a avidez pelo roubo?
    O escoamentop dos recursos públicos de hoje, no atual estado do Pará é uma questão de falta de ética nacional e não mudará absolutamente nada com esta divisão.

  • (…) VOTO 77 CARAJÁS E TAPAJÓS.

  • Sou da cidade de Dom Eliseu DIVISA do Pará com o Maranhão a minha região pertençe ao Carajás e aqui estamos todos abandonados ou esquecidos politicamente hoje… Pois só lembran de nós quando querem pedir voto em época de eleições. Mas digo a vocês que só quem sofre na pele essa desigualdade social e econômica é quem sabe realmente o que precisa ser feito quem está na bonança esqueçe de que um dia já foi esquecido e lastimado, quem nunca foi esquecido e lastimado sabe menos aínda sabre o que deve se fazer…
    Então digo – vos sou a favor da DIVISÃO DE UM ESTADO mais a favor da UNIÃO DESSE POVO, por isso já dizia o TIRIRICA: ” PIOR DO QUE TÁ NUM FICA”… Voto 77 Carajás e Tapajós.

  • QUERO PARABENIZAR O MAGNO MAGNO DE OLIVEIRA DE DOM ELISEU , CARA É EXATAMENTE ISSO, OS POLÍTICOS DE BELÉM SÓ VÃO NO INTERIOR EM ÉPOCA DE ELEIÇÃO, E TEM MAIS SE VOCÊ FIZER UMA ANALISE VOCÊ VAI VER QUE OS GOVERNADORES TODOS SÃO DE BELÉM, É JUSTAMENTE ISSO QUE TEM ACONTECIDO,
    SENDO DE BELÉM IMAGINA PRA ONDE ELES IRÃO PUXAR A BRASA, LOGICO QUE PRA SARDINHA DELES. SE NÃO DIVIDIR ESTE ESTADO NEM NÓS AQUI DO INTERIOR, NEM AS CIDADES EM TORNO DE BELÉM IRÃO SE DESENVOLVER JAMAIS. ABRAÇO AMIGO. AQUI EM XINGUARA TODO MUNDO É SIM É 77 DESDE CRIANCINHA, SIM 77

  • eu sou contra pq para mim vai te mais corruptos para o estado

  • a minha opinião é nagativa em dividir o problema é de que quer, o meu medo de dividirem o nosso promissor estado é que quando os futuros ESTADOS estiverem independentes e na miséria os habitantes de tapajós e carajás migrem para o meu rico PARÁ.
    Se não ficaremos mais cheios de favelas, pedintes, vagabundos, ladrões e tudo mais além de tudo mas uma corja de políticos safados e corruptos já basta o que tem NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO.

  • nos verdadeiramente paraense naõ somos desordeiro pelo contrario somos pasificos por isso somos chamados de burro por outros de outros estados entaõ eles vem pra cá enriquece aqui e ainda se ver no direito de pedi a divissaõ do nosso estado deven mesmo acredita que somos burro

  • sou a favor da divisão ,exemplos temos de estados que se tornaram idependetes e hoje estão muito bem obrigada, como é o caso do estado do Tocantins!!!!!!!!!!

  • No ponto de vista, eu entendo que nada mudaria, a não ser os interreses de pessoas grandes nesses lugares, então para min e somente enteresse de alguns não enteresse de todos…. e os paraenses não são burros…

  • sou contra a divisão,pois acredito que os grandes beneficiados serão esse bando de sangue-sugas “os politicos”,que não estão nen hum pouco preocupados com os interesses da populaçao e sim com interesses próprios,só teremos um estado melhor quando todos aprenderem a votar e não se venderem por uma cesta básica.É por isso que eles não investem mais em educação,pois quando inventam uma palhaçada dessas eles tem certeza que manipularam com facilidade a grande maioria da populaçao,que pra eles não passam de grandes otários.

  • ai que bom seria se tudo que desse certo para uns desse certo para todos,não se iludão meu povo,vamos acordar e ter censo critico.

  • TEM GENTE QUE NÃO ACORDA NUNCA, EU CONHEÇO BEM O ESTADO DE TOCANTINS E MATO GROSSO, PRA SE TER UMA IDEIA EXISTE CIDADES NO MATO GROSSO QUE NÃO POSSUEM ESCOLA PARTICULARES.. POIS NÃO CONSEGUIRIA CONCORRER COM A ESCOLA PÚBLICA, POIS A ESCOLA PUBLICA EM ALGUMAS CIDADES DO MATO GROSSO POSSUEM PISCINAS OLÍMPICAS, PIZZARIA, PANIFICADORA, NESTAS ESCOLAS TUDO É DE PRIMEIRA. E NO TOCANTINS NEM SE FALA, SE ALGUÉM ESTÁ MUITO DOENTE EM MARABA REDENÇÃO XINGUARA, TUCURUÍ,, E NAS DEMAIS CIDADES DO SUL DO PARÁ …. SERÁ QUE A lilian teixeira,jair bararena-pa,valeria adrianne SERÁ QUE VOCÊS SABEM O NOME DO ESTADO QUE ESTÁ SALVANDO A VIDA DOS IRMÃO DE VOCÊS AQUI DO SUL DO PARÁ? TALVEZ NÃO. MAIS EU SEI,, MEUS QUERIDO SE O ESTADO DE TOCANTINS NÃO EXISTISSE NÓS CERTAMENTE JÁ TERÍAMOS DESAPARECIDO, POIS POSSO LHES AFORMAR QUE O HOSPITAL REGIONAL DE MARABÁ E REDENÇÃO TEM SIDO OMISSO, SENDO ASSIM SÓ NOS RESTA CORRER PARA A CIDADE DE ARAGUAIANA NO TOCANTINS, EMBORA SEJA LONGE E APESAR DE SERMOS DE OUTRO ESTADO LÁ SOMOS TRATADOS COM DIGNIDADE, DIGNIDADE ESTA QUE NÃO SE VER POR AQUI.. MAIS PARA QUE FALAR DE DIGNIDADE, SE NA MENTE DE VOCÊS A PESSOA QUE MORA NA REGIÃO SUL DESTE ESTADO NÃO É CONSIDERADO PARAENSE, PORTANDO NÃO TEM DIGNIDADE, E SENDO ASSIM NÃO TEM DIREITO A NADA. NÃO É ISSO QUE VOCÊS PENSAM. EU VOU DEIXAR AQUI UM PROBLEMA QUE ESTÁ PRECISANDO DE UMA SOLUÇÃO. OLHA DESDE O DIA 20 DE JUNHO DE 2011 EU ESTOU AGUARDANDO NA FILA PRA FAZER UM EXAME NO HOSPITAL REGIONAL DE REDENÇÃO AINDA NÃO FUI CHAMADO, POIS SOU DE XINGUARA E AQUI O GOVERNADOR NÃO TEVE MAIORIA DE VOTO, TALVEZ POR ISSO ESTEJA DEMEANDO TANTO ESTE ATENDIMENTO, SE TIVESSE CONDIÇÕES JÁ TERIA ID PARA ARAGUAINA -TO…. O QUE VOCÊS ACHAM QUE ESTÁ ACONTECENDO? POR QUE TANTA DEMORA. E O QUE VOCÊS FARIAM SE ESTIVESSEM EM MEU LUGAR, TENHO TRÊS FILHOS E PRECISO DE SAÚDE PARA TRABALHAR PARA SUSTENTAR MINHA FAMÍLIA. TALVEZ VOCÊS NEM COMENTEM ESTE ASSUNTO,, POIS O MAIS IMPORTANTE É QUE O PARÁ CONTINUE GRANDE NÃO IMPORTA SE AQUI NO SUL O POVO ESTÁ MORRENDO ABANDONADO PELO PODER PÚBLICO, E O QUE SE OUVE É QUE VAI MELHORAR,,, MAIS MELHORAR QUANDO?. POIS NASCI AQUI SOU FILHO DESTA TERRA, TENHO 38 ANOS E ESTA MELHORA NUNCA CHEGA.. SE O PARÁ NÃO FOR DIVIDIDO EXISTE UMA GARANTIA DE MELHORA PARA AS NOSSAS VIDADAS? NINGUÉM FALA NISSO.. SENDO ASSIM SÓ NOS RESTA MESMO É VOTAR NO NÃO.

    • eu chorei ao ler seu comentario waldimar… sou daq da regiao sul-do para e sei muito bem do nosso sofrimento, nao sei se se trata de ipocrisia ou ingenuidade de mais de certas pessoas, so sei que o sul-do-para nao recebe nada em troca dessas grandes riquezas… os gov e deputados so falam de belem em seus horarios de propaganda politica. ja esta chegando o dia de votar e sinceramente ainda n tenho o meu voto…. ainda n vi algum cadidato pra dispor por aqui! afinal eles continuam se fartando das ”riquezas do sul” praq se preocupar ne… alem do mais o para nao foi divido…. e o que mudou pra gent? vou responder; estamos pagando a energia mais cara em todo o pais….. sendo que sai daq neh…. espero que a conciencia de quem votou a favor esteja tranquila… opsss estou sendo ipocrita…. valeu waldimar

  • Valdimar esse é um dos principais q me levou a ser a FAVOR a divisão.. O Pará é dividido.. Só pra vc ter um ideia.. Se você quisesse falar comigo teria q gastar os creditos de seus celular, porque vc iria falar uma chamada de longa distancia, como se fosse pra São Paulo, Santa Catarina…Contudo, eu moro no Oeste do Pará que o código é 93 e vc mora onde o código é 94… E Belém e seus derivados código 91… Ele é dividido!!!!

    “O Brasil um dia se libertou das garras de Portugal” e Assim como o Amapá que um dia desmembrou-se do Pará e não é um ESTADO POBRE como muitos dizem..
    Dia 11 de dezembro vai ser a Nossa vez de sermos libertos do domínio de Belém que só lembra que o oeste do Pará existe nas épocas de eleições.. Temos a região mais rica, minérios e tudo mais… Belém e seus derivados coitadinhos… Nem sei se ainda tem árvores por lá (risos).. Sou a favor a divisão.. 77

  • Diga não a separação, dividir não é a solução, se o problema fosse a extensão de um estado e por isso ele não conseguisse desenvolver, Sergipe seria o estado mais rico da federação e nós sabemos que isso não é verdade, ou seja, dividir o Pará só vai beneficiar uma meia dúzia de “políticos sangue-sugas!!!!”

  • Não devemos esquecer que, o que deve ser questionado é a proposta da divisão do estado do pará, se isso será bom para os paraenses, ou para essa classe de politicos, muitos deles corruptos, essa é a verdade. Porque o que está por traz desta proposta nada mas é, do que politico querendo ser dar bem, por isso devemos tomar muito cuidado com relação a essa proposta.

  • eu digo sim e sim pois quem quer ser feliz sou eu e minha familia que vem sofrendo a anos por um governo que so tem olhos pra essa região quando quer voto. eu muito me adimiro de alguns deputados filho de uma puta ter a coragem de ser contra a divizão desta merda que eles e vocês chamam de estado do pará. pois eu e minha familia somos do estado do tapajos doa a quem doer.
    “O Brasil, um dia se libertou das garras de Portugal” e Assim como o Amapá que um dia desmembrou-se do Pará e não é um ESTADO POBRE como muitos dizem..
    Dia 11 de dezembro vai ser a Nossa vez de sermos libertos do domínio de Belém que só lembra que o oeste do Pará existe nas épocas de eleições.. Temos a região mais rica, minérios e tudo mais… Belém e seus derivados coitadinhos!!… Nem sei se ainda têm árvores por lá (risos).. Sou a favor a divisão.. 77…..

  • Os textos são relevante com muitas informações econômicas. Porém todos as tais despesas com a criação dos dois Estados, o POVO que mora lá naquela região, já pagaram por tal custos. As maiores jazidas de bauxita e ferro e outros minerais, riquezas do PARÁ está nessas regiões e o retorno para elas são insignificantes, porque será?. São povo excluídos de todos os serviços e pagam todos seus impostos como qualquer cidadão do Pará e do Brasil. O problema esta nesta centralização politica que existe nessa região, falo mais ainda se é para o interesse de alguns políticos dessa região a população deve sim arriscar ser enganados por gente que é da sua região e não mais por políticos que só aparecem no tempo da campanha politica depois esquecem que o Pará possui toda essa extensão territorial e não só a metrópole . Portanto digo SIM a essa divisão que vai beneficiar a população ribeirinha dessa região.

  • Não tenho dúvida de que as dores de quem mora no interior do estado do Pará são justas. Falta realmente a mão presente do Estado. As carências são inúmeras. Contudo, ao contrário do que o senso comum diz, não será com a divisão que os mesmos terão as suas necessidades atendidas. Ou seja, o diagnóstico é preciso, mas a solução equivocada. A alternativa não é a divisão, mas sim um choque de gestão capaz de promover o aumento da eficácia, da efetividade e da eficiência das políticas públicas, a mudança no paradigma de gestão setorializada para territorializada, a integração das regiões do estado do Pará sob a lógica de um projeto estratégico de desenvolvimento de nosso estado e a mudança radical de nosso modelo de desenvolvimento. Assim, não precisamos nem de mais cargos públicos e nem de mais cargos políticos. Precisamos de um serviço público de melhor qualidade e de melhores quadros em nossa política.
    diga não a divisão do Pará, Vamos mostra para esse políticos que ninguém dividi nosso Pará
    no dia 11 de Dezembro, é 55 é NÃO bem grande do Povo Paraense.

  • Nos, verdadeiramente paraenses, não somos desordeiro, pelo contrario somos pacíficos, por isso somos chamados de burros, por outros, de outros estados, que então vem pra cá, enriquecer, e ainda se ver no direito de não pedi a divisão do nosso estado, devem mesmo acredita que somos burro!.
    É por isso que dividir o pará é tornar-se livre das garras daqueles que só vêm buscar as riquezas que aqui existem e esquecendo que aqui, é que é o berço da riqueza paraense.
    E é nesse sentido de INDEPENDÊNCIA que no dia 11de dezembro devemos votar 77 para DESMEMBRAR o pará, formando O ESTADO DO TAPAJÓS livre, rico e independente.

    Eu sou 77,brasileiro,TAPAJOARA e pra frente!!!….

  • não,pra mim é não ninguém divide o Pará

  • UM ESTADO QUE TEM TRÊS CÓDIGO DE ÁREA 093 O91 E 094, E PRA COMPLETAR TEMOS FUSO-HORÁRIO, SIM TEMOS FUSO HORÁRIO, POIS TALVEZ SÓ DIZER QUE É GRANDE E QUE TEM TRÊS CÓDIGO DE ÁREA TALVEZ NÃO SEJA O SUFICIENTE, PARA QUE DIZ QUE É CONTRA A DIVISÃO. PARA QUEM NÃO SABE O FUSO-HORÁRIO EXISTE QUANDO UM LUGAR É MUITO DISTANTE DE OUTRO, EXEMPLO DE CONCEIÇÃO DO ARAGUAIA A SANTARÉM DIGAMOS QUE SEJA 2500 Kms AÍ PASSA A EXISTIR O FUSO-HORÁRIO, POIS É CLARO QUE EM UM DESTES LUGARES O SOL VAI TER QUE NASCER PRIMEIRO E SE POR PRIMEIRO TAMBÉM.. OU SEJA EM QUANTO EM UM DOS LUGARES É DIA O OUTRA JÁ É NOITE, FICA AÍ ESTA PEQUENA AULA PRA QUELES QUE QUEREM QUE O PARÁ CONTINUE SENDO A UNIÃO SOVIÉTICA. QUE AGLOMERAVA MAIS DE DEZ PAÍSES DENTRO DELA. EMBORA COM A POBREZA DANDO NO JOELHO, MAIS NA MÃO DE QUEM NASCEU PRA POBRE POBRE E SÓ ATÉ OURO VIRA PÓ.

  • Divisão do Pará ?!?

    Pelo coração… Não
    Pela razão… SIM
    Bastava construir bases fortes de desenvolvimento nestes locais longíquos, cujos moradores estão á míngua, sem apoio a saúde, educação e saneamento básico, além da falta de estrutura rodoviária. O que iriam gastar com este plebiscito e com a implantação de outros estados; usaria-se este dinheiro para montar Hospitais dígnos, escolas, estradas e apoio funcional. Isso sim deveria ser feito.
    Rivaldo Barros.

  • O texto é bem explicativo…e não foge muito de metodologias e resultados obtidos por economistas do estado pará. EU DIGO NÃO. E procuro buscar melhores alternativas do que essa, a divisão do atual pará, que só vai gastar com a imcopentente maquina publica criada.

  • Eu acho otimo se o Pará se dividir no caso eu moraria no Carajás, na verdade se ele dividir vcs q vão ficar no Pará ñ fica tão pobre ainda ficarão com a navegaçao e outras coisas q isso vcs querem ficar com tudo vcs tem muitas coisas se dividir vamos repartir que tal sera melhor para todos nois, porque se ñ as outras pessoas ñ vão gostar muito de vcs terem tudo e nois ficarmos afastados sem nada da uma chanse pra nois.por favor!

  • ´pra que mais politicos pra roubar o para ja nao chega o jader barbalho o flexa ribeiro o domingos juvenil o robe gol….. diga nao enao e pronto.

  • isso e um absurdo, o PARA ficaria com a maior populacao e a regiao mais pobre, isso e loucura.

  • em vez da divisao porque nao a uniao. e so os politicos do pará tomare vergonha na cara e trabalharem pelo nosso estado que tao grande e rico, agora falam em divisao pra que para roubarem mais do que ja roubam, com tantos recursos que e liberados pro estado e nao aparece na saude na educaçao,segurança entre outras. veja bem a quem interresa esta divisao.
    55 não ninguém dividi o nosso Pará

  • OLHA EU DIGO UMA COISA, A REGIÃO SUL E SUDESTE DO ESTADO ESTÁ CRESCENDO, SE A DIVISÃO NÃO SAIR AGORA, MAIS DAQUI HÁ UNS CINCO OU SEIS ANOS ELA SERÁ INEVITÁVEL, POIS A PARTE RICA DO ESTADO ESTÁ AQUI, O POVO QUE SOFRE ESTÁ AQUI,.. COM A POPULAÇÃO DESTA REGIÃO CRESCENDO COMO ESTÁ, VAI CHEGAR UMA HORA QUE ELA SERÁ A MAIORIA, E ELA IRÁ SE CANSAR DE SUSTENTAR GOVERNADORES E DEPUTADOS PREGUIÇOSOS DA CAPITAL.., POR ISSO A DIVISÃO SERÁ INEVITÁVEL, E ESTA DIVISÃO OCORRENDO AGORA A DOR DE COTOVELO SERÁ BEM MENOR PRA TURMA DO NÃO,… PERDER DA QUI A UNS CINCO ANOS QUANDO A POPULAÇÃO DAQUI TIVER NÚMERO DE PESSOAS PRA DECIDIR UMA ELEIÇÃO VAI SER DOLOROSO….. É MELHOR ACEITAR A DERROTA AGORA, É SÓ ANALISAR A TRAJETÓRIA POLITICA DO LULA, PERDEU TRÊS VEZES MAIS QUANDO GANHOU DOMINOU O BRASIL E ATÉ HOJE MANDA NELE ….E ELE ERA UM ESTRANHO, UM TERRORISTA, UM COMUNISTA ERA ISSO QUE TODO MUNDO DIZIA, EU MESMO VOTEI TRÊS VEZES CONTRA ELE,… MAIS DEPOIS ACORDEI, OU SERÁ QUE TEM ALGUÉM AÍ COM CREDITO PRA FALAR MAL DO LULA?. ELE SAIU DO PODER COM 82% APROVAÇÃO DO POVO BRASILEIROS. SERÁ QUE A TURMA DO NÃO JÁ TEVE ALGUM PRESIDENTE ASSIM? A TURMA DO NÃO DIZ QUE SE DIVIDIR VAI TER QUE CONSTRUIR UM MONTE DE PALÁCIOS NOS DOIS ESTADO… QUE SERÃO CRIADAS UM MONTE DE SECRETARIAS, SERÁ CONTRATADA UM MONTÃO DE GENTE PRA TRABALHAR NOS DOIS NOVOS ESTADOS,…. EU DIGO PRA QUE MELHOR? SE É DE EMPREGO QUE O POVO ESTÁ PRECISANDO… A DIVISÃO VAI SER LEGAL POIS NOS QUATRO PRIMEIROS ANOS SERÃO REALIZADOS OS CONCURSOS PÚBLICO. IMAGINA SÓ SÃO MILHARES DE EMPREGOS COM SALÁRIOS ACIMA DE TRÊS MIL REAIS. EMPREGOS DE DOIS MIL REAIS NEM SE FALA, MAIS ACREDITA-SE QUE SERÃO NO GERAL MAIS DE VINTE MIL EMPREGOS, E EU ESTOU FALANDO DE EMPREGO BOM ACIMA DE QUATRO SALÁRIOS MÍNIMOS, SERÁ QUE A PESSOA QUE PENSA VAI TER CORAGEM DE VOTAR NO NÃO SÓ PRO PARAR CONTINUAR GRANDE, SENDO QUE VOTANDO NO NÃO ESSA MESMA PESSOA PODERÁ TER UMA VIDA DIGNA COM SALARIO DIGNO NO NOVO ESTADO, PACIÊNCIA GALERA SÓ SE ESTA PESSOA FOR DOIDO, E SONHAR ME MORRER POBRE PEDINDO ESMOLA OU NÃO TIVER CORAGEM DE ESTUDAR E SE PREPARAR PARA GARANTIR UM DESTE EMPREGOS, EU ESTOU ESTUDANDO E O MEU EU VOU GARANTIR APESAR DE JÁ SER CONCURSADO MAIS SEMPRE SE PODE MELHORAR. EU VOU É PRA CARAJÁS O BOM ESTÁ É LÁ LÁ É QUE TERÁ EMPREGO DECENTE E SALÁRIO QUE PRESTE, SER PROFESSOR AQUI EM BELÉM NÃO TA COM NADA. AGORA EU VOTO É SIM ´77

  • Eu digo NÃO,NÃO E NÃO.
    Gente pra isso,pra dividi o para n´[os paraense ñ
    devemos deixa isso acontecer nunca.
    Na verdade quem vai ganha com a divisão
    e os politicos e não carajás e tapajós.
    MEU FOTO É NÃO,NÃO E NÃOOOO…

  • Eu moro em SALINOPÓLIS e digo NÃO A DIVISAO DO PARÁ.
    ESSE POLITICOS (***editado***) QUEREM
    ESTRAGAR COM O POVO PARAENSE.
    Ass:THAYANNE DOS SANTOS DE SOUSA.

  • . ESPERO QUE ASSIM COMO EU VOCÊS QUE SE DIZEM CONTRA A DIVISÃO DO ESTADO TENHAM TODOS UM BOM EMPREGO COMO FUNCIONÁRIO PÚBLICO.., E GANHE MAIS DE 1500 REAIS POR MÊS, POIS O ESTADO DO PARÁ ESTÁ AFUNDADO EM DÍVIDAS, .. VOCÊS NÃO ESTÃO NOTANDO NADA DE ERRADO? PROFESSOR EM GREVE, MEDICOS E PROFISSIONAIS DO SAMU EM GREVE, NOSSO POLICIAIS GANHAM MAL PRA CARAMBA, JÁ IMAGINOU SE ELES TAMBÉM ENTRAREM EM GREVE. EU ANDO NESTE ESTADO E POSSO VER A CALAMIDADE EM QUE ELE ESTÁ VIVENDO NESTE MOMENTO, LÁ NO SUL DO PARÁ, O POVO ESTÁ MORRENDO A MÍNGUA, ESTRADA NÃO TEM MAIS, HOSPITAIS NÃO FUNCIONAM DIREITO, PACIENTES MORREM POR FALTA DE LEITO, ME PARECE QUE A COISA LÁ ESTÁ BEM PIOR QUE AQUI EM BELÉM, EU SOU PARAENSE AMO AÇAÍ, TAPEREBÁ, PATO NO TUCUPI, MANIÇOBA

  • . ESPERO QUE ASSIM COMO EU VOCÊS QUE SE DIZEM CONTRA A DIVISÃO DO ESTADO TENHAM TODOS UM BOM EMPREGO COMO FUNCIONÁRIO PÚBLICO.., E GANHE MAIS DE 1500 REAIS POR MÊS, POIS O ESTADO DO PARÁ ESTÁ AFUNDADO EM DÍVIDAS, .. VOCÊS NÃO ESTÃO NOTANDO NADA DE ERRADO? PROFESSOR EM GREVE, MEDICOS E PROFISSIONAIS DO SAMU EM GREVE, NOSSO POLICIAIS GANHAM MAL PRA CARAMBA, JÁ IMAGINOU SE ELES TAMBÉM ENTRAREM EM GREVE. EU ANDO NESTE ESTADO E POSSO VER A CALAMIDADE EM QUE ELE ESTÁ VIVENDO NESTE MOMENTO, LÁ NO SUL DO PARÁ, O POVO ESTÁ MORRENDO A MÍNGUA, ESTRADA NÃO TEM MAIS, HOSPITAIS NÃO FUNCIONAM DIREITO, PACIENTES MORREM POR FALTA DE LEITO, ME PARECE QUE A COISA LÁ ESTÁ BEM PIOR QUE AQUI EM BELÉM, EU SOU PARAENSE AMO AÇAÍ, TAPEREBÁ, PATO NO TUCUPI, MANIÇOBA, ´TACACÁ, MAIS TUDO ISSO EU POSSO PREPARAR E COMER EM QUALQUER LUGAR, E MESMO ASSIM ESTÁ COMIDA AINDA SERÃO CONSIDERADAS COMIDAS TIPICAS DO POVO PARAENSES, A DIVISÃO NÃ ME IMPEDIRÁ DE COMER ESTAS IGUARIAS NÃO MEUS AMIGOS,.. PELO CONTRARIO, A TURMA DO NÃO FALA TODO DIA NA TV QUE COM A CRIAÇÃO DE CARAJÁS E TAPAJÓS, SERÃO CRIADOS MILHARES DE EMPREGOS, POIS TERÁ QUE SER CONSTRUÍDO DOIS PALÁCIOS DO GOVERNO DOIS PALÁCIOS DO SUPREMO, VÁRIAS SECRETARIAS, DOIS FÓRUNS DO TRABALHO, E SERÃO CRIADOS VÁRIOS CARGOS PÚBLICOS, SERÃO CONTRATADOS MILHARES DE ASSESSORES POLÍTICOS, E ETC,,, AGORA EU PERGUNTO, ISSO É BOM OU RUIM? ELES DIZEM QUE ISSO VAI SAIR DA COSTA DO POVO, MEUS AMIGOS TODOS NÓS JÁ PAGAMOS UM MONTE DE IMPOSTOS E SÓ PAGA IMPOSTOS QUE TEM COMO PAGAR, SE EU ESTIVER GANHANDO 5000 MIL POR MÊS POR EXEMPLO, EU LA ESTOU LIGANDO SE VOU PAGAR IMPOSTO,… RUIM MESMO E NÃO GANHAR NADA, E SE O POVO DO NÃO ESTÁ DIZENDO QUE ESTA DIVISÃO VAI GERAR ESTE TANTO DE EMPREGO, ENTÃO É COMO SE ELS DISSESSEM PRA NÓS VOTEM NO SIM, POIS ELE É A SOLUÇÃO PARA O PROBLEMA DE VOCÊS.. QUEM É QUE NÃO QUER TER UM BOM EMPREGO? VOCÊ ESTADO GANHADO MUITO VOCÊ VAI LIGAR SE TEM OU NÃO QUE PAGAR IMPOSTO? CLARO QUE NÃO. POIS VOCÊ VI PAGAR MESMO É COM ALEGRIA POIS ESTÁ TENDO COMO QUE PAGAR E COMO PAGAR, POIS SE A GENTE ESTÁ GANHANDO, A GENTE NEM LIGA PRA QUANTO CUSTA NADA.. DEIXA CHEGAR DIA 11 DE DEZEMBRO.EU VOU GARANTIR UM BOM EMPREGO PÚBLICO OU EM CARAJÁS OU EM TAPAJÓS. MEU VOTO AGORA É SIM E EU NÃO MUDO NEM QUE A VACA TUSSA É 77 E 77

  • Quem realmente quer dividir o pará? O povo ou os políticos, porque concerteza eles não estão pensando no povo nem aqui nem lá na china, meu bem. Sinto muito mas no pará, tapajós e carajás existem problemas como aqui em belém. Na saúde, transporte e saneamento é pessímo se esses argumentos que estão usando pra dividir o pará dizendo que vai fica melhor. O que querem mesmo É DINHEIRO, É TUDO INTERESSE POLITICO.
    Sinceramente estamos cansados de tanto roubo, de tanta pizza.Político entra em Brasília um pobre coitado e sai de lá cheio da bufufa, vamos gente usar a cabeça e ver oque é melhor pro nosso estado, não pensar pelo que eles estão falando mas, buscar na internet, buscar informação apesar de que até os jornais são manipulados. estou fervendo por dentro em ver gente morrendo pela bandigem desses…
    Sinto muito, por todos sei que é difícil viver nessas condições, mas desde quando político pensa no povo. Não venha me dize isso porq sinceramente vou ter que rir. O Brasil é uma grande piada.
    Quando as coisas vão melhorar? NUNCA.
    Quero de verdade que o povo, PENSE E HAJA COM A RAZÃO USANDO DO BOM SENSO. Querem se aproveitar da gente como se fossemos otários, que pena que não posso chutar o transeiro d…
    Desejo a todos muita sorte e respeito a opinõe de cada um assim como quero ser respeitada.
    Que todos independente da religião, cor, classe social e região pense no seu irmão porque não adianta pensar apenas no nosso umbigo, como aqueles…

  • meus caros amigos a divisão do pará é uma das coisas mais riduculas do brasil eu sou paraense tenho orgulho de ser paraense jamais vou deixar de ser paraense como vou me identifica quando perguntarem qual minha naturalidade tapajoense claro q não eu nasci para ense e vou morrer paraense ta louco tenho orgulho de ser paraense esses idiotas vem de fora querer divide nosso pará nossas riquezas uma população inteira volta NÃO NÃO NÃO E NÃO só pra lembrar mais uma vez vote 55 temos orgulhos de ser paraense e meu pará ninguem vai divide…

    SE SUA ESTRELA NÃO BRILHA NÃO VENHA DIVIDE A NOSSA DIA 11 VOTE 55 DIGA NÃO ADIVISÕ DO PARÁ.EU SOU CONTRA E VC???

  • Algumas pessoas que são a favor da divisão andaram opinando com verdadeiras PÉROLAS da informação: todo o dinheiro da extração de minério fica em Belém. Gente! Belém é cidade de 1º mundo e eu não sabia!!!! quer dizer que Belém é supeeeeer desenvolvida porque NÓS os grandes vilões belenenses tomamos o dinheiro do sul e do sudeste do Pará? uma única dica: se algum dia vocês vierem à Belém, passeiem pela periferia da cidade e vejam COMO Belém é toooda desenvolvida! como o trânsito é perfeito, com quase não tem barraco com esgoto a céu aberto na Terra-Firme, no Tenoné, no Riacho Doce, no distrito de Icoaraci…SÓ QUE NÃO! e Belém, saibam [se vocÊs não são informados aí] tem uma população MAIOR que as regiões que desejam separar! só a região metropolitana já tem pouco mais de 2 milhões de habitantes e a maioria vive no luxo com o dinheiro do MINÉRIO???? é ser muito ignorante para afirmar uma burrice dessas!!! e eu só falei da periferia de Belém, mas e Ananindeua que já tem mais de meio milhão de habitantes? alguém se arrisca a fazer um tour pelo PAAR? Águas Lindas? Distrito? e a cidade de Marituba? Se a cidade de Belém pega tanto recurso do minério, porque perdemos a Copa pra Manaus?

    E onde estão os 65% de Royalties que as empresas de extração pagam para os municípios-sede dos Projetos de extração de minério? o Governo do Estado ganha 23% e a união 12% [fonte: Ministério de Minas e Energia] !!! como é que TOOODO o dinheiro vai pra Belém??? e mesmo que fosse, quando 23% passou a ser maior que 65%???

    A grande maioria dos 5 milhões de habitantes do nordeste do Pará que ficariam na vergonhosa porção de 17% do território atual SÃO CONTRÁRIOS À DIVISÃO! e nós somos a maioria dos paraenses!

  • Sou paraense a questão é que dividindo não vai resolver o problema do estado do pará,pois se fosse a solução os demais estados que foram divididos para atender a vontade dessas corgias de politicos currupitos do brasil hoje s eriam estados super desenvolvidos não estariam na lista de estados que sofrem com educação saúde empregos,e ai o problema é do estado ou desses politicos que só pensam e ligislar em beneficio propio essas leis sucateadas,sabemos que quem ganha com essa divisão são os politicos que nem são do pará e que tentam mais uma vez enganar o povo do sul do pará.Não é Não ninguem divide o PARÁ

    • concordo com vc marcio luna,os problemas nao vao se resolver com mais problemas criados por uma cabeca revirada com a democracia….voto nao ,nao ,nao nao nao nao e nao….

  • ACHO MUITO INTERESSANTE AS COLOCAÇÕES DO PESSOAL DO NÃO, … POIS SÓ SABEM FALAR NÃO E NÃO,,, JÁ IMAGINOU SE O BRASIL TIVESSE CONTINUADO COM AQUELE MEDO BOBO, SE TIVESSE CONTINUADO ACREDITANDO NAS FÁBULAS CONTADAS POR PMDB E PSDB, E NUNCA TIVESSE TENTADO O NOVO, NUNCA TIVESSE DADO UMA CHANCE PRO LULA, HÁ MEUS AMIGOS 40 MILHÕES DE BRASILEIROS AINDA ESTARIAM NA EXTREMA MISÉRIA,… JÁ IMAGINOU SE STEVE JOBS, TIVESSE SIDO COVARDE E NÃO TIVESSE LEVADO EM FRENTE AS SUAS IDÉIAS, A APPLE JAMAIS TERIA EXISTIDO,, IPOD TABLET ENTÃO NEM SE FALA..GENTE O NOVO É ASSUSTADOR MAIS TUDO NESTA VIVE TEM QUE SE RENOVAR, CRISTO TEVE QUE MORRER PRA QUE SEU DISCÍPULOS LEVASSEM EM FRENTE AS SUAS IDÉIAS, SE MATO GROSSO E TOCANTINS NÃO TIVESSE SE DIVIDIDO.. O QUE SERIA DOS PARAENSES QUE VIVEM NAS DIVISAS DESTES ESTADOS? POIS É PARA AS CIDADES MATO GROSSENSES E TOCANTINENSES QUE OS PARAENSES CORREM QUANDO PRECISAM DE SERVIÇOS MÉDICOS, E ISSO NÃO HISTORINHA DRAMÁTICA NÃO EU CONHEÇO OS DOIS ESTADOS E SEI QUE ISSO É VERDADE, NÃO É TEORIA DO ACHISMO NÃO, EU VIVO ESTE DRAMA NA MINHA FAMÍLIA EMBORA ALGUNS BELENENSES NÃO NOS CONSIDERE PARAENSES, NÃO DÊ IMPORTÂNCIA PARA A SITUAÇÃO HORRÍVEL QUE O POVO VIVE AQUI NO SUL DESTE ESTADO, MAIS AINDA ASSIM ESTA É A VERDADE, O SUL DO PARÁ NUNCA TEVE GOVERNADOR, SEMPRE VIVEU NO EXTREMO ABANDONO,, DEPOIS ACESSEM O YOU TUBE VOU POSTAR UNS VIDEOS DAQUILO QUE EU VEJO TODO DIA AO IR PARA O TRABALHO. EU SÓ POSSO FALAR DE ALGO QUE EU VIVO OU CONHEÇO. E DA REALIDADE SUL PARAENSE EU CONHEÇO E ACOMPANHO TODO DIA.

  • Dia 11 teremos o futuro do nosso estado em nossas mãos, o nosso futuro seja vc morador do sul ou do norte do estado ,somos o pulmão do mundo,somos ricos e querem tomar nossas riquezas,somos indios mas temos dignidade . “a união do pará sempre fara a força ” .voto NÃO A DIVISÃO DO PARÁ “

  • Bem pessoal ….. o q dizer se vcs disseram tudo!! rsrs.. desculpem-me os mais sérios e focados, pois compreendo bem a problemática em discussão ou ao menos penso que conheço pq nem consegui terminar de ler tanta tese de defesa postada nesse artigo. vou deixar minha contribuição tentando acalmar os ânimos “Não esperem nesse mundo a perfeição, pois quando isso parecer acontecer virá tempos de problemas muito maiores, por isso: descansem orem, rezem, reflitam… peçam a Deus o direcionamento e votem,,, mas votem com confiança, crendo que as coisas vão melhorar de uma forma ou de outra, pelo SIM ou pelo NÃO”. Que Deus possa nos conduzir à melhor escolha.

  • PULMÃO DO MUNDO ESTE QUE O GOVERNO FAZ QUESTÃO DE SE INSTALAR BEM LONGE PARA QUE OS LATIFUNDIÁRIOS FAÇAM AQUILO QUE BEM QUISER, MARCELO PRA VOTAR NO SIM VOCÊ SÓ PRECISA ANALISAR ISSO.. O GOVERNO DO ESTADO SEMPRE FOI PATROCINADO POR LATIFUNDIÁRIOS. ELE SEMPRE IRÁ USAR ESTA DESCULPA DE QUE O ESTADO É GRANDE DEMAIS E QUE POR ISSO NÃO CONSEGUE COIBIR ESTE TIPO DE AÇÃO, CONVERSA COM O GOVERNO TALVEZ VOCÊ O CONVENÇA, A GIR AO INVÉS DE FALAR MERDA… POIS TODO MUNDO SABE QUE O GOVERNO NUNCA IRÁ SE PREOCUPAR COM O FIM DE NOSSAS FLORESTAS, E TÃO POUCO CONSEGUIRÁ CUIDAR DESTE ESTADO DESTE TAMANHO, MAIS TUDO BEM, SE VOCÊ É A QUELE TIPO QUE QUER TER UM MILHÃO DE FILHOS SEM SE QUER SE PREOCUPAR SE ELES PASSAM FOME OU NÃO, PRA VOCÊ IMPORTA E TER MUITOS FILHOS E NÃO SE ELES PASSEM FOME OU NÃO, VOCÊ SE QUER LIGA. DIA 11 VOCÊ DIZ SIM A POBREZA, QUE EU DIGO SIM A RIQUEZA, GANHANDO OU NÃO EU JÁ SOU FUNCIONÁRIO PUBLICO, LEMBRE-SE DISSO. TENHO FUTURO GARANTIDO..

  • Quer saber? Já cansei dessa estória de SIM, NÃO. Quem quiser se separar que separe, seja o Tapajós, o Carajás, que vá até o Marajó se quiser. Vamos criar logo uns 50 novos estados, aí pelo ao menos vamos superar os Estados unidos em numero de estados, já é alguma coisa né? Eles vão ficar com uma inveja pai-d’egua.

  • UFPA/BELÉM, grande merda se funcionário publico isso não interessa nem um pouco,mas sim o povo paraense. e sou totalmente contra a divisão do Estado. Como já dito antes, a divisão enfraquecerá o Estado como um todo…o que se precisa mudar são as políticas de administração dos recursos públicos. Não se esqueça que nos somos 5 milhões e vocês do separatistas não chega nem 2 milhões, ainda tem mas já foram feita duas pesquisa, como sempre povo paraense não concorda com essa ideia de jerico, então não e sou eu mas sim 5 milhões de paraense dizendo NÃO, é só faço complementa dizendo NÃO também isso ninguém
    tira de nos

  • O listão da vergonha!
    Vamos aos nomes dos parlamentares que querem dividir o povo do Pará

    Airton Faleiro (PT)
    Alexandre Von (PSDB)
    Asdrúbal Bentes (PMDB)
    Bernadete Ten Caten (PT)
    Dudimar Paxiúba (PSDB)
    Gabriel Guerreiro (PV)
    Giovani Queiroz (PDT)
    Hilton Aguiar (PSC),
    João Salame (PPS),
    José Megale (PSDB),
    Josefina do Carmo (PMDB)
    Júnior Ferrari (PTB).
    Lira Maia (DEM)
    Milton Zimmer (PT)
    Osório Juvenil (PMDB)
    Parsifal Pontes (PMDB),
    Pio X (PDT),
    Sebastião Miranda (PTB),
    Wandekolk Gonçalves (PSDB)
    Zé Geraldo (PT)
    Zé Maria (PT),
    Zequinha Marinho (PSC)
    não se esqueça nos dia da eleição nomes desse políticos quando pedir voto para vcs

  • por três estados pobres.
    Conheça as 10 razões dizer NÃO a Divisão
    1. As regiões de Carajás e Tapajós vão perder investimentos sociais. O dinheiro que hoje é destinado a saúde, educação, segurança e infraestrutura será usado para custear a máquina administrativa. Os 1,7 milhão de habitantes do Tapajós e os 1,4 milhão de habitantes do Carajás não serão atendidos nas necessidades básicas.
    2. A Divisão aumenta as despesas e os novos estados empobrecem. O PIB já baixo será usado para o funcionamento do novo estado. Será preciso investir na criação de um governo estadual, uma assembléia legislativa, um TJE, um MPE, um TCE, um TCM e outros cargos.
    3. A Falência do Pará. O estado perde maior parte de sua receita mais permanece com 78 municípios e 4,6 milhões de habitantes.
    4. Royaties da Mineração para poucos. Os estados do Pará e Tapajós ficarão de fora da maior parte dos investimentos da mineração, que beneficiará uma região com apenas 1,4 milhão de habitantes.
    5. Impostos mais altos. A nova situação fiscal nos estados do Pará, Tapajós e Carajás vai afastar as chances de novos negócios em todas as regiões.
    6. Todos perdem investimentos. Indústrias da região de Carajás terão sua carga tributária aumentada para exportar pelos portos de Vila do Conde, Espadarte ou de Itaqui, impedindo o crescimento do ramo.
    7. Energia mais cara ainda. A produção de Tucuruí poderá chegar mais cara nas casas da população dos novos estados.
    8. Biodiversidade em risco. A necessidade de aumentar a geração de riquezas e o PIB dos novos estados pode ameaçar as Unidades de Conservação Ambiental, provocando maior destruição da biodiversidade.
    9. Estagnação da economia O PIB paraense acumulou um crescimento de 160% nos últimos 15 anos, bem acima da taxa brasileira. Divididos, os três estados sofreriam redução e entrariam em crise econômica.
    10. Desemprego. Uma das principais consequências da redução do PIB, alta nos impostos e crise econômica será aumento do desemprego, causando o sofrimento de famílias tanto na Região Metropolitana de Belém, quanto em Marabá, Altamira ou Santarém.
    Isso é o que todo o povo paraense perde com a divisão.
    Por isso diga não!
    O Pará inteiro é mais forte!
    Participe desta campanha, converse com familiares, colegas e amigos.
    Todos estão convidados a comparecer as urnas no dia 11 de dezembro.
    Esta não é uma eleição comum. Vamos decidir o hoje da nossa família e o futuro de filhos e netos.

  • Como seria a divisão do FDE com a criação de mais dois estados

  • Marcelo de Ananindeua me mostre apenas um homem no estado que seja confiável a Administração de um estado do tamanho do pará, e me garanta que as mazelas não se repetirão, que eu voto no não.. melhor me mostra um governo, um só que tenha diminuído o sofrimento do nosso povo paraense um pouco se quer, cara acorda sai deste teu mundinho de autista.. eles querem o estado grande é apenas pra dizer em belém que não fazem nada é por quer estão fazendo investimentos no interior, da mesma foram eles dizem aqui que só não fazem investimento aqui é por que belém consome todo o dinheiro do estado. e você é tão inocente que acredita nestas mentiras… faz uma pesquisa do que o governo arrecada em teu município. e depois ver se tem alguma obra que custe o mesmo valor. mesmo você descontando o que ele gastou pra pagar os funcionários do estado em sua cidade, ainda sobrará dinheiro demais. que nem você sabe pra onde ele foi..e eu não tenho dúvida que esta dividido no bolso do pessoal do não, será que você não ta levando algum pra dizer não? tenho minhas dúvidas, você está se comportando igual aqueles políticos que não aceitam que sejam cavados poços artesianos la no nordeste, pois pra eles o povo continuando pobre passando fome isso é lucro garantido. acho que você faz parte deste grupo. eu ainda voto a favor da riqueza, eu voto sim 77 e 77

  • ESTES SÃO OS ÚNICOS HEREIS QUE O PARÁ TEVE ATÉ OS DIA DE HOJE
    FORMA OS ÚNICOS A PERCEBER QUE UM ESTADO GRANDE SÓ SERVE PRA GERAR CORRUPÇÃO, POR ISSO, MERECEM A NOSSA CONFIANÇA.

    Airton Faleiro (PT)
    Alexandre Von (PSDB)
    Asdrúbal Bentes (PMDB)
    Bernadete Ten Caten (PT)
    Dudimar Paxiúba (PSDB)
    Gabriel Guerreiro (PV)
    Giovani Queiroz (PDT)
    Hilton Aguiar (PSC),
    João Salame (PPS),
    José Megale (PSDB),
    Josefina do Carmo (PMDB)
    Júnior Ferrari (PTB).
    Lira Maia (DEM)
    Milton Zimmer (PT)
    Osório Juvenil (PMDB)
    Parsifal Pontes (PMDB),
    Pio X (PDT),
    Sebastião Miranda (PTB),
    Wandekolk Gonçalves (PSDB)
    Zé Geraldo (PT)
    Zé Maria (PT),
    Zequinha Marinho (PSC)

  • Pra mim essa Divisão n vai acrescentar em nada , ao contrário- aumentar os gastos publicos e com isso enriquecer os aproveitadores q ainda são chamados de politicos mas são verdadeiros criminosos e assim empobrecer ainda mais a população carente , o q se deve fazer é um plano de assistencia a essas areas e nao criar duas ” MINA D OURO ” p certw tipo de gente .

  • Segue a ficha suja de alguns herois dos separatistas:

    Dep. GIOVANNI QUEIROZ
    Natural de Campina Verde, MG
    RÉU: Ação Penal 476 – Crime contra o direito tributário

    Sen. MOZARILDO CAVALCANTE
    Natural: de RORAIMA
    Inquérito 2595 – Contrabando ou descaminho*
    ABUSO DE PODER ECONÔMICO –
    *ABUSO DE PODER POLÍTICO/AUTORIDADE
    *CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO –(compra de voto)
    *USO INDEVIDO DE MEIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

    ASDRÚBAL BENTES
    Natural de Humaitá, AM
    RÉU: Ação Penal 481 – Captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral. Estelionato e formação de quadrilha ou bando

    Dep. ZÉ GERALDO
    Natural: de São Gabriel da Palha, ES
    Acusado de participar de esquema de arrecadação de recursos com madeireiros, no IBAMA a fim de garantir a ausência de obstáculos à exploração madeireira pelos empresários.
    (jornal O Estado de S. Paulo).

    Dep. LIRA MAIA
    Natural de Santarém
    RÉU: Ação Penal 484 – Crimes de responsabilidade.
    Inquérito 2578 – Crime contra a administração pública.
    Inquérito 2630 – Crimes de responsabilidade.
    Inquérito 2632 – Crimes de responsabilidade.
    Inquérito 2685 – Crimes de responsabilidade

  • SABE POR QUE A TURMA DO NÃO É CONTRA A CRIAÇÃO DE CARAJÁS? E ESTÁ TRABALHANDO DURO PRA QUE A MESMA NÃO OCORRA …???VEJA BEM O RATINHO DOOU A ESCAVAÇÃO DE ALGUNS POÇOS ARTESIANOS NO NORDESTE, QUANDO ISSO VEIOS NOS OUVIDOS DE ALGUNS POLÍTICOS DAQUELA REGIÃO ELES FICARAM FURIOSOS. E AMEAÇARAM ELE DE MORTE…. AGORA VEJA, QUANDO VOCÊ AJUDA ALGUÉM E ELE SE LEVANTA, LOGO ISSO LHE DA CONDIÇÕES DE VIDA, ISSO LHE DA INDEPENDÊNCIA.. E PARA AQUELES POLÍTICOS UM POVO INDEPENDENTE PODE LHES TRAZER MUITOS PREJUÍZOS. POIS NÃO TERIAM MAIS COMO JUSTIFICAR OS DESVIOS DE VERBAS, O DINHEIRO QUE SERVIRIA PRA RESOLVER O PROBLEMA DA SECA NAQUELA REGIÃO UM DINHEIRO QUE O GOVERNO FEDERAL LIBERA TODO ANO PARA QUELA REGIÃO…. SENDO ASSIM ELES SEMPRE SERÃO CONTRA A ESCAVAÇÃO DOS POÇOS ARTESIANOS, POIS SE TIVER ÁGUA ALI O POVO IRÁ PLANTAR COLHER E COMER TUDO DO BOM E DO MELHOR. E NÃO MAIS HAVERIA A VERBA DA SECA.. O GOVERNO NÃO MANDARIA MAIS O DINHEIRO PRO NORDESTE…E ASSIM É AQUI NO PARÁ, DIVIDINDO O ESTADO NÃO TERÁ MAIS COMO OS POLÍTICOS DE BELÉM JUSTIFICAR NADA.. LÁ NÓS SOMOS OS VILÕES, POIS DIZEM QUE A REGIÃO SUL CONSOME TODA A GRANA DO ESTADO.. E AQUI ELES DIZEM QUE NÃO FAZEM MAIS É PORQUE É BELÉM QUE CONSOME TUDO QUE O ESTADO ARRECADA. SENDO QUE DIVIDINDO O ESTADO NÃO HAVERIA MAIS COMO JUSTIFICAR OS DESVIOS DE VERBAS… TRADUZINDO QUANTOS MAIS MISERÁVEL FOR A POPULAÇÃO DO PARÁ… MELHOR PROS POLÍTICOS DO NÃO QUE VIVEM NA CAPITAL….POIS O ESTADO ENRIQUECENDO ELES NÃO TERIAM COMO ROUBAR MAIS NADA , ANALISA BEM, RICO PRECISA DE FAVOR OU DE AJUDA? RICO PRECISA DE SUS? RICO PRECISA DE CESTAS BÁSICAS? RICO PRECISA DE TRANSPORTE PUBLICO? CLARO QUE NÃO NÉ..!!! MAIS POBRE PRECISA SENDO ASSIM, O QUE É MAIS VANTAJOSO PRA GALERA DO NÃO? TER MUITOS MUITOS RICOS OU MUITOS POBRES NO ESTADO?RESPONDA..

  • Vamos manter o Pará unido, pois os políticos não estão pensando no povo e sim nos seus bolsos!!
    vote 55 diga não a divisão do Pará

  • Aos amigos do Para Tapajós e Carajás venho deixar meu comentário sou de um outro estado mas que estou acompanhando com muito interesse o desenrolar deste plebiscito. Pois tenho interesse em buscar novos rumos da mesma forma muitos outros tambem estão aguardando enciosos, esta divisão, acredito que sera benéfica aos 3 estados levando mais investimento de pessoas que tem interesse em mudar para lugares novos e que suportem novas ideias em todos os setores, isto levara o progresso maiores investimento e qualidade de vida a todos, os estados quanto mais pequeno mais fácil de se administrar assim também são os países ex: Europa antes de se tornar um bloco e claro… vejamos meu estado se fosse um pais seria de primeiro mundo, mas como somos um estado ficamos coadjuvantes da federação porem com infraestrutura de pais de primeiro mundo só mal administrado claro… estamos no brasil! mas mesmo assim temos qualidade de vida e hoje o pais vive uma época de mudanças e o povo também esta exigindo isso, é um longo processo mas que já começou. então deixo a mensagem e espero que tenha contribuído de alguma forma com os irmão desta região em discusão, meu interesse e buscar um novo estado onde possa me estabelecer investir para contribuir com uma nova sociedade de alguma forma produtiva.

  • 77 Siiiiiiiimmmmmmmmmmmm!.

  • Sim a divisão!

    77

    parauapebas-CARAJÁS.!

  • NÃO PRECISA MAIS DIVIDIR O ESTADO.. POIS REPENTEMENTE BRILHOU UMA LUZ, SEGUNDO O PESSOAL DO NÃO COM A IMITAÇÃO DE WE ARE THE WORLD ELES ARRECADARAM BILHÕES DE REAIS E COM TANTO DINHEIRO JÁ NÃO SE JUSTIFICA A DIVISÃO, SEGUNDO O PESSOAL DO NÃO ALGUNS BILHÕES SERÃO INVESTIDO NO SUL DO PARÁ, SERÁ FEITO UMA ESTRADO DE PISTA DUPLA NO SUL DO PARÁ QUE IRÁ SUBSTITUIR A ANTIGO PA 150, E TAMBÉM SERÁ CONSTRUÍDO UMA LINHA FÉRREA INTERLIGANDO O SUL E SUL-DESTE DO PARÁ COM O RESTO DO ESTADO, ESTA LINHA EXCLUSIVA PARA O TREM BALA ATENDERÁ TODO O POVO PARAENSE,, SEGUNDO O PESSOAL DO NÃO O MAR SERÁ LEVADO A TODO O ESTADO ATRAVÉS DE UM CANAL. SEGUNDO ELES NÃO SE FEZ NADA ANTES POR QUE FALTAVA DINHEIRO, MAIS AGORA TODO MUNDO FICOU BONZINHO E DINHEIRO NÃO SERÁ MAIS PROBLEMA, POIS FAFÁ DE BELÉM DIRA PAES JOGADOR GANSO NILTON CHAVES DENTRE OUTROS CANTORES DE CALIPSO E TECNO BREGA. IRÃO LIBERAR MUITA GRANA E TUDO ISSO SERÁ CONSTRUÍDO. POR ISSO NÃO HAVERÁ MAIS MOTIVO PRA SE DIVIDIR O ESTADO…MUITA SAFADEZA, ENQUANTO O POVO PASSA FOME E MORRE POR FALTA DE MÉDICOS NUM ESTADO TÃO RICO E MAL ADMINISTRADO ELES PREFEREM CANTAR QUANTA FALTA DE AMOR PARA COM A REGIÃO SUL, JÁ NÃO BASTA NOS DESCRIMINAR QUANDO CHEGAMOS EM BELÉM DIZENDO QUE NÃO SOMOS PARAENSES. QUARO DIZER QUE SE NOSSA REGIÃO NÃO ADOTOU OS COSTUMES DA CAPITAL A CULPA NÃO É NOSSA E SIM DO ESTADO QUE NUNCA LIGOU PRA TRAZER ESTA CULTURA A TÉ NÓS, AGORA CURTEM COM A NOSSA CARA E AINDA NOS CHAMAM DE VILÕES. POR AÍ DA PRA SE PERCEBER QUE O NÃO POSSUÍ AS PIORES INTENÇÕES DEPOIS DESTE PLEBISCITO..BANDO DE MAL CARÁTER.

    • em resposta ao comentário do amigo aí, concordo quando vc diz que de repente todo mundo ficou bonzinho, mas vc percebeu que esse mesmo comentário cabe tbm aos políticos que querem dividir o estado? vc percebeu que pra convencer (enganar) vc os políticos tbm resolveram ficar bonzinhos e voltaram a fazer promessas de melhorias como fazem em suas campanhas? vc não acha que eles estão sendo egoístas em querer trabalhar pela região sudeste somente se o Estado for dividido? vc realmente acha que eles estão pensando no seu bem? se até agora eles não pensaram, vc acha que vão pensar se o Estado for dividido? ou vc realmente acha que esses que querem dividir o Estado vieram de outro planeta e são vacinados contra a corrupção? vc já procurou saber quem apoia a divisão? acho melhor vc procurar se informar.

  • Sou paraense, morro no sul do Pará desde quando nasci…. sabe o que vejo até hoje é falta de respeito desses políticos ladroes, com a sociedade paraense que sofre tanto aqui nessa região… Sou a favor da divisão voto 55

    • concordo com vc…

  • Eu sou contra a divisão do estado, mas vejo que os grandes interessados na NÃO DIVISÃO, são os politicos latifundiários que estão caindo em descredito e assim como esta fica bem mais fácil controlar o governo, o judiciário e enganar o povo.
    Sou contra a divisão de nosso estado, mas tenho a plena consciencia que um estado do tamanho do Pará fica dificil controlar e atender todas as necessidades básicas garantidas ao cidadão na constituição federal.
    EU VOU VOTAR NÃO. MAS QUE VENÇA O MELHOR PARA O POVO DO PARÁ.

    Segue a ficha suja de alguns herois dos separatistas:

    Dep. GIOVANNI QUEIROZ
    Natural de Campina Verde, MG
    RÉU: Ação Penal 476 – Crime contra o direito tributário

    Sen. MOZARILDO CAVALCANTE
    Natural: de RORAIMA
    Inquérito 2595 – Contrabando ou descaminho*
    ABUSO DE PODER ECONÔMICO –
    *ABUSO DE PODER POLÍTICO/AUTORIDADE
    *CAPTAÇÃO ILÍCITA DE SUFRÁGIO –(compra de voto)
    *USO INDEVIDO DE MEIO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

    ASDRÚBAL BENTES
    Natural de Humaitá, AM
    RÉU: Ação Penal 481 – Captação ilícita de votos ou corrupção eleitoral. Estelionato e formação de quadrilha ou bando

    Dep. ZÉ GERALDO
    Natural: de São Gabriel da Palha, ES
    Acusado de participar de esquema de arrecadação de recursos com madeireiros, no IBAMA a fim de garantir a ausência de obstáculos à exploração madeireira pelos empresários.
    (jornal O Estado de S. Paulo).

    Dep. LIRA MAIA
    Natural de Santarém
    RÉU: Ação Penal 484 – Crimes de responsabilidade.
    Inquérito 2578 – Crime contra a administração pública.
    Inquérito 2630 – Crimes de responsabilidade.
    Inquérito 2632 – Crimes de responsabilidade.
    Inquérito 2685 – Crimes de responsabilidade

    VOCÊ ACHA QUE SÃO CONFIAVEIS.

    DIA 11 DE DEZEMBRO VOTE CONSCIENTE PARA DEPOIS NÃO SE ARREPENDER.
    PENSE BEM ANTES DE DEPOSITAR O SEU VOTO
    55 NÃO
    OU
    77 SIM
    E DEPOIS NÃO TEM MAIS VOLTA.

  • bom… isso pode ajudar ao estado do Pará a se desenvolver mais, o Pará era pra ter mais territorio do que tapajós e carajás, eu moro em pernambuco mas sou contra a divisao por causa da injustiça da divisao de menos territorio para o Pará. mas o Pará ficaria mais desenvolvido. vote consciente ok

  • Será que dividir é a unica solução? eu penso que não, pois o pessoal do sim diz que o Pará não tem verba suficiente para melhorar o saneamento, a saúde pública e etc. a onde é que esse povo acha dinheiro para desviar? como é que um prefeito entra no governo com uma mão na frente e outra atras e em poucos meses compra carro novo, casa luxuosa etc? temos que combater a corrupção. ai vai sobrar dinheiro para fazer crescer todo o estado do pará.
    EU DIGO NÃO E NÃO, NÃO A DIVISÃO.

    • O interesse econômico está sobre todas as decisões.

  • SÓ PARA QUEM TEM CORAGEM DE LÊ

    Leonardo Attuch

    Carajás e Tapajós
    Dividido em três, o Pará será mais rico e mais cobrado pela população

    Nas mãos dos eleitores do Pará, no domingo 11, o Brasil tem uma chance histórica para dar dois passos à frente. Cerca de 4,6 milhões de paraenses irão às urnas para votar no plebiscito que pode dividir sua atual área territorial em três, criando dentro dela os Estados de Carajás e Tapajós. À primeira vista, de pronto se enxerga mais políticos (dois governadores, seis senadores, dezenas de deputados federais e estaduais) e novas estruturas de poder (sedes governamentais, assembleias legislativas, etc.). Uma antevisão, infelizmente, forte o suficiente para embotar a razão, mas que precisa ser ultrapassada. Esses dois novos Estados, se aprovados, terão extrema importância para a economia não só do Pará, mas de todo o Brasil.

    Tome-se, em benefício da análise, as mais recentes criações de Estados no Brasil. É consensual, hoje, que o corte do antigo Mato Grosso em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, efetuado em 1977, foi um acerto de duração permanente, mesmo tendo ocorrido em plena ditadura militar. A divisão daquela imensa área levou para municípios e populações antes desassistidas novos serviços públicos. Estes, por sua vez, aceleraram o desenvolvimento econômico e social regional, consolidando atualmente Mato Grosso do Sul como um dos maiores produtores de alimentos do País. Não houve, como contrapartida, qualquer esvaziamento da riqueza inerente a Mato Grosso. Mais ­recentemente, em 1988, nasceu, de um vértice de Goiás, o Estado do Tocantins. Imediatamente após sua criação, a nova capital, Palmas, tornou-se um grande polo de atração de indústrias e serviços.

    Onde hoje há apenas o gigantesco Pará, com seu 1,24 milhão de km² (equivalente a quatro Itálias!) de conflitos sociais e péssimos indicadores de ­desenvolvimento humano, amanhã o quadro tem tudo para ser outro – caso os eleitores locais superem a desinformação inicial e abram passagem para o crescimento. Vítima do desmatamento, por meio do qual o banditismo impera e se produz um noticiário repleto de crimes políticos e chacinas, sabe-se, há muito, que a atual estrutura de governo do Pará é insuficiente para elucidar todas as suas complexas equações. Os fracassos administrativos se acumulam, governo após governo, à esquerda ou à direita. A verdade é que há, naqueles limites, um Estado cujo tamanho equivale ao de vários países europeus, mas apenas um único e singular governo.

    Ao mesmo tempo, Carajás e Tapajós nasceriam sobre terras férteis para a agricultura, ricas para a mineração e amplas o suficiente para que nelas conviva o gado. Administrações mais próximas da população local seriam mais cobradas, melhor fiscalizadas e teriam, dessa forma, renovadas condições para preencher o atual vácuo administrativo.

    O Brasil, cujo tamanho territorial é comparável ao dos Estados Unidos (8,5 milhões de km² contra 9,6 milhões de km²), chegou a um PIB de US$ 2,19 trilhões em 2010. O irmão do Norte, mesmo combalido, atingiu US$ 14,7 trilhões – mais de seis vezes maior. Aqui, são 27 Estados. Lá, 50. A relação entre produção de riquezas, território e organização administrativa, goste-se ou não, é direta.

  • Ainda não formei uma opnião concreta..
    mas ao meu ver… com a divisão, teremos problemas a curto prazo..
    e a união, de fato, terá de arcar com isso..
    mas vendo um pouco mais à diante, podemos notar, que seria muito vantajoso para as regiões edixadas à margem do desenvolvimento; Eu seria uma cidadã de Tapajós.. e apesar da situação nao está tao boa na minha região, creio, que ela estando integrada à um estado imenso, que nao lhe dar nenhum apoio, só piora, entao… SE ESTIVESSE AINDA MORANDO LÀ VOTARIA À FAVOR!

  • problemas? qual o estado que não tem problemas? dividir o estado não vai resolver os problemas existentes, e sim, piorar. O que falta é cada prefeito do município saber dividir a sua fatia que o estado repassa (e que merece) o que não o fazem(desviam a maior parte) deixando a população a míngua. Se querem dividir o Pará porque é muito grande e acham que há má distribuição de renda, porque não dividir o Brasil que tem o povo do norte/nordeste esquecido do povo do centro sul do país, será que melhoraria também?
    NÃO A DIVISÃO DO PARÁ.

    • Bom eu queria saber em qual cidade vc mora pq se vc morasse no SUL ou no SUDOESTE do PARÁ vc pensaria duas vezes antes de votar ñ!!!

  • Os atuais senadores e deputados federais tambem sera divididos igualmente? ou o negativo de 1.8 bilhoes seria devido a criacao de novas vagas?

  • Antes de vc votar pense nos benéfícios e nas qualidades e tbm no desmatameto nos impostos + altos…….+ lembre-se de um povo esquecido da sociedade que lutar por um direito + justo e complexo …….
    eu sou do SUDOESTE DO PARÁ E SOU A FAVOR !!!

  • PAI O QUE IRÁ ACONTECER SE O PARÁ NÃO FOR DIVIDIDO,, FILHA O POVO SUL PARAENSE IRÁ CONTINUAR SOFRENDO, POIS NENHUM GOVERNO IRÁ JAMAIS ATENDER O POVO DESTE ESTADO, IMAGINE UMA PESSOA QUE PRECISA DE IR PRA BELEM COM URGÊNCIA, E IMAGINE QUE ESTE PACIENTE ESTEJA LA NO IRIRIR A 300KMs DE SÃO FELIX DO XINGU, SE FOR CASO DE EMERGÊNCIA CERTAMENTE MORRERA,, E SE NÃO FOR TAMBÉM MORRERA POIS SE PRECISAR DE UM EXAME AVANÇADO TERÁ QUE AGUARDAR DE OITO A DEZ MESES, ASSIM COMO SEU PAI ESTÁ AGUARDANDO.. ESTÁ HISTÓRIA E BASEADA EM FATOS REAIS.. SÓ NÃO VOU CITAR MOME POR CAUSA DE ÉTICA. E AÍ VOCÊ QUE DIZ NÃO A DIVISÃO,,, VOCÊ ACHA QUE NÃO OCORRENDO A DIVISÃO ISSO IRÁ MUDAR? SERÁ QUE DEPOIS DO PLEBISCITO O NÃO SERÁ SANTIFICADO E SE TORNARÁ MAIS SENSÍVEL? EU NÃO ACREDITO, MAIS E VOCÊ ACREDITA? EU VOTO SIM 77

  • Voto SIM, 77. Dividir para multiplicar, só assim todos teremos acesso aos bens socias.
    Não somos separatista, somos cidadãos temos as mesmas necessidades assim como os habitantes de Belém. Vote 77.

  • o nascimento desses novos estados, poderá levar outras regiões no brasil a se separar, então sou contra essa ideia, podera levar a um aumento no desmatamento naquela região

  • Boa tarde Brasil, eu sou Paraense e até que me prove ao contrário o meu voto é ?
    baseado nas muitas visitas que fiz no estado em que moro
    pois sou paraense de orgulho bem visível aos meus olhos que preciso que se divida o pará porque existe muitas pessoas que não estão se sentindo mais paraense
    porque são tratada de modo diferente, assim como o resto do pais nos trata como índios
    pois só quando se perde é que se sente falta e acaba dando valor
    pois quem sabe se não dividimos o Pará
    e se mudarmos o plebiscito de divisão do Pará e passarmos para a divisão
    para o b
    Brasil e ficarmos uma nação tão rica quanto o resto do pais .
    ou até mais rico em um tempo muito curto sou BELENENSE E EXIJO RESPEITO POR TODOS COMO DIREITOS IGUAIS ?

  • A divisão seria viável se realmente os governos a se instalarem nesses novos Estados investissem na educação, saúde e econômia da região.
    Porém, isso só aconteceria se nossos políticos NÃO fossem corruptos, se as verbas Não fossem desviadas e se a renda nacional fosse distribuída justamente, de acordo com a necessidade de cada Estado. Mas, infelizmente, estamos longe de viver em um País Justo!!!Moro no estado de SP e mesmo aqui, o que faz uma nação evoluir (EDUCAÇÃO) precisa melhorar e muuuuuuuito, assim como em todo o Brasil.

  • é certo que divida não só o para, mas o país inteiro, todos os estados de grandes territórios, mas é necessário também que diminua o numero de congressistas, isso não é ruim, porque de um lado se vai aumentar politicos estaduais, do outro lado vai aumentar em dobro o numero de funcionários públicos, isso ajuda a distribuir a renda e equilibrar o poder, não é totalmente o bicho de sete cabeças que todos pintam, se não aprovarem, quem não tem, vai continuar sem por muito tempo, mas se aprovarem, terá no mínimo a justiça mais próximo, para reclamar os seus direitos, se dividisse a minha região goiana, eu aprovaria sem hesitar. tem que decentralizar o poder!

  • eu acho que vai se melho pro brasil. sim

  • Ninguem aqui como o texto apresentado pode fechar os olhos aos anseios das populações da região tapajonica e de carajas… porem vejamos esse plebiscito como uma oportunidade de melhorias…as reinvidicações interioranas estão sendo mostradas a todos os paraenses… espero que se o Sim vencer que seja para melhor, mas se o Não ganhar, que nao haja recentimentos ou coisas parecidas somos todos ate agora paraenses..o estado é grande ninguem discuti isso, porem exite em cada municipio paraense um prefeito que faz ou faria a sua parte na melhoria da sua cidade… porem nao vemos tudo se espera do estado ….Temos exemplos de estados pequenos que na teoria seriam bem melhor administrados que fogem a essa regra como são : Alagoas, Sergipe, Rio de Janeiro e Paraiba todos sem excessão tem problemas graves de falta de infraestrutura como saneamento basico, educação , segurança e Saude provando que o tamanho do estado nao é desculpa para separar

  • EU DIGO UMA COISA SE ESTA DIVISÃO NÃO OCORRER, SIMPLESMENTE IREMOS PRESENCIAR A MORTE DOS NOSSOS IRMÃO DO SUL E SUL DESTE UM A UM, COMO Á OCORRA NOS DIAS ATUAIS, NÃO DIVIDIR É DIZER TÁ TUDO BEM, PESSOAS MORREREM POR DESCASO É NORMAL MESMO NO BRASIL.. SIM 77

  • DIVIDIR PARA MUDAR NÃO É A ÚNICA OPÇÃO, NA VERDADE O QUE NOSSO ESTADO NECESSITA É DE MELHOR INVESTIMENTO NA MÃO-DE-OBRA E NA MÁQUINA PÚBLICA PRECISAMOS É NOS UNIR.

  • Eu sou de Belém, e sou a favor da divisão, nem tanto do Karajás mais sim do Tapajós. É evidente que o as outras federações são contra a divisão do estado pensando numa oneração maior pra federação e uma reordenação do tesouro nacional, mais vejamos o Rio de Janeiro esta fazendo a maior briga pelo petróleo do pré-sal para não dividir com ninguém, mais o governo federal com a lei kandir, já onerou o Pará em mais de 20 Bilhões, em favor das mineradoras e do cofre federal que ajuda todos os estado enquanto ficamos com os buracos, e ninguém faz nada. Imagine que um estado do Paraná como exemplo gaste para fazer uma estrada pra atravessar o seu estado gaste 20 milhões, agora pro Pará fazer isso,imagine o valor, já que para fazer esta estrada pra atravessar o estado daria para vim do Rio Grande do Sul até no Espirito Santos. sem contar que temos os impostos de ICMs e ISS mais caro do Brasil que iriam onerar muito mais esta obra, que o transporte pra chegar mercadoria é também mais caro, você pode fazer até um teste de exemplo, entre no site do correio e mande um sedex de 1kl. pro estado do maranhão aqui no lado do Pará e mande o mesmo sedex pro Pará, e veja a diferença. Como um estado de uma grandeza imensa pode se manter com tudo mais caro. A região do Tapajós merece ser um estado, se conseguíssemos fazer de Santarém uma Capital com toda infra estrutura de capital já é um enorme avanço pra região, todo mundo sabe que as pessoas gostam de se concentrar nas capitais, poucas pessoas querem ir pra o interior, pois você tem menos recursos operacionais, educacionais e infraestrutura, isso você vê prefeitura que oferecem até mais de 20 mil reais de salário pra médico e não consegue preencher vagas, imagine que para vir de Santarém de carro em época de chuva leva 10 à 20 dias, de barco leva 4 dias e de Avião mais de 1 hora, e pelo fato deste voo ser regional, é preço muito mais caro. como uma pessoa de baixa renda vai transportar um enfermo, onde tudo esta concentrado em Belém. Se o fato de votarem “Não” porque vai gerar mais politico ladrão, então manda fechar Brasília. Se com políticos safados melhorar a região em 5%, já é lucro , se vai onerar o governo federal, ele já esta em divida com Pará a muito tempo, e vê o povo miserável , sem saneamento , sem água, sem médico ,que mora na Terra Firme dizer que não quer que divida o nosso Pará, com divisão ou sem divisão eles vão continuar na mesma, agora não dar a chance de outras pessoas tentar melhorar a vida, isso é egoismo, e isso eu não faço pois só teremos esta oportunidade. Ao contrário do que falam que o Pará perderia com Estado do Tapajós, isso é história furada, pois o Pará pouco gasta com o Baixo Amazonas, e a região criasse vergonha e acabasse de construir a Santarém-Cuiabá, ajudaria seus portos com a descida dos grãos do centro-oeste que os estados do sudeste nunca quiseram pois seria muito mais barato se saíssem por Santarém pela proximidade do canal do Panamá, com a Usina de Belo-Monte ia dar um grande empurrão pro Estado novo, teriam dinheiro para criar uma grande polo de soja, cacau e minérios. Dizer que vai nascer um estado miserável e endividado, isso é natural, poucos nascem rico, e sim fazem divida para crescer e evoluir. Não pense nos político safados, pense em você, o que você pessoalmente vai perder e o que os seus outros irmão das outras regiões vão perder, pra você concerteza não vai mudar nada, mais pra eles vai mudar muito.
    Não percam esta oportunidade de ajudar o nosso estado porque não vai ter outra chance.

  • Gente !! ficar como esta não dá. Você que é rico parabéns, agradeça a Deus por isso, mas os pobres pedem a Deus é solução para essa vida tão sofrida que é a vida desse povo do interior do Pará. Sabemos que uma casa comandada só pelo pai ou só pela mão é mais difícil de se ter o domínio de tudo, pois é muita coisa pra uma mente só. outra, não vamos deixar de ser paraenses nunca! vamos apenas dividir essa tarefa árdua em três partes: mãe, pai, e filho mais velho. não sei muito sobre parte política mais o que sei é que se ter um governador mais perto é mais fácil de se cobrar. É como um pai que ta sempre por perto e quando o filho adoece se mais fácil de botar ele no colo e levar ao médico. Falando em médico ninguém merece a o descaso que a saúde sofre nessa região. você não conhece? Passe o dia no hospital municipal de Santarém e me diz se pode ficar pior do que tá. O NÃO é palavra negativa. o SIM é palavra positiva. Então seja positivo VOTE SIM SIM SIM SIM…

  • Vote na mudança Vote na esperança de todos nós. Diga SIM SIM ao Estado do Tapajós.
    Ass.: Miton Neraneto Universitário de Engenharia Civil da Ulbra.

  • Vote na mudança Vote na esperança de todos nós. Diga SIM SIM ao Estado do Tapajós.
    Ass.: Milton Neraneto Universitário de Engenharia Civil da Ulbra.

  • Não, é palavra de pessoas pessimista QUE APOIAM A MISÉRIA E RIR DA DESGRAÇA DOS OUTROS. dia 11/12/11 diga SIM para os seus filhos diga SIM para seus netos diga SIM para vida dos interioranos diga SIM ao ESTADO DO TAPAJÓS…

  • SIM SIM SIM SIM 1.000.00.00 SIM SIM SIM….

  • Nós que não vivemos na região temos quetomar cuidado em lançar um parecer sobre a divisão ou não do Pará.
    As questões de interesse político devem ser levads em consideração.
    O fator econômico e o desenvolvimento da região, como estradas por exemplo, citado em alguns comentários são também muito importante nessa “balança”.
    Mas, como fica a influência norte americana na região? E a base de lançamento dos EUA?
    Por favor me esclareçam essa questão.
    Obrigado

  • O povo sabe que essa quadrilha só irá beneficiar a classe política, mais dois Governadores e seus secretários, mais dois prefeitos e seus secretários, mais um monte de Vereadores e as suas mordomias e sabe quem paga essa conta? O povo, a classe operária, os trabalhadores, dizem que o parlamento é a casa do povo, mais o povo só é lembrado nas eleições.
    pode haver 1000 debate.meu voto ainda continua o mesmo NÃO ninguém dividi o pará

  • HÁ, DANIEL AZEVEDO NOS MEUS 38 ANOS DE IDADE O QUE EU MAIS VEJO É O GOVERNO FALA EM MELHORAR ESTE ESTADO, EU SÓ VEJO DIZER QUE UNIDO S O PARÁ VAI VENCER, E VAI CRESCER, MAIS VOCÊ MESMO SABE QUE O NOSSO ESTADO ESTÁ LA EMBAIXO NO IDEB, NUNCA TEVE O GOSTINHO DE FICAR ENTRE OS MELHORES.. O QUE VOCÊ ACHA QUE ESTÁ ACONTECENDO COM O DINHEIRO DO GOVERNO PARAENSE QUE ELE NUNCA INVESTE EM EDUCAÇÃO, E QUANDO INVESTE…SÓ FAZ COISA MAL FEITA.. VOCÊ ACHA QUE ESTES CARAS TEM ALGUM INTERESSE ME AJUDAR NINGUÉM,? VOCÊ ACHA QUE ELES IRÃO MUDAR SÓ PORQUE ALGUÉM ACHA ISSO IMORAL, ´PORTANTO QUER QUE ELES MUDEM, E ASSIM ELES O FARÃO? CARA EU NÃO ACREDITO NESTE QUE HOJE GOVERNAM O PARÁ. NEM MORTO.. EU ANIDA ACHO QUE DIVIDIR É A MELHOR OPÇÃO, E VOU DE SIM DE 77 DIA 11 É 77

  • O Brasil tem muitos estados grandes e são necessários serem divididos para melhor adminstrar. Estrados que tem tamanho de países européus.

  • Eu Brasileira, nascida em Boa vista Roraima apoio pelo simples fato de prezenciar isso na minha vida, na epoca roraima era territorio federal, e não imaginava que seria capital pois tão proxima de manaus, 780km poderimos ser apenas um municipio do amazonas, e esquecida pela a distância da estada que dinvide as duas capital e nem por isso desitimos, não tinhamos pernas pra anda, pq o gonverno federal ainda manadava verbas pro nosso territorio então como foi dificil ser uma estado dependente, sei que até hoje roraima vive dependendo do gonverno estadual mais roraima dependia do gonverno federal na epoca roraima ja era capital e naum tinha nem estrada a estrada só foi asfaltada em1992.. isso e um pouco pra voce vê a diferencia. entre santarém imagine virando capital, quem disse que não vai se alto susteta está muito enganado, não conhece o tanto de impostos arrecadado de todos municipio, e cade? o que faz pelos municipios, nada, Belem e pra ser a capital mas rica do Brasil, porque conte quantos municipios e de sua copetencia e me diga que lindo, e Belem capital com muitos pontos turistico, mais na verdade olhe a violencia que tem au redor e a pobreza também cidade suja mal estruturada saneamento basico um horor, casas muitas de palafitas, então nunca teve interresse nem pra se ajuda quanto mais ajudar os outro municipios, quanto mais pobre santarem melhor assim jamais tendo crecimento, Belem ficaria sobre o poder quantos anos a mais, o interrece que muitos tem pelo municipio, fala que o pib e baixo, isso pq não dizem e não contam o tanto de dinheiro que vaza pro estado de belem, e pq o municipio vizinho esta tão interessado?, colocando pra baixo a eleição que dara liberdades ao municipio de santarém, pra que de errado, me diga apartir que carajas vira capital tera os municipios vizinhos a sua copetencia administrativa, isso se chama interrece politicos, rsrrs me de a galinha de vos de ouro que eu sei com dirrigir e ganha muito dinheiro, olhe como a interesse se torna grande.. mineradoras movimente milhoes, e todo municipios proximo pagam seus imposto, também porto, estradas e seus fluentes rios, como sua estrada que liga a outras capitais mais como não vou me encomoda, se vejo interresse politicos, a gora me diga como e depender de uma capital como Belem, para sobreviver, se o abandono se passa a muitos anos, a saúde precaria dependendo de Belem, imagina a distancia de um municipio pra capaital, e se vc não sabe a distância faça uma viagem de santarém para Belem mais eu preciso que voce vá de navio pra vê como e longe. se precisar ir, proucura a sua saude e não conseguir em santarém,não que santarém tenha mal medicos e que o abandono e grande , vc escolher morre, ou ir até belem, ou manaus, ou macapá como muitas maezinha sai do municipio do pará,pra dá a luz e macapá,pelo simples caso de não ter incubadora ou uti no seu municipio, imagine como o municipio se alto se sustentara.. tem portos uma estrada que ligara a outras capital, quando vira capital tera os municipios vizinho, onde sera copetencia sua administração, que são municipios de oriximina. obidos,jurutir, tera santa, monte alegre, faro,alenquer, prainha, aumerim,itaituba. breves.etc.. nada como prezenciar tudo isso, eu viajo de barco a minha vida toda, e sei que santarém como outros municipio precisam que fique proxima a sua ajuda, pra nunca mais depender de Belem e nem mesmo de carajas que também não fica proxima.. mais santrém tem como administra e ajuda seus municipio proximo de sua copetencia… eu wagna regina sou afavor de santarém vira capital, pois acredito que santarém se alto sustentara. e que essa decisão mudara a vida de muitos ribeirinho e moradores de municipio proximo, fara muita diferencia na vida de todos.. pois acredito quando todos os interressado politicos que so tinha visão como posse e de arrasta dinheiro e não presta conta a cada minicipio. coloca a mão no juizo, quem só tem a ganha e o Brasil com tudo isso pois será claro o tanto de roubos, que se anda anos e anos e só agora o brasil irá vê e como e facil toma decisão, e que poucas tomada mudaria a vida, de muitos brasileiro assim sabera quantos impostos deixaram de ser contalilizado…EU WAGNA SOU AFAVOR SANTARÉM SE LIBERTA DESSA CORRENTE QUE TANTO ATRAPALHOU O SEU CRECIMENTO………

  • SIM VOTE 77… Para a melhoria do PARÁ…SIM SIM SIM

  • Peço atenção e reflexão, dois minutos só. Procure um mapa do Brasil e observe os dois estados que já foram divididos: Goiás e Mato Grosso, que originaram respectivamente o Tocantins e o Mato Grosso do Sul. Repare bem como ficou o tamanho territorial entre os estados originais (Goiás e Mato Grosso) e os estados originados (Tocantins e Mato Grosso do Sul). Percebeu? Quer dizer, nesses casos, nota-se certa justeza e proporcionalidade na divisão territorial, de modo que os estados originais mantiveram a fração maior em relação aos estados originados. E aí cabe a questão: Por que querem fazer diferente com o meu Pará? Ou seja, querem deixar o estado original (Pará) muito menor que os dois estados a serem originados (Carajás e Tapajós). Sendo que o maior contingente populacional ficaria no estado original (Pará). E a grande maioria das riquezas naturais historicamente pertencente ao Pará pertenceria somente aos novos estados a serem criados. É justo isso? Em sã consciência dá para aceitar um disparate desse? Então, do jeito que estão querendo fazer essa divisão, VOTE NÃO. Se não for para beneficiar a toda a população, sem exceção, então pra quê e pra quem essa divisão? Por isso, eu VOTO NÃO.

    • Ricardo eu tive um pouco de reflexão sim, e procurei saber porque o estado do Tapajós era tão grande em relação ao que seria o Parazinho assim denominado, e ví o contrario, o estado do Tapajós seria menor que o estado do Pará, pela seguinte razão, a parte acima do rio amazonas é praticamente toda parque nacional ou seja Federal, uma boa parte de baixo é reserva indígena e área ambiental, ou seja, também área Federal, só restando pro estado em sí uma medeia de 30 á 35% para ser gerenciada pelo novo Estado. E o Pará não é meu, pois se fosse eu não pagaria os maiores ICMS e ISS do país que faz eu pagar tudo mais caro ai quando vou em Fortaleza, Goiania e São Paulo acho tudo barato, eu forçava as mineradoras a deixar aqui as compensações que o estado perdeu, pois quando o filho do Hélio Gueiros falou que não saia mais minérios do Pará sem imposto, foram trazer o Dr. Almir Gabriel doente com jatinho fretado para assumir o governo do estado mesmo doente e ele era do PSDB, você já notou que você vota numa pessoa que você acha que é honesta e ela nunca ganha, porque o coeficiente eleitoral soma os votos pros safados. Então com tanta bandalheira eu não posso levar em conta os políticos, e sim a Dona Maria o seu Raimundo que estão sem saúde, sem escola pros filhos e com transporte precário. Como a população que recebe salario minimo pode viver direito num lugar que é muito mais caro tudo, fala-se tanto de Belém ser desenvolvida, aonde a cidade tem saneamento básico, lugar nenhum pois tudo vai pros canais e depois pros rios sem saneamento nenhum, se aqui em Belém o estado não toma conta de nada que é capital, porque ia tomar conta la pro baixo amazonas.
      É Ricardo eu refleti, e vi que eles não estão me tirando nada, mais eu sim posso dar algo a eles, se eles quebrarem a cara, eles se levantam de novo e vão em frente com pernas propiás, eu já fiz o que eu podia por eles, é dar a liberdade pra eles, pense por você, não vai na corda destes palhaços que fizeram o debate, que politico só briga na hora de dividir o dinheiro, fora isso o que você na TV é encenação.

      • Nobre Everaldo, em primeiro lugar grato pela menção e reflexão (ainda que sutilmente debochada). Você está certo, o postulante estado do Tapajós se criado já nasceria com um problema, cerca de 2/3 do seu território inviabilizado, para fins de expansão de atividades econômicas, comprometido com Áreas legalmente Protegidas. Mais uma razão para se votar NÃO nessa louca aventura, mal concebida e mal planejada, contra o meu Pará enquanto território. Isso é força de expressão do sentimento nativo de ser paraense, minhas raizes ancestrais são paraenses. Eu na condição de servidor público conheço os quatro cantos do Pará. Já morei em Santarém, me casei com uma santarena ou mocoronga. Já morei em Marabá. Nasci e me formei em Belém. E hoje por força do ofício resido fora do meu estado do Pará, mas acompanho e me interesso por tudo que a ele diz respeito. E me manifesto e opino livremente e com propriedade e conhecimento de causa, modéstia a parte. Portanto, meu nobre Everaldo, eu tenho opinião própria e não “vou na corda” de ninguém. Aliás a única corda que eu vou é na do círio de Nossa Senhora de Nazaré. Que Ela te abençõe e te ilumine. Aquele abraço fraterno. Vote NÃO.

    • NA MINHA OPINIÃO O PARÁ NÃO TÁ PREPARADO PARA UMA DIVISÃO!!! E O PROBLEMA DO PARÁ NÃO É O ESPAÇO DEMOGRÁFICO É ROBALHEIRA DESSES POLÍTICOS QUE É GRANDE DEMAIS!!!!!!!! E QUEREM SE BENEFICIAR CRIANDO NOVOS ESTADOS SEM SUPORTE NENHUM PARA TAL MUDANÇA!

  • Quem sabe da nossa realidade somos nos não adianta vim ator e atriz que nem mora aqui falar que e contra a divisão manda eles vim morar aqui um mês pra ver se não muda de ideia
    DIGA SIM A DIVISAO 77.
    Os políticos estão tão preocupados com a divisão que só falam em PIB em milhões,gastos.
    ate parece que o dinheiro vai sair do próprio bolso DIGA SIM DIGA SIM DIGA SIM.
    Povo de Belém todos ganham mais hospitais,escola,segurança,estradas etc DIGA SIM
    77 77 77 77 77 77 77 77

  • É ISSO AÍ, SE UM DESTES ATORES VIEREM MORAR QUI,, É PRECISO QUE TENTEM TAMBÉM VIVER COM UM SALARIO MINIMO, USAR OS SERVIÇOS DO SUS. PRA VER O QUE É TER UM PARÁ GRANDE. SÓ ASSIM VERÃO AS DESGRAÇAS QUE ALGO GRANDE PODE FAZER NA VIDA DE ALGUEM.

  • ……….77………..AS PESSOAS Q FALAM Q SAO A FAVOR DO NAO, POUQUISSIMAS VIERAM AO INTERIOR DO PARA LUGAR ESQUECIDO E POBRE. pESSOAS MORREM DENTRO DE BARCOS INDO EM BUSCA DE TRATAMENTO DE SAUDE NA CAPITAL Q POR SINAL É MUITO LONGE, APENAS 1.800 KM ………ENATAO A MELHOR SOLUCAO É 77….

  • GOVERNADOR SIMÃO JATENE NÃO PASSA DE UM MENTIROSO QUANDO VEM A TV DIZER QUE OS HOSPITAIS REGIONAIS AQUI NOS SUL E SUL-DESTE FUNCIONAM AS MARAVILHAS, TALVEZ PRA ELE O SIGNIFICADO DE MARAVILHA SEJA, UMA PESSOAS FICAR SEIS MESES OU UM ANO COM UM PEDIDO DE EXAME NAS MÃOS ESPERANDO PRA QUEM SABE SER CHAMADO PELO REGIONAL DE MARABÁ OU REDENÇÃO, MAIS TUDO BEM, NÃO SE PODE ESPERAR MUITO DE ALGUÉM QUE MESMO SABENDO QUE ESTÁ SENDO AGUARDADO PRA ASSINAR PAPAIS PRA RECEBER DINHEIRO DE UM CONVENIO FEDERAL EM BRASILIA, AINDA ASSIM PREFERE IR PESCAR,MESMO SABENDO QUE ESTE RECURSOS QUE SALVARIA O ESTADO QUE ELE MESMO GOVERNA, AINDA ASSIM PREFERE IR PESCAR, VOCÊ ACHA QUE UM CIDADÃO DESTES ESTÁ LIGANDO PRA NADA.? VOCÊ ACHA QUE ELE QUE QUE O PARÁ SEJA DIVIDIDO? AINDA MAIS SABENDO QUE SE FOR DIVIDIDO BELÉM PASSA A TER CERCA DE 65% DOS EMPREGOS COM CARTEIRA ASSINADA E RECURSOS FEDERAIS SÓ PRA ELA.. LÓGICO QUE NÃO, POIS ISSO SIGNIFICA QUE O ESTADO OU SEJA BELÉM TERIA DINHEIRO EM GRANDE QUANTIDADE, SENDO ASSIM ELE TERIA QUE MOSTRAR SERVIÇO OU NÃO SE REELEGERA NUNCA MAIS, POIS TERIA QUE GASTAR ESTE DINHEIRO, E NÃO PODERIA DESVIAR POIS NÃO TERIA COMO DIZER PRO POVO DA CAPITAL,, NÃO EU GASTEI INVESTINDO LÁ NO SUL DO PARÁKKKKKKKK, OCORRENDO A DIVISÃO ESTAS DESCULPAS NÃO DARIAM MAIS CERTO. ELE SERIA OBRIGADO A TRABALHAR, EU PERGUNTO QUAL É O PREGUIÇOSO QUE GOSTA DE TRABALHAR?

  • não e não e pronto e acabou ninguem dividi o pará.BELÉM A MAIOR METROPOLE DA AMAZONIA.

  • Li vários comentários e é impossível fazer vista grossa para aqueles que são contra a divisão do Pará.
    Primeiro não é divisão, é a criação de outros dois Estados e segundo, é a possibilidade de termos as mesmas possibilidades de igualdade quanto aqueles que moram em Belém e região metropolitana.
    Pergunto: por que os últimos dois governadores não conseguiram se reeleger?

    Pelo simples fato de não poder demonstrar competência na sua governabilidade, ou seja, ou administra Belém e proximidades ou tem que administrar o Pará, pois é impossível humanamente administrar um Estado da expansão territorial e com tamanha população.

    Ressalte-se que o Amazonas é maior, territórialmente, mas muito menor em termo de população.

    Por que a criação de dois novos Estados não dará certo?

    Ora se Goiás e Tocantins estão tão bons, basta visitá-los, não sendo diferente Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

    O que eu vejo é muito egoísmo da população que diz NÃO.

    Eles falam em florestas, rios, ver o peso, Hangar, Estação das Docas, entre outras coisas que nós do Sul, Sudeste e Região Tapajós financiamos pra eles, mas não falam na miséria em que vivemos.
    Eles não falam da falta de recursos nas áreas da saúde, educação, segurança pública, infra-estrutura que existe nestas áreas que querem uma possiblidade de também ser feliz.

    Nos últimos oito dias, tivemos quatro assaltos à banco e dois supermercados.

    Nestas duas áreas territoriais temos menos de 100 leitos em UTIs, para uma população de cerca de 3.000.000 de habitantes, se alguém precisar, MORRE.
    AFINAL, VOCÊS SABEM O QUE SIGNIFICA UM LEITO NUMA UTI POR AQUI???

    Alguém que precisa torcem pra duas situações, que alguém tenha alta, que é positivo ou que alguém MORRA para dar lugar a outra pessoa de sua família que esteja precisando. Isto é expectativa daquilo que é mais importante para o indivíduo? A VIDA.

    Não temos estradas nem pra ir à BELÉM, nossa querida capital.

    Fala sério, deixem por favor o egoísmo de lado e nos dê uma oportunidade.

    SÓ DIGO UMA COISA, !!!!!!!!! PIOR NÃO VAI FICAR !!!!!!!!

  • Chega de não e não. é hora de mudança é hora do SIM, Sim pra Educação, Sim pra Saúde, Sim para a infraestrutura, Sim para o desenvolvimento, passamos a vida toda recebendo não, ainda me vem com essa mesma ladainha. Agora é SIM e SIM. 77.

  • Imaginemos que os políticos de Belém(Jáder Barbalho, Simão Jatene, Ademir Andrade, Ana Júlia, Almir Gabriel, Mário Couto,Flexa Ribeiro, Marinor Marinho, e muitos outros que existem), fossem contratados para fazer um projeto para uma organização internacional na região de Carajás. Em razão disso, resolvessem lotar um ônibus, visando fazer uma excursão pelas estradas do futuro Estado de Carajás, para saber se compensa ou não investir nesta região, comprar imoveis rurais, e saber se é viável os investimentos, tendo como principal critério calcular a qualidade das nossas estradas, e se de fato compensa tal investimento pelo credor internacional. Eles teriam uma surpresa, que seria o seguinte:

    De Tucuruí à Marabá, correriam o risco de serem assaltados, ou do lotação ter seus pneus furados em razão da buraqueira da estrada, e com risco de vida;

    De Tucuruí a Novo Repartimento- Se for no inverno, o carro poderá ficar atolado, e com risco de assalto,e se a viagem for à noite, a possibilidade de assalto aumenta muito mais;

    De Marabá à Altamira- uma estrada totalmente desnuda- se no inverno o carro fica atolado, no verão também ficará atolado pela quantidade de poeira,e com possibilidade de entupimento da parte mecânica, e de quebra sofrer um assalto,com risco de vida. Imaginem os caminhoneiros deste país atravessando à transamazônica, trazendo produtos do sul do país? Coitados,como sofrem!;

    De Marabá a São Geraldo do Araguaia- Lá com certeza, à noite seriam assaltados. Neste trecho, as empresas viajam com escolta policial, pois a probabilidade de assalto é de 80% . Se você viajar, é quase certeza que será assaltado, e o pior com risco de vida e estupro. Quando eles (ônibus) entram no Tocantins(Xambioá), as empresas eliminam a escolta, pois é onde acaba o risco. Mas no trajeto do Pará, é uma necessidade extrema;

    Imaginem agora, eles viajarem de Marabá à Conceição do Araguaia, cuja estrada é feita com asfalto ralo, é quase uma pintura, e não serve para nada, mais atrapalha do que ajuda. Lá eles iam sentir na pele o que é viajar no futuro do Estado de Carajás.

    Será que eles iam aprovar um projeto de compra de imóveis rurais nesta região, e sugerir o investimento à empresa internacional? Será que eles ainda voltariam aqui um dia para passear com suas famílias, em um turismo regional? Façam suas apostas!

    Eu pessoalmente acho que não!, e todos seriam capazes de mudar suas posições quanto a divisão do Pará, defendendo a partir de então à separação com unhas e dentes, e o Secretário Jatene seria um dos mais arrependidos por não lutar contra à isenção de ICMS as empresas mineradoras, cujos recursos poderiam perfeitamente sido aplicados na construção dessas estradas para o bem de todos nós, e talvez não estaríamos aqui brigando pela EMANCIPAÇÃO de Carajás.

    George Leyte

  • O problema não está no tamanho do estado ou na distância da sua capital, mas sim na corrupção e na roubalheira que campeiam livres e impunemente assaltando aos cofres públicos nessas regiões separatistas. Só pra refrescar a memória dos conterrâneos dessas regiões do Pará. Olhe quem está à frente ou por trás desse movimento separatista do Carajás e do Tapajós? São políticos que já foram prefeitos, já tiveram oportunidades de fazer algo em favor do povo e da região, e o que eles fizeram de bom? Pesquise a vida deles é você verá que são políticos ficha suja, que respondem diversos processos na justiça, inclusive por desvio de verbas da educação, da saúde, etc. quando eram governantes nessas regiões. Quer dizer, é por isso que os moradores dessas regiões votam sim? Então se for por isso vamos dividir o Brasil? Acho que está faltando sentimento nativista de ser paraense, que desenhou esse território geográfico e histórico desde os tempos da cabanagem, e que agora querem desconfigurar sob argumentos falsos e torpes. E que se for levado a cabo mesmo, causará graves prejuízos socioeconômicos para a maioria do Povo Paraense. Pense nisso. Vote NÃO.

  • Meus Caros Colegas,

    Nesta semana assistindo à TV SENADO, ouvi a fala do Senador da repúbica pelo Pará, Sr. Mário Couto, em que ele ressalta que o Governador Simão Jatene criara recentemente uma taxação sobre toda a produção mineral realizada no Estado,e cuja medida aumentará a arrecadação em mais de R$800milhões/ano. Esta media é muito boa,agora a pergunta que se faz é a seguinte: por que ele, ou outros governadores passados não tomaram essa medida há mais de 20 ou 30anos, deixando-a para ser tomada faltando duas semanas para ocorrer a eleição? simplesmente para tentar interferir na votação do dia 11.12. Ou seja, ele deve ter combinado com seus secrestário:” vamos tentar ganhar de qualquer forma,e iludir o povão a dizer um não aos projetos Carajás e Tapajós. Por aí vocês percebem o descaso que estes políticos têm o próprio estado. É como se o estado fossem inimigo deles, ou talvez eles venha recebendo muitos agrados para ficarem omissos há tanto tempo.
    Na verdade isso é um reflexo da famigerada LEI KANDIR, aprovada pelo então FHC(1996) e como coniventes Almir Gabriel e Simão Jatene, há mais de 14 anos, na qual desonera as exportações brasileiras, isentando os exportadores de pagamento do ICMS. Isso tem permitido que empresas paraenses exportadoras,principalmente de matérias- primas, em especial os minérios( que é o que o Pará mais tem) não pagam ICMS para ESTE eSTADO, e como este nosso estado benevolente, o que mais se exporta é justamente minério,não arrecada quase nada de ICMS. Segundo estudo do TCE(Tribunal de Contas da União) a perda de arrecadação nestes catorze anos chegam a R$21BILHÕES DE REAIS. Moral da história: as empresas vêm para Pará,tiram tudo o que pode,exauri todos os recursos, causam todo tipo de problemas-sociais-ambientais, e ainda têm isenção de ICMS. É como se o Pará pagasse para que as empresas entrem em suas terras, criem um buraco enorme, e ainda enviam seus resultados operacionais para o Sul do País. O que deveria ser o contrário,pois o Estado sendo rico, e essa riqueza mineral só tem aqui, ela é que deveria exigir das empresas. TALVEZ ISSO EXPLIQUE PARCIALMENTE OS DÉFCITS CALCULADOS PARA OS TRÊS ESTADOS,PELO ECONOMISTA DO IPEA.
    Por isso mesmo, as mazelas são enormes. Os assaltos a bancos na regiãode Marabá, Jacundá, Tucuruí, Novo Repartimento são os maiores do país,pois o contingente de policiais dessas regiões é minguado. Jacundá deve ter 05 ou 06 policiais, para uma população em torno de 50.000 pessoas. Por isso mesmo, no dia 02 corrente à agência do Banco do Brasil fora assaltada, levando inclusive o policial como refém. Isso que é moral, os bandidos levam até o policial como refém.
    Então, turma vamos mudar essa situação! SÓ EXISTE UMA SOLUÇÃO!
    VOTEM NO 77 URGENTE, NÃO VAMOS VOTAR PELA PAIXAO, MS PELA RAZÃO
    VOTEM NO SIM, PARA O BEM DE BELÉM, DE MARABÁ E SANTARÉM, QUE MERECEM DIAS MELHORES.
    George Leyte

  • Conterrâneos paraenses, uma coisa é certa:” senão brigarmos por alguma coisa na vida, nunca conseguiremos nada”. Os Estados Unidos para serem tão unidos assim, e criarem o maior império de toda a história da humanidade foram à luta em várias guerras, e conquistaram o mundo; à França teve que entrar numa revolução contra a burguesia, gerando uma das maiores revoluções, e por tabela melhorias nas relações do ser humano para com ele mesmo; os trabalhadores do mundo hoje só são respeitados porque tiveram várias batalhas mundo afora para serem respeitados, os negros,etc…
    Neste caso típico do Pará, quanto à divisão, em razão dos vários questionamentos, percebo que o Pará e o paraense estáo se descobrindo, mostrando suas garras, sua vontade de dizer algo há muito tempo estava intalado na garganta, tanto os prós contra os a favor. E isso tem muita valia. Estamos mostrando o que conhecemos do Pará, quais suas vantagens e desvantagens, o que o Pará produz e o que recebe e não recebe pela sua produção. Descobrimos que na região de Carajas, oPIB é significativo, mas é concentrador e não se transfere para a maior parte da sociedade.Sou professor, filho de Marabá, a terra mesopotâmica do Sul do Pará, sei de seu potencial, de suas fraquezas, e modestia parte conheço muito mais do que 99% das pessoas que aqui estão fazendo suas análises. Somente quem conhece é quem tem condições de fazer uma análise mais acurada sobre o assunto, caso contrário é dar um chute no escuro.
    Mas mesmo sendo a favor da separação, e tenho toda a convicção de que é o mais viável não só do ponto de vista econômico, como do ponto de vista estratégico para a Amazônia e para o País, esses nossos esforços já estão surgindo coisas boas, pois o SIMÃO JATENE resolveu(até que enfim depois de 15 anos) taxar as empresas mineradoras sobre a produção mineral do Estado. Viu como a briga TRAZ coisas boas? Se ficassemos calados íamos receber essa boa notícia? claro que não, pois então precisamos LUTAR SEMPRE. Nós da sociedade temos que lutar, ir à luta, e agora percebo que essa briga pela divisão JÁ POR SÍ SÓ NÃO É EM VÃO, e só veio para nos ajudar a conseguir mais benefícios. ENTÃO MINHA GENTE VAMOS À LUTA, ASSIM É O MUNDO. NÃO VAMOS NOS DISPERSAR.
    E acho ainda que não há nenhuma necessidade dopovo de Belém ficar zangado e chateado com as pessoas de Tapajá e Carajás, pois estes sim é quem deveriam OPiNAR, dizendo sim ou não, que são as pessoas que sabem de toda à realidade da região. Se daqui a 50 ano, o Estado de Carajás tiver a necessidade de se dividir, eu serei o primeiro a defender tal divisão, sem nenhuma necessidade de receio ou rancor.
    VOTEMOS NO SIM!
    George Leyte

  • Caros Senhores, Conheço bem a região de Carajás, como a palma da minha mão. No início da década de 70(sec.passado), talvez essa região não tivesse mais do que 100 mil habitantes cuja renda era proveniente da extração de frutos da floresta e fauna(subsistência),e pequenos comerciantes. De forma que, mesmo pobre,não se morria de doenças,e não existia problemas sociais e ambientais. Nestes último 40 anos, a população desta região está chegando a uns 1.500 (um milhao e meio de habitantes), e perspectiva é que chegue a 2.000(dois milhões) em pouco tempo.
    A migração veio por incentivo governamental, por vota de 1970, no então governo militar, implemenção de grandes projetos industriais na região,e eventos dos bandeirantes atuais(garimpeiros, como a descoberta de Serra Pelada, e paralelamente a esse aumento demográfico, os problemas se avolumaram nun caos total. Os Governos tanto no ãmbito Federal como Estadual nunca se preocuparam em promover um ajuste que pudesse direcionar todo esse montante de gente amontoado que que veio para cá em busca de melhorias de vida. Para cá veiram mineiros, gaúchos, maranhenses, cearense,pernanbucano,goiano. Ou seja, esta parte do Pará, tem todos os povos do Brasil,e o que menos tem é justamente paraense da gema.
    Quando as estatísticas do IPEA, ou do IBGE, mostram as mazelas desta região, em vários quesitos,mostram o fato,mas nunca vi um estatastistica para mostrar o por quê, as causas dessa situação, para justamente tentar induzir os poderes públicos tentar reverter essa situação. Por isso, acho que o Estado do Pará e o próprio país têm uma dívida para que esta região,por terem permitido que esta absorvese muita gente de outros estados,porém, sem ter criado mecanimo de inserção de todo esse povo ao desenvolvimento regional. E a única forma de pagar essa dívida, é uma DIVISÃO URGENTE, para corremos atrás do prejuízo, e termos condições de planejarmos o nosso futuro,como está fazendo o Estado de Tocantins, que há 20 anos não era nada, hoje é o estado que tem o maior crescimento se comparado ao outros estados da nação.
    Por isso sou a favor da DIVISÃO URGENTE,e não devemos achar que os custos para o Brasil será grande,pois teremos a oportunidade de tirar da miséria milhões de brasileiros,que mesmo vivendo numa região rica,mas por falta de oportunidades(estudos,capacitação), não acompanham na mesma velocidade o crescimento da região.
    Eu entendo que um bilhão a mais ou menos para os cofres públicos não fazem diferença,e principalmente por que será um invesimento para à nação, se comparado um PIB de mais de 3trilhões de reais. Eu tentendo custo,e aí sim é o custo Brasil: ” despesas com o Congresso Nacional e que chega a quase 1bilhão/ano, cujo retorno é pequeno; pagamento dos juros da pública, que neste ano chegará em quase r$220bilhões; uma previdência deficitária, que em razão de privilégios de poucos, tem uma rombo anual de R$100bilhões; um sistema judiciário lento, ineficaz, e oneroso demais, se comparado comos benefícios.
    Por isso minha gente, por mais que o cálculo do economista do IPEA, esteja correto, pois não acredito, mesmo assim, as justificativas são tamanhas, os benefícios para o PAÍS são significativas.
    VAMOS MUDAR ESTA HISTÓRIA, VAMOS VOTAR NO SIM!
    George Leyte

  • AQUI EM XINGUARA ATÉ AS CRIANÇAS AQUI ALMEJAM DIAS MELHORES, SERÁ QUE MESMO DEPOIS DE CONTRIBUÍREM COM A MORTE DE 262 BEBES EM UM ÚNICO ANO NA SANTA CASA EM BELÉM, SENDO QUE MAIS DE VINTE EM UMA UNICA SEMANA BELÉM CRUZARÁ OS BRAÇOS?, MESMO SABENDO QUE COM A DIVISÃO BELÉM TERÁ MAIS DINHEIRO PRA SANAR ESTAS MAZELAS, NEM MESMO SABENDO DISSO ESSA TURMA DO NÃO NÃO ABRE O OLHO? AGORA EU POSSO VER QUE O PIOR SEGO NÃO É O QUE COM NÃO POSSUI OS OLHOS FÍSICOS.. MAIS SIM AQUELE QUE MESMO TENDO OS OLHOS NÃO CONSEGUE VER,, EU VOU PENSAR EM MIM E NA DONA MARIA QUE PODE NESTE MOMENTO ESTÁ COM CÂNCER LA EM BELÉM OU EM JACAREACANGA, 3000 MIL Kms DE DISTÂNCIA DE BELÉM SÓ DE ESTRADA DE CHÃO E QUE AINDA TERÁ QUE ESPERAR MAIS UM ANOS PRA CONSEGUIR UMA VAGA PRA FAZER O EXAME QUE IRÁ DIAGNOSTICAR ESTA MALDITA DOENÇA… SERÁ PENSANDO NELA QUE EU VOU VOTAR 77 EU VOU VOTAR SIM 77 DONA MARIA SE DEPENDER DE MIM A SENHORA NÃO IRÁ PERDER A SUA VIDA.. A SUA VIDA TEM O MESMO VALOR QUE A VIDA DO MEU PAI, DO MEU TIO, DA MINHA FILA, DO MEU IRMÃO, E POR ISSO EU VOTO SIM 77

  • gente,a vida ja é complicada quem foi ”esse ” ser humano que fez uma coisa dessas?
    Muita gente com muitos trabalhos para fazer e uns sem nada a ponto de criar um assunto bem burocratico ,e ainda jofa a bola na mao do povo.
    Tem gente preocupado com a precariedade em sua cidade,mas vamos pensar juntos” se ja é assim como vai ficar? se ainda nao procuraram melhorar enquanto tem menos corruptos pra ganhar o pouco do que vcs tem,imagina agora que vai ter mais?
    gente voces que se dizem inteligentes,por favor saibam que tudo,menos essa ideia maluca de divisao….tem tantos dos problemas para serem resolvidos e ainda procuram mais problemas…
    Temos que primeiro saber resolver os que ja temos para depois arranjarmos mais..
    pense!…

  • ATENÇÃO GENTE!
    Assistindo hoje(09.12.2011) à TV SENADO aquando da apresentação da Ministra Miriam Belchior para fazer um balanço do PAC(Plano de Aceleração do Crescimento) relativo ao exercício corrente,com a participação de vários Senadores, em na oportunidade esta fizera uma explanação de todas as obras que estão no PAC e o percentual de implantação das mesmas. Foram várias obras citadas pela Ministra em todo o Brasil.
    Por ocasião da fala do Senador Flexa Ribeiro, este apenas indagou a Ministra por quê a Presidenta Dilma tirou dos planos do PAC, a desobstrução do pedral do Lourenço(próximo a Marabá) para permitir a navegabilidade integral do Rio Tocantins, onde as barcaças da Vale possa transportar minérios, bem como as navegações para o transporte de produção do agronegócio da região, e dos Estados próximos? Empreendimento este tão sonhado pelos paraense há mais de 20 anos, e que vem sendo protelado por todos os Governos Federais que passaram e o atual. Como uma verdadeira exclusão social e esquecimento desta região. Na oportunidade o Senador pediu clemência à Ministra, solicitando uma reunião com a Presidenta e a bancada paraense para tentar em chegar a um consenso sobre o assunto,haja vista que não tem perspectiva no longo prazo para ser solucionado.
    A navegabilidade do Rio Tocantins irá permitir o transporte de tudo que será produzido na Alpa( Aços Laminados do Pará), pela empresa VALE. Este projeto da Vale é grandioso, e irá gerar centenas de milhares de empregos em Marabá e região, e segundo o Senador Flexa, sem esta parte terminada, o projeto poderá parar e sem perspectiva de retorno.
    Agora, a pergunta que não quer calar: “ cadê os políticos de Belém, que novamente foram omissos e deixaram mais esta pendência para a nossa região.? Cadê a Ana Júlia, e o Paulo Rocha que são da base aliada do Governo?. Como esse pessoal deixou a Dilma tirar esse plano dos seus planos, já que o Lula o havia colocado. Projetos menos importante foram dados andamento, em razão da força política de outros Estados, mas como o Pará tem uma bancada fraca não consegue viabilizar os planos tão importante não só para esta região, mas para o próprio país na medida que se iniciará um processo de verticalização do ferro guza e agregação de valor ao nosso produto.
    É por essas e outras( aliás muitas outras), e que vejo apenas uma luz no fim do túnel para nós carajenses, e à luta pela emancipação, e tem que ser encampada por todos nós. Acho que não preciso falar mais nada, pois os argumentos a favor da divisão são enormes Não podemos ser algozes de nós mesmos e mantermos uma situação desta pra sempre.
    VAMOS NO SIM!
    George Leyte

  • O plebiscito deveria ser somente para a regiao diretamente afetada, é o que está na constituição. Então, essa votação para toda o Pará é incostitucional.
    Grande parte do povo de Belém que muitas vezes não sai de Belém, não conhece direito a realidade do interior do Pará, que para quem a vivencia todos os dias, entristece-se com tantos problemas.
    Se o não ganhar, nada muda, tudo vai continuar a mesma coisa, e essas regiões vão continuar com as suas mazelas, sem muita perspectiva de melhora. É fácil perceber que os governantes do Pará não se peocuparam muito com isso, e se a divisão não acontecer, será que agora eles irão se preocupar com isso? Não é muito provável, ainda mais se considerarmos o dircurso do não que argumenta que o problema do Pará não é a extensão territorial e sim a corrupção. Então, se o Pará não for dividido, nada vai mudar, os problemas continuarão os mesmos, já que os políticos paraenses são corruptos e não administraram bem o Estado – para os seus problemas terem chegado na situção em que se econtram hoje -, porque, depois de muito tempo, eles se preocupariam e deixariam de ser corruptos só porque o Pará não foi dividido (caso isso ocorra, espero, sinceramente, que não)? Se o problema do Pará é a corrupção, então esse problema nunca será resolvido, porque a corrupção não acabará, pois existe corrupção em todo mundo, até no Japão e Estados Unidos (países que ofereceram uma educação de qualidade à sua população). E ela não existe somente entre os senadores, deputados, prefeitos e vereadores, visto que ela está também presente em empresas, escolas, órgão públicos, entre outros inúmeros casos. É fato que ela pode ser amenizada, mas é díficil para a população que reinvidica a criação do Estados de Tapajós e Carajás, acreditar que agora a corrupção será amenizada, se há muitos anos não existe uma mobilização por parte da população e no meio político para que a corrupção seja amenizada.
    Espero muito que o Pará seja dividido, e que toda a sua população melhore de vida e não continue do mesmo jeito.

  • Sou paraense do oeste do Para e sou contra a divisao,os politicos da regiao estao iludindo o povo com falsas promessas coisas k podem acontecer se eles trabalharem para o povo e nao para seus interessses por isso eu voto NAO DUAS VEZES,TENHO ORGULHO DE SER PARAENSE.

  • Esse argumento de que a divisão do Pará resultará numa elevação no número de políticos no senado e na câmara, e num aumento da corrupção, na minha concepção, nao justifica nada, e não é um argumento convincente para que não haja a divisão.
    O fato de que a vida da população melhorará e de que haverá mais investimentos nas regiões emancipacionistas já é o suficiente para defender a criação de Tapajós e Carajás. O mais importante é querer isso, é pensar nisso, no fato de que a segurança pública na cidade de Marabá melhorará, e de que as estradas paraenses não continuem esburacadas (já quase sofri um acidente por causa dessas estradas esburacadas).
    Indepentende de que haverá mais políticos nos senados da vida, a simples evidência de que a população terá pelo menos um pouco mais qualidade de vida já é o bastante. O que é feio pra nós é continuarmos nos conformando com as péssimas condições de vida que possuem essas populações, e deixarmos que isso continue assim.
    Em relação à corrupção, é correto afirmar que ela existirá com a divisão e existirá sem a divisão. Só por causa das atitudes erradas de alguns políticos (lembrando que generalizar é errado, e que nem todos são fraudulentos), perderemos uma imporante oportunidade de prosperidade de uma região.
    Na minha concepção, temos que parar um pouco de forcar nossas atenções para o políticos, e pensar que a divisão oferecerá muitos benefícios para uma população há muito esquecida a nível nacional e estadual.

  • O GOVERNO FEDERAL VETOU MILHÕES QUE SERVIRIAM PRA CONCLUIR AS ECLUSAS DE TUCURUÍ, E DEIXAR PRONTA A HIDROVIA ARAGUAIA TOCANTINS. E CADÊ OS POLÍTICOS DO NÃO O QUE FIZERAM, HÁ HAVIA ME ESQUECIDO ESTA OBRA FICA NO SUL DO PARÁ, BRIGAR PRA LIBERAR RECURSOS PRA QUE?ELA NÃO INTERESSA A BELÉM, DESCULPA AÍ PESSOAL DO NÃO A DIVISÃO

  • Olá para todos.. que como eu gosta de ler a opinião dos outros com relãção a vários assuntos, pois isso nos enriquece!!!
    Então eu sou de longe.. Sou de Sergipe menor estado do Brasil..
    Não sei o real motivo pela qual o Pará passa, mas eu não concordo com essa divisão, pois se há tanto interesse em dividir por que esse interesse não vira, então vontade de mudar a situação que o Pará se encontra ?
    Pois se há um reboliço todo pra DIVIDIR por que não um reboliço pra MELHORAR ?
    não vejo motivos a favor..
    pelo contrário mais 2 estados para politicos corruptos virem e roubar o povo inocênte.
    Já basta o que roubam em 1 pra que mais 2 ?
    Eu digo não, sei que não votar, mas queria deixar minha opinião aqui para todos.

    DEUS SEJA LOUVADO EM TODO O TEMPO…

  • Acho que o povo paraense já está acostumado a tanta injustiça em seu Estado, que nem se preocupa em ter uma visão mais dinâmica de seu futuro. Sinceramente a questão de saneamento básico no Pará é caótico. Na minha opinião seria melhor a divisão, pois as verbas seriam melhores direcionadas e o controle delas também. O que falta ao povo paraense é auto-estima para revindicar o que esse povo realmente merece. Os paraenses estam preocupados somente com a extensão territorial de seu Estado, não com saneamento, saúde e muitas outras coisas que essa região precisa. O Tocantins foi criado, tomaram decisões importantes, e seu povo exige que seus governantes trabalhem em pró do Estado. Se não fosse assim, seriam esquecidos até hoje pelo Estado de Goiás.

    • Legal Valentina. O importante é vc continuar pensando desse jeito mesmo. Eu estava aqui na capital e vi o que eles fizeram. Comparam pessoas com o estadio do mangueirão. Fizeram terror na mente das pessoas dizendo que o Pará ia ficar um Parazinho. Como se tudo não fosse Brasil. Mas a gente vai vencer um dia. Acredite.

  • sou amazonense, acho que não é separar que vai resolver… eu acho q esses fdp desses politicos deveriam tomar vergonha na cara e para de roubar todos nós!
    Coitados das pessoas pobres humildes e que são enganadas por esses politicos.
    Acho q o Brasil precisa acordar para o q ta acontecendo debaixo dos nossos narizes! Todos anos os mesmo corruptos estão lá, no governo. E ninguém ta nem aí, aff

    Ps.: eu qria um post um pouco resumido disso, pq eu tenho 15 anos e estou no ensio medio e não entendo esse linguajar, obg:)

  • eu sou a favor do sim , pois quem opina pelo nao é porque nao sabe como agente vive aqui no interior … quando precisam de votos aparecem cheios de promessas …depois nunca mais aparecem e os recursos ficam tudo la pro lado da capital … ja parou para pensarem q a maioria da população mora la como dizem as pesquisas … é claro …quem quer vir morar quase no meio do mato se asfalto sem saneamento se faculdade e etc … teria sido melhor que todos os paraenses pudecem votar idependente em que cidade do Pará estivesse… conheço um monte de gente que é a favor do sim mas teve que justificar o voto por motivo de nao ter condiçoes $ de ir até a sua cidade onde se localizava a sua seção … ou pelo menos tivessem dado um prazo maior pra tansferir o titulo … respeito a opinião de todos mas essa é minha opinião…

  • Quem conheceu o tocantins antes, quando era chamado de corredor da miseria, e ve o estado hoje, da pra ve que a divisão seria a melhor coisa pro para.

  • O povo do Pará foi sábio em sua decisão!

  • O projeto de divisão do estado do Pará será ARQUIVADOOOOOOO ! ! ! ! ! ! pelo Congresso Nacional, por que a MAIORIA do povo que é de PARAENSES votou CONTRA A PROPOSTA
    (inclusive EU). Duas coisas mais a escrever:

    1º PARÁ: AME-O OU DEIXE-O.

    2º Os separatistas falaram tanto dos estados divididos, (Tocantins, Goias,…) mas eu duvido que algum separatista vai mudar para o Tocantins DUVI-DEO-DO. (se lá é tão bom eles deveriam mudar pra lá).

    • Eu poderia lhe indicar uma escola muita boa….. Vc quer? Pode ainda haver jeito pra vc.

  • É AGORA O PROBLEMA ESTÁ RESOLVIDO, POIS OS CANTORES DE TECNO BREGA E CANTORES DE BARZINHO DE BELÉM JUNTO COM O JOGADOR GANSO DIRA PAES E FAFÁ DE BELÉM VÃO REPASSAR A GRANA QUE O JATENE PRECISA PRA DAR AUMENTO AOS PROFESSORES E RESOLVER O PROBLEMA DA SAÚDE,NO PARÁ,,, HÁ SEU GOVERNADOR VER SE RESOLVE O PROBLEMA LOGO, POIS TEM GENTE HÁ UM ANO NA FILA ESPERANDO POR UMA CONSULTA, O DINHEIRO ESTÁ COM O COLTINHO. AGORA É SÓ RESOLVER O PROBLEMA,KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  • Meu amigo Valdimar agora que hora de vocês cobrar do João salame e companhia de que você precisa
    porque dinheiro da campanha dava para resolver um terço dos problema do povo sul do Pará

  • que coisa de maluco
    divider o para
    que maluquise
    ecis pouvo seos todo
    maluco

  • CONCORDO COM JÚLIO

  • MARCELO. O JOÃO SALAME PRA NÓS CONTINUA SENDO UM HERÓI, POIS FOI O ÚNICO QUE NÃO TEVE MEDO DE PEITAR O PREGUIÇOSO SIMÃO JATENE MESMO NA CONDIÇÃO D SEU LÍDER, E MAIS A UMA NOVA PEC SERÁ APRESENTADA AÍ DEPOIS QUE ELA FOR VOTA A E APROVADA NA CAMARÁ E NO SENADO NOS FALAMOS OUTRA VEZ AMIGO.VOCÊ APENAS ADIARAM O NOSSO SONHO,, E ISSO SÓ NOS DARÁ MASI ÂNIMO PRA LUTAR. ABRAÇÃÃÃÕ AMIGO

  • eu acho q so tem 1 problema com a divisao o brasil vai gastar mais dinheiro e do jeito que anda esses politicos de onde o brasil vai tirar esse dinheiro?

  • afff vcs falam de mais e fazem pouco tenha paciencia vao la e mostrem para eles quem sao vcs e dq sao capazes gente

  • quando se falava em mudar a Capital para o interior do Brasil,muitos argumentos foram ultilizados.Quais foram eles?yahho resposta

  • O estado do pará é um estado com potencial economico inestimavel, mas o que ocorre em todas as regioes subdesenvolvidas o dinheiro fica na mao de poucos, eu vivo no interior e sei a decadencia do sistema publico graças a ausencia do estado, se o povo pede pela divisao é porque nao está nada bem, apenas quem vive na capital e regiao metropolitana é que está contra a divisão por que sao egoistas e só estao pensando na renda que iria deixar de arrecardar das outras regioes, moro a 20 anos em Ourilandia do Norte e sei muito bem o que é viver despresado por dos politicos que vivem de boa na capital onde tem hospitais que prestam, faculdades, escolas e toda uma infraestrutura que apenas no interior do pará nao tem, a grande expressao economica dessa regiao é a pecuaraia e mineração se nao fosse isso a situação estaria pior é uma vergonha uma região inteira contar apenas com investimento da iniciativa privada, onde está o governo uma hora dessas? de uma coisa eu sei meus impostos estao sendo pagos em tudo que eu compro, mas pra onde vai o dinheiro desses impostos? até agora nunca ví e nem sei pra onde vai, onde foi e pra quem vai só sei que com a divisão a base do governo do estado fica mais perto da gente que aí sim vai poder fiscalozar, cobrar e concerteza terá um retorno.

  • moro na RM de pernmabuco,mas sou muito ligado no outros estados do brasil,pra mim seria ruim ter mais 2 estados que em 20 anos seriam extintos não aguentariam a pressão economica,incluindo que teriam que criar organizações de esportes.

  • Nem será preciso lembrar a incompetência de Belém em administrar a si mesma, quanto mais conseguir dá conta de um vasto território que é o Pará atual! Com essa não-divisão do Estado e a ambição que Belém tem em permanecer administrando as riquezas naturais e os impostos arrecadados dos separatistas (Carajás-Tapajós), sem lhes dá nada em troca a não ser os descasos e o abandono público. Moral da história? Nem ela (Belém) e nem os separatistas enriqueceram, enfim todos ainda continuam pobres, apresentando um dos piores índices sócio-econômicos da Região Norte, vivendo como de costume o marasmo de sempre. Sem falar que Belém acabou atrapalhando um projeto antigo que estava engavetado há mais de 70 anos, tramitando no Congresso e no Senado, além de frustrarem o sonho dos separatistas que lutam por uma vida melhor!
    Como esse plebiscito realizado no dia 11 de Novembro de 2011, foi um verdadeiro desastre, já que não fora pré-estabelecido uma votação justa, algo que levasse em conta um coeficiente individual pra 3 partes envolvidas (Estado-tronco-> Belém; e os separatistas-> Carajás-Tapajós), então esse pleito deve ser anulado imediatamente e o tema voltar à pauta, dessa vez com regras justas e claras, o que não houve nesse plebiscito arbitrário pró-Belém!

  • Nós somos peões e, os políticos os jogadores desse tabuleiro. Isso é a mais pura forma de se fazer ganhos por essas quadrilhas de jogadores políticos. vamos dividir o lucro, dividindo os estados..alguma dúvida!

  • A proposta de criação de novos Estados, atende questões: sócio-econômica, expansão do progresso e melhor distribuição de renda regionais, monitoramento junto ao poder público, etc.). E já no caso dos Territórios Federais, trata-se da sustentabilidade ecológica e do reaproveitamento de imensas áreas despovoadas demograficamente como o Pantanal, a Floresta Amazônica, além do retorno do arquipélago Fernando de Noronha – todos transformados nessa modalidade. Portanto, esse papo-furado de preocupação com gastos da União ou aumento da máquina pública, tudo isso é banal! Não é a criação de novas unidades federativas que vai empobrecer o Brasil não, o problema chama-se: corrupção e impunidade! Principalmente osa 12 anos de gestão petista Lula-Dilma, ambos passaram anos criticando gestões anteriores e depois que chegaram ao poder fizeram muito pior! Enfim, são essas coisas que empobrecem o brasil, infelizmente boa parte do eleitorado brasileiro tem lá a sua parcela de culpa, por votar errado e influenciado pela opinião manipuladora dos institutos de pesquisa e da mídia comprada!

  • No meu ponto de vista a divisão do estado será muito bom pois o estado com a dimensão territorial que possui é muito grande é muito complexo mais que nós vivenciamos foi realmente pouco empenho da sociedade,a sociedade teria de -se manifestar mais ser mais atuante formar mais guerreiros por essa causa ”causa de todos nós” vamos a luta fechando estradas pontes ferrovia aeroportos órgão publico.

  • blz

Deixe um comentário

Prêmios

Inscreva-se